domingo, 1 de novembro de 2020

FALSOBOOK E TU ITER


Artigo no Alerta Totalwww.alertatotal.net

Por Carlos Maurício Mantiqueira

Os amáveis leitores talvez já tenham tido alguma experiência com a redes sociais acima insinuadas.

Amigos meus se classificam entre críticos sobre os padrões éticos e sobre deficiências administrativas.

Não tenho competência para fazer uma análise profunda sobre os temas.

Não obstante, observo os acontecimentos.

Ambas as entidades têm abusado da Censura Privada.

A primeira citada tem impedido a comercialização por seu intermédio, de LIVROS existentes nos catálogos de grandes empresas, pelo simples fato de não gostarem de seu conteúdo. O eufemismo usado é: “Essa publicação contraria nossa política comercial “.

Já a segunda censurou recentemente o nosso Presidente da República, o jornal New York Post e outros figurões contrários aos seus interesses.

Os executivos-chefes de ambas tiveram que depor ao Congresso norte americano e “confessaram” (ainda que de forma implícita) que interferiram na campanha eleitoral em curso nos Estados Unidos da América.

Nada mau para o começo de seu fim.

O ditado reza: “O poder corrompe; o poder absoluto, corrompe absolutamente“.

Bem faziam os romanos que punham ao lado dos generais em desfiles triunfais, um homem falando: “Você não é imortal; sic transit gloria mundi”.








Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Anônimo disse...

Redes sociais tornaram-se um câncer na humanidade. Estão corrompidas até a medula. Todas as grandes redes sociais, com raríssimas exceções, se tornaram grandes devido somente ao dinheiro de globalistas e por causa de suas agendas sinistras.

Anônimo disse...

Pelo mostrado na exposição do Masp sobre Roma, os romanos colocavam esqueletos nos salões de festa.