quinta-feira, 16 de julho de 2020

A “Justiçadura” dá trégua com telefonema?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Siga-nos no Twitter - @alertatotal

O Brasil segue naquele ritmo de “manda quem pode; obedece quem tem juizo (ou não tem alternativa para desobedecer, sem acabar punido - multado, falido ou preso). O Poder Supremo soltou mais uma pérola digna da “Justiçadura”. Em férias (ops, recesso), o próximo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, proclamou: “No dia (em) que o Judiciário não puder cassar ato do Executivo e declarar a inconstitucionalidade das leis, tem que pegar a chave do Judiciário e de fechar a Corte”.

Ou seja, Luiz Fux reafirmou apenas o que todo mundo já sabe: Quem manda no País é o STF. O governo é refém do Legislativo e do Judiciário. Viva a Constituição Vilã de 1988! Quem controla esta arma, com variadas e criativas interpretações, são os “deuses supremos”. Assim, são eles quem tem a força. O jogo está mandado. Basta um político ou partido de oposição acionar o STF contra o Governo que o Supremo imporá a ordem.

Incrível, fantástica e extraordinária é a persistente narrativa de normalidade institucional em Bruzundanga. Até a Velhinha de Taubaté anda cética em relação a tal “verdade” imposta. Em evento da XP, Fux disse que não enxerga a existência de crise entre os poderes. E justificou: "Cabe ao Judiciário, pela Constituição, o poder de rever judicialmente os atos dos demais Poderes. Um ato do Executivo pode estar eivado de desvio de poder e o Judiciário tem que cassar esse ato. Uma lei editada pelo Parlamento pode padecer de vício de constitucionalidade. Isso não é um atrito nem uma crise, isso aí é o exercício de cada Poder nos limites de sua competência".

No evento da XP, Luiz Fux também tratou do voto que deu acerca do polêmico assunto artigo 142 da Constituição: "Nunca houve na Constituição Federal nenhum ditame que estabelecesse que as Forças Armadas pudessem ser um poder moderador. Eu entendi de exarar um voto didático, um voto [decisão] de respeito às Forças Armadas, dizendo o que elas deveriam fazer, no afã de evitar a utilização vulgar, a utilização promíscua a todo momento de que as Forças Armadas poderiam intervir. Efetivamente elas não poderiam intervir, não é esse o papel que a Constituição, no artigo 142, destina às Forças Armadas".

Ontem também terminou a “Batalha de Itararé” entre Gilmar Mendes e os militares no Ministério da Saúde. O cachimbo da paz foi fumado em um telefonema, direto de Portugal, de Gilmar para o General Eduardo Pazuello. O esperto deus do Supremo constatou que as consequências da briga beneficiaram Jair Bolsonaro - o real alvo do ataque de Gilmar. O bombeiro Toffoli, com certeza, atuou e apagou o incêndio. Fica o dito pelo não dito.

Ontem também foi dia do ex-Presidente Lula falar besteiras, sem maiores repercussões. O ex-poderoso chefão petralha reclamou que nenhum presidente tem o direito de brigar com a ciência. Claro, Lula se referia a Jair Bolsonaro nas polêmicas geradas durante a pandemia do Kung Flu. O problema é que o companheiro $talinácio é um fanfarrão. Lula, que sempre se vangloriou de pouco ter estudado, pode até ter contrariado a ciência alguma vez. Mas isto pouco importa. Triste é que ele afrontou a Honestidade enquanto esteve no poder. Por isso, não tem moral para falar de Bolsonaro.

Fechando o dia de ontem com glória, o Flamengo se consagrou 36 vezes vencedor do Campeonato Carioca. Derrota do Fluminense e da Globo. Desde 2015 que o Jornal Nacional não perdia em audiência para outro canal. Há, Há... Hi, Hi... Sílvio Santos deu aquele sorrisão, porque seu SBT passou o jogo do Flamengo contra o Fluminense, graças à medida provisória do Bolsonaro que concede o direito de transmissão ao time com mando de campo.

Agora, para o Mengão, só falta acabar de vez com a cruel dúvida: Jorge Jesus fica ou Benfica? O treinador viaja a Portugal para um descanso. Mas o Flamengo já marcou o retorno ao trabalho para terça-feira que vem, no Ninho do Urubu. O dirigente de futebol rubro-negro Marcos Braz antecipou ontem que a Comissão Técnica retorna com Mister JJ no comando. Tomara que dê certo.

Enquanto o caso Jesus não se resolve, seguimos na pandemia. E com mais um show de demagogia do Governador de São Paulo. O grande marketeiro Ditadória avisou que só haverá festas de revellion e folia de Momo com uma condição: a cura do coronavírus. A ameaça deixou clara a armação. A vacina chinesa do Dória será apresentada como milagrosa por volta de outubro. Assim, ele posará como o herói que viabilizou o Ano Novo e o Carnaval. Parabéns pela cura programada.

Infelizmente, o Brasil dos cordeirinhos idiotizados merece uma “Ditadória” ou uma “Justiçadura”... Haja força mental, sanidade e estratégia para superar tanta mediocridade e conseguir trabalhar e produzir para driblar a crise agravada pelo lockdown dos canalhas.

Assim, vamos que não vamos, e seja o que o Acima de Todos quiser... Milton Ribeiro toma posse no Ministério da Educação... Haja milagre para alguma coisa melhorar...






Colabore com o Alerta Total

Jorge Fernando B Serrão

Itaú - Ag 9155 cta 10694 2

Banco do Brasil - Ag 0722-6 cta 209.042-2

Caixa (poupança) - 2995 013 00008261-7

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Julho de 2020.

8 comentários:

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ:
SE O PARAQUEDISTA PARAQUEDISTA MENTIROSO TIVESSE TANTO PODER COMO DIZ TER JA DEVERIA TER TERMINADO COM A GLOBO DE GANHAR DINHEIRO AS CUSTAS DOS ESPORTES.
O CONTRATO COM A GLOBO E FALSO COMO E FALSA A PROPRIA REDE. TODOS SABEM OS MINERAIS, VEGETAIS E TODOS OS SEM NOÇAO ALGUMA SABEM QUE A GLOBO USA O ESPORTE QUE E O MAIOR AMOR DA JUVENTUDE BRASILEIRA PARA SE ETERNIZAR NO PODER. COBRAM A PREÇO DE OURO A NET E NELA ELES SUBVERTEM TUDO E COMO OS NOSSOS TIMES TANTO OS CARIOCAS COMO OS SAO PAULINOS SAO USEIROS E VESEIROS DE USAR SEUS TIMES PARA ENRIQUECER E NAO PATROCINAR COM OS SEUS TIMES UM AMBIENTE SADIO E FELIZ PARA QUE A RAPAZIADA E ZE POVAO POSSA ASSISTIR AO MENOS UM TORNEIRO SEM TER QUE SE SUBMETER AO CONTRATO DRACONIADO DA GLOBO BOSTA AFOCINHADA DENTRO DAS FAVELAS, AFOCINHADA DENTRO DO TRAFICO DE DROGAS, AFOCINHADA SEMPRE EM QUERER DIVIDIR O POVO BRASILEIRO.
FELIZMENTE PELA PRIMEIRA VEZ VIMOS UM TIME DAR UM BASTA NO PUTEIRO.
O ESPORTE DEVERIA SER DE GRAÇA PARA TODOS O QUE O PARAQUEDISTA ESTA FAZENDO QUE EM VEZ DE IR ATRAZ DE REELEIÇAO NAO ACABA COM O QUE PROMETEU QUE ACABARIA. ROUBALEIRAS NOS TIMES, ROUBALHEIRAS NOS TRES PODERES DE BOSTA E ROBALHEIRAS A CEU ESCANCARADO E ABERTO.
ESPORTE TEM QUE SER DE GRAÇA PARA TODOS E JUSTIÇA NAO TEM QUE FAZER EXCESSAO A NADA E A NINGUEM. TOLERANCIA ZERO PARA A ROUBALHEIRA PRINCIPALMENTE A ROUBALHEIRA DOS QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS. VA A LUTA BOLSO NADA E FAÇA ALGUMA COISA QUE JUSTIFICA O CINQUENTA MIL E TANTOS VOTOS QUE RECEBEU. PARE DE JUSTIFICAR E FALE A VERDADE COM AS DUAS MAOS SOBRE A BIBLIA NOVO TESTAMENTO. MORARAM OU QUEREM QUE SE DESENHE. INFELIZMENTE NAO TEMOS ALTERNATIVA TEMOS QUE AGUENTAR O PULHA. E FFAA TRATE DE FALAR, FALAR E FALAR PARA MOSTRAR OS ERROS PRINCIPALMENTE OS GENERAIS DA RESERVA. FALEM AOS QUADRO CANTOS COM AS TEVES ABERTAS E COM A CNN. TEMOS QUE AGIR NA LUZ E MOSTRAR TODOS OS FATOS.FALEI.

Anônimo disse...

Só uma pergunta a você que parece ser muito inteligente e sabido. O STF não pode atuar quando os atos de um presidente, seja ele, rasga a constituição do Brasil?

Rodrigo Almeida disse...

Penúltimo parágrafo da coluna expressou meus sentimentos

Anônimo disse...

Vale a leitura:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/21798/estaria-em-andamento-um-plano-para-afastar-bolsonaro-do-processo-de-escolha-do-substituto-de-celso-de-me

Loumari disse...

Mourão antagoniza com Bolsonaro sobre relação com a China: temos que ser pragmáticos e flexíveis

Para o vice-presidente, general Hamilton Mourão, uma briga com a China poderá levar a complicações no setor da agricultura.

247 - O vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse que o Brasil precisa ser “pragmático e flexível” com a China, em entrevista ao Uol, nesta quarta-feira (15). A declaração antagoniza com a política de Jair Bolsonaro, que junto com seus filhos e ministros alinhados ao guru do clã, Olavo de Carvalho, tem defendido uma política de submissão total aos Estados Unidos e de ataques à China.

"Nossa diplomacia tem tradição de sermos pragmáticos e flexíveis. Não temos poderio militar. Nossos hard power é nossa produção agrícola. É onde podemos sentar em qualquer mesa no mundo para discutir, porque alimentamos uma parcela enorme da população mundial", disse o militar.

Ele, porém, também buscou elogiar os EUA. "Temos que entender que os EUA são líderes da civilização ocidental, a qual pertencemos”, mas reforçou que “a China tem a segurança alimentar como um fator de preocupação permanente, com 1,4 bilhão de habitantes”, o que favorece a exportação brasileira. Desta forma, uma briga com o gigante asiático prejudicaria a agricultura brasileira. “Temos que saber jogar esse jogo. Pragmatismo e flexibilidade", destacou.

O militar ainda falou sobre as eleições presidenciais norte-americanas deste ano. Para ele, com a vitória de Joe Biden, do Partido Democrata, contra o atual presidente Donald Trump (Partido Republicano), “deverá haver alguma pressão de lá para cá”. “Temos que estar preparados para lidar com o novo governo", ressaltou.

https://www.brasil247.com/poder/mourao-antagoniza-com-bolsonaro-sobre-relacao-com-a-china-temos-que-ser-pragmaticos-e-flexiveis

Anônimo disse...

Se depender do quanto minha mulher "praguejou", o flamengo vai morrer. Ela está fechada em apoio á Globo, quer a volta do futebol para á Globo.

PS: Ontem, na hora em que o boca aberta do Jornal Nacional começou a falar as edições de fala contra o Bolsonaro; minha, mulher como sempre, percebeu que já era hora de mudar para o SBT. Quando ele descobriu, que não teria o programa "Roda Roda", por causa do Flamengo; .. %&*#@$%#¨*@%& (soltou cobras e lagartos).

PS2: Eu também fiquei chateado, um pouco de "roda roda", alivia a alma; e um jornal nacional inteiro, é dose pra .....

Unknown disse...

Mais um esquerdista tentando infiltrar-se. Papo de "tem que ser de graça" entrega o maluco.

Anônimo disse...

Quem critica o presidente Bolsonaro, dizendo que não está cumprindo promessas de campanha, não entendeu que a guerra iniciada com sua eleição tem sequência de batalhas que exigem perseverança e resiliência dos que nele votaram, e, principalmente, sagacidade para perceber as armadilhas narrativas dos inimigos do presidente para destruir sua imagem de honestidade e competência. Ele nunca disse que seria fácil vencer o inimigo interno e externo que se apossou do establishment para destruir o país. Para empreender essa batalha, ele só pode contar com os cidadãos que querem o melhor para o Brasil. A opção a isso é terrível.