quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Delenda Pazuello


Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Johil Camdeab de Abreu

 

Sob a manchete “STF avalia que Pazuello sai do Ministério da Saúde antes de fim de inquérito” o jornalista Caio Junqueira da CNN, noticiou no dia 26 de janeiro (terça feira), às 19:41:

“A expectativa no Supremo Tribunal Federal (STF) é de que o inquérito aberto para investigar a gestão do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, acabará com a responsabilização criminal dele e posterior apresentação de denúncia pela Procuradoria-Geral da República.

Nesse sentido, há também uma aposta na Corte de que o Palácio do Planalto deverá substituí-lo antes da conclusão do inquérito como uma forma de poupar Pazuello, mas principalmente o governo do desgaste.

Assim, ele teria o mesmo destino que o ministro da Educação Abraham Weintraub teve no ano passado após entrar em conflito com o STF: a exoneração.

Na Corte, o que se fala é que a tendência é a de que Pazuello seja incluído no que se chama no universo jurídico de “dolo eventual”, que ocorre quando o agente não tem interesse em produzir um dano a alguém, mas com suas ações ele assume um risco.

No inquérito do STF, já estão sendo juntados, por exemplo, documentos que mostrariam que o Ministério da Saúde foi avisado com antecedência da situação em Manaus e que pelo menos 50 pessoas morreram por falta de oxigênio.”

A mesma CNN complementou a matéria às 21:59:

“A Polícia Federal recebeu nesta terça-feira (26) o pedido de inquérito para apurar a atuação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na situação da pandemia do novo coronavírus no Amazonas.

Depois da escolha do delegado do caso, que deve ser anunciada nesta quarta-feira (26), será definida a data em que Pazuello deverá depor.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na segunda-feira (25) pela abertura do inquérito.

Lewandowski enviou à PF pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para a instaurar a investigação, a ser concluída em 60 dias, conforme requerido pelo procurador-geral.”

A pergunta que não quer calar:

Será que há realmente necessidade de derrubar o General, com larga experiência em logística, justamente no momento que mais precisamos dela para aplicação da vacina e pelo que tudo indica está dando certo, ou estaremos nós pobres idiotas,  diante de uma paranoia de poderosos transitórios que dificilmente chegariam a uma patente de tal magnitude, que é definitiva e exige muito estudo, mérito, dedicação e amor à pátria?

Freud explica.  

Johil Camdeab de Abreu é Panfletário Virtual recordista mundial de Memes diários publicados.

2 comentários:

Anônimo disse...

A oposição deve estar atacando o general Pazuello porque ele, desde o início, mostra uma constante expressão de apreensão (não parece a expressão de um general).

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

DOS BRICS, O BRASIL É ÚNICO TANGA FROUXA.

CHINA, RÚSSIA E ÍNDIA DESCEM O CACETE AMPLO, GERAL E IRRESTRITO.