quarta-feira, 20 de junho de 2018

A Corrupção é uma Mulher Honesta


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Outra prova de nenhuma novidade. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal não surpreendeu: absolvei a Presidente do PT, Gleisi Hoffmann e o marido dela Paulo Bernardo. A Petelândia já está até cantando a palavra de ordem: “Ministros petistas, unidos, jamais serão vencidos”. Mas, fazendo Justiça, é preciso lembrar que o Gilmar nunca foi petista. Porém, dá no mesmo: ele solta todo mundo...

Os ministros da segunda turma entenderam não haver provas suficientes para a condenação por caixa dois, lavagem de dinheiro e corrupção passiva do casal na campanha eleitoral de 2010. A denúncia tinha sido aceita por unanimidade pela segunda turma em 29 de setembro de 2016. Os autos foram redistribuídos em fevereiro do ano passado, por conta da morte do relator, o ministro Teori Zavascki, e passaram para as mãos de Edson Fachin. Parece que o “corporativismo paranaense” falou mais alto e o casal acabou salvo. O amor é lindo...

O perdão ao Casal Gleisi/Paulo não é uma sinalização de que os ministros possam mandar soltar Luiz Inácio Lula da Silva no próximo dia 26. No STF, muito sensível a twuittadas vindas do Forte Apache (o Quartel-General do Exército), já se defende a “tese” de que não cabe mais reavaliar a prisão de Lula – determinada por trânsito em julgado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Ou seja, Lula continuará livre apenas para curtir mordomias em sua cela improvisada na congelante Polícia Federal de Curitiba.

Notícia boa? Quem vai comandar a eleição de resultado inconviável, sem direito a conferência por voto impresso, é a Rosa Maria Weber. Por seis votos a um, em votação secreta, Rosa foi eleita ontem nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro Luís Roberto Barroso será o vice-presidente. Rosa Weber substituirá Luiz Fux no comando do TSE, a partir de 14 de agosto. Permanecerá no cargo até 25 de maio de 2020.

Que diferença vai fazer? Quase nenhuma. A única é que Rosa Weber não concede entrevista, mas, talvez, seja obrigada a mudar de postura, em função do novo cargo...Oque não muda é a estrutura eleitoreira brasileira. Segue o esquema de voto com resultado final inconfiável e o sistema estatal continua financiando a politicagem, de forma legal ou abertamente desonesta...

Nossa sorte é que a Corrupção é uma mulher honesta que já percebeu que o aparato judiciário já decidiu que é estratégico desmoralizar a delação premiada. Assim, nunca se arranjará prova material para condenar os corruptos profissionais... Entendeu, ou precisa desenhar?







Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Junho de 2018.

Villa Lobos ou Villa Bobos



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Vidas boas, ouvindo só loas, no Reino Melancíaco, estão os bocós babando ovo pros “heróis” de rabicós.

Receberá o Maldade antes ou depois da tempestade?

Em seguida, o gosmento ou o tartarugoso rebento ?

Como cão que perdeu faro, esfregar-se-á também no bolso ignaro ?

A serviço dos lobos, são da corte, enfeitados bobos.

Como no tango de Gardel:”Hoje um juramento; amanhã uma traição...! “

E assim vai “Cuesta abajo” sua honra, seu orgulho; num mar de lama, o mergulho.

O ambiente é de Cãosternação.

"Mil vezes vê-la rota no campo de batalha a servir ao nosso povo, de mortalha !”

Perjuros da Bandeira que esperar de sua vil conduta ?

Bando de filhos da rima.

Um dia vê-lo-emos no inferno; num dantesco ou no pós-moderno.

Mesmo com a lira destemperada lutaremos até a última jornada.

Que é a morte diante de uma vida inglória?

Eu os amaldiçoo. Algozes da própria Pátria.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

A falsa Neoesquerda Brasileira



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Maria Lucia Victor Barbosa

A esquerda brasileira é uma quimera. Característica não apenas nossa, mas que aparece na América Latina e tem causas que podem ser encontradas, inclusive, no afã de justificar nossos fracassos fazendo contraponto aos países capitalistas, notadamente, os Estados Unidos. 

Na teoria da dependência consta que somos pobres porque os ricos capitalistas nos exploram. Desculpa reconfortante para fugir de nossas responsabilidades e creditar a outros nossas desgraças.  Desse modo, a tática da vitimização encontra nas falsas promessas da esquerda a sedutora utopia da igualdade

Para a imposição da mentalidade esquerdista são criadas massas de manobra, sendo o alvo principal a juventude doutrinada na escola e, principalmente, na universidade. Sem maturidade para cotejar os fatos à luz da realidade os cérebros juvenis absorvem ralas noções marxistas e, sobretudo, palavras de ordem. Aprendem que ser de esquerda significa ser bom, defensor dos pobres, possuidor de caráter ilibado. Na direita está a “elite” maldosa, seguidora de um tal de neoliberalismo, opressora dos pobres e oprimidos que necessitam dos paladinos da esquerda para salvá-los em nome da causa, ou seja, da fé.

Não é transmitido aos jovens os horrores do comunismo, sistema que matou milhões de pessoas, sequestrou a liberdade, reduziu a maioria à miséria enquanto uma casta dirigente usufruía do poder e seus inerentes privilégios e, que por fim, fracassou. Na América Latina são, entre outros expressivos exemplos do que pode fazer a chamada esquerda para a desgraça das populações, Cuba e Venezuela.

No Brasil, o governo petista depois de quase 14 anos no poder afundou o país economicamente e corrompeu valores, tendo chegado à decadência por contas da ganância, da incompetência e da corrupção institucionalizada.

Além das massas de manobra existem também os oportunistas, que se dizem de esquerda para obter vantagens nas universidades e nos empregos loteados pelo PT por todo País. Não faltam além disso as espertas lideranças partidárias e os candidatos populistas, que em campanha são de esquerda desde criancinhas.

Note-se que nenhum de nossos partidos, esses trampolins para se alcançar o poder, se apresentam como de direita. Para evitar o estigma de fascistas ou coisa pior preferem se dizer de esquerda, centro-esquerda, centro e, no máximo, de centro-direita.

Esse esquerdismo é totalmente falso porque não temos partidos ideológicos, mas, sim, clubes de interesses. Além do mais, a chamada esquerda virou uma mistura de opiniões politicamente corretas que nada tem a ver com o marxismo.  Alguns neoesquerdistas chegam a se declarar cristãos, o que deve fazer Karl Marx revirar na tumba.

O PT, que sempre foi considerado o maior partido brasileiro de esquerda, nos seus congressos nunca conseguiu definir qual era seu socialismo.

Seria o PDT um partido de esquerda? Seu candidato à presidência da República, Ciro Gomes, conhecido por seus destemperos, grosserias e insultos está no sétimo partido e mantém os pés em duas canoas: a considerada de esquerda e a que é vista como de direita.

Marina, PT de coração, esqueceu a ecologia e aceita na Rede qualquer “peixe”. Ela se tornou a menina dos olhos de FHC (PSDB), que depois de destruir a candidatura de João Dória à presidência da República parece desgostoso com o fraco desempenho de Geraldo Alckmin.

Curiosamente, o pré-candidato do PC do B ao governo do Rio de Janeiro, Leonardo Giordano, admitiu que seu partido considerado de extrema esquerda apoiou a administração do ex-governador e atual presidiário, Sérgio Cabral (MDB) e do ex-prefeito, Eduardo Paes (DEM). A combativa deputada, também do PC do B, Jandira Feghali, foi secretária da Cultura na gestão de Paes.

Muitos são os exemplos da falsa esquerda e no momento o que se vê é uma matéria gelatinosa de todos os partidos buscando freneticamente entre si alianças das mais esquisitos. Esquerda? Que nada. O que existe apenas é o lado de cima.

Maria Lucia Victor Barbosa é Socióloga. - mlucia@sercomtel.com.br

Cordel contra os Políticos Corruptos


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Cleber Sardinha

Tava eu aqui pensando
Como pode acontecer
O pobre trabalhador
Que não merece sofrer
Paga imposto todo dia
Dia e noite, noite e dia
Até quando vai morrer.

O país a cada hora
Segue sim sua missão
Os políticos de Brasília
Só vivem metendo a mão
No bolso dos que não tem
Um centavo, um vintém
Nem o dinheiro do pão.

Brasil lindo pátria amada
Povo forte e gente nobre
A corda só arrebenta
Pro lado de quem é pobre
Mais enquanto a gente desce
A roubalheira só cresce
E a máfia política sobe.

Presidente e Deputado
Governo e Senador
Comem o nosso dinheiro
Sem saber qual o valor
De um dia de trabalho
Da coberta de retalhos
Do pobre trabalhador.

O povo já não aguenta
Ser roubado e iludido
Por políticos e corruptos
Que não passam de bandidos
Gente da pior espécie
Que nesse país só cresce
Nem deviam ter nascido.

A TV mostra o retrato
De um Brasil despedaçado
Sem rumo e sem igualdade
E todo desgovernado
Nosso povo todo dia
Vive essa agonia
Vai sendo atropelado.

A promessa de um político
Nem precisamos ouvir
Porque a cada eleição
Volta a se repetir
Prometem melhorar tudo
Na vida de todo mundo
Melhoras que eu nunca vi.

Cléber Sardinha é Poeta.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Escolha um General para chamar de seu



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


A Nova República agoniza... Todo mundo chama os militares... Uns bem intencionados... Outros por medo que eles “intervenham”... Indiretamente, os Generais já estão intervindo em “aproximações sucessivas” – que eles fazem ou que muitos fazem em direção aos quartéis. Até um ingrato filho e neto de generais que sacaneava militares sempre que podia, chamado Fernando Henrique Cardoso, anda visitando a caserna muito além do habitual. Fofoqueiros e intriguentos alegam que o Príncipe dos Sociólogos estaria usando seu “encanto” de ex-Presidente da República para salvar seu amigo Lula da Silva da desgraça e do degredo, já que os militares não o suportam e exigem a manutenção de sua prisão... Será?

Na verdade, FHC quer muito mais. O Gênio comanda um pequeno Exército de Generais Tucanos que amam atuar politicamente nos bastidores, depois de trocarem a farda pelo fardo do pijama. A máquina efegagáceana fez questão de divulgar na mídia amestrada que o ex-Presidente foi um dos mais ativos articuladores da reunião do presidenciável petista Fernando Haddad, agindo e falando em nome do Presidentro Lula, com o Comandante do Exército, General Eduardo Villas-Bôas. Qual a importância e o significado de um encontrão destes? Pense e responda bem devagar, devagarinho, igual no samba do Zeca Pagodinho...

Antes envergonhados de aparecer em público com militares de alta patente, os tucanos agora tem vários Generais de Quatro Estrelas para chamar de seu... Um dos mais prestigiados assessores do presidenciável Geraldo Alckmin é o ex-comandante militar do Sudeste, recém-partido para a reserva. O General João Camilo Campos articulou uma recente conversa de Geraldo com o atual Comandante do Sudeste. O próprio General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira tem promovido estratégicas reuniões com líderes empresariais e políticos. Não é fácil interpretar tantos movimentos, sem um objetivo estratégico aparente.

O ilustre flamenguista Ramos já teve estômago até para receber petistas... Quem também anda costeando o alambrado do QG do Ibirapuera é o Paulo Skaf, candidato do PMDB ao Palácio Bandeirantes, que tem como assessor outro General de Quatro estrelas e ex-Comandante Militar do Sudeste, Antônio Gabriel Esper, que sempre foi um craque em comunicação e relações públicas. Enfim, é só olhar para o lado e você encontra, facilmente, um preparado General na reserva dando uma assessoria estratégica a políticos de todas as tendências ideológicas.

Os Generais estão em Alta... O Presidente Michel Temer, que não é bobo, tem ao seu lado o General Sérgio Etchegoyen para evitar que sejam armados golpes que o derrubem. Ao poder e prestígio do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional é atribuído o emplacamento do também General de Exército Joaquim Silva e Luna como titular do Ministério da Defesa (que o Gênio FHC criou para que lá nunca sentasse nenhum General, mas como a coisa ficou preta para Temer o jeito foi apelar para o verde-oliva). Aliás, a situação institucional “nada normal” (apesar do discurso militar sempre em contrário) é que obriga o General Eduardo Villas-Bôas a seguir no Comando da Força Terrestre.

Permitam-me um desagradável “#prontofalei”... O Brasil é um País institucionalmente deplorável ao impor tamanho sacrifício a um dos mais brilhantes oficiais da História do Exército brasileiro. Todos sabem que o General Villas-Bôas sofre de uma incurável e gravíssima doença degenerativa, muito semelhante à famosa ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). O Comandante se movimenta em cadeira de rodas. No mundo, o Brasil é um caso inédito de Exército dirigido por um militar portador de deficiência motora.

A sorte é que o cérebro do General opera normalmente. Tanto que já entrou para a História aquela famosa postagem do General Villas-Bôas no Twitter que foi considerada estratégica para impedir um golpe judasciário que poderia livrar a pele de Lula da implacável condenação na Lava Jato, com direito à prisão (mesmo que com as conhecidas mordomias). No entanto, seguindo na linha do “#prontofalei” é uma covardia do estamento burocrático brasileiro não permitir que o General Villas-Bôas passe para a reserva com os plenos direitos ao tratamento médico caro e sofisticado a que tem direito por estar no Comando (desde 2015). Enfim, Força, Villas-Bôas!   

No Brasil, apesar do prestígio dos militares, a coisa continua ruça. Por isso, aproveitemos a farra e olhemos para a Rússia... Depois da vacilada com a Suíça, estamos salvos! O craque Neymar Júnior cortou aquele topete esquisito... O negócio mais parecia um macarrão amarelo na cabeça... Dizem que o namorado da princesa Bruna Marquezine tomou jeito... Agora, o cara voltará a jogar o que sabe... Certamente, prenderá menos a bola para tomar menos pancada e dar a velocidade de toque de bola ofensivo, rumo ao gol, que o time de feras do Tite precisa para jogar corretamente e conquistar a Copa da Rússia jogo-a-jogo.

É o que esperam os Generais do Exército e, principalmente, os legítimos Generais da Banda... Todos desejam cair na folia da conquista do hexacampeonato... Depois, a gente atura o sacrifício do golpe eleitoreiro, e da megacrise que vai nos arrasar a partir de 2019... Vperiód, Bruzundanga! Quem sabe, algum dia, a gente imite os craques da Islândia... Em 2013, promoveram uma Intervenção Institucional que recolocou aquela nação gelada no caminho certo...

General Villas-Bôas, seu sacrifício pessoal pela Democracia não será em vão... Mas o Negão da Chatuba me avisa que segue de olho para que melancias não tentem tirar proveito da situação... Valeu, Negão!





Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Junho de 2018.

Agora entendi!



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

“Radar quebrado, tumulto e voos cancelados em Congonhas”
Sonia Racy 16 de Junho de 2018 | 11h19 Estadão, internet

O vampírico desgoverno, além do radar quebrado, também está sem bússola, sem relógio e sem rumo.

Logo, logo levará fumo.

Abundam-lhe as(os) birutas. A maioria de filhos da rima.

A primeira vítima foi um cão; Cãogonhas!

Devotos de Papai Noel e cegonhas, ruins de votos, os sem vergonhas!

E tome urna que a realidade enfurna!

Em nossa luta diuturna por um país melhor, as cenas dos próximos capítulos já sabemos de cor.

A classe polititica teme o verdadeiro confronto:

Pimpão X Onça!

O primeiro é qualquer paspalho que sirva pra quebrar o galho e manter as coisas como sempre foram.

Já nossa felina, se inspira (ou transpira) no lema templário:

"Sator arepo tenet opera rotas”.

Tu, eleitor, comes merda mas peru arrotas! Eleição sem voto impresso é GOLPE!

Nada que uma frase palindrômica não possa resolver:

“Socorram-me, subi no onibus em Marrocos!”

Socorra-nos dona Onça, sem tardOnça, que o país está uma bagOnça!

Se não o fizeres, terá sido em vão a morte do mineiro alferes!

Esconder-se atrás das coxias não era coisa de Caxias!

Venha ao proscênio, como fez o general Stênio.

Construa uma refinaria sem clemência com a porcaria que hoje suga as riquezas do Brasil.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Por nossas Fraquezas



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant’Ana

Os grandes aduladores do povo são os que menos respeitam o interesse comum. Torcem a verdade para, driblando o discernimento das massas, alcançar seus objetivos egoístas. Exemplos não faltam.

O ex-presidente Lula, que cumpre pena por corrupção, da cadeia enviou carta aos prefeitos de Santa Catarina, reunidos em Florianópolis, para dizer que é candidato a presidente da República em 2018. E lascou uma das suas: "E se hoje eu sou candidato a presidente de novo, é porque na democracia quem decide os governantes é o povo".

Sim, o povo decide. E cria suas leis por meio de representantes que, exercendo o poder por ele outorgado, legisla. E a Lei da Ficha Limpa - cuja proposição foi de iniciativa popular, frise-se! - impede a candidatura de quem teve condenação em órgão colegiado. É o caso de Lula. É só mais uma jogada suja, pois, propor que se rasgue a lei e que se deixe às urnas decidir o futuro do condenado.

Mas esse é um "modus operandi" conhecido. O deputado Wadih Damous (PT-RJ), por exemplo, representando a "farsa da defesa do povo", tentou deslegitimar a Lei da Ficha Limpa, torcendo-lhe o sentido ao dizer: "Significa [a lei] que o povo não sabe escolher, quem sabe escolher é o Poder Judiciário." Quis fazer crer que a lei (que a população propôs e que Lula sancionou) trata o povo como "burro, que só escolhe corrupto". Wadih e Lula querem que seja o partido a ditar a lei.

Refrescando a memória

O PT nunca quis respeitar a soberania popular. Em 23/10/ 2005, houve o Referendo Nacional pelo Comércio de Armas e Munição. O povo foi às urnas para dizer "sim" ou "não": devia o Estado proibir o comércio e, por conseguinte, o uso de armas? Embora haja sido esmagadora a propaganda pelo "sim" (com amplo apoio dos atores da Globo), venceu o "Não!".

E o que fez o governo Lula? Mostrando que, para o PT, a vontade do povo não tem valor, ignorou o resultado das urnas e desarmou a população honesta, impondo a regra que interessava ao projeto petista.

Tem mais. Em 1988, através de circular, o Diretório Nacional do PT "justificou" a determinação de o partido rasgar a Constituição recém promulgada, alegando: "O PT, como partido que almeja o socialismo, é por natureza um partido contrário à ordem burguesa, sustentáculo do capitalismo. (...) rejeita a imensa maioria das leis que constituem a institucionalidade que emana da ordem burguesa capitalista, ordem que o partido justamente procura destruir".

Tal disposição, de caráter totalitário, jamais foi revogada. Aliás, o PT nunca obedeceu à Constituição, exceto quando lhe convinha ou quando havia risco de levar a pior.

Esperteza populista

Desdenhar de tudo que foi feito por outros, diabolizar adversários e descrever um mundo caótico, eis a malícia do populismo revolucionário para enfeitiçar as massas, clicando nos botões dos anseios reprimidos e das frustrações mal resolvidas. O complemento é apresentar seus atores como guardiães da ética e inimigos da corrupção.

Lula, Zé Dirceu e Palocci, para citar só três cabeções do populismo petista, ficaram milionários no governo. Isso não diz alguma coisa?

Não basta, contudo, punir os atores por seus crimes: o elenco se renova e o espetáculo continua. Não surgirá uma nova classe política por geração espontânea. 

O eleitor é que precisa aprender a desconfiar de quem fala só o que ele gosta de ouvir. Senão, nada vai mudar!

Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Vingança do Parente; e beija-mão com General


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


O poderoso Pedro Parente passa a acumular a presidência executiva global da BRF com a presidência do conselho de administração da companhia por 180 dias. Como por milagre, uma mágica midiática fará todos esquecerem que Parente, até outro dia, foi presidente da Petrobras. Apadrinhado pela Oligarquia Financeira Transnacional que controla os mais lucrativos negócios do planeta, Parente terá duas missões básicas. A primeira é recuperar o valor das ações da BRfoods, ajudando a aliviar a barra dos fundos que acumulam perdas bilionárias com os papéis da empresa.

A segunda missão de Parente é oculta, e deve ser tocada por seus Padrinhos Mágicos. Eles cuidarão de dar o troco, com juros brasileiros e correção monetária de primeiro mundo, contra aquele que fez de tudo para demonizar e tirar Parente da presidência da Petrobrás. O nome do alvo é Moreira... O Gato Angorá está cotado para virar tamborim. A pancada no super-ministro das privatarias, no entanto, também atingirá, diretamente, o Presidente Michel Temer e o faz-tudo Eliseu Padilha. O Trio TPM (Temer, Moreira e Padilha) vai conhecer o que é o inferno de verdade. Vingança programada não tem preço...

A coisa só não ficar mais esquisita que a “estratégia” do Exército para a véspera eleitoreira. Os “Melancias” daqui estão vibrando mais que os saudosistas soviéticos com a Copa da Rússia. O Comandante do Exército, Eduardo Villas-Bôas, marcou uma audiência com o possível presidenciável petista Fernando Haddad para a próxima quarta-feira (20). Haddad será ouvido como represente oficial do “Presodentro” Lula, para ouvir as posições de pré-candidatos sobre o País.

A parada militar é tão doida que o articulador do encontro foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Pelo menos um Comandante de área, General de quatro estrelas, promoveu reuniões de sondagem com parlamentares petistas para facilitar o encontro de Villas-Bôas com Haddad. Os petistas comemoram. Afinal, pelo menos têm prestígio e são bem tratados pelas forças armadas – amadas ou não pela petelândia. Quem sabe até os generais costuram aquele acordo, sonhado por FHC, para que Lula seja solto, em troca do compromisso de ficar de fora da campanha presidencial deste ano?

Será que os 13 anos de regime petista – que alguns melancias avaliam como bons para a caserna – não foram suficientes para os militares criarem convicções sólidas sobre as “posições” dos petralhas e afins em relação ao Brasil? Depois deste encontro, todos os presidenciáveis dos demais partidos vão evocar um direito ao cafezinho com o Comandante do Exército. Será que FHC (bom filho e neto de General) também vai articular tais reuniões?

Será que os petistas comparecerão, em peso, à Sessão Solene que será feita nesta segunda-feira, às 10 horas, na Assembléia Legislativa de São Paulo, para lembrar os 50 anos da morte (na verdade, assassinato) do Sargento do Exército Mário Kozel Filho? O Coronel PM e deputado estadual Telhada fez o convite...

O que será mais eletrizante? A vingança dos padrinhos mágicos do Parente? Ou as sessões de beija-mão com o General? Enquanto isso, a Pátria de Chuteiras segue na torcida pela vitória da Seleção. Vperiod, Brasil! Avante, Kamaradas! O Capimunismo é nosso!





Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Junho de 2018.

País pobre, mas obstinado



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

A Suíça, até o fim do século XV, era um país agrícola. A pobre economia era causada pelo acidentadíssimo território e uma precária situação política.

A fonte de renda mais relevante era, então, exportar seus soldados, que sabiam estar expostos aos perigos da guerra, mas que assim podiam enviar recursos para suas famílias distantes.

Como os espartanos de Leônidas, lutavam não por odiar os que estavam a sua frente, mas por amor aos que estavam atrás.

Nem Hitler teve coragem de invadi-lá na Segunda Guerra Mundial.

Por sua bravura e lealdade, compunham a guarda pessoal de diversos poderosos de então.

A lógica é clara. Se houvesse uma rebelião popular contra o príncipe, uma “garde du corps” local seria inútil. Dificilmente um soldado lutaria eventualmente contra um parente na multidão enfurecida.

A Suíça não entrou na União Européia nem no Euro. Sabe que uma união política é como tentar misturar óleo e água. A união monetária foi no passado tentada e fracassou. A chamada União Latina, ainda que baseada no padrão ouro, causava uma perda de soberania aos países membros.

A União Européia está fadada a desintegrar-se.

A Itália, país jovem, (conseguiu sua união política apenas entre 1.861 e 1.870) até hoje não superou as diferenças internas.

Áustria foi império; depois desapareceu, anexada à Alemanha; escapou do comunismo por um triz. Não obstante tem um povo cultíssimo e amante da Música.

Ambas nacionalidades não se sujeitarão por mais muito tempo à mediocridade de Bruxelas e às ordens de Berlin.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.