domingo, 6 de junho de 2021

#PTite - O pecado do Treinador Lulista


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

Será que a História se repete como farsa no mundo da bola? No dia 17 de março de 1970, faltando 78 dias para a Seleção Brasileira de Futebol estreiar na Copa de 70, o então treinador João Saldanha foi demitido, junto com toda comissão técnica, pelo presidente da então CBD (Confederação Brasileira de Desportos), João Havelange. Comunista declarado, o botafoguense Saldanha arrumou uma crise política com o então Presidente, General Emílio Garrastazu Médici, um rubro-negro que costumava frequentar os estádios, com seu radinho de pilha, sem tomar vaias da galera.

 

Saldanha tinha se consagrado porque conseguira classificar o escrete canarinho para a Copa do México, em uma nada fácil eliminatória. Só que o treinador - um já consagrado cronista esportivo, famoso no rádio e na televisão - também se notabilizara pelas polêmicas travadas com o mundo político, a imprensa e jogadores. Brigara até com Pelé Saldanha também acumulara problemas de relacionamento com sua comissão técnica, que tinha muitos militares na composição. A reclamação é que os milicos estavam ali para “espionar” o treinador “comuna”.

 

Uma “lenda” - nunca realmente comprovada - foi apontada como o motivo principal para justificar a demissão do treinador, antes da Copa de 70. O Presidente Médici teria sugerido que a CBD convocasse o craque Dario (o lendário Dadá Maravilha). Aproveitando a deixa para detonar o “Regime Militar”, como fiel militante do PCB, Saldanha soltou a famosa declaração: “O Presidente escala o ministério dele e eu escalo meu time”. Em vez de Dario, do Atlético Mineiro, Saldanha convocou o meia Zé Carlos, do rival Cruzeiro. O timaço com as “Feras do Saldanha” tivera resultados esquisitos em amistosos. Perdera para a Argentina e empatara com o time do Bangu. PT da vida com uma crítica do então técnico do Flamengo, o também lendário Yustrich, Saldanha fez uma “visita de cortesia”, armado de revólver, à concentração rubro-negra. Como ninguém estava lá, nada aconteceu…

 

A briga com Pelé pode ter sido um motivo mais forte para a saída de Saldanha que o entrevero com o General Médici. Em um segundo jogo amistoso contra a Argentina, no Maracanã, Saldanha discordou de um comentário do “Rei do Futebol” e mandou os jogadores fazerem o que quiserem em campo. O time ganhou o jogo… Mas a bronca fatal ocorreu horas antes de ser mandado embora da seleção. Saldanha escalou um time para um amistoso contra o Chile, excluindo o craque do Santos. Saldanha justificou que Pelé estava enxergando mal e com problemas de preparação física deficiente. Havelange o demitiu, e a “Seleção do Saldanha” acabaria tri-campeã do mundo sob comando do técnico Mário Jorge Lobo Zagallo…

 

Agora, no distante ano pandemônico de 2021, assistimos a mais uma “treta” envolvendo a política radicalizada, um treinador da Seleção brasileira e o Presidente da República. Eleitor confesso do Partido dos Trabalhadores e amigo pessoal do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o técnico Tite (apelidado nas redes sociais de “#PTite”) resolveu criticar, publicamente, o apoio dado pelo Presidente Jair Messias Bolsonaro à realização da Copa América no Brasil. Junto com a extrema mídia oposicionista, sobretudo a Rede Globo contrariada por ter perdido para o SBT o direito de transmissão da competição -, PTite criou um climão. Prometeu, para terça-feira, uma declaração conjunta, junto com seus jogadores, indicando que eles não aceitariam disputar o torneio, sob desculpa esfarrapada da “pandemia” de coronavírus.

 

Tal narrativa fake foi desmontada pelo jornalista Washington Rodrigues. O Apolinho desmascarou PTite. O fato: Não houve convocação de jogadores para Copa América. Os jogadores estão disputando apenas dois jogos pelas eliminatórias da Copa do Catar. Logo, como ninguém ainda foi chamado, não haverá "desistência" de jogadores, Aliás, a maioria deles já havia marcado as próprias férias, pelo calendário europeu. Seus times já haviam avisado, previamente, que não iriam ceder seus craques para a Copa América. Portanto, na terça-feira, depois do jogo contra o Paraguai, em Assunção, PTite deve aproveitar a ocasião para mais um ato de politicagem.

   

#PTite tem tudo para pedir para sair. Vai aproveitar o clima negativo gerado pela denúncia (providencial) de assédio moral e sexual que uma empregada da área de cerimonial da CBF fez contra o presidente da “empresa”, Rogério Caboclo. O “aiado” do Presidente Bolsonaro está na corda bamba, e pode acabar afastado do comando da Sociedade Anônima CBF. Antes, porém, deve cair PTite. O amigão de Lula pode ser substituído por Renato Gaúcho.Ninguém se surpreenda se a equipe olímpica, já convocada e treinando para o evento de Tóquio, terminar disputando a Copa América no lugar da principal, cujos jogadores que atuam na Europa devem irar o corpo fora.

 

Curioso é que PTite deve pedir para sair ou ser saído da Seleção, jogando a culpa em alguma pressão exercida por Jair Bolsonaro. Tudo indica que repetirá a farsa contada pelo comunista João Saldanha, em 1970, responsabilizando o então presidente da época, Emílio Médici. Nada de anormal… A batalha de narrativas sempre fez parte do jogo sujo da politicagem brasileira… O problema só vem se agravando e tende a ficar muito mais dantesco com a proximidade da eleição presidencial.  

 

A volta do PT ao Palácio do Planalto em 2022 ainda é um factóide. Na prática é um projeto quase impossível. Trata-se de um estelionato político vendido pela mídia decadente e sem credibilidade. O desespero em encher a bola de um condenado por corrupção como Lula (que não foi inocentado, apenas teve o lugar de julgamento transferido pelo Poder Supremo de Curitiba para Brasília) é a consequência da crise de abstinência midiática, em função da secura de verbas públicas e a falta de vantagens estatais indevidas ou ilegais. Por isso, #ForaPTite e #ForaLula... 

 

EB sem Politicagem

 

Do General Marco Felício, uma análise justa e perfeita sobre a recente decisão do Alto Comando do Exército, respeitando os valores da instituição e não se deixando conduzir pela pressão midiática:

 

Creio que a decisão do Comandante do Exército, no que tange ao caso Gen Passuello, foi perfeita, pois, baseada naquilo que o regulamento determina, levando em consideração todas as circunstâncias atenuantes e agravantes existentes. Não se esquecendo de que o Presidente é o Comandante em chefe das FFAA e, sem dúvida, a folha de bons serviços prestados a Nação, pelo Gen Passuello, durante toda a sua vida militar.

 

E o Comandante tomou a sua decisão em silêncio e sem permitir  qualquer influência advinda da violenta pressão da esquerda bandida, esta apoiada, por interesses mútuos, por imprensa venal. Ambas querendo ver o "circo pegar fogo", incluso objetivando  desmoralizar e culpar o Presidente Bolsonaro como responsável pela má administração da Pandemia e o consequente grande número de mortos, levando-o ao impeachment. Visam atingir as FFAA e desmoralizar seus generais. Buscam dividir para melhor dominar e adotam ações criminosas de "lesa  Patria" na busca do "quanto pior melhor". 

 

Assim, semeiam, na população, uma pretensa sensação de rachadura, pois, inexistente nas FFAA, da disciplina e da hierarquia bem como,  também, pretensa e ausente politização da tropa.

 

Os militares, principalmente os generais, não podem ser manipulados pelo discurso gramscista, já presente em todas as camadas da população e nos poderes da República,  discurso disseminado com o aparelhamento iniciado no governo FHC e intensificado nos governos Lula e Dilma, tendo em vista a manutenção do Poder.

 

Há que se apoiar o governo e se  cortar o mal pela raiz antes de, em meio a grave crise que atravessamos, política, psicossocial, econômica, sanitária, moral e ética,  sermos conduzidos à fratura social, traduzida por conflito violento.

 







 

Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://www.amazon.com.br/s?k=A+ULTIMA+MARCHA+DA+MA%C3%87ONARIA&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&ref=nb_sb_noss_2

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Junho de 2021.

9 comentários:

Loumari disse...

Lula deve se divertir muito de ver todos estes obcecados por ele. Obsessão que virou doença incurável. Não soltam o osso.

ARS disse...

Quem sabe? Se a gente se livrar do PTito, pode ser que o Brasil ganhe o mundial no ano que vem. Com esse petista curintianu, só vamos perder...

Anônimo disse...

O Titica e suas titicabilidades retrata o momento cretino do futebol brasileiro. Titica sempre foi um merdinha, um gauchinho de merda, retranqueiro, safado e vagabundo ! Um bostinha que como jogador foi medíocre mas que obteve "sucesso" como treineiro do Timinho da Marginal, dublê de Timinho DO Marginal, o escroto bêbado de 9 dedos.
Eu quero que o Circo Brasileiro de Futebol, seus dirigentes, jogadores e o treineiro Titica SE FODAM !
O maior jogo de futebol da história do esporte foi Alemanha 7x1 Brasil e foi um dos dias mais lindos do velho esporte bretão !
Titica, vai tomar no oritimbó, seu merda !

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

LOGO O CAPETA ABRAÇARÁ O BELZEBU DE NOVE DEDOS E LEVARÁ A SUA CORJA MALDITA PARA O INFERNO.

PEÇONHENTOS, VAGABUNDOS, ACHAM QUE A LADROAGEM IRÁ PARA BAIXO DO TAPETE, MAS A FILA PARA CARRASCOS VOLUNTÁRIOS DE LACRAIAS VERMELHAS QUE VAI DO OIAPOQUE AO CHUÍ, ESTÁ DE PRONTIDÃO.

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

ESSE TÉCNICO COM SOTAQUE DE PADRE PEDÓFILO TEM QUE IR PARA O CORINTHIANS DO BANDIDO DE NOVE DEDOS, PARA AJUDAR O CLUBE A PAGAR O ESTÁDIO DA LADROAGEM DA COPA DE 2014.

CANALHA!

Loumari disse...

Almanakut Notícias, você conhece tão bem BELZEBU isso porque todas as noites você fornica com ele. A sua paixão por ele não deixa espaço a dúvida sobre a sua máxima intimidade com ele. Lhe desejo excelente continuação e que o BELZEBU não lhe arrebente o ânus, de tantas fornicações.

Anônimo disse...

Além disso, o Tite mostrou ser um técnico medíocre para a seleção. No último mundial foi desclassificado e por pouco não leva uma goleada no último jogo.

Anônimo disse...

O regisro dele como técnico deveria ser cassado por apoiar uma quadrilha! Vergonhoso. Sem ética nem moral como poderia ser técnico de uma seleção?

Félix Maier disse...

O militante #PTite deveria ser demitido pela CBF, por liderar um motim entre os jogadores, contra a realização da Copa América no Brasil, só porque é inimigo declarado de Bolsonaro e lambe-botas do maior ladravaz da história do Brasil.
Diga o que disser depois do jogo contra o Paraguai, sua imagem vai ficar manchada para sempre - assim como desses jogadores amotinados e mercenários.
Ridículo também foi ver o senador Renan Canalheiros pedir para Neymar liderar o boicote.
Só a Copa América mata?
Bando de salafrários!
#ForaTite