sábado, 22 de agosto de 2020

Estamos todos na fila


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Lya Luft

A cada minuto alguém deixa esse mundo pra trás. Não sabemos quantas pessoas estão na nossa frente. Não dá pra voltar pro “fim da fila”. Não dá pra sair da fila. Nem evitar essa fila.

Então, enquanto esperamos a nossa vez: Faça valer a pena cada momento vivido aqui na Terra. Tenha um propósito. Motive pessoas! Elogie mais, critique menos. Faça um ninguém” se sentir um alguém do seu lado.

Faça alguém sorrir. Faça a diferença. Faça amor. Faça as pazes. Faça com que as pessoas se sintam amadas.

Tenha tempo pra você. Faça pequenos momentos serem grandes. Faça tudo que tiver que fazer e vá além. Viva novas experiências. Prove novos sabores.

Não tenha arrependimentos por ter tentado além do que devia, por ter valorizado alguém mais do que deveria, por ter feito mais ou menos do que podia. Tudo está no lugar certo. As coisas só acontecem quando têm quem acontecer.

Releve. Não guarde mágoas. Guarde apenas os aprendizados. Liberte o rancor. Transborde o amor. Doe amor.

Ame, mesmo quem não merece. Ame, sem querer receber nada em troca.

Ame, pelo simples fato de você vibrar amor e ser amor.

Mas sempre, ame a si mesmo antes de qualquer coisa. Esteja preparado para partir a qualquer momento. Você não sabe seu lugar na Fila, então se prepare pra deixar aqui apenas boas lembranças. Suas mãos vão embora vazias.

Não dá pra levar malas, nem bens...

Se prepare DIARIAMENTE para levar consigo, somente aquilo que tens guardado no coração.

Lya Fett Luft é uma escritora e tradutora brasileira.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pelo menos ela acredita que sua alma vai subsistir à morte, pois pensei que ela fosse ateia (como todo o Imbecil Coletivo reinante), o que a tornaria uma criatura triste, sem perspectiva divina. É possível que ela seja ateia, mas esteja sendo agraciada com a fé, pelas orações de intercessão de algum parente ou amigo.
Um livro sobre a morte dizia que não viemos ao mundo para crescer, estudar, trabalhar, casar, ter filhos e deixar herança, mas para nos aperfeiçoarmos e voltarmos para Deus (não g.a.d.u., vade retro!).
Contra as ciladas estratégicas de g.a.d.u., reze a Oração de São Bento:
"A Cruz Sagrada seja minha luz, não seja o dragão o meu guia. Retira-te, satanás! Nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que tu me ofereces. Bebe tu mesmo o teu veneno!"
Boa providência é fazer a Quaresma de São Miguel Arcanjo, iniciada em 15 de agosto ou a qualquer tempo, (jejum só para os que gozem perfeita saúde) e sempre rezar a Oração de São Miguel, do papa Leão XIII:
"São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate. Sede nosso refúgio contra a maldade e ciladas do demônio, ordene-lhe Deus instantemente o pedimos. E vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Amém." (explicação para os que ignoram: "amen", forma do grego e do latim eclesiástico, vem do hebraico "amên" e significa "assim seja").

Neste vídeo, vemos que o critério de escolha de São Miguel por Deus (não o de maior luz, mas um Arcanjo, equivalente a um Cabo) não foi o lugar na hierarquia, mas o que mais demonstrou amor. Foi o mesmo critério dos brasileiros para escolher e reafirmar a escolha de um capitão em vez de um general para comandá-los. Para o bem de sua alma, esperamos que o capitão não fique (ou não permaneça) maçon.

A Quaresma de São Miguel e o auxílio dos anjos (Padre Paulo Ricardo)
https://www.youtube.com/watch?v=BmmNQEx65LM