segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A Pátria em horas decisivas

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Percival Puggina

Não subscrevo manifestações de hostilidade ao Brasil, tão comuns entre radicais e revolucionários a cada 7 de Setembro. O que me move a este texto é um apelo aos bons brasileiros, aos que amam a pátria que aniversaria e que se sentem responsáveis por ela. Escrevo para muitos, portanto. Aproveitemos este dia para refletir sobre o que os maus compatriotas estão fazendo com nossa gente.

Sob nossos olhos, à base de manobras “jurídicas”, estão restabelecendo a impunidade e a casa de tolerância. Há quem se empenhe nisso. Há quem busque fundamentos constitucionais para assegurar nosso convívio com o gangsterismo político; há quem aceite como algo natural que a população dos morros seja confiada ao “zelo” e aos “bons modos” do crime organizado; há quem conviva muito bem com o banditismo deslavado e sorridente de uma elite rastaquera, que conta dinheiro e votos como se fossem a mesma coisa. Graças a esse ambiente político, judiciário e legislativo são capazes de embolsar comissão até nas compras para combate à covid-19.

Não lhes basta a própria corrupção. Dedicam-se, há bom tempo, à tarefa de corromper o próprio povo, porque são milhões e milhões que já não se repugnam, que já não reclamam, que já sequer silenciam. Mas aplaudem e se proclamam devotos.

Não, não é apenas no plano da política que a nação vai sendo abusada e corrompida. Também nos costumes, também no desprezo à ética, à verdade e aos valores perenes. Também nas novelas, na cultura, nas artes, nas baladas. Nas aspirações individuais e nas perspectivas de vida. Incitaram o conflito racial numa nação mestiça desde os primórdios. À medida que Deus vai sendo expulso, à base de interditos judiciais e galhofas sociais, instala-se, no Brasil, a soberania do outro. E chamam fascista quem a tanto rejeita.

Brasileiros! Recebemos de Deus e da História um país esplêndido! Herdamos um idioma belíssimo que aprendemos de nossos pais e no qual escreveram gênios como Bilac, Machado, Drummond, Graciliano; fomos ungidos, desde os primórdios, na fé que animou São José de Anchieta; nossas raízes remontam às mais nobres tradições da cultura e da civilização ocidental. E nos mesclamos num cadinho de convivência onde se conjugam, nos versos de Cassiano Ricardo, os filhos do sol, os filhos do luar, os filhos da noite e os imigrantes de todas as pátrias.

Somos a nação de Pedro I, de Pedro II, de Bonifácio, de D. Leopoldina, de Isabel. E de Caxias, Maria Quitéria, Tamandaré, Osório, Rio Branco, Rondon, Mauá e tantos, (tantos!) grandes conterrâneos. Neles podemos e devemos buscar proveitosas lições para iluminar nosso compromisso como brasileiros neste 7 de setembro. Por força do vírus, ele é diferente dos demais no plano dos homens, mas não menos credenciado ao amor de seus filhos, sob as bênçãos de Deus. Que Ele nos conduza à rejeição do mal e a um firme compromisso com o bem, a justiça, a verdade e a beleza.

Percival Puggina (75), membro da Academia Rio-Grandense de Letras e Cidadão de Porto Alegre, é arquiteto, empresário e escritor.

5 comentários:

Loumari disse...

8 DE SETEMBRO, FESTA DA NATIVIDADE DA VIRGEM MARIA

Ó Maria recém-nascida, nós Te abençoamos e Te honramos.

Ó Maria recém-nascida, quão grande e digna de respeito e veneração Princesa do Céu: se os Teus começos são tão vantajosos, em que grau será elevado o Teu progresso perpétuo?

Começas desde o Teu nascimento a cumprir os desejos dos patriarcas, a predição dos profetas, e a expectativa de toda a humanidade: por isso, ó Santíssima Infante, todas as nações Te abençoam, e nós honramos Teu berço: sabemos que já concebeste em Tua alma Aquele que deve formar corpo com Teu mais puro sangue.

Ó Bem-aventurada Filha de David, que tens Tua origem dos patriarcas e dos reis, e dos profetas do Senhor, e ainda assim nasceste na pobreza!

Ensina-nos a nos gloriarmos somente na felicidade de ser filhos de Deus e herdeiros de Seu reino: faça que guardemos em memória Teu nascimento espiritual, faz-nos fugir da corrupção deste tempo, para vivermos unicamente do Espírito de Jesus Cristo, com quem fomos vestidos no Baptismo.

Imploramos-Te, pela pureza de Teu nascimento, que nos obtenhas do Céu os auxílios, a fim de que no meio de contínua violência, sejamos conservados pela Graça do Baptismo, ou que A recuperemos por uma penitência sincera para que pelo menos possamos nos encontrar na morte nas mesmas disposições que Tu ao nascer.

Ó Maria! Nome que é Fonte de Graça, eu Te invoco;

Ó Maria! Lembra-Te de mim, agora e na hora da minha morte. Assim seja!

Ámen.


Solo Grazie

https://www.youtube.com/watch?v=9vDLIOWx_V8

Chauke Stephan Filho disse...

Percival, os inimigos do Brasil transferem a população do Haiti para cá. Eles intentam fazer do Brasil gigantesco Haiti. Nossos sucessores receberão um imenso Haiti por herança. Herança maldita!

Quer mesmo salvar o Brasil, Percival, tem coragem para isso? Então aponte aqueles inimigos e peça a cabeça deles.

Milhares estarão ansiosos para cumprir a determinação de um patriota. Eles sacrificariam suas vidas para salvar o Brasil de negro destino.

Anônimo disse...

(Que o presidente Bolsonaro trabalhe pela independência do Brasil, depois de os presidentes da Nova República terem se dobrado aos dominadores globais, deixando o país fragilizado sem reservas de ouro, desindustrializado.)

XMG 10 - Os dominadores começam a vender dólares (Prof. Luiz Antonio -> Xeque-mate Global)
https://www.youtube.com/watch?v=-ouTcSHwm-U

Zergui disse...

Quando vemos, nas redes sociais, os absurdos que são publicados, comentados ou compartilhados, percebemos que a estratégia de transformar o povo brasileiro em ZUMBIS, em inofensivas e tolas MARIONETES, vai tomando corpo e forma, cada vez mais.

Indivíduos que, por terem sido IDIOTIZADOS, talvez achem engraçado compartilhar figurinhas mentirosas e repetir chavões agressivos, separatistas, de baixo calão.

Será que algum dia dar-se-ão conta de que foram e seguem sendo MANIPULADOS, conduzidos ao abismo, de onde jamais voltarão?

Enquanto alguns governantes APÁTRIDAS, abjetos MERCENÁRIOS, retiram a Bandeira Nacional de seus gabinetes, substituindo-a por panos alienígenas, a plebe ignora que o sentimento de PATRIOTISMO vai se esvaindo a passos largos.

Transformaram a população em presidiários, enquanto que libertaram os criminosos; valorizam a impunidade e ridicularizam quem obedece as regras e as leis; destroem os valores morais e enaltecem a barbárie.

O LIXO está ocupando o Brasil.

Será que ainda conseguiremos removê-lo ou pereceremos sufocados pelo seu mau cheiro?
.

Anônimo disse...

Capitão Durval Ferreira afirma que quem decide os rumos de um país corresponde a 5% da população que está consciente da realidade e influencia os demais 95% que estão aguardando orientação do caminho a seguir. É uma ilusão supor que a educação transformará todos em sábios e ponderados eleitores. Os que não compreendem e não se interessam em compreender a situação SÃO a maioria desde o início dos tempos (quando não tinham acesso à educação). A esquerda há muito percebeu isso e procurou garantir o controle dos meios de comunicação. Por isso, Olavo de Carvalho pergunta quantas redações de jornais e emissora de rádio e TV os conservadores já ocuparam antes de eleger um presidente do seu perfil ideológico.