sábado, 20 de junho de 2020

“Nós, que lutamos pela Democracia...”


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Percival Puggina

A palavra democracia é prostituída no cotidiano de certos grupos políticos e de todos os regimes totalitários. Ressalvadas algumas pessoas de esquerda que conheci e respeitei ao longo dos muitos anos que com elas debati em centenas de programas de rádio e TV, a palavra deve causar dor de garganta à maioria de seus companheiros. Cá entre nós, qual a credibilidade de um grupo de antifas ou black blocs ao entrar na avenida portando faixas “pela Democracia”?
Se olhasse apenas a faixa sem ver a estampa daqueles que a portavam, dir-se-ia que o grupo iria protestar contra o STF. Qual a credibilidade dos ministros do STF para falarem em democracia enquanto desprezam a opinião pública e o resultado da eleição?
Nessa encrenca política, típica de republiqueta bananeira em que o país está enfiado, volta e meia a frase que dá título a este artigo é pronunciada, com poses de estadista, por membros de alguns partidos de esquerda. Que é isso, companheiro? Prá cima de mim?
Os que pegaram em armas e foram para a clandestinidade eram menos hipócritas que a atual geração de revolucionários de terno e gravata. Estes últimos povoam o aparelho de Estado, lutam por privilégios e pelo seu direito a correção dos vencimentos enquanto uma combinação sinistra de vírus com burrice já tomou o emprego de milhões de brasileiros que atuam no setor privado.
Como entender que alguém ou que alguma organização política se apresente como lutadora pela democracia e use unhas e dentes da retórica para defender Hugo Chávez e seu sucessor Nicolás Maduro, os irmãos Castro (da empresa cubana Castro & Castro, Cia. Ltda) e a ternura “sedenta de sangue” de Che Guevara? Que credibilidade tinha a democracia entre as nações submetidas a torniquetes políticos e econômicos pela extinta URSS, rebatizadas sem consulta como Repúblicas Democráticas, ou Repúblicas Populares, quando não proclamando uma junção dos dois adjetivos?
Repito: os que pegaram em armas e foram para a clandestinidade eram menos hipócritas. Não prostituíram a palavra. Não a usaram para enganar bobos. Sempre que penso sobre a apropriação do vocábulo, que ganhou aberrante efeito demonstração na arruaça da Avenida Paulista, me vem à mente um episódio no qual terroristas e guerrilheiros tiveram a oportunidade de proclamar ao Brasil quem eram e o que pretendiam. E o fizeram, para a História, de viva voz e próprio punho. Era o mês de setembro de 1969. Duas organizações guerrilheiras, a ALN e o MR-8 haviam sequestrado o embaixador dos Estados Unidos, Charles Burke Elbrick, e imposto condições para libertá-lo: soltura de 15 presos políticos e leitura em cadeia nacional de rádio e TV de um manifesto que haviam redigido.
Naqueles dias, estava em plena vigência o AI-5 e o Brasil era governado por uma junta militar, em virtude do derrame cerebral que acometera o presidente Costa e Silva. Embarcar os presos para o México e para Cuba era fácil, mas autorizar a publicação nos principais jornais e a leitura em cadeia nacional de uma catilinária dos sequestradores era constrangedora rendição. Contudo, a execução do embaixador pelos sequestradores seria um mal maior. E a junta militar se rendeu.
O país parou para ouvir o texto redigido por Franklin Martins, um dos sequestradores. Oportunidade preciosa, dourada, única, para guerrilheiros e terroristas dizerem por que lutavam, afirmarem seus mais elevados compromissos e cobrá-los do governo, não é mesmo?
O documento (leia a íntegra em "Charles Burke Elbrick" na Wikipedia) foi uma xingação que falava do que os revoltosos entendiam: ideologia, violência, "justiçamentos", sequestros, assaltos. Não há menção à palavra democracia. Nenhuma das dezenas de organizações guerrilheiras ou terroristas atuantes naqueles anos usou a palavra democracia para sua identificação.
 Os que pegaram em armas e foram para a clandestinidade queriam levar o Brasil para o inferno comunista, mas eram menos hipócritas.
Percival Puggina (75), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor.

5 comentários:

Loumari disse...

Filha de Olavo de Carvalho denunciou paradeiro de Queiroz

Daniel Motta e José Brito, da CNN em São Paulo
18 de junho de 2020 às 18:06 | Atualizado 18 de junho de 2020 às 20:32

A filha de Olavo de Carvalho, astrólogo e "guru" do governo Bolsonaro, foi uma das denunciantes de que o paradeiro de Fabrício Queiroz era a casa em Atibaia. Hoje, enquanto comemorava a prisão do ex-policial, Heloísa de Carvalho (55) contou que fez o relato ao Ministério Público e publicou em redes sociais. Heloísa e Olavo têm uma relação conflituosa.

De fato, em 20 de maio, ela e o amigo Bruno Maia, candidato a deputado federal pelo PSOL nas últimas eleições, publicaram no Instagram uma foto da fachada da casa de Frederick Wassef no interior de São Paulo. Na legenda, informavam que Queiroz estava escondido no local.

Heloísa disse que tinha informações de que Queiroz estava em Atibaia desde o começo do ano passado. “Desde abril, maio de 2019 que eu sabia que ele estava aqui. Eu recebi a informação através de um jornalista e descobri que ele vivia neste bairro e nesta casa em Atibaia. Desde o ano passado que eu falava que ele estava aqui”, disse.

Bruno Maia, disse que denunciou o paradeiro de Fabrício Queiroz ao Ministério Público de São Paulo e do Rio de Janeiro. “Quando eu soube avisei através das páginas na internet do Ministério Público de São e o do Rio de Janeiro onde correm as investigações”, comentou.

Hoje, após a prisão, Heloísa e Bruno foram até a porta da casa de Wassef e levaram suco de laranja – uma alusão às denúncias de que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos) era um ‘laranja’ no esquema de rachadinha investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

Heloísa tem posição direção política contrária à do pai, apoiador de Jair Bolsonaro. Em 2018, Olavo chegou a processá-la por causa de uma carta que ela publicou nas redes sociais em que fazia uma série de acusações de maus tratos contra ela e os irmãos.

https://www.cnnbrasil.com.br/politica/2020/06/18/filha-de-olavo-de-carvalho-denunciou-paradeiro-de-queiroz

Loumari disse...

Refugiado sírio doa comida a brasileiros durante pandemia

https://www.youtube.com/watch?v=GThC2iCUA9k

Talal chegou ao Brasil em 2013, fugindo da guerra na Síria e com a expectativa de recomeçar a vida. No começo, recebeu ajuda de muitos brasileiros.
Sete anos depois, conseguiu abrir um restaurante de sucesso em São Paulo e teve a oportunidade de retribuir a solidariedade.

20.06.2020


Loumari disse...

OBS: 20/06/2020 Olhando por esta humanidade de hoje, no meu silêncio medito nos ensinamentos que minha própria mãe me inculcava de pequena. Aquela mulher africana, cristã tradicionalista, ensinou-me tantas coisas que hoje resultam ser evidentes para mim mas desconhecidas por muitos, mesmo nas pessoas que confessam ser católicas, que de cristão só soa na sua boca mas no seu coração é toda outra coisa.
Ao assistir este testemunho que vão assistir neste vídeo a seguir sobre um refugiado sírio que achou no Brasil terra de asilo, fez-me lembrar o que a minha mãe dizia: Minha filha, Deus te deu duas mãos para que uma lave a outra. Este relacionamento que as tuas mãos têm uma com a outra é exactamente o mesmo relacionamento que tu deves pôr em prática no relacionamento com as outras pessoas. Porque a outra pessoa é a outra mão tua que pode onde tu não podes. Ajuda a outra pessoa e a outra pessoa te ajudará a ti.
Quando penso, acho que donde venho, onde fui concebida e vi por primeira vez a luz deste mundo, devia ser um lugar muito perto do Céu para que tanta sabedoria brotasse naquele lugar e enchesse as criaturas daquele lugar com o Espírito Santo. O que faz de mim uma criatura completamente distinta dos demais.

Na Bíblia, na Oração que Jesus Cristo fez pelos seus discípulos ora: Pai Justo, o mundo não Te conheceu; mas Eu Te conheci, e estes conheceram que Tu me enviaste a mim.
E eu lhes fiz conhecer o Teu nome, e lho farei mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja. (JOÃO 17:25,26)


JOÃO 15:5 EU SOU A VIDEIRA, vós a varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque, sem mim, nada podeis fazer.
6 Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.
7 Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.
8 Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.
9 Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor.


Aproveito pela ocasião para contar-vos uma anedota! lá pelos anos entre 1999/2003 conheci uma pessoa de dita confissão católica, destes dos poderes, esta pessoa veio a ser meu big friend a tal ponto que me confidenciava muitas coisas. Uma delas, esta pessoa confessou-me que ela praticava obras de caridade, ela oferecia bolsas de estudos a certos jovens da classe desfavorecida e ninguém sabia que ela fazia estas obras de caridade. "Como que eu era a privilegiada a quem ela podia revelar este segredo seu." O que ela fazia os beneficiários de sua ajuda não tinham conhecimento do nome do seu benfeitor. Como Deus é implacável com a verdade, um dia calhou eu sair em companhia deste meu big friend para um lugar muito frequentado e lá, apareceram jovens adolescentes e estes jovenzitos saudaram aquele meu big friend com inclinar-se, adulando aquele big man. "Eu na minha cabeça": hei! Então, este meu big friend não disse que ninguém sabia sobre o que faz, que os jovens não sabiam quem os apoiava financeiramente os estudos? O que estou a perceber aqui é que estes jovens sabem sim que esta pessoa é quem lhes paga os estudos.
São destes homens que no meu precedente OBS taxei de calculadores. Estes homens são perfeitamente conscientes do que fazem e sabem muito bem distinguir o mal do bem, conhecem a verdade mas maquinam perversidades, querem ser vistos como santos trazendo dentro deles o diabo.
Esta pessoa confessa ser católica, até toca trombeta que depois do trabalho vai rezar o Santo Rosário, mas não é cumpridora da Palavra Sacra.

Loumari disse...

O que disse Jesus Cristo sobre a esmola?

MATEUS 6 GUARDAI-VOS de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles: aliás não tereis galardão junto do vosso Pai que está nos céus.
2 Quando, pois, dares esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificado pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
3 Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;
4 Para que a tua esmola seja dada ocultamente: e teu Pai que vê em segredo, te recompensará publicamente.

OBS: Como podem ver e constatar por vocês mesmos, a Igreja está cheia de falsos católicos. Ser católico, é ser cumpridor da Palavra Divina; é ser si mesmo a Bíblia. Jamais um cristão deve olvidar a Sagrada Escritura, um católico não deve baixo nenhum pretexto tergiversar a Palavra Divina e viver sua religiosidade de aparência.

A pergunta feita aos católicos: onde está a Igreja Virginal, respeitante da Palavra Virgem, Pura, Casta?

Em Moçambique, os próprios ditos consagrados estão muito longe da Castidade. Sacerdotes, Bispos, que adoram o beija-mão, que apreciam almoço em companhia do governador da província (...), são estes amigos de Deus? são mais amigos de Deus ou são mais amigos de homens, e homens dissolutos, libertinos, devassos, corruptos...??? O RESTO, TODO MUNDO SABE.


ZACARIAS 11:17 Ai do pastor inútil, que abandona o rebanho; a espada cairá sobre o seu braço e sobre o seu olho direito; o seu braço completamente se secará, e o seu olho direito completamente se escurecerá.


A quem, pois, fareis semelhante a Deus? Ou com que o comparareis?
(ISAÍAS 40:18)


Eddy Grant - Gimme Hope Jo'Anna (Live at Nelson Mandela Concert)

https://www.youtube.com/watch?v=oH2zXEu7nTc

Loumari disse...

Brasil com mais de um milhão de infetados com Covid-19

https://www.youtube.com/watch?v=fzJR3pFq43o

O Brasil ultrapassou a barreira do milhão de infetados com o novo coronavírus. Um milhão e 30 mil novos casos registados oficialmente - o que representa cerca de metade dos testes efetuados. A curva continua a subir e oficialmente o número de mortos deverá atingir os 50 mil este sábado.

Especialistas citados pela agência Associated Press acreditam que o número de infetados pode ser 7 vezes maior. A confirmar-se, o Brasil seria o país do mundo com mais doentes de Covid-19 - ocupa neste momento o segundo lugar, depois dos Estados Unidos.

Os países da América Latina confirmam por estes dias o estatuto de principal foco da pandemia. O México ultrapassou a fasquia dos 20 mil mortos e anunciou um recorde de 5 mil novos casos em 24 horas. Na Argentina, registou-se também um recorde de 2 mil novos casos no dia em que se anunciou mais uma fonte de esperança: Cientistas argentinos produziram um sérum a partir do plasma do cavalo que pode travar a doença.

Linus Spatz, diretor do laboratório de biotecnologia Immunova, afirma que este sérum tem uma elevada pontência neutralizante, acrescentando que os testes clínicos vão começar dentro de 2 a 3 semanas em 250 pacientes internados em 15 hospitais de Buenos Aires.

A Organização Mundial de Saúde veio esta sexta-feira avisar que a pandemia voltou a acelerar com mais de 150 mil novos casos detetados num só dia.

euronews (em português)

20.06.2020