segunda-feira, 1 de junho de 2020

O Brasil inaugura a Justiça Cubista


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por H. James Kutscka

Como disse o gerente do banco a um amigo, justificando a negativa do empréstimo que ele solicitava em um momento de crise financeira pessoal: -

Estamos em guerra, e na guerra infelizmente pessoas morrem.

Espero que acreditem, pois tenho apenas minha consciência como testemunha que gostaria de estar escrevendo sobre cultura neste espaço, mas estamos em guerra.

Na guerra, morrem também desejos, mas incrivelmente sonhos sobrevivem às mais infames torturas.

O atual governo de nosso país vem enfrentando uma guerra não declarada, mas cruenta, com a esquerda que perdeu as eleições, mas deixou suas raízes daninhas bem plantadas no Congresso, STF,STJ, STE, OAB, PF e mídia aberta, de maneira a impedir que se erradique  a corrupção e algo de bom floresça em solo brasileiro ( ironicamente o agro negócio é a única coisa que funciona em nosso país no momento). 

No meio da “zona” surge Yang Wanming e o vírus chinês. Governadores e prefeitos sofrendo da abstinência de propinas a um ano e meio, apoiados pelo Congresso que decretou estado de calamidade pública em março, começaram a inflar o número de mortos pelo vírus para locupletar-se com compras de respiradores e mascaras da China sem licitação pública com gordas propinas.
Restrições e abusos de toda espécie preparam o terreno para a crise financeira e o desemprego.

A mídia faz sua parte disseminando o pânico.

Aproxima-se o que os atores pensam ser o “gran finale”, as cortinas se abrem para o que seria o último ato.

Sai de cena o santo do pau ôco, enrolado em sua biografia. Entram em cena os onze ignóbeis e seu decano logorreico.

Começa o “Grand Guignol”

Primeiro movimento encenado pelo decano: tentativa de degola do presidente, expondo de maneira ilegal o que pensava viria a ser à execração pública: uma reunião secreta do Ministério.

Somente conseguiu que a simpatia ao desafeto por parte da população aumentasse. 

Ato seguinte: revoltado, ordenou a busca e apreensão do celular do supremo mandatário para perícia em uma decisão monocrática absurda, sem nenhum sustento jurídico.

Então, a cereja do bolo: declara que antes de deixar o cargo, (o que deve acontecer novembro próximo) derrubará Bolsonaro.

Enquanto isso, no estado do Rio de Janeiro, o quinto governador em sequência é preso por corrupção. Os eleitores em delírio festejam aos gritos de alegria nas janelas e sacadas de seus apartamentos, já que as ruas lhes estão vetadas pelo presidiário: Somos penta, somos penta!

Se parássemos por aí, já seria suficientemente espantoso.

Mas tem mais, o ministro “cabeça de ovo” resolve inaugurar o que eu chamo de “Justiça Cubista”, jogando fora a constituição e as leis seguindo o preceito estabelecido por Georges Braque fundador do movimento com Pablo Picasso: - “Não se imita o que se quer criar”.

Então, do alto do seu narcisismo, cria nos moldes  da SS de Heinrich Himmler a sua MM, (Milícia do Morais) policiais da PF  que a seu mando  e de arma em punho  arrombam a casa de um You Tuber, e frente a sua mulher grávida o ameaçam e intimam a prestar declaração pelo que eu qualificaria como:  “crime de opinião”.

Algo que não existe no Código Penal Brasileiro.

Na mesma operação entre You Tubers, parlamentares e empresários, 29 cidadãos tiveram seus direitos constitucionais violados, dentre eles o deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança, administrador de empresa com mestrado em ciências políticas pela universidade de Stanford nos USA.

Picasso com o Cubismo entrou para a história da arte, o ministro que emula Mussolini terá sorte se não entrar para a história tendo o mesmo destino do original.

Nosso povo é paciente, mas a paciência um dia acaba.

Podem prender o sonhador, mas jamais o sonho.

Quando o governo era de esquerda:

Quem não quer ser criticado não participa da vida pública. Alexandre de Morais, 2018

A censura é a mordaça da liberdade é típica da ditadura. Carmem Lúcia, 2018

H. James Kutscka é Escritor e Publicitário.

2 comentários:

Anônimo disse...

Já que divulgar reunião política está liberada pelo $TF, nós brasileiros exigimos que sejam divulgadas as gravações ou atas de reunião de governadores e prefeitos com diplomatas chineses! A ocorrência dessas reuniões foram divulgadas na mídia (elpais, oglobo, zhora, correiobraziliense, uol, bahianoticias, governosp, estado.rs, folha, etc). Suspeitamos que nessas reuniões foram tramados acordos que atentaram contra a saúde do povo brasileiro e contra a soberania Nacional! Se não existem tais atas ou gravações, então foram reuniões ilegais e não podem alegar sigilo das mesmas, pois nesse caso somente se admite para reuniões da PR com diplomatas!. Assim, exigimos que sejam divulgados essa atas ou imagens, e na inexistência delas, que sejam declaradas atos de conspiração contra o povo brasileiro e atentado contra a Soberania Nacional! REPASSEM! NÓS CIDADÃOS PODEMOS SIM ESTAR EM PERIGO!

Anônimo disse...

Prezado senhor Kutscka. Para referenciar o tal "cabeça de ovo", poderíamos chamar suas ações de "Justiça de Cubeiro". O sr. deve lembrar o que carregavam os cubeiros nos tempos do Império, né?