quarta-feira, 6 de maio de 2020

Mãos Limpas e Lava Jato



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

Ao ser deflagrada a exitosa operação lava jato em Curitiba, o ideal mor do ex magistrado Sérgio Moro seria de ter em mente e seguir as pegadas da operação mãos limpas desencadeada na Itália e com repercussão internacional.
Há diferença entre ambas? Foram definitivamente um sucesso? Os próceres continuam atuantes? A corrupção foi debelada? Os detentores do poder diminuíram o cardápio de enfiar a mão no dinheiro público? Os empresários estão mais temerosos com punições?

Bem este leque de dúvidas e indagações somente poderá ser definitivamente respondido a partir da operação realizada na Itália, consagrada no começo, com barulho no poder, ela levou à direção do estado nada mais nada menos do que Silvio Berlusconi que de inimigo da corrupção nada tem, juízes foram assassinados, e no momento atual o então magistrado Colombo investiga coincidências em asilos cujos mortos contrariaram o Covid 19.

Em resumo, não temos motivos para aplaudir o concerto das mãos limpas e menos ainda da lava jato. Expliquemos a barulhenta operação local teve momentos antecedentes do Mensalão no STF e os maiores  líderes políticos, submetidos ao foro privilegiado,de única instância perceberam que as coisas começavam a mudar.

As condenações passaram a surgir porém os cabeças receberam mais benefícios por meio da delação e cumprimentos de pena em regime domiciliar, até hoje muitos aguardam o efetivo clamor popular contrário ao trânsito em julgado. Na lava jato impulsionada pela força tarefa e o inegável brilhantismo do intrépido ex magistrado Moro tudo se desencadeou de forma impressionante: os diretores,
administradores e controladores de grandes empresas foram presos, ex ministros, e até ex presidente da república, ainda que em cela especial com mordomias inúmeras.

Entretanto, talvez a principal falha foi a falta de apoio do congresso nacional e evidentemente do legislativo, já que os projetos do então Ministro Moro malograram, até a implantação de um duvidoso juiz de instrução num cenário de pandemia, crise fiscal e orçamentária. Saímos do buraco negro, mas entramos na caverna de Platão sem um sinal favorável para o nosso amanhã.

Se a operação mãos limpas na Itália bombardeou o alicerce da corrupção novas leis ceifaram a boa colheita, no Brasil não foi diferente os magistrados mais corajosos deixaram seus postos, alguns entraram na política, outros saíram, e temos ainda o contraste hospedado na composição do STF que invariavelmente protege à liberdade e não se encarrega no mais das vezes na imposição de condenações e penas elevadas.

Feito o presente retrato, apesar dos esforços de ambos os Países latinos, o balanço geral não é animador, porquanto a fresta da impunidade permanece e a leniência é marcante, os instrumentos à disposição são tênues além do que quadrilhas estão de pé, facções criminosas, e tudo o mais,a demonstrar que estamos no olho do furação com a pandemia em pleno momento de recrudescimento.

O que fica de lição por força da expressão é que a operação mãos limpas jamais será esquecida notadamente quando o planeta usa gel para manter higienizadas as mãos, luvas e mascaras para evitar o vírus.

Enfim,o vírus da corrupção tem sido paulatinamente deixado num plano acessório substituído pelo vírus chinês que tombou mais de 250 mil vidas em 3 meses em todo mundo, a desmistificar muitos dogmas da globalização e a total fragilidade do planeta em chamas estado de miserabilidade e com graves oportunidades para crises e exclusões sociais de dimensões impensáveis.

Carlos Henrique Abrão (ativa) e Laércio Laurelli (aposentado) são Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Um comentário:

Anônimo disse...

POIS É,FORJAR PROVAS E INCLIMINAR INOCENTES É FACIL, MAS MEXER COM O JUDICIARIO E AS FFAA JÁ É OUTRA HISTÓRIA NÉ. DOIS PODERES MAFIOSOS ONDE CORDENAM TODO TIPO DE CRIMES E AINDA RECEBEM SALARIOS E PREVILÉGIOS MILIONARIOS,NARCOTRAFICO,CONTRABANDO,TRAFICO DE ARMAS AINDA SÃO FICHINHA PERTO DO QUE REALMENTE ESSAS 2 MAFIAS COMANDADAS PELA MALDITA MAÇONARIA REALIZAM EM MEU PAIS,ENTÃO O ASCO DE LER O QUE UM EMBECIL COMO VOCÊ ESCREVE ME FAZ TER FORÇA E CORAGEM PARA TENTAR REBATER E POR NA SUA CABEÇA QUE HOMEM TEM QUE SER HOMEM E NÃO ESSE LIXO QUE VOCÊS SÃO,O PROBLEMA É QUE A MAGOA QUE CAUSOU EM VOCÊS EM VEREM E SABEREM QUE TINHA POBRE TRABALHANDO, COMENDO, BEBENDO, MORANDO, ESTUDANDO SEM SER ROUBADO, ESCRAVIZADO E HUMILHADO NÃO VAI SE APAGAR TÃO CEDO.PRESTE MUITA ATENÇÃO,VOCÊ VAI PASSAR E TUDO O QUE ROUBOU DE MIM VAI FICAR.