terça-feira, 6 de julho de 2021

Quem topa acabar com as “rachadinhas”?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Siga-nos no Twitter e Facebook - @alertatotal

Quando ninguém dava repercussão ao hediondo esquema das “rachadinhas” parlamentares, em 6 de janeiro de 2019, o Alerta Total perguntou se os leitores topavam encarar os braços ocultos da corrupção no Brasil. Infelizmente, o assunto não é tratado com seriedade. Volta à tona, em absurda parcialidade, com a espetaculosa denúncia de uma ex-cunhada do Presidente da República, no trecho de um vídeo parcialmente reproduzido pelo portal UOL (do Grupo Folha). O estouro de mais um “escândalo” seria uma grande oportunidade para discutir a questão estrutural: Por que parlamentares fazem a “rachadinha” - divisão indevida, anti-ética, lporém nem sempre ilegal, de salários pagos a servidores de seus gabinetes. 

 

Todo mundo sabe que persistem fortes suspeitas de corrupção nas câmaras legislativas. Uma das formas mais canalhas é a formação de caixa 2 nos gabinetes parlamentares, através da apropriação indébita de até a metade dos salários dos nomeados para cargos de confiança. Esta condenável prática é muito comum nas câmaras municipais, nas assembléias legislativas estaduais e até na Câmara dos Deputados e no Senado. É fundamental combater as variadas formas de enriquecimento ilícito de parlamentares e servidores públicos. Doa a quem doer. A usurpação ilegal de salários dos ocupantes de cargos em comissão é apenas uma delas. Também ocorre muita fraude com a manipulação indevida das polpudas verbas de gabinetes. Parlamentares fazem o que bem entendem com a grana, porque não existe uma obrigação de fiscalização direta pela sociedade.

É por isso que o patrimônio dos parlamentares e de seus principais assessores evolui, de forma impressionante e incompatível com seus meros “proventos” de vereadores, deputados e senadores. Os eleitores esclarecidos e mobilizados deveriam acompanhar o que acontece no submundo das câmaras municipais, assembléias legislativas, Câmara dos Deputados e Senado Federal. Por enquanto, as “rachadinhas” continuam acontecendo. Podem não ser crime. Porém, a divisão do salário de um servidor para custear vários outros, por debaixo dos panos, é um desvio ético e imoral do dinheiro público. Os beneficiários destes esquemas, dificilmente, denunciam. Assim, temos um esquema invisível abastecendo o bolso de muita gente.

Por que os parlamentares custam tão caro aos cofres públicos? Por que necessitam de tantos assessores - a maioria “aspones” (gíria para assessores de porra nenhuma)? Por que uma máquina legislativa tão dispendiosa? Para que tantos políticos profissionais e seu séquito mal ou bem remunerado? O problema é que o País é Capimunista – e não Capitalista. O povo é “Estadodependente”. A máquina estatal é a maior “empregadora”. Por isso, grande parte do eleitorado, pragmaticamente, por interesse pessoal, não topa mexer no vespeiro do empreguismo público. Por essa mentalidade cínica, a maioria não quer saber de discutir aberrações como as “rachadinhas”. Deu para entender por que o esquema não é combatido? Ou precisa desenhar?

O Brasil só será efetivamente passado a limpo se todos colaborarem, fazendo muita pressão e fiscalizando os mandatos de “Suas Excelências”. Os brasileiros que trabalham e empreendem não agüentam mais pagar tanto imposto para sustentar uma gigantesca legião de “parasitas”. A reclamação não é demagógica. Acontece porque as contas públicas não fecham.




#3em1 "Rachadinha"? Oposição perdida arruma mais um factoide contra @jairbolsonaro . Mas seria recomendável uma investigação geral Congresso, Assembleias Legislativas e Câmara de Vereadores. Quase a totalidade dos parlamentares pratica a picaretagem - https://youtu.be/rz3HQH3-lZ8

Nova pizza no forno


O advogado da Família Bolsonaro, Frederico Wassef, nega que o Presidente e seus filhos tenham participado de qualquer ato ilícito - como o denunciado por uma ex-cunhada de Jair Bolsonaro, Andrea Siqueira Valle, em áudio divulgado pelo Portal UOL (que pertence ao Grupo Folha). Wassef alega que tudo não passa de “antecipação leviana” da campanha eleitoral.

 

O Palácio do Planalto refutou ontem a versão de que Jair Bolsonaro cuidava pessoalmente do esquema de desvio de salários de seu gabinete: “Considerando que não tivemos acesso à íntegra das gravações divulgadas pelo UOL, mas apenas a trechos fora de contexto, sem mais informações sobre data e hora, não há como nos manifestar. A construção da narrativa, tal qual feita pelo UOL, por meio da divulgação de trechos sem contextualização cronológica parecem ter como intuito induzir o leitor/expectador a conclusões precipitadas por carecer de contexto.” 

 

A Procuradoria-geral da República tende a ser contra a possibilidade de que o Presidente Jair Bolsonaro seja investigado, enquanto estiver no cargo, pelos indícios de rachadinha em seu gabinete quando era deputado federal. A Constituição prevê no art. 86, inciso 4, que o Presidente da República, enquanto estiver no cargo, "não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções".

Mesmo sabendo que o caso tem tudo para dar em nada juridicamente, mas tendo a certeza de que a estória produz desgaste político contra Bolsonaro, a bancada do PSOL na Câmara dos Deputados protocolou uma representação contra o presidente na PGR. 

A oposição insiste na narrativa de que as chamadas “rachadinhas” configuram crime de peculato. Não configura. Não é verdade. Fosse assim o PT não poderia ter em seu estatuto a obrigação para que filiados doem percentual fixo de seus salários para o partido. A “rachadinha” ocorre quando funcionários públicos, que integram o gabinete do político, entregam parte do salário aos que os nomearam.

Batalha da prorrogação - Os senadores Alessandro Vieira e Jorge Kajuru recorreram ao Supremo Tribunal Federal para garantir a prorrogação da CPi do Covidão.

Os dois alegam que Rodrigo Pacheco descumpre o regimento do Senado ao alegar que não pretende analisar o pedido de prorrogação do colegiado antes do término de seu prazo atual (9 de agosto).


#3em1 Jorge Serrão: "Minifestantes" da esquerda promoveram outro Mortadela Day. Houve violência e ataques à democracia. Puro nazicomunofascismo! Tudo deve ser investigado pela @MPF_PGR , @policiafederal. Fala, @STF_oficial  https://youtu.be/qdY4mZtgmAA

 










Adquira, também, o livro A ÚLTIMA MARCHA DA MAÇONARIA.

Para maiores informações clique aqui:

https://www.amazon.com.br/s?k=A+ULTIMA+MARCHA+DA+MA%C3%87ONARIA&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&ref=nb_sb_noss_2

Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Flamenguista. Editor-chefe do Alerta Total. Comentarista Político da Rede Jovem Pan.  A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. 

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Julho de 2021.

6 comentários:

Anônimo disse...

BOZOLIXO JÁ ADMITIU EM PUBLICO QUE NÃO TEM NADA DE ERRADO NAS RACHADINHAS,POIS AFIRMA QUE ATÉ A CENTRAL UNICA DO DIZIMO DA MAÇONARIA É RACHADINHA E OS DIZIMOS DAS IGREJAS TAMBÉM... TEM MAIS ELE QUER QUE O ELEITOR SAIA COM O COMPROVANTE DO VOTO IMPRESSO NO BOLSO MAS MOESTRANDO EM QUEM ELE VOTOU... SEMPRE AFIRMEI QUE A FACADA DO BOZO FOI FORJADA POIS PRECISAVA REALIZAR UMA CIRURGIA, QUEM SABE O CUNHADO LHE DE UMA CUNHADA E CAGUETE MAIS ESSA CAGADA DESSE MAFIOSO...

Loumari disse...

Certificado digital não é para todos

https://www.youtube.com/watch?v=kZCV96GkE4w

Emigrantes portugueses fora da União europeia dizem-se discriminados e pedem políticas de entrada no espaço europeu flexíveis.

Os Portugueses a viver fora do bloco europeu queixam-se de dificuldades na entrada em Portugal. Vêm de países com políticas de combate à Covid-19 diferentes, onde estão autorizadas substâncias que não foram validadas pelas instâncias europeias, e dizem-se discriminados.

É o caso de Rita Bettini, uma investigadora que tem nacionalidade portuguesa e brasileira, e que foi vacinada em São Paulo com uma vacina desenvolvida por um laboratório chinês.

euronews (em português)

05.07.2021


OBS: O que é das vacinas já está em vigor outra grande polémica concernente ao tal passaporte sanitário, nem todas as vacinas que estão sendo injectadas as pessoas gozam de um reconhecimento internacionalmente. Cada país exige vacinas com certa molécula e não outra. O que está sendo por exemplo injectada no Brasil não é válida em Europa. E, mesmo entre países europeus não estão de acordo sobre as vacinas e suas moléculas. Parece que já está a sair a luz que o que estão sendo as pessoas injectadas é algo não convencional, mas faz mesmo parte de um plano demoníaco que é de injectar os humanos o que virá a gerar graves enfermidades. Só foi uma armadilha armada pelo astuto Demónio. Muitos já lhes correm pelas veias células extraídas de fetos humanos que vão modificando o seu metabolismo e obstruir suas defensas imunitárias. Saíram correndo como galinhas loucas se vacinar sem jamais se questionar sobre o que está a se administrar no seu organismo?

Em tantas das Mensagens Celestiais que recebemos somos exortados: não temeis decisões precipitadas.

Anônimo disse...

"A oposição insiste na narrativa de que as chamadas 'rachadinhas' configuram crime de peculato. Não configura. Não é verdade. Fosse assim o PT não poderia ter em seu estatuto a obrigação para que filiados doem percentual fixo de seus salários para o partido. A 'rachadinha' ocorre quando funcionários públicos, que integram o gabinete do político, entregam parte do salário aos que os nomearam."

...
...
...

É sério isso? Defendendo essa corrupção só porquê o 'Mito' a pratica?

PA-RA-BÉNS! Pela sinceridade.

Almanakut Notícias - São Paulo - Brasil disse...

É IRÔNICO COMO TEM JOIO QUE ACHA QUE FICA ANÔNIMO NA INTERNET, AINDA MAIS EM BLOGGER/BLOGSPOT.

PUXA A CAPIVARA DESSA CORJA É SÓ VÊ RÁDIO SE APROXIMANDO DA RATOEIRA, COMO NA ÉPOCA DOS ÓRGÃOS DE UTILIDADE PÚBLICA DOPS E DOI-CODI.

ESSES NASCIDOS PÓS-ROCK IN RIO NÃO TEM NOÇÃO DO QUE ACONTECERÁ SE O TRANCO SURGIR NOVAMENTE DA NOITE PARA O DIA.

ACHAM QUE IRÃO FAZER O QUÊ COM TOGAS, COLARINHOS BRANCOS, CACHAÇA E BASEADO NAS MÃOS?

O LIVRINHO DE MERDA CHAMADO DE CARTA MAGNA VIRARIA PAPEL HIGIÊNICO EM TRINCHEIRAS.

VOCÊS SE ESQUECEM QUE O BRASIL É UMA DAS PRIORIDADES NOS PLANOS DOS EUA E DA OTAN.

Anônimo disse...

ALMANAKUT. VOCÊ ACHA QUE SEU CÚ VELHO E SEM PREGA NÃO TÁ NA RETA?? DOPS E DOI COD ERAM O NINHO DOS TRAFICANTES DA ÉPOCA...

Anônimo disse...

É preciso sempre lembrar da contribuição obrigatória ao PT de todos os seus filiados com cargo público, porque a esquerda aposta no desconhecimento da população sobre a natureza do trabalho do Legislativo, igualando-o a um emprego com ponto e horário rígido. Os que são descontados não pertencem ao quadro efetivo do serviço público, mas à ligação com o político, que é um contrato voluntário com características muito específicas da atividade parlamentar, em que a candidatura ao cargo não depende de proficiência técnica, mas da habilidade de angariar e manter votos. Por qual parâmetro objetivo a sociedade pretende que se valore o salário nessa atividade inexistente na lista oficial de profissões do ministério do Trabalho? Só o politico pode mensurar esse talento em cada contratado.