domingo, 5 de abril de 2020

Serena Idade



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Os nervos estão à flor da pele. Tudo é motivo para discussões e brigas.

Nem os governadores “terroristas”, nem os prefeitos idem conseguirão impor uma quarentena horizontal por muito mais tempo.

La nécéssité oblige. Entre a fome e a desobediência civil, quem necessita de seu trabalho diário para sobreviver optará pela solução mais premente.

Os tiranetes de ocasião vivem seu momento de canto do cisne.

Se estourar a represa da ira popular, teremos um efeito “brumadinho”.

Desaparecerão na lama urubus, torquemadas, membros do cão egresso, “isentões” e jornalixos.

Quem possui o dom da observação, sabe que estamos por dias (e não tofolididos !).

Passados os de março idos, estamos em abril, mês da PQP.

Uma linda canção diz:” por mais terras que percorra, não permita Deus que eu morra sem que eu volte para lá...”

Lá é o BRASIL, livre e soberano.

Povo faminto é mais valente que general na reserva.

E os pobres soldados cumprirão ordens de atirar em seus irmãos e parentes? NÃO!

Se nosso adorado Presidente não der remédio a todas as mazelas, teremos um triste fim; o BRASIL, ele e nós todos.

Estamos fartos de engodos.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Unknown disse...

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.