quinta-feira, 25 de junho de 2020

O Silêncio é a voz das Ditaduras


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Percival Puggina

Quer dizer, senhores ministros, senhores congressistas, senhores da imprensa, que democrático, no seu ponto de vista, é o mal nascido e mal criado “Inquérito do fim do mundo”, ilimitado nos objetivos e raivoso na condução, sem limites, sem borda e sem tampa?
Quer dizer que democrático é o explosivo coquetel ideológico dos grupos Antifa, só porque proclamam, contra os fatos e a história, ser “pela democracia”, apesar de justificarem a violência que habitualmente praticam?
Quer dizer que democrático é o senador Davi Alcolumbre, com conivência da Casa que preside, sentar-se sobre os insistentes pedidos de impeachment contra ministros do STF? Será por democrática simetria que um terço dos senadores é investigado ou responde ação penal no STF em processos que se arrastam a passos de jabuti, enquanto o inquérito das fake news, que interessa particularmente ao STF, anda a galope?
Quer dizer que usar a mão pesada do Judiciário para inibir as manifestações populares de desagrado com a conduta belicosa do STF é conduta democrática?
Quer dizer que o ministro Celso de Mello se credencia como magistrado guardião da democracia e do equilíbrio quando compara o Brasil à Alemanha de Hitler e afirma que bolsonaristas “odeiam a democracia" e pretendem instaurar uma "desprezível e abjeta ditadura"?
Quer dizer que democrático é o silêncio das ruas bloqueadas para evitar manifestações populares diante de um Congresso Nacional omisso, surdo aos legítimos anseios expressos nas urnas de 2018?
Quer dizer que é antidemocrático apontar a chantagem com que parlamentares de má fama constrangem o governo?
Quer dizer que é antidemocrática a inconformidade popular com o fato de o Congresso, em um ano e meio, não haver votado a PEC que permite a prisão após a condenação em segunda instância? Será, então, democrático desatender a esse clamor pelo fim da impunidade determinada por uma preceito que só agrada bandidos e seus advogados?
Será democrático o STF quando, em eloquentes votos, rejeita o ideário conservador e liberal que venceu a eleição presidencial?
Será democrático o STF preservar a mentalidade política e as posições ideológicas próprias da era Lula, quando a maioria da nação já lhe disse não nas urnas?
Serão democráticos, por fim, o doce e dolente sossego dos poderosos, o monótono papaguear da grande imprensa, embalados pelo silêncio da sociedade? Mas não é esse desejado silêncio a própria voz das ditaduras?
Percival Puggina (75), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor.

Um comentário:

aparecido disse...

O DUCE se empolgou a mandou ver na pancadaria contra o congresso contra a liberdade de imprensa e contra as liberdades individuais tratorando a constituição que jurou defender...com o apoio de dez ministros politizados do ex supremo agora tribunal absoluto...mas mesmo com os 594 covardes que temos no congresso esperando a aposentadoria.... a afronta a nação foi demais... qualquer pessoa experiente sabe que até ratos lutam quando encurralados...podem esperar que vai ter reação.... os covardes muito cedo vão perceber que eleitores detestam covardes... e daqui a dois anos eles estarão nas urnas...muito diferente dos ministros que fazem politica e tem cargos vitalicios...é uma concorrencia brutal e desleal com os politicos que prestam contas aos eleitores...o tribunal absoluto e vitalicio usurpou o poder dos eleitores, pois só eleitores podem colocar representantes com poder politico em cargos temporalmente limitados.......a balança que está do lado de fora do palácio deve ser retirada imediatamente pois ela representa a imparcialidae, coisa que não existe mais em todo o poder judiciario brasileiros......A crise brasilaira é uma só : pessoas fazendo politica com cargos vitalicios e fora do alcance do eleitor...Isso vai ser resolvido de duas formas : ou pela espada se a coisa desandar e por revolução popular, coisa que não está descartada com o agravamento da crise economica...