domingo, 10 de maio de 2020

América Latina



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

Dizia o saudoso Eduardo Galeano sobre as veias abertas da América Latina num brilhante estudo sobre as desigualdades sociais e o distanciamento com o primeiro mundo. E agora com a infernal pandemia o sangue jorra profundo e inabalavelmente por canais e segmentos não constatados pelas Nações desenvolvidas.

Fiquemos apenas no Brasil, a pior bolsa de valores do planeta foi a que mais se desvalorizou e ainda a moeda mais frágil de todos o carcomido real, perto do dólar na casa dos 6 e do euro no teto de 7 reais. Somos uma Nação alquebrada
sem esperança e nenhum futuro. Comemoração do dia das mães com milhões desempregados, vivendo em precárias condições, sem saneamento,transporte e o mais grave saúde.

Fracassou a globalização quando esqueceu saneamento, higiene e saúde, nenhum Nação por mais rica que seja é tola se não aplicar na saúde da população e prevenir as patologias. EUA e Europa estão sentindo na própria pele as mazelas de um vírus chinês que se espalhou pelo mundo, se o alerta fosse dado a tempo e fechadas todas as fronteiras com a China e não realizássemos o carnaval, ficando o mês todo de fevereiro em quarentena, nosso governantes são míopes e tem astigmatismo além de serem estrábricos, muito provavelmente em março todos estariam trabalhando com pequeno número de óbitos e infectados.

Entretanto o bate boca e a falta total de planejamento levarão o País a bater recordes e se aproximar apenas neste quesito na relação de mortes próximas dos Países ricos, uma vez que nossa Federação simplesmente não existe e aproveitam estados e municípios para sugar o dinheiro da União.

Erros palmares foram cometidos. Não tínhamos informações suficientes e os centros mais avançados tratavam como simples gripe, e os próprios médicos que assim a qualificaram quando contraíram o vírus mudaram rapidamente de idéia.

Bem se não emitirmos papel moeda e se não houver socorro externo as economias latino americana irão para o desfiladeiro com muita preocupação de haver desencontros sociais e rebeldias.

A data que se comemora dia das mães é bastante oportuna para revisitarmos todos os cenários  e ambicionarmos que todos tenham o necessário para uma vida digna.

Carlos Henrique Abrão (ativa) e Laércio Laurelli (aposentado) são Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Um comentário:

Fredoliveira disse...

Texto correto. Bom l3mbrar que Bolsonaro defendia a preservação de vidas e empregos e foi massacrado pela mídia. Mas eu tenho esperança. Acho que muito tem. O Brasil aí dar a volta por cima. Vamos trabalhar duro e refazer a economia. Aos poucos os empr4gos vai retornar. Que compramos produtos dos que tem obras e empresas físicas. Quem passou apenas para o e-commerce fica para depois