sábado, 12 de setembro de 2020

Em política, quem não soma subtrai


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

 

O maior erro político que Jair Bolsonaro pode cometer, no curto prazo, é não participar ativamente da eleição municipal de 15 de novembro (2º turno, dia 29 nov). Pelo menos até agora, o Presidente tem manifestado esta intenção equivocada de neutralidade (que não existe na vida pública e muito menos na atividade política).

Todo mundo sabe que a escolha de prefeitos e vereadores é a pré-articulação para a campanha presidencial de 2022, na qual também são eleitos deputados estaduais, federais e senadores. Por isso, não tem lógica Jair Bolsonaro tirar seu corpo fora da eleição municipal. Presidente “isentão” não existe.

É um equívoco político imperdoável que Bolsonaro, com popularidade em alta, não tenha candidatos para apoiar para as prefeituras, sobretudo das grandes capitais. A aparente “omissão” é um reflexo da falha de condução política de Bolsonaro – um Presidente sem partido político. Elegeu-se pelo PSL, mas se desfiliou. Seus filhos arrumaram mais brigas que articulações. Na política, quem não soma subtrai...

A previsão lógica é que Bolsonaro terá uma postura diferente no segundo turno eleitoral – nas cidades grandes em que houver disputa. O problema é que o apoio político pode chegar tarde demais. É muito ruim que não se tenha clareza sobre quem são os candidatos alinhados com o Presidente, e vice-versa. O descompromisso antecipado para 2022 pode custar caro a Bolsonaro na hora da provável reeleição.

Dificilmente, Bolsonaro conseguirá emplacar o Aliança pelo Brasil. Primeiro, porque perdeu o timming e foi forçado a rearticular a base política no Congresso Nacional. Outros partidos concorrentes não desejam que o Presidente crie seu partido. A tal “Justiça eleitoral” também evoca todas as dificuldades burocráticas para o nascimento de mais uma sigla (ou mais um cartório político).

Sem articulação política consistente, contando dando a recebendo apoio dos novos eleitos este ano, Bolsonaro pouco ganha. Aliás, mais perde. Até agora, chegando à metade prevista do mandato, Bolsonaro se sustenta com o estilo “lobo solitário”. Mas a pergunta é: até quando isto vai se sustentar?     







Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 


©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Setembro de 2020.

10 comentários:

Anônimo disse...

rvchudo
sexta-feira, 11 de setembro de 2020
Cármen, o Exército e a Amazônia

“Os atuais ministros do STF estão numa disputa cada vez mais agitada para ver quem, entre os onze, consegue fazer os piores papéis. Há, é claro, os grandes craques, gente da qualidade de um Gilmar Mendes ou Dias Toffoli, Edson Fachin ou Luís Roberto Barroso – especialmente esse Barroso, que se esforça todos os dias para ser nomeado guardião supremo da virtude no Brasil e, possivelmente, no resto do mundo. Mas sempre há um lugarzinho para a turma da segunda divisão tentar alguma coisa. É o caso da ministra Cármen Lúcia, que andava entregue à pequenez habitual de sua presença na mídia, hoje mais excitada com colegas que falam de “genocídio”, de “dictatorship” etc. É a velha história. Se ninguém está prestando atenção em você, tenha um ataque de nervos; sempre haverá quem pare um pouco para olhar.

O último chilique da ministra foi dar “cinco dias” para o Exército explicar a sua “presença” na Amazônia. Como assim? Desde quando Exército Brasileiro tem de pedir licença à ministra Cármen, ou a quem quer que seja, para ir a algum lugar do território nacional? Tanto quanto se saiba, as forças armadas têm o direito de estar presentes em cada palmo dos 8,5 milhões de quilômetros quadrados deste país. Não podem ir para o Paraguai ou para a Bélgica, mas aqui dentro podem, sim. Ou melhor, têm a obrigação legal de estar presentes – não podem dizer que nesse ou naquele lugar “a gente não vai”. Porque a ministra Cármen não pergunta, então, o que o Exército está fazendo no Paraná? Ou em Pernambuco? Perderam a noção.

A maior parte das fronteiras do Brasil com os seus vizinhos fica na Amazônia. Uma das principais funções de um exército, em qualquer lugar do planeta, é vigiar as fronteiras nacionais; se não fizer isso, quem vai fazer em seu lugar? Uma ONG? A PM de Alagoas? Os “capinhas” do STF? O Exército não precisa preencher um formulário em quatro vias para explicar por que mandou o pelotão “X” ou “Y” se deslocar do ponto “A” ao ponto “B” dentro do território brasileiro. Só num lugar como o atual STF, em seu show diário para convencer a si próprio que manda no “governo militar, antidemocrático e fascista” que está aí, daria para encontrar quem acha o contrário.

É, para resumir a ópera, mais uma comprovação da crescente incapacidade do STF em funcionar como uma corte de justiça de país decente. Para piorar o que já é ruim, o despacho da ministra Cármen foi feito para satisfazer – acredite se quiser – um pedido do Partido Verde, que conta com quatro deputados (4) entre os 513 que formam a Câmara. Pode isso, Arnaldo? Sobra, melancolicamente acima de tudo, a clara sensação de mais uma palhaçada top de linha. Por acaso o Exército Brasileiro vai abandonar a Amazônia para atender ao Partido Verde, ou à doutora Cármen? Não vai. Então chega.”
J.R. Guzzo
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 12:51

O SOMBRA DIZ...
O BOLSO NABO E OS FILHOTES INFRATORES E FIXA SUJA AINDA NAO CAIU A FIXA QUE ELE CONTINUA SEGURANDO OS FIXA SUJAS DE TODOS OS PODERES E BOSTA E ESTA SERVINDO DE CALA BOCA PARA AS FFAA. INFELIZMENTE NOSSO PAIS E ESTA BOSTA. UM CAPITAO PICARETA ASSUMIU O PODER E EM VEZ DE UNIR O PAIS DIVIDIU O PAIS VENDO INIMIGOS NOS CANTOS QUE INTERESSA VER PARA ELIMINAR COMETIÇAO PARA SUA REELEIÇAO QUE OBVIAMENTE NAO VAI SE REALIZAR. CONTINUA...

Anônimo disse...



RVCHUDO – CONTINUA II.......

SEU GOVERNO E ERRATICO, CHEIO DE MENTIRAS, CHEIO DE MEDIDAS ERRADAS QUE DIZ, DESDIZ E VOLTA A DIZER. PESSOAS SEM CONDIÇOES SOLIDAS DE FORMAÇAO JAMAIS PODEM TOMAR O RUMO CERTO EM COLOCAR O BRASIL NOS EIXOS. A NAO SER QUE NOSSOS MILITARES TENHAM A CARA DE PAU DE ACEITAR A COMIXAO DE INVERDADE QUE CONTINUA A TRABALHAR DENTRO DOS TRES PODERES DE BOSTA CONTINUAREMOS COM NOSSA MISSA FUNEBRE. NADA ACLARAR PORQUE NAO TEMOS ALTERNATIVA. OU FICAMOS COM O CAPITAO PICARETA, MENTIROSO QUE VIVE SE ESCONDENDO DA VERDADE ATRAZ DOS RABOS DOS MILITARES QUE IMPASSIVEIS SE CALAM DIANTE DESTA CALAMIDADE FEDERAL. PERGUNTAS QUE NAO QUEREM CALAR. EM QUE PAIS DESENVOLVIDO DO MUNDO O SUPREMO ESTA DE JOELHOS AJUDANDO A CRIMINALIDADE? EM QUE PAIS DO MUNDO TEMOS TANTAS BENESSES E MORDOMIDAS PARA A RAÇA POLITICA IGUAL AO BRASIL? EM QUE PAIS DESENVOLVIDO DO MUNDO TEMOS TANTOS PARTIDINHOS MEIA BOCA PENDURADOS NAS TETAS DA NAÇAO E NAS TETAS DOS PAGADORES DE IMPOSTOS DA NAÇAO.? EM QUE PAIS DO MUNDO SE ESPALHA TANTA MENTIRA E TANTO ALVOROÇO PARA A POPULAÇAO IGUAL AS MERDIAS MORTAS PERMANENTES DE EMPRESARIOS DE BOSTA QUE ENRIQUECERAM DIVULGANDO MENTIRAS, FALTA DE VERGONHA NA CARA E APOIO A FALTA DE EDUCAÇAO REINANTE EM NOSSO PAIS. EM QUE PAIS DO MUNDO O VOTO E OBRIGATORIO, OBRIGANDO O CIDADAO A SAIR DE CASA PARA VOTAR NA ESCUMALHA QUE ESTA SITIADA DENTRO DO CONGRESSO. EM QUE PAIS DO MUNDO OS PAISES MEIA BOCA, SINDICATOS MEIA BOCA, ONGS, DIREITOSHUMANOS DE QUEM NAO TEM DIREITO NENHUM A RECLAMAR PASSAM OS DIAS E SEMANAS COM SALARIOS ENORMES PARA DIVULGAR, GESTEIRAS, PUTARIAS E FALTA DE EDUCAÇAO REINANTE EM NOSSO PAIS? EM QUE PAIS DO MUNDO O PRESIDENTE E UM IDIOTA QUE SE ESCONDE ATRAS DOS MILITARES E DAS PESSOAS QUE ENFIOU DENTRO DA FORÇA TAREFA PARA MENTIR QUE OS FILHOS FRITADORES DE HAMBURGUERS NO ESTADOS UNIDOS TEM CACIFE PARA ESTAR COM OS RABOS SENTADOS DENTRO DO ERARIO PUBLICO SEM TER QI PARA TAL? SO O BRASIL QUE RESOLVEU MENTIR PARA SI PROPRIO E TODA A COLETIVIDADE BRASILEIRA DIZENDO QUE ESTA TRABALHANDO QUANDO NA REALIDADE ESTA CAVANDO REELEIÇAO COISA QUE ISSE ANTES DE SE ENTRONAR NO PODER QUE ELIMINARIA E NAO ELIMINOU AO CONTRARIO AJUDOU E ESTA AJUDANDO OS BANDIDOS DOS TRES PODERES DE BOSTA. CONTINUA.....

Anônimo disse...



RVCHUDO – CONTINUA III E TERMINA....

ULTIMA PERGUNTA QUE NAO QUER CALAR. QUEM, QUEM, QUEM A SUPREMA CORTE DE BOSTA CORTOU DOS FICHAS SUJAS DO PAIS SENTADOS DENTRO DOS TRES PODERES DE MERDA, QUEM FOI CORTADO PELA SUPREMA CORTE? DE ONDE PODEMOS CHEGAR A CONCLUSAO QUE A SUPREMA CORTE BRASILEIRA ESTA A SERVIÇO DOS BERMUDES E KAKAI DA VIDA. ALIVIANDO E SOLTANDO TODOS OS BANDIDOS DO PAIS. PARA QUE PAGAMOS ESTA SUPREMA CORTE FEDERAL E ELEITORAL SE NAO TEMOS O SERVIÇO QUE DEVERIA SER PRESTADO POR ELE MAS QUE ELA SE RECUSA A FAZER. AFINAL QUE PAIS QUE NOS SOMOS QUE PAGAMOS A FARAOS QUE NAO TRABALHAM, NAO FAZEM JUSTIÇA E AINDA PREJUDICAM O ANDAMENTO DA JUSTIÇA EM NOSSO PAIS. BASTA FAZER O LEVANTAMENTO DOS FICHAS SUJA PARA SABERMOS QUEM ESTA OPERANDO NAS CASAS DE TOLERANCIA CHAMADA CONGRESSO E SENADO FEDERA. ESTA E A INJUSTIÇA BRASILEIRA. QUEM ROUBA UM FRANGO MORRE DENTRO DA PRISAO E QUEM ROUBA A NAÇAO CONTINUA TRAFICANDO INFLUENCIA DENTRO DOS PARTIDINHOS MEIA BOCA QUE NAO ELIMINARAM A ESCORIA DE SEUS QUADROS. ESTA NA HORA DE JOGAR FORA TODOS OS QUARENTA PARTIDNHOS MULAMBENDOS RECHEADOS DE FICHAS SUJAS.

Vanderlei Lux disse...

Meu caro Jorge Serrão!

Bozo não apoia nenhum candidato à prefeito pois sinceramente não existe nenhum que preste apoiar. Simples assim! Não que o apoio de Bozo signifique alguma coisa de ético e/ou moral em relação a candidatos à prefeitos. Mas a verdade nua e crua é que praticamente todos os candidatos à prefeito são como dar farinha à um paciente com câncer terminal. Ou seja: placebo e esperar que o psicológico faça o resto.

A maioria esmagadora dos novos prefeitos vão encontrar prefeituras "caindo aos pedaços", cofres rapados até o talo e com um déficit fiscal muito além do infinito. Só os brasileiros verdadeiramente de FÉ é que acreditam que alguém com 4 anos de mandato consiga reverter o estrago de mais de 50 anos de gastança sem limites, roubalheiras dignas de prêmio máximo no guinness no quesito corrupção e prefeituras com 2.000 funcionários em uma cidade com 5.000 habitantes!

Também notar que, sinceramente, são poucos (ou nenhum!) os candidatos que estão alinhados de fato com Bolsonaro. Eu não conheço nenhum! E que isso importa? Se em 2022 for Bozo contra 39 candidatos de esquerdas (o que provavelmente acontecerá), é provável que Bozo ganhe novamente dado a realidade simples das nossas vidas, estamos de saco cheio de revoluções culturais, de saco cheio de corrupção sem limites e principalmente: estamos de saco cheio das esquerdas!

Assim sendo, digo: não fará a menor diferença quem ocupará a cadeira de prefeito daqui pra frente, politicamente ou economicamente falando, com exceção das grandes capitais dos Estados do Sudeste, ou seja, 4 cidades!

Anônimo disse...

Totalmente de acordo, Serrão!>m São paulo só tem candidato comuno-esquerdista Bruno Covas, Russomano, Márcio França, Marta Suplicy, Joice Hasselman (a traidora), Gilmar Tato, Bolos, Orlando Silva do PC do B (ex-ministro do Lula demitido por comprar tapioca com catão coorporativo). Por fora corre o "Mamãe Faeli" que parece ao outro esquerdista refugiado na direita para se eleger, Kim Kataguiri.
Isso não é coincidência, o objetivo é formar um bloco forte de comunopatas para barrar qualquer candidato pró-Bolsonaro. Lembro ao Bolsonaro que quem elegeu ele foi S Paulo. Seu desprezo é muito inconveniente.

Unknown disse...

Concordo plenamente ele não era pra está sem partido em um momento que temos que fazer bases sólidas pras prossimas em 2022

Anônimo disse...

Vanderley Lux, perfeito o seu comentário! Ninguém melhor que o próprio eleitorado de sua cidade para escolher um candidato com boas qualidades ou não, pois residem na paróquia e devem conhecer muito bem quem presta e quem não presta! De cara e por eliminação (se for possivel), eliminem os candidatos a vereadores e a prefeitos de partidos esquerdopatas, cujos indios são os vereadores e os prefeitos, que a nivel nacional todos somados darão força aos caciques nas figuras dos deputados federais e senadores, que são os únicos responsáveis pelas alterações da legislação nacional vigente! E se não for possivel?
Muitos larápios municipais serão eleitos, lembrando que o feitiço pode virar contra os feiticeiros, como ocorreu com esta FRAUDEMIA CHINESA, onde o STF em peso tirou o poder de Bolsonaro para combatê-la, jogando as responsabilidades para prefeitos e governadores
que vibraram com a dinheirama fácil, com milhões e bilhões e sem licitações que cairam dos céus, mandadas pelos a eles pelos seus "deuses do STF", foram com muita sede ao pote e o resultado são governadores com um pé na cadeia! Da mesma forma, quem é que evitou, atrapalhou, fez o que pode e o que não pode, dentro e fora da lei, para que Bolsonaro não pudesse criar um partido, num país com uma maioria de partidos nanicos criados a jato, "milagrosamente" sob as bênçãos do judiciário??? Como respondido, foi o Judiciário, claro, portanto, se Bolsonaro está de mãos atadas, sem ter um partido, o autor desta "maravilhosa obra" é o judiciário! Logo, prefeitos corruptos eleitos, fichas sujas e outras barbaridades e abortos da natureza que venham a ocorrer nas próximas eleições tem paternidade bem identificada por todos os brasileiros: PAPAIS E MAMÃES STF"! E mais, sem partido, só um idiota ou mal intencionado diria que Bolsonaro teria a capacidade de apoiar por conhecer ou ter relatos fidedignos da honestidade candidatos em
cinco mil e quinhentos municipios, fato que já será dificil para ele em cidades de segundo turno, ante a profusão de candidatos! A eleição para valer mesmo será a de 2022, quando os eleitos terão o poder de mudar a legislação, mais até lá, amigos, muita coisa pode ocorrer, até com os "Deuses do STF", que hoje encarnam os três Poderes e demais puxadinhos simultâneamente!!!

Anônimo disse...

Os que estão dizendo que São Paulo só tem candidato esquerdista a prefeito não leram o artigo do candidato conservador aqui publicado. Dizer que nenhum merece apoio é ir contra a máxima, repetida pelo próprio presidente, de que Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.

Anônimo disse...

Conhecer o perfil ideológico e o discernimento para decidir dos candidatos municipais é importante, porque a eleição municipal costuma ser o início da aspiração a cargos na esfera estadual e federal, e todos os eleitos consideram que sua vitória na eleição menor é um indício de que poderá alçar voos mais altos. Portanto, não vale dizer que não importa saber se o candidato a vereador ou prefeito é a favor do aborto, do uso de células-tronco embrionárias (no caso atual, usadas na origem de muitas das vacinas em aprovação, inclusive a de Oxford) e casamento gay porque não afetam sua atuação no cargo que pretende. Estaremos alimentando monstros que se voltarão contra nós quando se fortalecerem. O voto dado a um cargo local fortalece psicopatas que irão aprovar leis imorais em cargos mais altos sob o argumento de que têm a autoridade do voto do povo para fazer isso. Sem contar que os psicopatas se reconhecem e aceitarão ordens globalistas com muita facilidade (como Dória aprovando a Agenda 2030 quando prefeito de São Paulo).

Anônimo disse...

Quem afirma que não fará a menor diferença, politicamente ou economicamente, quem ocupará a cadeira de prefeito nos pequenos municípios, desconhece que a população dessas unidades federativas depende economica e politicamente dos eleitos (se não votar no prefeito ou em candidatos do partido do prefeito, perderá o emprego na prefeitura, na escola, não conseguirá alvará para abrir seu comércio, vaga em creche, porque os pedágios das estradas circundantes confinam a população aos limites do município), o que garante a inércia do poder do partido nos rincões. Mesmo que o presidente faça melhoramento para esses lugares, o voto desses eleitores estará preso ao poderoso local, que mais adiante se candidatará a deputado e atrapalhará a aprovação de projetos afinados com o presidente Bolsonaro.