segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

A corrupção oculta que Bolsonaro tem de atacar


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Parler - @alertatotal

O psicanalista Mtnos Calil, do Grupo Mãos Limpas Brasil, faz uma indagação relevantíssima: “No que vai dar a cartarse social com alto grau de agressividade digital?”. O próprio Calil responde: “Em nada, é lógico. Mas ela serve ao "propósito" (que virou palavra da moda), de natureza psicológica, que é a própria catarse. É a catarse pela catarse, alimentada pelas loucas ideologias”.

Mtnos Calil ironiza: “Opa... loucas ideologias??? Sim sim, o fenômeno é psicopato-ideológico. Como a humanidade não consegue encontrar uma solução razoável para seus graves problemas, essa incapacidade gera transtornos emocionais que por sua vez encontram nas ideologias um mecanismo de defesa - Freud explica. (mas, infelizmente é necessário explicar o que Freud explica)”.

Mtnos Calil chama atenção para uma fantasia literária: “A esquerda e a direita se unem para civilizar o capitalismo priorizando o combate à vergonhosa miséria que reina no Brasil. Sendo literária, essa fantasia não constitui um mecanismo de defesa freudiano”.

A realidade no combate à corrupção sistêmica é bem difícil no Brasil. Até porque o Crime Organizado é institucionalizado. Ocorre e prospera na associação delitiva entre a máquina estatal e bandidos de toda espécie, de políticos a empresários, passando por cidadãos omissos ou canalhas. 

O Alerta Total insiste: O Establishment e seu Mecanismo do Crime Organizado nunca estiveram tão cheios de recursos e estruturados para manter a hegemonia sobre a putaria institucionalizada. Por isso, toda cautela é pouca para Bolsonaro - que não pode ficar posando de freira no prostíbulo.

Escrever por parábolas é bonitinho, porém a maioria não entende a piada-séria. Então, é preciso “traduzir”. Aí o bicho pega. Os parasitas - de majoritariamente de esquerda, mas também de direita - às vezes são camaleônicos. É difícil saber quem é “amigo”, “aliado”, “inimigo” ou “sabotador”. Os bandidos profissionais costumam ser bons atores, às vezes mágicos, que iludem o “chefe” que prega ou tenta praticar a honestidade.

A bandidagem se especializou na aparelhagem das estatais e no uso corrupto dos recursos (bilionários) dos fundos de previdência dos empregados - patrocinados pelas empresas de economia mista (vulgo “estatais”). Se o atual governo não desaparelhar as estatais com inteligência, não demora, será acusado de, também, ser tão corrupto quanto aqueles governos que o antecederam. O bicho pode pegar para ministros e dirigentes que são vendidos como gênios, competentes, empreendedores e (adjetivo mágico) “honestos”.

Continua gigantesco - inacreditável - o aparelhamento das quase 50 estatais controladas diretamente pela União Federal. O mesmo ocorre na gestão dos principais fundos de pensão. Muitas diretorias da fundação foram tomadas por históricos “ideólogos” escalados para captar dinheiro para os esquemas políticos-eleitorais-partidários. A Lava Jato e suas operações derivadas pegaram apenas algumas pontinhas do iceberg da sacanagem sistêmica. A estrutura continua viva, para roubalheira, na gestão Bolsonaro - que pode ter uma “surpresa” desagradável, a qualquer momento, com alguns de seus principais auxiliares (acima de tudo, alguns que ele “enaltece” publicamente).

O aparelhamento é escroto. Muitos presidentes de estatais, para cumprirem seus objetivos, resolveram optar por uma tática arriscada. Decidiram manter nos cargos gerenciais os aparelhados. A ideia infeliz foi a tentativa de cooptá-los. Só que isso é ilusão. Os aparelhados são convictos contra o governo. O foco deles, quando não é “roubar”, é faturar nas boquinhas dos altos salários e vantagens. Estes “parasitas” sabotam o governo Bolsonaro por dentro. Se o Presidente não agir com inteligência contra elas, acabará engolido.

Resumindo: O buraco da corrupção é muito mais embaixo dos olhos do que o Presidente Bolsonaro consegue perceber em seu voluntarismo e arroubo emocional. Não haverá governabilidade apenas fechando acordos com o Centrão do Congresso Nacional. Bolsonaro precisa de “inteligência profissional” que olhe para os lados e perceba como operam, de verdade, muitos daqueles que o cercam e bajulam. Alguns negócios escusos, até então ocultos, começam a ficar manjados. Haja Abin, Polícia Federal, Receita Federal, Controladoria e Corregedoria da União para tanta apuração urgentíssima.

Uma dica: O governo federal tem de promover uma devassa nas “estatais”, nos “Fundos de Investimentos em Participações” (FIPs) e no entrelaçamento destes negócios com os investimentos (muitos temerários) dos Fundos de Pensão (Fundações de Previdência Privada). A parada errada é tão genial que alguns negócios nem dão prejuízo direto. Os resultados, mascarados, escondem a safadeza. Nosso Capimunismo Tupiniquim é sofisticado.

Eis é o centro nervoso da roubalheira da Nova República de 1985. A Lava Jato & afins apenas fizeram leves cócegas nos esquemas. Os ladrões profissionais seguem gargalhando. A maioria deles segue intocada. A roubalheira continua. Não adianta a boa intenção de Bolsonaro afirmar o contrário. A realidade das negociatas ocultas desmente o Presidente.

O tempo ruge e urge. A hora em que as merdas estourarem não haverá tempo para correção de rumos. O governo será derrubado, em um movimento de dentro para fora, e não de fora para dentro, como tenta a “oposição” muito bem financiada pela grana fácil da corrupção descarada dos governos anteriores.

A corrupção invisível continua. Ela é sistêmica. Estrutural. Os parasitas se multiplicam e se reinventam. Esta é, ao mesmo tempo, a má e boa notícia para Bolsonaro. Ruim, se ele nada fizer. Excelente, se ele agir, com rigor, justiça e inteligência, a tempo de salvar seu governo de uma desmoralização retumbante.

Pior do que ser ladrão é terminar chamado de ladrão sem ter participado diretamente do “roubo”. A Honestidade retórica, romântica, em nada melhora o Brasil, na prática. Bolsonaro tem de tomar cuidado porque muita gente que ele escalar para investigar as sofisticadas safadezas pode ser, justamente, o operador delas. Talvez seja recomendável passar mais essa bola quadrada para o Vice Mourão - que tem capacidade, frieza e distanciamento para desarmar bombas de tamanha magnitude.

Fica a dica. Se Bolsonaro vai seguir é com ele mesmo, Roberto Carlos e as Baleias azuis... Perder tempo com guerrinha ideológica leva a lugar algum, a não ser à destruição política. E os ladrões agradecem...

Releia o artigo: Arte de transar com nossas Prostitutas  







 
Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. Secretário-Geral do Ibrasg - Instituto Brasileiro de Ativismo Societário e Governança.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Fevereiro de 2021.

Um comentário:

Loumari disse...

A CORRUPÇÃO GERAL DO GÉNERO HUMANO

E ACONTECEU que, como os homens se começaram a multiplicar sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas;
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas que escolheram.
Então disse o Senhor: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele, também, é carne: porém os seus dias serão cento e vinte anos.
Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, QUANDO OS FILHOS DE DEUS ENTRARAM ÀS FILHAS DOS HOMENS, e delas geraram filhos: estes eram os valentes que houve na antiguidade, os varões de fama.
E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a imaginação dos pensamentos do seu coração era só má continuamente.
Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração.
E disse o Senhor: Destruirei, de sorte a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.
Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor.
Estas são as gerações de Noé: Noé era varão justo e recto em suas gerações: Noé andava com Deus.
E gerou Noé três filhos: Sem, Cam e Jafeth.
A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus: e encheu-se a terra de violência.
E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.
(GÉNESIS 6)



OBS: Exactamente como se vê hoje, em que se converteu a raça humana! Os homens se tornaram tão violentos e a sua violência já não tem limite. Ao tal ponto que Jesus Cristo disse no que Ele ditou a Sua digníssima filhinha da Divina Vontade Luísa Piccarreta:


O HOMEM FEITO HABITAÇÃO DO DEMÓNIO

Livro do céu Vol 2-52, 1º de Agosto de 1899. Luisa Piccarreta

Silêncio e choro de Jesus pelas criaturas. Fala sobre a pureza.

Esta manhã, o meu bondoso Jesus, transportando-me para fora de mim, fez-me ver a corrupção em que caiu a raça humana. É horrível pensar nisso! Enquanto eu estava no meio dessas pessoas, Jesus disse, quase chorando:

"Oh homem, como te transfiguraste, deformado, perdeste toda a nobreza! Oh homem, Eu criei-te para que fosses Meu templo vivo, e tu, escolheste te converter em morada do diabo! Olha para teu arredor e observa como as plantas cobertas de folhas, de flores e frutos, te ensinam a honestidade, o pudor que deves ter do teu corpo, e tu, tendo perdido todo o pudor, e também a vergonha natural que devias ter, te tornaste pior que as bestas, tal estado de degradação que não tenho mais com quem comparar-te. Tu eras Minha imagem, mas agora não te reconheces mais; na verdade, tu me dás tanto horror por tuas impurezas, ao olhar-te Me provocas náuseas, e tu mesmo me forças a retirar-me de ti."

Enquanto Jesus falava isso, me senti dilacerada de dor ao ver meu amado Jesus tão amargo, então eu disse a Ele:

"Senhor, tens razão de não achares mais nada de bem no homem, o homem caiu na tal cegueira que já nem mesmo respeitar as leis da natureza não sabe; é certo que vendo o homem assim só queiras mandar-lhe castigos, entretanto peço-te que olhes para a Tua Misericórdia e assim tudo se remediará."

Enquanto eu dizia isso, Jesus disse-me: "Minha filha, dá-me tu um alívio as Minhas penas."

Ao dizer isso Ele tirou de Si a coroa de espinhas que parecia encarnada na Sua adorável cabeça e cravou-ma na minha, eu senti uma tremenda dor, mas com a satisfação de que Jesus se havia aliviado. Depois disso Ele disse-me:

"Filha, amo muito as almas puras, assim como das almas impuras sou forçado a retirar-me; pelas almas puras sou atraído como por um íman a fazer morada com elas. De bom grado empresto Minha boca às almas puras para fazê-las falar com Minha mesma língua, assim elas não se cansam em converter almas; nestas ditas almas sinto-me feliz não somente de continuar nelas Minha Paixão, mas também continuar a Redenção, e mais ainda, Me comprazo sumamente de glorificar nelas as Minhas próprias virtudes."