domingo, 21 de março de 2021

Medicina não é Matemática - Outras Tiranias


Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Ernesto Caruso


Será que alguém seja “negacionista” da ciência para o enfrentamento da pandemia da Covid 19?

 

Seria a negação do homo sapiens.

 

Da habilidade do ser humano em procurar entender o que se passa no seu entorno e dentro de si mesmo, procurando modificar e melhorar tudo que for possível em benefício próprio e do conjunto onde vive.

 

“Negacionista”. Expressão simplista de uma retórica, onde faltam argumentos e foco na ameaça à sobrevivência do ser humano diante de micro-organismo desconhecido que precisa ser estudado para ser neutralizado, como outros tantos ao longo da História da existência viva.

 

Estéril debate que prejudicou sobremaneira a “unidade de comando” de extrema importância no combate à pandemia, que de início até o uso das máscaras era desconsiderado, tanto pela OMS, como no Ministério da Saúde, na administração do médico, Henrique Mandetta.

 

Somente em 06/04/2020 buscou-se orientar, como tão importante era o uso da máscara, que poderia ter sido de imediato através a produção caseira.

 

Do portal do Ministério da Saúde: “A confecção de máscaras caseiras tem se tornando um fenômeno mundial e qualquer cidadão pode fazer a sua em casa. Agora, o Ministério da Saúde do Brasil vai lançar uma campanha digital pela mobilização da população para fabricar as próprias máscaras de pano...”.

 

Os fatos comprovam que não há consenso no mundo, ainda hoje, na tomada de decisões para conter a pandemia, em especial nas restrições impostas à liberdade defendida por todos.

 

Mas, a unanimidade se revela na esperança de que a vacina salve a humanidade, com todas as dúvidas que brotam nas cabeças de cientistas e médicos em todas as frentes, mais ainda na de toda gente, na ânsia de sobreviver.

 

Quem, no Brasil, não via com cautela a vacina chinesa? Até porque o anúncio sobre a sua eficácia gira em torno de 50%.

 

Nem, por isso, nem pelo baixo conceito em torno dos produtos tidos como falsificados, de baixa de qualidade, que também se reconheça, hoje com padrões elevados, na sombra da maior potência no mundo.

 

A notícia abaixo está na mídia planetária. Três países do nível Alemanha, França e Itália, questionando uma das vacinas, imagina-se com expressivo número de vacinados com o produto da AstraZeneca. São países “negacionistas”? 

 

“A decisão política na Europa de suspender a aplicação das vacinas contra o coronavírus produzidas pela AstraZeneca  podem minar a confiança da população sobre a imunização e ter um grande impacto econômico, avalia o UBS.

 

Alemanha, França e Itáliamaiores países da União Européia – suspenderam o uso na segunda-feira para aguardar uma investigação do órgão regulador europeu sobre casos isolados de hemorragia, coágulos sanguíneos e baixa contagem de plaquetas em pessoas que tomaram a vacina.

 

A AstraZeneca disse que a análise de seus dados de segurança, que englobam casos relatados em mais de 17 milhões de doses de vacinas aplicadas, não mostraram evidências de risco crescente de embolia pulmonar, trombose venosa profunda ou trombocitopenia.

 

O risco é que isso crie medo da vacina, reduzindo seu uso. Economicamente, isso teria o mesmo impacto que destruir os estoques de vacinas, desacelerando a recuperação econômica” aponta Paul Donovan, economista global do UBS, em um relatório enviado a clientes nesta terça-feira (16) e obtido pelo Money Times.

 

A empresa de pesquisa de Londres Airfinity avalia que a suspensão do uso da vacina da Astra em alguns países da UE devido a preocupações com possíveis efeitos colaterais poderia atrasar em um mês a meta de imunizar 75% da população.

( https://www.moneytimes.com.br/ubs-ao-suspender-astrazeneca-europa-faz-o-mesmo-que-destruir-vacina )

 

Ao todo foram 21 países, que aos poucos estão voltando a aplicá-la nas suas populações.

 

Ser ou não ser. Quem veio primeiro o ovo ou a galinha? A ciência ou alimento? Como se obtém o alimento? Comprando? Plantando? Doado por governo? Pela caridade? Pela remuneração advinda do trabalho?

 

O valor da ciência é inegável e realidade, de forma experimental, desde que a humanidade se encontrou na terra, mas o leite materno foi e é o primeiro alimento que representa a vida, cuja qualidade pode melhorar ou piorar, de acordo com o que se ingere.

 

Não se pode exercer um poder tirânico, como tem sido o negacionismo dos tratamentos, preventivo para aprimoramento da imunidade, e o precoce, como tantos médicos recomendam e praticam com bons resultados, a citar o da médica Drª Raissa Soares:

https://www.youtube.com/watch?v=93lHiQNiOPQ&ab_channel=AlanaPinhoCorrup%C3%A7%C3%A3oZero

   

Outra tirania, mais perigosa em se tratando da estabilidade, segurança interna e jurídica, que seja o oposto à política da terra arrasada, está presente na forma coordenada de governadores e prefeitos, no “lockdown” generalizado, afrontando a legislação sistematicamente.

 

Interessante destacar que, assim como se enfraqueceu o poder central, se fortaleceu o poder dos governadores sobre os prefeitos.

 

Vários prefeitos, com pensamento diverso do governo estadual, são, por este, ameaçados de processos para que sigam os ditames dessa tirania. Só pode agravar: “A publicação não impede que os municípios adotem medidas de restrição mais rígidas”.

 

Os decretos mais recentes puseram em prática medidas semelhantes a demonstrar fonte singular de orientação e coordenação. Em especial o toque de recolher de 20h às 5 da manhã.

 

Imaginar que setores municipais, como da Saúde, Limpeza Pública, Guarda e Vigilância Patrimonial, poderão ter seu “funcionamento normal”, por sete dias, sendo quatro considerados como feriados, por antecipação dos que ocorrerão neste ano e no vindouro.

 

Assim, do empregado doméstico, demais regidos pela CLT, aos funcionários públicos, que exerçam as suas atividades no domingo ou nos quatro dias seguintes considerados feriados, como exposto no decreto municipal, estarão envolvidos em horas extras, pagamento em dobro e compensações, não só referidos aos feriados deste ano, como em 2022.

 

Isto diante das fatalidades que envolvem doenças, mortes e, que possam acarretar questões judiciais.

 

Para possíveis transgressores o peso da lei, citada nos decretos, além das infrações administrativas, o seguinte crime:

 

Art. 268 - Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa:

Pena - detenção, de um mês a um ano, e multa.

Parágrafo único - A pena é aumentada de um terço, se o agente é funcionário da saúde pública ou exerce a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro.” (Código Penal)

 

Tal procedimento sugere um conflito com a legislação e compromissos internacionais, recentemente concertados pelo Decreto nº 10.212, de 30/01/2020, federal, no seu Art. 1º,  que preconiza, “Fica promulgado o texto revisado do Regulamento Sanitário Internacional, acordado na 58ª Assembléia Geral da Organização Mundial de Saúde, em 23 de maio de 2005...”, Artigo 1, Definições, onde se lê: 

 

- “medida de saúde” significa os procedimentos aplicados para evitar a propagação de contaminação ou doença; uma medida de saúde não inclui medidas policiais ou de segurança;...”.


Ernesto Caruso é Coronel de Artilharia e Estado-Maior, reformado, do EB.

3 comentários:

aparecido disse...

O autor parece confuso em seus argumentos...

Anônimo disse...

É muito intrigante que o PT/PSOL entra na justiça para suspender o tratamento precoce e consegue. Não existe nenhum trabalho científico que prove que a hidroxicloroquina seja pergosa ou letal para os pacientes quando utilizados no momento e nas doses recomendadas. Algumas publicações utiizaram dados de paceintes graves internados na UTI para dizer que a hidroxicloroquina era perigosa. A hidroxicloroquina não se utiliza nesses casos. São resultados forçados justamente para boicotar o uso da hidroxcloroquina, fato utilizado criminosamente pela esquerda para impedir a prevenção e tratamento precoce do Covid pela população.

AUTO Blogging disse...

Nice post from Aaj Tak Breaking News In Hindi Today