quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Ameaça de Biden é pra levar a sério


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

O Brasil devia levar muito a sério a ameaça do candidato democrata Joe Biden no debate-boca com o Presidente Republicano Donald Trump. O menezão detonou: “Eu tentarei fazer com que os países ao redor do mundo levantem US$ 20 bilhões e digam (ao Brasil): Aqui estão US$ 20 bilhões, pare de devastar a floresta. Se você não parar vai enfrentar conseqüências econômicas significativas”.

O arrogante pensamento de Biden é praticamente um senso comum dos países de primeiro mundo em relação ao Brasil. Não há dúvidas de que temos soberania sobre a Amazônia. O problema é que nunca se deu, de verdade, prioridade para conservar, ocupar e desenvolver a região de maneira sustentável. Só o governo de Jair Bolsonaro, sob batuta do vice-Presidente e General Antônio Hamilton Mourão, foca em colocar em prática ações estratégicas para os seis biomas da região cobiçada internacionalmente.

Não há dúvidas de que o Brasil precisa levar mais a sério a defesa da Amazônia. A necessidade vai além da presença e do trabalho das Forças Armadas na região. Os brasileiros deveriam conhecer melhor para entender o verdadeiro papel estratégico da Amazônia. Não devemos ficar limitados a uma narrativa pseudo ecológica – que cultua a floresta de forma romantizada, como se devesse ser absolutamente intocável. Na verdade, temos de conservar a Amazônia – o que significa explorá-la, economicamente, de maneira sustentável, com atitudes criativas que valorizem a incrível biodiversidade.

O Presidente Bolsonaro e o General Mourão precisam se concentrar no esforço imediato para criar uma super plataforma na internet que reúna todas as informações básicas e estudos mais aprofundados para ensinar aos brasileiros e aos estrangeiros a realidade e os potenciais da Amazônia. O Brasil tem de vencer, de imediato, a guerra de desinformação patrocinada por esquemas que alimentam ONGs que se escondem por trás de um cínico discurso ecológico.

Na realidade, o interesse estrangeiro é que o Brasil nunca exerça, com competência, a soberania historicamente conquistada na região amazônica. É essa desgraça que o Brasil precisa reverter o mais depressa possível. Ainda é muito pífia a efetiva presença do Estado brasileiro na imensidão amazônica. O jogo errado tem mudar.

Resumindo: Precisamos de atitudes concretas - e não de discursos equivocados e promessas vazias.








Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 


©
Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1º de Outubro de 2020.

6 comentários:

Anônimo disse...

Durou pouco a pausa imposta pela pandemia: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a usar e abusar de viagens em jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB). No início da pandemia no País, entre meados de março e o final de maio, o deputado carioca evitou fazer voos. Mas desde junho retomou o ritmo e já acumula 827 viagens nas asas da FAB. Das 89 viagens em 2020, mais de 50 foram após a crise.

Mais, aqui:
https://diariodopoder.com.br/

Anônimo disse...

Se minha casa está caindo é problema meu. Quem é de fora não tem que dar palpite. Brasi nã vai dar palpite nos Estados UNidos nem na Europa. Esse palhacesco presidente francês só está defendendo seus agricultores que não tem condiçoes de concorrer com o Brasil. Brasil não vai dar palpite na França nem na Alemanha.
A China é a maior destruidora do meio ambientes e poluidora do planeta mas esses covardes não fazem um pio contra a China. O Trump foi o único até agora em colocar a China no lugar.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Parece que esse idiota "democrata" (faz-de-conta) não enxerga os terríveis incêndios florestais que todos os anos devastam a Califórnia, e outros pontos americanos e dp mundo. Por que todo o mundo sempre poupa a Austrália? Cuida do teu rabo,"macaco',e deixa o rabo do vizinho.

Anônimo disse...

A postura ecológica de manter a floresta intocada vale também para quando ela incendeia naturalmente? Se não, está admitindo que a intervenção humana racional é benéfica para a gestão do mundo, evitando o imundo.

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

PRIMEIRO, ESSE BIDEN SE GANHAR SERÁ OUTRO KENNEDY COM MIOLOS ESTOURADOS, E ELE É QUE TEM QUE LEVAR À SÉRIO.

SEGUNDO, É QUE A CHINAFOBIA PODERÁ VIRAR CHINA MANIA, SE MUITAS COISAS IANQUES E DA NEUROPA FOREM BOICOTADAS OU DESCARTADAS.

Leo Santos disse...

Probably!