quinta-feira, 22 de abril de 2021

Lula ainda é um candidato-fake a 2022


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva permanece condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. Lula continua inelegível. Não pode disputar a próxima eleição presidencial, em 2022. O plenário do STF não decretou a nulidade das decisões da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba que a maioria dos ministros apontou como juízo incompetente. O Ministério Público Federal deveria se basear nessa observação jurídica perspicaz, feita pelo consagrado jurista Jorge Béja, para exigir que seja feita Justiça (com J maiúsculo) no caso Lula.

O advogado Jorge Béja verificou que o plenário do STF, por maioria de 8 a 3, apenas declarou a incompetência territorial - ou seja, que aquele juízo federal não poderia processar e julgar Lula. Quem acompanhou a sessão pela TV Justiça não ouviu de nenhum dos 8 ministros que, além da incompetência, as decisões de Curitiba também restavam anuladas. Assim, Lula não se encontra “livre” para disputar eleição alguma. Por enquanto, o companheiro $talinácio é um candidato-fake. A narrativa petralha o utiliza como mais um elemento espúrio campanha sistemática para desgastar a imagem do Presidente Jair Bolsonaro - xingado de tudo, exceto de corrupto pelos inimigos.

O MPF tem de cobrar do STF, que se comporta como o Poder Supremo da Nação, que considere pelo menos dois pontos levantados pelo advogado Jorge Béja: 1) a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba foi acolhida, mas os autos não foram remetidos pelo STF ao juízo competente, porque os ministros ainda não decidiram quem será o juízo competente; 2) os efeitos das decisões condenatórias impostas a Lula  pelo juízo da Curitiba estão preservadas porque o STF não as anulou (apenas decidiu sobre competência) e porque, também, o juízo para onde os processos serão remetidos nem foi ainda indicado, o que impede que "outra (decisão) seja proferida… pelo juízo competente".

Lula não foi tornado inocente pelo STF - ao contrário do apregoado pela narrativa petralha. Até agora, pelo menos, o Poder Supremo não teve a coragem, ousadia ou temeridade de anular as sentenças da 13ª Vara Federal de Curitiba, confirmadas pelo Tribunal Regional da 4ª Região e corroboradas pelo Superior Tribunal de Justiça - as três legítimas instâncias do judiciário brasileiro. Vamos aguardar para ver se o STF vai declarar a suspeição do juiz Sérgio Moro - o mesmo que saiu mal do governo Bolsonaro, jogando fora a chance de ser indicado para uma vaga no STF, para terror de supremos magistrados e de muitos parlamentares.

O episódio Lula - um claro golpe de interpretação para tentar inocentar um indiscutível condenado, tumultuando o processo político - deveria merecer atenção do Poder Legislativo. Já passou da hora de devolver ao STF o papel originário de uma Corte Constitucional, e não de um tribunal, acima de tudo e de todos, que pode julgar qualquer coisa, inclusive casos criminais. Senadores e deputados têm a chance de elaborar, votar e aprovar leis que deixem claro que só existem três instâncias no Judiciário brasileiro. Será uma imprescindível iniciativa no combate à impunidade e à injustiça no Brasil.

O Presidente Jair Bolsonaro tem de recuperar a soberania de seu cargo. Não tem o direito de errar na indicação do próximo nome para a vaga que será aberta, em julho, no STF, com a aposentadoria do decano Marco Aurélio de Mello. Por enquanto, figura como favorito o Advogado-Geral da União, André Mendonça. Será que teremos um terceiro membro vindo da AGU para o STF, como foi o caso de Gilmar Mendes (de quem André Mendonça é amigo) e José Dias Toffoli?

O reequilíbrio entre os poderes é fundamental. A guerra de todos contra todos os poderes precisa ser freada, ou vai conduzir o Brasil a um completo desastre institucional. O único Poder Supremo legítimo e aceitável é o de Deus - para quem, claro, acredita Nele. O resto é simulacro ou, na expressão da moda, FAKE!







Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://loja.umlivro.com.br/a-ultima-marcha-da-maconaria/p

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Abril de 2021.

5 comentários:

Anônimo disse...

Meia verdade! Lula teve condenações anuladas, mas continua réu até novo julgamento. Como não tem mais condenações pode sim ser candidato. Mas por que tanto medo desse Lula. É apenas mais um...e provavelmente Bolsonaro não vai disputar o segundo turno. Acabou! Derreteu!

ALMANAKUT BRASIL disse...

‘Fora Evo, Lula e o socialismo’, diz Keiko Fujimori, candidata à presidência do Peru - 22/04/2021

Em outro trecho da entrevista, ela declarou que as pessoas do século XXI têm despertado para os danos causados pelo comunismo ao longo de sua história.

Ainda segundo ela, as lideranças que representam essa ideologia política estão fadadas ao fracasso.

https://conexaopolitica.com.br/mundo/fora-evo-lula-e-o-socialismo-diz-keiko-fujimori-candidata-a-presidencia-do-peru

Calúnia, injúria ou difamação em redes sociais tem pena triplicada

Com a derrubada de vetos de Jair Bolsonaro à chamada Lei Anticrime, volta a valer o agravante aos crimes contra honra se "divulgado em quaisquer modalidades das redes sociais".

https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=56724&sid=4

Lula Ladrão, Versão Turma Do Chaves

Empresa administrativa

https://www.youtube.com/watch?v=FJneWYlU5rQ

É LADRÃO E O CAPETA O ABRAÇARÁ COMO LADRÃO!

Antiguidades - Tralhas e relíquias disse...

#LulaNaCadei

Antiguidades - Tralhas e relíquias disse...

#LulaNaCadeia

Unknown disse...

ACHO QUE HOJE,BOLSONARO VENCERIA. É MAIS POPULAR HOJE E ACREDITO QUE A IMAGEM DO LULA FOI MUITO PREJUDICADA,APARTIR DA OPERAÇÃO LAVA JATO.CREIO SER MUITO DIFICIL, RECUPERAR A CREDIBILIDADE.
HOJE FICARIA MUITO DIFICIL O LULA FAZER À PÉ, UMA CAMINHADA NO CENTRO DE QUALQUER GRANDE CIDADE BRASILEIRA, SEM RECEBER MUITOS INSULTOS.