quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

A Arte de Desgovernar


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

Para cada R$ 1 no preço de vende de um imóvel no Brasil, R$ 42 centavos representam impostos (municipal e estadual). O número absurdo foi apresentado em um programa de televisão por Basílio Jafet, presidente do Sicovi-SP (sindicato que representa o setor imobiliário). Nada de anormal no Brasil cuja máquina estatal gasta, desperdiça e “rouba” dinheiro público, exigindo sacrifícios cada vez maiores dos pagadores de impostos, taxas, “contribuições”, multas e por aí vai...

Parece que estamos no pior dos mundos. O poder Executivo encontra todas as dificuldades para governar direito. Além de não garantir a segurança jurídica, o Judiciário se deixa usar por manobras políticas para acuar o Presidente. O Legislativo embroma, não toca para frente as reformas e também coloca o Presidente como refém. Curiosa é a figura do Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados e membro do partido DEM, sustentáculo da base governista. O filho de César Maia bate no governo sem parar, como se não fizesse parte dele.

A governabilidade é uma missão quase impossível no Brasil. O governo de transição de Jair Bolsonaro corre perigo concreto de não cumprir os objetivos e metas com que se comprometeu na campanha eleitoral de 2018. Paulo Guedes nunca esteve tão na corda bamba. O intrigante é que “deuses” do mercado nem mais ligam se o tal “Posto Ipiranga” fica ou sai. É cada vez maior a incerteza se Guedes conseguirá aprovar as principais reformas no Congresso cuja maioria, sinceramente, não deseja o sucesso da gestão Bolsonaro, mesmo fazendo compartilhando o governo.

Assim se pratica a Arte de Desgovernar no Brasil. A estrutura estatal é feita para cafetizar a sociedade. É um País montado para não dar certo para a maioria da população. Só quem se dá bem é quem faz parte da oligarquia ou se beneficia, diretamente, das benesses estatais. O resto é sofredor pagador de impostos, quase sempre sem contrapartida pelo sacrifício. Os prejudicados até protestam. Mas quem reclama já perdeu. O Mecanismo ri da nossa cara.   







Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Dezembro de 2020.

4 comentários:

Vanderlei Lux disse...

"ADEUS MUNDO VELHO... FELIZ MUNDO NOVO!".


O antigo 'jingle' de ano novo, nessa virada daqui a alguns dias, não será mais "adeus ano velho...". 2021 entrará como sendo o "feliz mundo novo".

O Papa Francisco, deu uma declaração polêmica essa semana, afirmando claramente que o mundo não pode mais ficar "à mercê de nações individuais". Francisco teria afirmado com todas as letras que o mundo precisa de um governo único e global. E complementa ainda, sugerindo, que a ONU deveria assumir esse papel de governo mundial.

O Papa pediu a criação de "um governo mundial" e uma "autoridade política" não eleita, na tentativa de "salvar a humanidade" das "mudanças climáticas". Durante uma entrevista ao jornal "El Universo" do Equador, "Xico" disse que as Nações Unidas devem receber autoridade governamental completa, pois precisa de mais poder "para o bem da humanidade".

Questão de algumas semanas atrás, outro líder governista - Justin Trudeau, primeiro-ministro canadense - teria comentado sobre um tal "grande reset".

São "pequenas deixas", aqui e acolá, de gente com grande poder de decisão no mundo, que nos mostram que o futuro não é nada promissor. Aliado a essas declarações, temos ainda a explícita manipulação política da pandemia do Covid, onde governadores e prefeitos vem rasgando a já mais que rasgada constituição para imporem toda a sorte de medidas ultrajantes e tirânicas.

Lá para cima, vemos a verdadeira face da canalhice onde o topetudo laranja Donald Trump perde uma eleição na maior roubada, onde na cara dura seus adversários manipularam o pleito eleitoral com o uso das já conhecidas e famigeradas Smartmatic, por lá apelidadas de "Dominion". Foi só pela participação dessa empresa que eu vi que a democracia americana tinha ido para o ralo e que Trump estava fodido.

Aqui no nosso bananão mais conhecido como Brasil, a corrupção já corrói os últimos alicerces daquilo que já estava podre a décadas. A constituição federal se tornou só um pedaço de papel que é conveniente somente para quem tem poder e a usa contra os inimigos. Já quando a situação se inverte, a constituição é abusada como alguém que limpa o cú após uma caganeira.

A suprema corte brasileira se tornou o verdadeiro governo brasileiro, inegável. Onze sujeitos escolhidos sem votação e sem qualquer mérito, exceto pelo mérito do "QI" (quem indica). Criaturas que à décadas vem causando os maiores males desse país, na cara de tudo e de todos, sem que nada possa atingi-los. Deuses, em todos os sentidos, exceto na suas frágeis carcaças humanas.

A última esperança do povo brasileiro morreu na praia. Lá cantaremos de mãos dadas, todos vestidos de canários (verde e amarelo) o espetáculo da democracia: "ADEUS MUNDO VELHO... FELIZ MUNDO NOVO!".

Não foi por falta de avisos!

Anônimo disse...

A ARTE DE DESGOVERNAR É UNICA COISA QUE A DUPLA CHUMBINHO E PÓRVA SECA SABE FAZER... O GÁS SUBIU NOVAMENTE,O DÓLAR NUNCA MAIS PAROU,OS ALIMENTOS, ´MEDICAMENTOS E TODO O RESTO, ENTÃO OU SÃO MUITO BURROS OU MUITO FDPS,PRA MIM SÃO OS DOIS E MUITO MAIS, AGORA MAIS BURRO E FDP SÃO QUEM DEFENDE ESSES LIXOS...

Loumari disse...

Los 25 países donde los Gobiernos espían los teléfonos de sus ciudadanos

https://www.youtube.com/watch?v=PYXKSi4Ms4s

Un informe de la Universidad de Toronto (Canadá) alerta que distintos Gobiernos utilizan a la empresa de vigilancia Circles para hacer espionaje en los teléfonos celulares de sus ciudadanos, implementando un 'software' especial proporcionado por esa firma.

RT en Español

03.12.2020

Anônimo disse...

Bergoglio já afirmou que os jesuítas sempre tiveram o mesmo objetivo: criar um governo mundial. Não dá para saber se ele está apostando que ganhará essa parada para Cristo ou, como dizem, apenas segue orientação como maçom.