domingo, 18 de abril de 2021

Carta Aberta do IDL ao Presidente do Senado


Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Edson José Ramon


Em nome do Instituto Democracia e Liberdade, entidade que reúne empresários e profissionais em defesa da democracia e do livre mercado, venho, pela presente, instar Vossa Excelência para uma reflexão diante dos últimos acontecimentos envolvendo o STF.

Há um bom tempo vemos a sociedade brasileira inquieta diante de decisões da nossa Suprema Corte. Sempre defendemos que cabe a ela decidir sobre a Constitucionalidade do que se discute, e isso nem sempre nos agrada, mas é o processo natural e a Constituição e os poderes constituídos devem ser respeitados.

Entretanto, na última quinta-feira, os ministros superaram tudo o que se possa parecer razoável, quando anularam todas as decisões, de várias instâncias, dos processos que envolvem o ex-presidente Lula na chamada Operação Lava Jato, remetendo esses processos para a fase inicial, em primeira instância, sob a alegação de que a 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba não deveria ter sido a responsável pelo julgamento dessas ações.

Ora, o ex-presidente foi processado, teve direito à ampla defesa, recebeu a sentença da primeira e da segunda instâncias, cumpriu sua pena, e agora vemos juízes corrigirem um “erro” processual a partir de um Habeas Corpus.

Isto não está escrito em nenhuma letra constitucional. É revanchismo contra Procuradores e Juízes que se notabilizaram no combate à corrupção, eventualmente cometendo excessos, mas nada que justifique decisão tão estapafúrdia com benefício inaceitável ao réu.

Por esta e por outras razões que o Senhor e os integrantes desta Casa bem conhecem, tomo a liberdade de implorar, em nome de nossos associados, que Vossa Excelência tome as medidas legais para estancar essa onda de decisões lamentáveis e equivocadas, que colocam nossa democracia em real perigo.

Já são visíveis os movimentos de setores importantes da sociedade clamando por intervenção militar, o que seria um desastre para o nosso país.

Entendo, bem como meus pares no IDL, que o Senado tem os instrumentos legais para coibir esses abusos relatados, e deve utilizá-los com a máxima urgência, como forma de colocar os destinos do país nos trilhos e acalmar os ânimos dos setores mais exaltados.

Vossa Excelência, com a serenidade e o equilíbrio que tem marcado sua vida pública, deve tomar posição com a máxima urgência, dentro do que preceitua a Constituição.

Tenho a convicção de que tal atitude será saudada pela grande maioria da população e não trará qualquer resquício de autoritarismo, pois esses atos do STF estão agredindo fortemente a necessidade de justiça que clama toda a sociedade brasileira.

Com as devidas vênias pela insolência de nossa entidade, mas pautadas tão somente pelo desejo de preservar a nação e sua democracia, renovo protestos de elevada estima e consideração.

Edson José Ramon é presidente do IDL - Instituto Democracia e Liberdade, com sede em Curitiba (PR). O documento foi endereçado ao Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, em 16 de abril de 2021.

2 comentários:

Anônimo disse...

IDIÓTA DO LODO, QUANDO ALGO PARECIDO AO MEU RELATO LHE ACONTECER NÃO TERA NEM UM POUCO DE VONTADE DE ESCREVER OUTRA MÉRDA DESSAS... VOCÊ ESTÁ SENTADO EM UMA PRAÇA E PRESENCIA UM CRIME DE EXECUSÃO COMETIDO POR UM EMPRESARIO,VOCÊ É APENAS UM JOÃO NINGUÉM,ACOVARDADO VOCÊ SE CALA E VAI PARA A SUA CASA, MAIS TARDE A POLICIA LHE PRENDE E O CULPA PELO CRIME,O EMPRESARIO É AMIGO DO GARÇOM E AMIGO DE TODOS NA CIDADE E ATÉ DO GOVERNADOR E TODOS LHE FORJAM PROVAS E O ACUSAM E VOCÊ É CONDENADO E FICA SABENDO QUE QUEM LHE ACUSOU FOI O EMPRESARIO ASSASSINO... VOCÊ É APENAS UM IMBECIL QUE QUER VER O POVO PASSANDO FOME,TENTE UMA DENUNCIA CONTRA ALGUÉM DA SUA MAFIA E VAI VER O DESESPERO QUE ISTO LHE CAUSARÁ... A PROMOTORIA DE CURITIBA E O JUIZ MOURO POR SEREM UM BANDO DE FDPS ARMARAM ESSA MÉRDA PARA O POVO E VOCÊ PELA SUA BURRICE DURMA COM ESSA CULPA,SEU CANALHA...

Anônimo disse...

Oh, meudeus!!!
Uma carta...
E implorando...