quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Expandindo o conhecimento de matemática para pessoas com deficiência auditiva



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por João Vinhosa

O Matemática em Conta-Gotas – Projeto de Educação à Distância para pessoas com deficiência visual – acaba de dar um gigantesco passo no sentido de promover ainda mais o conhecimento de Matemática Básica.

Depois de o Projeto ter comprovado seu grande potencial no ensino à distância para pessoas com deficiência visual, os textos nos quais se basearam as aulas estão sendo adaptados para pessoas com deficiência auditiva, com recursos e acessibilidade para quem se comunica em Libras e para quem se comunica em língua portuguesa, respeitando a diversidade da surdez.

Colocados em formato de Podcast, com cerca de 10 minutos cada, referidos textos levam, em tempo relativamente curto, um aluno que só conhece as quatro operações fundamentais (soma, subtração, multiplicação e divisão) a dominar tudo que é importante na Álgebra, inclusive Equação de Segundo Grau.

O conteúdo acima descrito, juntamente com os assuntos de Aritmética necessários ao seu entendimento, é apresentado em 40 Podcasts, perfazendo uma duração total de aproximadamente sete horas. Destes 40 Podcasts, 27 já foram publicados, e os 13 finais já estão na linha de produção.

É de se destacar que, apesar de sua magnitude, este é apenas o objetivo inicial do Projeto; estudos já estão sendo realizados no sentido de incorporar ao Projeto outros assuntos de Matemática como Regra de Três, Razões, Proporções, Percentagem, etc.  

No decorrer das aulas, raciocinando junto com o aluno, o professor apresenta todos os assuntos a partir de seus conceitos mais elementares, respeitando rigorosamente a mais marcante característica da Matemática: a interligação entre os diversos assuntos que a compõem.

O principal diferencial do Matemática em Conta-Gotas é o fato de ele ser um projeto que integra várias partes da matéria, possibilitando o resgate de pessoas que não aprenderam Matemática quando ela lhes foi apresentada na escola, independentemente de serem pessoas com deficiência, ou não.

Obviamente, para resgatar um aluno despreparado, a primeira providência é convencê-lo que ele é capaz de entender a Matemática.

O diagnóstico está correto. Porém, como convencer o aluno que ele é capaz de entender a Matemática?

A resposta é simples. Como se sabe, um aluno despreparado só se sente capaz de entender a matéria a partir do momento em que ele consegue resolver um problema que julgava ser muito complicado. Então, não resta alternativa, o procedimento tem que ser o adotado no Matemática em Conta-Gotas: o professor desce ao nível do aluno e vem raciocinando com ele até que a resolução do problema seja entendida perfeitamente.

Outra importante cautela a ser tomada: considerando que um aluno que não aprendeu a matéria quando ela lhe foi apresentada na escola é, naturalmente, impaciente, torna-se de todo necessário captar sua atenção logo nos primeiros minutos de aula.

No Matemática em Conta-Gotas, com a finalidade de captar a atenção do aluno de imediato, a ordem de apresentação da matéria foi trocada, iniciando os estudos pela Álgebra, diferentemente do que acontece em nossas escolas, que começam os estudos pela Aritmética.

Referida troca de ordem permite desafiar o aluno, e colocá-lo para raciocinar logo nos primeiros minutos de aula, prendendo sua atenção desde o início.

A partir do momento que o aluno consegue compreender a resolução do primeiro problema, começa a ser combatido o “trauma da Matemática” – dano emocional provocado pela suposta incapacidade de entender a matéria.

Desta maneira, fica viabilizada uma natural ocorrência: o êxito traz a motivação, que por sua vez acarreta mais êxito, e, em consequência, mais motivação, formando, assim, um autêntico círculo virtuoso.

Conforme já foi esclarecido, dos 40 Podcasts programados, 27 já foram publicados e têm sido utilizados para o ensino de pessoas com deficiência visual.

Com relação à adaptação para pessoas com deficiência auditiva, deve ser destacado que – apesar de o Matemática em Conta-Gotas ser realizado através de trabalho voluntário, ou seja, feito sem qualquer remuneração de seus participantes – torna-se necessário a captação de recursos para viabilizar as despesas operacionais inerentes ao processo.

Objetivando referida captação de recursos, foram produzidos os primeiros Podcasts para apresentação a potenciais patrocinadores, conforme mostrado no link da Temporada 1, Episódio 1 do Matemática em Conta-Gotas Podcast para pessoas com deficiência auditiva, que se segue. 

João Vinhosa é professor do Projeto Matemática em Conta-Gotas.

E-mail: matematicaemcontagotas@gmail.com

Veja o Matemática em Contagotas - : https://www.youtube.com/channel/UCNxPHQD_P33YkWd_ckESw3Q

5 comentários:

Anônimo disse...

TENTEM ENSINAR MATEMATICA PARA OS RETARDADOS QUE VOTARAM NO BOZOLIXO...FAÇA VOCÊ A CONTA... UM KG DE CARNE QUE CUSTAVA 20 HOJE CUSTA 80... ARROZ,FEIJÃO,OLEO DE SOJA ETC TAMBÉM SUBIRAM NA MESMA OU MAIS PORCENTAGEM... ENTÃO SE O BARBUDO ERA ANALFABETO,PINGUÇO E LADRÃO EU PRECISO DA RESPOSTA, ALÉM DE DITADOR, MENTIROSO,MAFIOSO. O QUE O BOZOLIXO É??????

Unknown disse...

Quanta ignorância!!!!

Unknown disse...

Quanta ignorância!!....

Anônimo disse...

Idiota, vai pros sites esquerdistas. Corno sempre reclama de tudo menos da mulher.

Anônimo disse...

É um babaca mesmo esse cara acima falando de política, o conteúdo aqui não tem nada com política, professor João desenvolvendo um trabalho sério com pessoas com alguma dificuldade.