segunda-feira, 21 de junho de 2021

Establishment Lazarento não quer mudança


 

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

Além da exploração das 500 mil mortes por Covid, a extrema mídia funérea passou o fim de semana se aproveitando de outra desgraça humana: a espetacular caçada policial ao serial-killer Lázaro Barbosa. O caso chama a atenção, novamente, para uma falha estrutural brasileira: o regramento excessivo e a aplicação deficiente da legislação penal que não pune os infratores e beneficia os criminosos. Um sistema judasciário lazarento (que promove rigor seletivo e perdão conveniente) facilita a vida dos Lázaros e de outros psicopatas. Lázaro será capturado, vivo ou morto a qualquer momento. Outros bandidos mais ou menos votados seguem se aproveitando da injustiça estrutural brasileira. A impunidade é natural ao regime do Crime Institucionalizado que controla, de fato, o Estado Brasileiro.

 

A campanha presidencial de 2022 começou precocemente. Ao Establishment interesse a pregação-previsão de que haverá uma polarização entre Jair Messias Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva (reabilitado pelo Poder Supremo). Acontece que nenhum dos dois é o candidato do Estamento Burocrático - cuja prioridade é tirar Bolsonaro do poder, para dar uma travada, neutralizada ou sabotada no movimento que defende mudanças estruturais e reformas. Na verdade, o objetivo de colocar e deixar Bolsonaro e Lula no foco é para que ambos sofram o desgaste, até que se consiga fabricar uma candidatura “alternativa”. Bolsonaro apanha porque está no poder, e Lula é usado como “sparing” ofensivo. No momento oportuno, Lula será descartado facilmente, já que a corrupção está colada à imagem dele. A terceira via vai colar e emplacar? Muito cedo para assegurar…

 

O destino da “pandemia” (com a universalização da vacinação) e a efetiva melhora (ou não) das condições econômicas serão os fatores decisivos para determinar quem vai sair vitorioso naquela que promete ser uma radical e violenta campanha eleitoral de 2022. É bom ficar atento àquela que pode ser nossa nova “Batalha de Itararé” (a que não aconteceu). O Establishment lazarento fará de tudo para sabotar a tranparência total eleitoral. O sistema vai tirar proveito da PEC 135, que apenas prevê “pedido de auditoria de voto” e não, o que seria correto, a recontagem total dos votos impressos pela urna eletrônica. A regra pode até ser aprovada. No entanto, será implementada no estilo “jeitinho”. O judiciário eleitoral continuará com o poder de vetar a auditoria.

 

Resumindo: Os “argumentos” do Tribunal Superior Eleitoral vão travar as mudanças. Bolsonaro deve reagir no grito. O problema é que quem reclama já perdeu… Mas tem um detalhe relevante: a corda está esticando perigosamente… Coisas do Brasil do Lázaro e de outros lazarentos mais ou menos votados… Nada de anormal no País cujos “Jestores” (com J de jegue) já planejam o carnaval de 2022… Claro, esquecendo, providencialmente, que foi o carnaval de 2020 que ajudou a disseminar o covidão que a mídia carnavalesca agora faz noticiário funéreo acerca de 500 mil mortes...         

Releia o artigo: Minifestações Funéreas dos Esquerdopatas     

 

Regina Villela censurada

 


 

Tempos tenebrosos já são realidade nas redes sociais - que nasceram como espaço para prática da liberdade de expressão...

 









 

 

Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://www.amazon.com.br/s?k=A+ULTIMA+MARCHA+DA+MA%C3%87ONARIA&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&ref=nb_sb_noss_2

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Junho de 2021.

6 comentários:

Anônimo disse...

FactCheck.org é uma organização criminosa | Economia Armstrong (armstrongeconomics.com)

Anônimo disse...

[Dr. Andrew Phillips: Imagine um computador biológico que opera dentro de uma célula viva para poder determinar se uma célula é cancerosa e, se for, em seguida acionar a morte da célula. (...)
As aplicações da tecnologia Barre pode nos permitir detectar e tratar doenças com um nível de precisão impossível até agora, além de poder fazer novos compostos com mais eficiência; portanto, podemos fazer computadores biológicos que operem em escala molecular.]

Programação DNA
Programming DNA (Microsoft Research)
https://www.youtube.com/watch?v=sL2I8Fqu9HI

Anônimo disse...

["Em março (2020) o Governo britânico estava muito preocupado com a conformidade e eles achavam que as pessoas não gostariam de ser fechadas. Houve discussões sobre o medo ser necessário para incentivar a conformidade, e decisões foram tomadas sobre como aumentar o medo. A maneira como usamos o medo é distópica." (...)
Além da enxurrada de dados apenas para más notícias - que, por sinal, foram manipulados de várias maneiras - o medo e a ansiedade também são gerados para mantê-lo confuso. (...)
Todas as organizações que Cummins menciona fazem parte de uma elite tecnocrática e não eleita que está tomando decisões para o mundo inteiro. Se de alguma forma desligarmos este motor secundário que alimenta o primeiro (Nota: a elite globalista), a insanidade global provavelmente começaria a diminuir. A agenda globalista busca controle total e está usando a biossegurança como justificativa para isso. (...)
A razão matemática para o Great Reset é que, graças à tecnologia, o planeta ficou pequeno, e o modelo econômico de expansão infinita está quebrado - mas, obviamente, os super ricos querem continuar ficando super ricos, e por isso precisam de um milagre, outra bolha, além de um sistema cirurgicamente preciso para gerenciar o que eles percebem como "seus recursos limitados". Assim, eles querem desesperadamente uma bolha que forneça um novo crescimento do nada - literalmente - enquanto, simultaneamente, eles procuram apertar o cinto dos camponeses, um esforço que começa com a "modificação comportamental", também conhecida como redefinindo o senso de direito dos camponeses ocidentais a altos padrões de vida e liberdades. (...) O objetivo é contar e, em seguida, gerenciar e controlar eficientemente todos os recursos incluindo pessoas, em uma escala sem precedentes, com uma precisão digital sem precedentes - tudo enquanto os mestres continuam se entregando, desfrutando de vastas manchas de natureza conservada, livres de camponeses soberanos desnecessários e sua imprevisibilidade. (...) Não é preciso dizer que transformar radicalmente cada parte da sociedade tem seus desafios. Nenhuma pessoa em seu juízo perfeito concordaria com isso se soubesse dos detalhes de todo o plano. Então, para lançar isso, eles tiveram que usar manipulação psicológica, e o medo é a ferramenta mais eficaz para induzir a conformidade que existe. (...) O medo é apenas uma ferramenta de manipulação. O foco em "ciência" é outro. (...) A única ciência que importa é o que os tecnocratas consideram que é verdade, não importa quanta evidência haja contra ela. (...) Reconhecer que o medo que sentimos foi cuidadosamente fabricado pode nos ajudar a nos libertar de suas garras, e uma vez que nós - em massa - não acreditamos mais nas mentiras que estão sendo colocadas diante de nós, o motor que conduz o medo e o pânico acabará ficando sem vapor.]

O medo é contagioso e usado para controlar você
https://www.wakingtimes.com/fear-is-contagious-and-used-to-control-you/

Chauke Stephan Filho disse...

Lázaro Barbosa e Adélio Bispo representam o futuro da democracia brasileira.

Chauke Stephan Filho disse...

Lázaro Barbosa merece o nosso abraço.

Jeferson Vasquez disse...


Isso aí Anônimo! A pessoas precisam perder o medo e o pânico instaurado! Pra ontem!