sábado, 4 de julho de 2020

Senado e STF, reis das “Fake News”, transferem à sociedade o que fazem



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

O espírito comunista, e muitas vezes corrupto, acampado na mente da  maioria do Senado e do Supremo Tribunal Federal,com a  aprovação,respectivamente,do PL da “censura” (PL 2630),e do Inquérito das “Fake News”, e eventuais “ameaças ao STF” (Inq.4872),em ações absolutamente “coordenadas” entre esses órgãos, sem dúvida alguma pode ser comprovado pelo fiel alinhamento  à “máxima” do líder da Revolução Bolchevique,de outubro de 1917,Wladimir Lenin: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é”.

É evidente que desde o momento em que a Câmara Federal também aprovar o PL da “censura”,como já fez o Senado,o que é o mais provável,seria só mudar uma palavra desse texto, e onde constar “Senado”, passe  a  constar “Congresso Nacional”(Senado+Câmara Federal).

Esse é o resultado, por um lado, do “aparelhamento popular” legislativo ,gerado   através das eleições  periódicas,de responsabilidade dos eleitores,que resultou na composição desse  Senado “depravado”. Por outro lado, do também “aparelhamento”, do STF,  ocupado por indivíduos  nomeados pelo  Presidente da República da respectiva  época, durante o  período da famigerada “Nova República”, de 1985 a 2018 - época essa que certamente não honrará a história brasileira -  com “ratificação” desse “aparelhamento” pelo Senado Federal.

É evidente que desde o momento em que a Câmara Federal também aprove a lei da censura,como já fez o Senado,que é o mais provável, esse órgão igualmente  passa a integrar o “banco-dos–réus” da nossa  abordagem, e em todo o texto, onde consta “Senado”, passe a constar “Congresso Nacional” (Senado+Câmara Federal).

Não são, por conseguinte,somente os governantes e políticos que “aparelham” os órgãos do Estado. O povo também o faz, embora chamem a isso de “eleições”.  Dai certamente  teria surgido a verdade universalizada pelo filósofo francês Joseph Marie de Maistre: “o povo tem o governo que merece”.

Mas o “comunismo” perseguido pelos Poderes Legislativo e Judiciário,agindo coordenadamente, certamente  não é o comunismo  de Marx, Engels, Lenin, Stalin, Trotsky, Gramsci, ou outro qualquer de “antigamente”, porém do ”moderno” Xy Jinping (xyjinpismo?),ditador do PCCh, e da China, que segue à risca a proposta comunista chinesa de dominar o mundo, ou seja ,as suas versões próprias de um novo  “imperialismo” e “colonialismo” (comunista ???), jamais  vistos no mundo em tal magnitude.                           

Essa ambição chinesa se resume  a três letras: BGY.

O “B” ,que é a principal meta,significa “blue”(azul),que seria o total controle da INTERNET  no mundo ; o “G”,”gold”(ouro), a compra de influência com dinheiro em todo o mundo; e o “Y”,”yellow”(amarelo), objetiva  seduzir as pessoas-chave  com todos os prazeres mundanos.                                                                                                                                                   

As letras “G” e “Y” da meta chinesa já estão em estado adiantado. Rapidamente,”eles” conseguiram “convencer”- despejando muito dinheiro -  políticos e autoridades públicas; e também já compraram ,a preço de “sucata”, quase metade do Brasil, entre  ações, empresas, terras e TVs (Globo e Bandeirantes). Na privatização  das empresas estatais  de São Paulo, cujo governador os têm em alta “estima”, certamente farão uma “festa”.

Na verdade essa absurda “censura” que estão impondo aos brasileiros visa especialmente o controle da internet e das redes sociais,  “coincidente” com  o principal objetivo do PC Chinês,ou seja,o objetivo “B” (controle da internet), que são os  únicos meios da população brasileira  se manifestar amplamente , trocando  idéias, inclusive políticas. Não atinge nem objetiva a “grande mídia”, porque essa já é “deles”, e todos estão associados com um único obetivo: destituir,de qualquer forma, o Governo Bolsonaro, por ter este  fechado o cofre federal para os seus interesses de domínio.
Interessante é observar que a “grande mídia” sempre agiu como um camaleão, na busca dos próprios interesses, escolhendo a “cor” mais propícia do momento.

Até “ontem”, ela ajudou a sustentar os piores e mais corruptos  governos, que não tinham oposição “decisiva” no Legislativo, nem  no Judiciário. Era sempre um “troca-troca” de interesses, um  “toma-lá-dá-dá” sem fim,a  dirigir os interesses dos brasileiros. Era o ataque incessante  da poderosa “quadrilha”, composta pelos  Três Poderes Constitucionais, mais a “grande mídia” ,agindo todos em perfeita sintonia, com interesses imorais  comuns. Pelo aspecto puramente “social”,e não legal, eu tomaria a liberdade de denominar essa quadrilha de 4 integrantes uma verdadeira “organização criminosa”. E contra o povo!!!

Vou me abster de qualquer opinião. Considero-me “suspeito” , em face do próprio  título que abre esse artigo. . Deixo essa  tarefa com Vossas Excelências. Cingir-me-ei a formular alguns questionamentos.

Quais os maiores protagonistas de “Fake News” ? Seriam os pobres “mortais” do povo que comparecem à internet e às redes sociais ,como a única forma de externar os seus pensamentos e trocar  idéias,sem ferir a legalidade e a moralidade,obviamente,e que nada têm a ganhar ou perder com essa atitude?

Ou os maiores produtores de “Fake News” seriam os membros do Congresso Nacional e os Ministros do Supremo, dentre outros,que têm às suas disposições,permanentemente, todos os jornalistas,microfones, e  câmeras fotográficas e de televisão do “mundo”, para que divulguem ao público somente o que se passa nas sessões públicas, e o que querem, com o “direito” de esconder  o que não lhes convém?

Esconder o que se passa nos corredores, gabinetes, porões ,ou esgotos do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, também seria “Fake News”, apesar de sê-lo por omissão? As “Fake News” não teriam semelhança com o   crime,  que pode ocorrer por ação ou omissão ? Será que algum dia alguém do Senado ou do STF  vai ser processado por “Fake News” ?

Sérgio Alves de Oliveira é Advogado e Sociólogo.

3 comentários:

Anônimo disse...



Eles não se preocupam com fake news porque são eles que as produzem. Eles tem medo das notícias verdadeiras.

Unknown disse...

Stf ditadura

Chauke Stephan Filho disse...

Abraçar chinês, beijar negros, censurar e prender jornalistas, perseguir críticos, defender bandidos e corruptos... tudo em nome da "democracia" e dos "direitos humanos".

O "politicamente correto" virou uma piada.