terça-feira, 20 de julho de 2021

Bolsonaro mira na esquerda corrupta


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

O Presidente Jair Bolsonaro partiu para uma dupla ofensiva. Resolveu ser mais duro nos ataques aos adversários (e inimigos) apontando-os como verdadeiros promotores da corrupção. Ao mesmo tempo, também iniciou uma  campanha sistemática e mais organizada das ações concretas de governo, com foco na melhoria da infraestrutura e da geração de empregos. O Presidente tem ciência de que o combate à  corrupção e a melhora da economia são as chaves fundamentais para conquistar a reeleição, reduzindo os desgastes de narrativa da “oposição” que vão se intensificar até outubro de 2022.

 

Bolsonaro tomou a decisão politicamente mais arriscada, mas que não poderia ser outra, do ponto de vista moral: confirmou que vetará o escroto Fundão Partidário de R$ 5,7 bilhões para 2022. O Presidente avaliou que o veto vai render voto, pois agrada à maioria do seu eleitorado consolidado, mesmo que provoque um desgaste com o Centrão (sua nada confiável base aliada, apenas confiável na prática do toma-lá-dá-cá, via clientelismo, patrimonialismo e corrupção). Bolsonaro já definiu como alvo o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), que vai “apanhar muito” como bode expiatório da manobra em favor do Fundão.  

 

Bolsonaro também pretende levar o Poder Supremo ao desgaste máximo perante a opinião pública. Por isso, vai intensificar o discurso em favor da aprovação do voto impresso pela urna eletrônica. Como membros do STF e do TSE são contra, eles se transformam em alvos naturais do discurso do Presidente e de seus seguidores, sobretudo nas redes sociais. Bolsonaro não está otimista em relação à aprovação da PEC 135 - que é sabotada por 11 grandes partidos. No entanto, vai levar ao extremo a tática de colocar dúvidas sobre a segurança do modelo de votação. Tal discurso inflama a maioria da população, e terá seu ápice nas manifestações de rua marcadas para 1 de agosto. O negócio é #VotoImpressoAuditávelJa

 

O Presidente também tem clara a importância de uma comunicação ativa em relação ao tema que causa desgaste internacional para o Brasil - e para ele também, em função da sistemática ação midiática esquerdista. A Amazônia recebe prioridade máxima. Além da operação militar de Garantia da Lei e da Ordem, sob coordenação do vice-Presidente Hamilton Mourão, Bolsonaro vai intensificar as visitas à região. Não foi à toa que o Presidente deu ontem uma “entrevista exclusiva” à Rádio Nacional - que foi veiculada em toda Rede Brasil e, claro, via internet, espaço no qual Bolsonaro tem mais desenvoltura. O principal anúncio foi o aumento do Bolsa Família para R$ 300 reais, junto com medidas que vão integrar, economicamente, a população indígena. É o tiro na narrativa ambientalóide...  

 

Pode anotar: Bolsonaro vai aumentar o tom contra a “esquerda corrupta”. A impunidade a favor de Lula é uma arma que se volta, popularmente, contra o Poder Supremo. O marketing Bolsonarista vai explorar essa fragilidade. Além disso, vêm aí uma série de operações da Polícia Federal contra as picaretagens cometidas por Estados e Municípios durante o pandemônio de Covid. São 77 frentes de investigação abertas e avançando. Muitos dos alvos naturais são corruptos profissionais que se opõem ao Presidente. Resumindo: muita gente vai chorar na hora que for obrigado a tomar a “vacina” PFVAC…




Jorge Serrão comenta como, apesar da oposição ter destruído a intenção de Jair Bolsonaro de defender medicamentos mais baratos e efetivos contra o COVID-19, o Presidente vira o jogo ao indicar senadores da CPI enrolados em corrupção. https://youtu.be/ELnlVcVlHa8

 

Anticorrupção - Jeno Oliveira foi exato no Twitte: “Bolsonaro se reelege com uma única pauta! A pauta anticorrupção! Por isso o establishment tenta desesperadamente colar a palavra corrupção em seu governo. Em tempos de monopólio da mídia isto era fácil executar. Hoje, não mais! Acabou a hegemonia. A internet democratizou o jogo!”




#3em1 @ArthurLira_ defende volta do semipresidencialismo a partir de 2026. Proposta é puro golpe contra @jairbolsonaro . @alertatotal analisa que Constituição de 88, feita para o Parlamentarismo, já inviabiliza o sistema Presidencialista. https://youtu.be/opS_SDn87G4

 

Nova Carta - O empresário Salim Mattar pegou na veia, no Twitter: “O debate sobre uma nova forma de poder seja semipresidencialismo, parlamentarismo ou a manutenção do presidencialismo deve passar por um debate sobre uma nova Constituição feita de maneira correta com a convocação de uma assembleia nacional constituinte exclusiva para este fim”.

 

Dialética do Togado Doido? - O hacker está preso por "invadir" o TSE. Barroso afirma que é impossível invadir o TSE. Então, a pergunta fatal: Por que o hacker está preso?










  

Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://www.amazon.com.br/s?k=A+ULTIMA+MARCHA+DA+MA%C3%87ONARIA&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&ref=nb_sb_noss_2

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Julho de 2021.

3 comentários:

aparecido disse...

10 mil penis de madeira ?? não tem plastico por lá ??? ou o plastico ainda não foi inventado na Argentina...Serrão me dá edndereço da entrega que eu fabrico de graça na minha marcenaria e entrego para os hermanos...... pago até o frete... entrego CIF com nota fiscal e tudo..e se os ambientalista implicarem fabrico com madeira de reflorestamento...

aparecido disse...

Quantas cepas a China ainda tem escondida naquele terrível laboratório ???? Não existe cepas inglesa, brasileira, sul africana ou indiana.. todas são chinesas e se libera uma a cada dois meses desde novembro do ano passado...Para quem não sabe novembro/20 foi o mes do lançamento mundiAL DAS VACINAS..... e quando a primeira cepa já estava indo embora ( quem iria dar bola pras vacinas com a primeira cepa se acabando ? )....solta agora uma por bimestre até terminar o estoque...o mercado das vacinas é de 150 bilhões de dólares e esta sendo repartido entre os grandes laboratórios globais...a industria farmaceutica nunca ganhou tanto dinheiro como agora...Uma das frentes de pesquisa de virus na China era exatamente criar virus conhecidos com funções potencializadas e depois vender os remedios e as vacinas...Alguém ja assistiu Charles Chaplin no filme O garoto (de 1918) ele como vidraceiro colocava um menino a frente com estilingue quebrando vidraças e depois ele aparecia do nada vendendo vidros para as janelas ( fazia disto uma critica ao capitalismo da epoca0)....e cem anos depois estamos na mesmissima cena...capitalistas vermelhos espalhando doenças para vender a cura... Para quem enxerga um pouco mais as coisas LEMBRE-SE QUE O CALCINHA APERTADA COMPROU A VACINA CORONGAVAC EM SET/19, CINCO MESES ANTES DA PANDEMIA DE CORONGA SE ESPALHAR PELO MUNDO...E OS CHINOS JA ESTAVAM FABRICANDO A VACINA.... e ainda botaram a culpa no morcego !!!!!!!

Anônimo disse...

Esse governo é uma baita farsa, teatro descarado. O governo nacionalista mais entreguista, governo supostamente cristão mais mamador de sionista que já vi e por ai vai. Centrão continua parasitando o BR e loteando tudo pros Gooks, várias estatais sendo privatizadas com estardalhaço mas sendo vendidas para a China. Um oceano de contradições.

Na mesma hora que a própria base do governo votou a favor do fundão de 6BI, já haviam divulgado que não seria possível implementar o voto impresso. Financiaram o sistema e ao mesmo tempo enterraram uma pauta democrática. É irrelevante Bolsonaro vetar ou não o fundão, o estrago ele já fez.

Os brifadores profissionais pago$ de Bolsonaro podem inventar a desculpa que quiserem, o mito tá a cada dia comprometendo cada vez mais sua reeleição em 2022.

Aliás, se o mito nada pode fazer pelas pautas que prometeu em 2018, porquê ele se preocupa com reeleições?