domingo, 2 de maio de 2021

Povo ordeiro não é sinônimo de cordeiro


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

Povo ordeiro não é sinônimo de cordeiro. Brasileiros e brasileiras indignados lotaram as principais avenidas de Brasília e das capitais dos estados para manifestar apoio ao Presidente Jair Bolsonaro e para defender a liberdade que governadores e prefeitos tiraram, nas medidas de exceção sob desculpa de combater a pandemia do coronavírus. Outro alvo das manifestações foi o Poder Supremo - que absurdamente foi conivente com os déspotas do covidão.

Tradicionalmente ocupado por manifestações esquerdistas, com bandeiras e camisas vermelhas que pregam o comunismo/socialismo, o feriado de 1º de maio de 2021 foi inédito do ponto de vista histórico. A massa que saiu à rua vestia verde-amarelo e, além de defender o mandato e o Presidente da República, deu o sinal de que a defesa da liberdade é um princípio caríssimo à maioria do povo. O recado foi dado. Assimila quem quiser. E nem a mídia extremista e venal conseguiu ignorar, por mais que tenha minimizado as manifestações em seus noticiários.


Com certeza, a maioria das pessoas gostaria de fazer parte de um Brasil que orgulhe quem é de bem e do bem. Por isso, a candidatura-fake de Lula da Silva não tem a menor chance de prosperar. Bolsonaro pode até não se reeleger, se a economia não reativar ou ele e seu grupo cometerem um erro estratégico imperdoável. Mas o volume e expressão das manifestações de ontem indicam duas coisas. Primeiro, que o PT dificilmente volta ao poder pelo voto. O Establishment não quer repetir o erro. A maioria do povo brasileiro não quer o retorno da roubalheira escancarada, em nome de um suposto projeto “revolucionário”. Segundo, pode ser que nem haja espaço para o surgimento de uma candidatura “Terceira Via” (que até agora não se viabilizou, embora a eleição de outubro/novembro de 2022 esteja, ainda, muito distante).

Setor que consegue sobreviver à crise do coronavírus porque é o mais bem estruturado e fatura alto com exportações remuneradas em dólar, o agronegócio organiza novas manifestações em favor do Presidente da República. Grandes atos devem se repetir, a partir deste mês de maio, principalmente em Brasília, nos arredores da Praça dos Três Poderes, onde ficam o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. Os atos a favor da liberdade acontecem em meio ao aprofundamento da guerra de todos contra todos os poderes. O Estamento Burocrático e a chamada “Turma da Esplanada” vão vivenciar uma pressão popular inédita - com o apoio do endinheirado setor produtivo que escolheu o lado “conservador”, honesto, e não o esquerdismo que se vendeu à corrupção, inclusive com o financiamento de banqueiros que se beneficiam da “roubalheira” institucionalizada.

A conjuntura de manifestações acontece em um momento delicado e explosivo do Brasil. Medidas equivocadas tomadas no suposto combate à pandemia do vírus que veio da China geraram um pandemônio. A economia foi sabotada, com os lockdowns e outras medidas restritivas, causando prejuízos sociais inimagináveis. Além da quebradeira de empresas, drástica intervenção estatal na vida dos livre empreendedores (formais e informais), com aumento do desemprego, redução de receitas e confisco de renda, a crise sanitária exterminou mais de 400 mil pessoas, apavorou e bagunçou com o cotidiano de dezenas de milhões de brasileiros.

Juntando abusos de autoridades, falta de emprego e renda, violência descontrolada, fome, medo e insatisfação popular, o caos vigente cria as pré-condições para um perigoso ambiente de guerra civil. O radicalismo esquerdopata avalia que essa conjuntura pré-revolucionária é ideal para uma fomentar a “ruptura burguesa”. A análise estratégica militar adverte que a eventual eclosão da desordem pode ameaçar a integridade nacional, abrindo espaço para secessões territoriais. A secessão institucional já aconteceu, embora militantes e militares prefiram não reconhecer publicamente.

Resumindo: O povo é ordeiro, mas já não parece tão cordeiro como em outros tempos. O excesso de injustiça, impunidade e violência embruteceu muita gente - que pode reagir contra elementos do sistema de Poder, a qualquer momento, de modo nada pacífico A “galera” brasileira nunca esteve tão revoltada quanto agora. Manifestações como essa de 1º de maio foram momentos de “desopilação do fígado”, uma espécie de catarse psicológica do povão e da classe média (todos insatisfeitos com a situação desastrosa que se prolonga).

O Establishment e sua turma do Mecanismo têm todos os motivos para se preocupar, como nunca antes na História desse País. Bolsonaro pode não liderar as mudanças, mas a eleição surpreendente dele, em 2018, deflagrou o processo irreversível de transformações que já acontecem no Brasil. Só não ver quem não quer ou não sabe fazer leitura conjuntural e estrutural. Se o povo, focado no que precisa mudar, arranjar tempo para ocupar as ruas de maneira intensa e mais duradoura, o processo vai se acelerar.

A ruptura real vai acontecer. E pode - tem tudo para - não ser pacífica. Guerra Civil (já em andamento) é igual CPI do Congresso. Todos sabem como começa, mas ninguém tem certeza de como e quando termina. Conceitos básicos, filosóficos e morais, são esquecidos pela maioria que não identifica a realidade. Azar desses otários… A vida é uma professora cruel e implacável...        










Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://loja.umlivro.com.br/a-ultima-marcha-da-maconaria/p

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 2 de Maio de 2021.

4 comentários:

Anônimo disse...

NUTAVAEL DIZ...
NAO ADIANTA SE ENGANAR. BOLSONABO SEM PARTIDO SO SE MANTEM EM PE PORQUE ESTA CERCADO DE MILITARES. OS MILITARES SAO OS UNICOS QUE DETEM O PODER.
SABEM POR QYE???
POR QUE SAO DISCIPLINADOS, SABEM CUMPRIR ORDENS E VIVEM DENTRO DE UMA HIERARQUIA QUE JAMAIS, JAMAIS MESMO SAEM DE SEUS CRITERIOS SUPER BEM MEDIDOS E ADMINSTRADOS POR TODOS.
A INVASAO DO INDIVIDUO BOLSONABO E SUA PROLE CONTINUA EM PE POR FALTA DE OPÇAO DE UMA TERCEIRA VIA.
BOLSONABO NAO SERVE PARA ADMINISTRAR NADA NEM SUA PROPRIA FAMILIA, SE E QUE JAMAIS TEVE.
AQUI E A TERRA DA SANTA CRUZ, NOSSA RELIGIAO E A JUDAICO CRISTA E O POVO BRASILEIRO EM SUA MAIORIA SEGUE JESUS CRISTO.
NOSSOS MILITARES ESTAO SENDO CONSTRANGIDOS DENTRO DESTE ESPETACULO DE CONIVENTE COM A CRIMINALIDADE DO POLITICO MEIA BOCA CHAMADO BOLSO NABO.
INFELIZMENTE NAO TEMOS ALTERNATIVA TEMOS QUE CONTINUAR COM ELE PORQUE AS OPÇOES DO MOMENTO SAO COMPLETAMENTE NEGATIVAS.
QUARENTA PARTIDINHOS MULAMBENTOS PENDURADOS NO PODER CONTINUAM DANDO AS CARTAS GRAÇAS A INOPERANCIA DA SUPREMA CORTE ELEITORAL E FEDERAL QUE FATIOU E ESCONDEU TODA A CRIMINALIDADE DOS EGRESSOS DE 64 QUE CONYINUAM RECEBENDO BENESSES E AGRADOS COM O NOSSO DINHEIRO SUADO.
INFELIZMENTE DESDE O RETORNO DOS AUSENTES TRAPALHOES O NOSSO DESTINO E COMER GOSTA POR CAUSA DA INOPERANCIA DOS FARAOS DO EGITO, OU SEJA SUPREMAS CORTES FEDERAL E ELEITORAL QUE MANTEM OS BANDIDOS FORA DA CADEIA.
ESSA E NOSSA VERDADE. BOLSONABO NAO E A SOLUÇAO ELE E E SEMPRE SERA I BUNDA MOLE QUE NAO CUMRPRIU SUA PALAVRA DE SE DESFEZ DO SONHO DO POVO BRASILEIRO DE VER A JUSTIÇA IMPERAR EM NOSSO PAIS. OS VAGABUNDOS BUNDA SUJA CONTINUAM DENTRO DO SENADO E DENTRO DAS SUPREMAS CORTES FEDERAL E ESTADUAL DANDO ORDENS A MERDIA PORCA PARA CONTINUAR O NOSSO INFERNO ALIMENTANDO ESTA RAÇA MALDITA.
FELIZES OS BEM INTENCIONADOS QUE CONTINUAM ALIMENTANDO ESTA PRAGA CHAMADA BOLSO NABO POR FALTA DE OPÇÃO E EU TAMBEM ASSINO EM BAIXO. AFINAL DE QUE NOS SERVE MANDAR ESTE PESTE SUMIR PORQUE NAO EXISTE UMA TERCEIRA VIA. QUEM SABE NO FUTURO NOSSO GENERAL HELENO E O VICE PRESIDENTE PODEM SER A NOSSA TERCEIRA VIA. AI PODEMOS ALIMENTAR A ESPERANÇA DO RETORNO DO NOSSO ETERNO JUIZ MORO QUE FOI O UNICO QUE PEITOU ESTA CRETINICE CHAMADA POLITITICA BRASILEIRA.

Anônimo disse...

SE ENGANA E MUITO, MONTAGENS DE FATOS NÃO FAZ MILAGRES,QUEM FOI ATÉ LÁ DEFENDER O MONTE DE BÓSTA SÁO OS QUE RECEBEM OS SALARIOS E PREVILÉGIOS OU ESTÃO COM O BURRO NA SOMBRA... TEM QUE SE FAZER A CONTA DE QUANTOS MILHÕES DE TRAIDORES E LAZARENTOS ESSE BODE PRETO NOJENTO JOGOU NA MÉRDA E QUANTOS ESSES FILHOTES DE CÃO SARNENTOS VÃO JOGAR ATÉ AS ELEICÕES... MAS PELA CONDUTA DA MAFIA ANTES OUTRO GOLPE VAI SER DESFERIDO NAS COSTAS DE UM POVO TRAIDOR E BURRO... ESQUECERAM QUE SE O POVO NÃO TIVER O QUE COMER UM PÃO COM MORTADELA VAI SER UM BANQUETE... MAÇONARIA A MAFIA MALDITA...

Emmanuel disse...

#bolsonaro2022 ...e ai de quem estiver cogitando vigarices...

Chauke Stephan Filho disse...

Bolsonaro deve assumir o poder. E a primeira providência da nossa ditadura deverá ser o fechamento do Supremo Tribunal Fariseu para salvar a liberdade de expressão no Brasil.