segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Da provocação ao primeiro tapa


Artigo no Alerta Totalwww.alertatotal.net

Por Carlos Maurício Mantiqueira

A esquerdalha nefanda se parece com o urso panda.

Espécie ameaçada de extinção, pensa que tem “imunidades” para suas imundícies em nossas cidades.

Nossa Paulicéia já foi desvairada; hoje é pichada, abandonada e urinada. Não acontece nada.

No fim dos anos oitenta do século passado, ouvi pela primeira vez que o objetivo dos comunistas era destruir o habitat da “burguesia” degradando os seus espaços urbanos.

As ruas XV de Novembro e Boa Vista, reduto das principais instituições financeiras de São Paulo, hoje são valhacouto de “moradores” ao relento.

Os saguões de edifícios outrora ocupados por importantes bancos, hoje viraram estacionamentos de automóveis.

A provocação esquerdista continuará até a primeira reação; o primeiro tapa. Talvez, diria dom Casmurro, fosse melhor um primeiro murro.

Entraríamos, então, na segunda etapa bem retratada no mote (motto) da soberana britânica quando na Escócia: Nemo me impune lacessit. (Ninguém me fere impunemente).

Os puristas preferem: Non inultus premor, usado pela cidade francesa de Nancy, com o mesmo significado.

Se forem reeleitos o burgomestre e os atuais vereadores, substituiremos o “Non ducor duco” por “Estamos fodidos e cagados“.

Teremos capitulado como Capitu ? Tomaremos na rima ?








Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Anônimo disse...

DISSIMULADO, ALIENADO,TAPADO... O QUE VOCÊ ESTÁ VENDO EM TODOS OS LUGARES E NÃO APENAS EM SP É O RESULTADO DE UMA ORDEM BAIXADA PELA MAÇONARIA EM 1964,DEGRADAÇÃO PELOS VICIOS... E ESSA ORDEM É O MOTIVO DE TODAS AS AUTORIDADES DO GM ATÉ GEBERAIS FINGIREM QUE NÃO SABEM E NÃO CONHECEM TODAS AS BIQUEIRAS E CRACOLANDIAS ESPALHADAS POR TODO TERRITÓRIO... AS FFAA FUNCIONAM COMO UMA CORTINA MAS SÃO DELAS A MISSÃO DE SEMPRE FUDEREM COM TUDO...

Vanderlei Lux disse...

A estratégia de Bolsonaro, para quem não conhece, é até bem simples: se cercar de gente incompetente, para depois reclamar de falta de alinhamento e interferência. É assim que Bolsonaro vem enganando seus militantes e eleitores, sempre atribuindo, via seus inúmeros assessores monetizados nas redes sociais, a pecha de que foi "traído", "não foi avisado", de que "isso eu avisei", etc, etc.

E assim nós viramos reféns dessa arrogância impotente, enquanto os inimigos vão para cima com tudo, sempre ocultados por uma cortina de fumaça chamada "independência dos poderes".

Eu já nem sei mais como chamar essa "direita" que defende Bolsonaro: Direita Presídio, Direita Chimpanzé ou Esquerda mesmo?

Aliás, ultimamente os esquerdistas andam bem "contentes" com Bolsonaro, pois se não estivessem, já o teriam derrubado.

Toda vez que um líder de direita forte surge, o glorioso exército brasileiro aparece pra salvar a pátria do "radicalismo ideológico". Fizeram isso com o Lacerda e tão fazendo de novo agora, com a diferença de que, dessa vez, não precisaram dar um "golpe" para tomar conta do campinho. MAS... quando é os comunas no poder tá tranquilo pq tem que ter "pluralidade" sem radicalismo.

E preparem-se! Vem aí a "2° onda da Covid"... Aposto umas geladinhas que virá logo após as eleições... CNN já anda soltando tirinhas de rodapé "avisando" de que a Europa já "acendeu" o alerta"... Estão esperando o resultado das eleições americanas. Se der o velhaco Biden, provavelmente não haverá 2° onda. Se der Trump, haverá 2°, 3°, 4°, 5°, 6°... ondas...

Anônimo disse...

Análise em tópicos mostra que a Constituição de 1988 é mal concebida e redigida porque proíbe e permite o mesmo tema, um paradoxo que dificilmente se desfaz mesmo diante da mais aplicada leitura; cria conflito estado de direito x democracia, abrindo espaço para as interpretações mais criativas pelo Judiciário, fugindo do propósito original de redação dos artigos; vários artigos são escritos para o modelo parlamentarista, mas como o país adotou o presidencialismo, o texto traz várias distorções para o sistema. Para os que criticam a atitude do presidente quando volta atrás em alguma decisão: como o presidente Bolsonaro pode ser assertivo sem correr o risco de incorrer em ilegalidade, ele que sabe que está sob dois códigos: o Civil e o Militar e uma Constituição Federal confusa?


Mais vilã que cidadã (Luiz Phillipe de Orleans e Bragança)
http://www.lpbraganca.com.br/2020/10/23/mais-vila-que-cidada/