quinta-feira, 15 de novembro de 2007

O aborto não é nosso: governo britânico libera 146 milhões de Euros para ONU promover onda abortista pelo mundo

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Os ingleses vão, literalmente, investir na campanha internacional para a aprovação do aborto em países subdesenvolvidos, como é o caso do Brasil. O governo britânico promete subvencionar com 10 milhões de libras (146 milhões de Euros) o Fundo de População das Nações Unidas contra “gravidez indesejada”. Por trás dos pretextos de proteger a saúde e do direito de liberdade de escolha da mulher, esconde-se o lucrativo negócio do incentivo ao aborto em países miseráveis e ignorantes, para que uma ONG inglesa e seus parceiros locais faturem alto com as cirurgias e com a coleta de material para futuras pesquisas com células tronco.

A subvenção inglesa não vem de graça. A grande interessada no lucrativo negócio abortista é a ONG britânica International Planned Parenthood Federation. A IPPF é a primeira e principal entidade promotora do aborto no mundo. Na década de 70, liderou o grande lobby político que levou os legisladores dos Estados Unidos da América a flexibilizarem a permissão legal para o aborto, em 1973. A IPPF administra clínicas abortistas legalizadas. O Brasil é considerado um “importante mercado” para a ONG inglesa. No País, embora a legislação proíba, ocorrem mais de 1 milhão de abortos induzidos por ano, praticados por mulheres de 15 a 49 anos.

A ignorância sobre meios para se prevenir uma gravidez é prática e objetiva. Mas o jogo econômico do lobby abortista é pesado. Só no ano passado, o UNFPA da ONU recebeu US$ 360 milhões de dólares. A grana foi procedente de 180 países. Foi um ingresso de recursos recorde na história do “fundo humanitário” (que, no fundo, joga contra a vida, ao incentivar o aborto). Agora, com a injeção dos 146 milhões de Euros do Reino Unido, o Fundo e seus parceiros diretos se converterão nas principais entidades que intervêm na saúde reprodutiva mundial – principalmente promovendo campanhas em favor do aborto provocado.

Agentes inconscientes defendem a descriminalização do aborto como bandeira ideológica de libertação da mulher. Mas os agentes conscientes do lobby inglês – como o ministro da Saúde, José Gomes Temporão – jogam os números para convencer a platéia. Alegam que pelo menos 20% das mulheres que induziram um aborto tiveram que ser hospitalizadas em conseqüência de complicações.

O Sistema de Informações Hospitalares do Data SUS registra uma média anual de 250 mil internações provocadas por abortos. No Brasil, em 2005, era de 2,73 a taxa anual de abortamentos induzidos por cada grupo de 100 mulheres na faixa etária de 15 a 49 anos. Os números são do Alan Guttmacher Institute. Ao ser lançada a Política Nacional de Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, em 22 de março de 2005, a agência de notícias do Ministério da Saúde afirmou: “Segundo estimativas da OMS (Organização Mundial de Saúde), no Brasil, 31% das gravidezes terminam em abortamento”.

Mas a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil adverte: “Os números que vêm sendo utilizados pelo Governo Federal em sua campanha pela legalização do aborto no país são inadequados, pois misturam abortos espontâneos com provocados, realidades inteiramente distintas e inassimiláveis tanto do ponto de vista jurídico, como ético, moral e médico; além disso, não são confiáveis, pois não explicitam a base estatística, sendo já conhecidos e documentados casos anteriores de indevida e desautorizada utilização do nome da OMS – Organização Mundial da Saúde na campanha abortista”

No governo petista, vigora o documento Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher. Este Plano de Ação 2004 – 2007, elaborado pelo Departamento de Ações Programáticas Estratégicas do Ministério da Saúde se apresenta com o objetivo específico de “Promover a Atenção Obstétrica e Neonatal Qualificada e Humanizada, Incluindo a Assistência ao Abortamento Em Condições Inseguras, para Mulheres e Adolescentes”. Em tese, o governo mostra preocupação e reconhece a gravidade dos riscos associados ao abortamento. Mas, na prática, o lobby para praticar o “aborto seguro e legal” é da IPPF inglesa – que deseja assumir o lucrativo negócio no Brasil.

Guerra religiosa e televisiva

A CNBB define que “o aborto é um crime covarde e trágico que implica em matar um ser humano inocente no seio de sua mãe, trazendo para essa graves conseqüências físicas e psicológicas, que repercutem em sua família e na sociedade atentando contra a garantia constitucional da inviolabilidade da vida e a dignidade da pessoa humana (vide arts. 5º, caput e 1º, III, da Constituição Federal)”.

Mas, como mote de oposição á Igreja Católica, a Igreja Universal do Reino de Deus, sob a liderança do Bispo Edir Macedo Bezerra, e usando a máquina de marketing da Rede Record resolveu contrariar a visão de outros segmentos protestantes ou pentecostais e partiu na defesa da proposta do governo de legalizar o aborto no Brasil.

O próximo capítulo da batalha do aborto será o ingresso no ringue da Rede Globo – sempre ligada á cúpula católica, e hoje adversária direta da Record e dos “investidores” ingleses que tentam assumir o controle da complicada dívida externa (em Eurobônus) da Globopar (a holding das Organizações Globo).

Batom vermelho na cueca

Oficialmente, os petistas não poderão mais negar que façam parte do Foro de São Paulo – entidade que mistura partidos políticos ditos de esquerda com grupos narcoguerrilheiros na América Latina e Caribe – fundado pelos próprios petistas, em 1990.

No insuspeito site da Presidência da República, está o discurso oficial do fundador do Foro de São Paulo: Luiz Inácio Lula da Silva.

Quem quiser dar uma lidinha, antes que alguém mande tirar do ar, basta conferir no link: http://www.info.planalto.gov.br/download/discursos/pr812a.doc

Ou dar uma olhada no post de ontem deste Alerta Total (com direito a foto e tudo de Lula e seu ideólogo e redator-fantasma Luiz Dulci): Discurso para os companheiros do Foro de São Paulo

Amiguinhos do Foro

O poderoso Luiz Inácio Lula da Silva reclamou ontem que não é possível criticar seu colega e comandante militar do Foro de São Paulo, Hugo Chávez, por falta de democracia na Venezuela.

Lula afirmou que, naquele país, o que não falta é “discussão” (termo que o chefão daqui confunde com democracia):

Podem criticar o Chávez por qualquer outra coisa, inventem uma coisa para criticar. Por falta de democracia na Venezuela não é”.

Terceiro mandato

O poderoso Lula voltou a apoiar Chávez na intenção de disputar o terceiro mandato.

No seu íntimo, Lula lamenta que não possa fazer o mesmo para si mesmo.

Mas, no fundo, Lula sabe que é melhor passar a bola para outro em 2010, saindo ileso de um governo que não sofreu os abalos de crises econômicas internacionais – previstas para ocorrer no próximo mandato presidencial.

Ameaça Chavista

Chávez promete que fará profunda revisão nas relações com a Espanha.

Ameaçou empresas espanholas que operam em seu país.

E exigiu desculpas oficiais do rei Juan Carlos, que no sábado ordenou que o venezuelano se calasse.

Chávez vai levar um puxão de orelhas de seus aliados ingleses – que não gostam de provocações às monarquias e impérios.

Renan complicado

O Conselho de Ética do Senado aprovou, por 11 votos a 8, o pedido de cassação do presidente licenciado da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL).

A decisão foi tomada com base em parecer do senador Jefferson Peres (PDT-AM).

O senador aprontou sete indícios de que Renan usou testas-de-ferro para comprar duas rádios e um jornal em sociedade com o usineiro João Lyra.

Inocência

Na mesma reunião do Conselho de Ètica, Renan foi considerado inocente, por 9 votos a 5, da acusação de ter favorecido a cervejaria Schincariol.

O pedido de cassação pelo caso das rádios vai agora a votação no plenário do Senado.

O mesmo que, no voto secreto e fechado da obscura sessão de 12 de setembro, já absolveu Renan uma vez - quando ele foi denunciado por recorrer ao lobista da empreiteira Mendes Júnior para repassar dinheiro à jornalista Mônica Veloso (capa da Playboy) com quem tem uma filha.

Busca da salvação

A situação de Renan é considerada mais difícil desta vez, pois ele perdeu muito apoio entre os aliados, especialmente na bancada do PT.

Desta vez, a sessão, marcada para dia 22, será aberta, mas com voto ainda secreto.

Renan, que se reuniu ontem com o presidente em exercício do Senado, Tião Viana (PT-AC), articula um acordo com o governo.

Em troca da preservação de seu mandato, ajudaria a aprovar a CPMF tão desejada pelo chefão Lula.

Leão nervoso

A Receita Federal do Brasil alerta que 11 milhões e 700 mil pessoas ainda não entregaram a Declaração de Isento deste ano.

Deve declarar quem teve em 2006 rendimentos tributáveis até R$ 14.992,32.

Até o momento foram entregues 52.314.983, mas a Super Receita espera receber um total em 64 milhões de Declarações.

O prazo para entrega da Declaração acaba no próximo dia 30 de novembro e podem ser entregues gratuitamente pela internet, através da página da Receita (www.receita.fazenda.gov.br), nas agências do Banco do Brasil, do Banco Popular do Brasil, da Caixa Aqui, nas lotéricas por R$1,00 e nos Correios por R$ 2,40.

Comida alagoana

Tem coisas estranhas que só acontecem nas Alagoas de Renan Calheiros.

O dono da lanchonete Mister Burg (de Penedo, a 170 km de Maceió) acabou detido por ordem do comandante da PM local.

Alberto Lira, 38 anos de idade, foi parar na cadeia, mas depois foi solto, porque porque batizou os sanduíches da casa com patentes militares.

Os pratos polêmicos

A Mister Burg alagoana oferece lanches que desagradam à PM.

No cardápio tem o "coronel" (que é o filé com presunto).

Mas o que irritou o militar foi o "comandante" (um prato com calabresa frita).

Pega mal mesmo...

O militar avaliou que não ficaria bem alguém chegar na lanchonete e pedir:

"Quero um coronel mal passado".

Ou sair de lá dizendo:

"Acabei de comer um sargento".

Defesa brilhante

O advogado Francisco Guerra já pediu um habeas corpus preventivo para evitar outra detenção de seu cliente.

Sua peça de defesa sustenta que "se o argumento do comandante fosse válido, nenhuma festa de criança poderia ter brigadeiro – que é a mais alta patente da Aeronáutica".

"Em Penedo, comer brigadeiro pode, mas comer coronel, está proibido".

Vida que segue...

Viva a República!

Mas não a República das Alagoas e adjacências...

E Viva o Flamengo, fundado dia 15 de novembro...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

10 comentários:

Anônimo disse...

Saudações.

Seus artigos são brilhantes.
Eu os leio sempre.

Mas preciso lembrar que a simples constatação do desastre iminente não é condição para evitar o acidente.

É preciso uma “ação pró-ativa” que reverta a trajetória suicida.

Falta no país essa “ação pró-ativa” e portanto seremos sacrificados de qualquer jeito.

Assim, é importante pelo menos sabermos do que vamos “morrer”.

Em vez de indignação diante das imoralidades, desonra, corrupção e desvios éticos, acredito ser melhor e mais útil fazermos uma seqüência lógica dos fatos que estão sendo compulsoriamente impingidos a nós, “selvagens tupiniquins” (brasileiros).

Assim, listo na ordem de prioridade o que vamos indubitavelmente “engolir goela abaixo”:

1) CPMF

2) TV Pública (TV Lula)

3) A “pedagogia comunista” passará a ser considerada como a “pedagogia oficial do país”.

4) 3º mandato do apedeuta

5) Alteração da Constituição, com a retirada dos “direitos de propriedade”, “direito de expressão” e “direito de ir e vir”.

6) Lei do aborto será aprovada (segundo o governo será uma questão de higiene).

7) Conclusão do “desmonte das Forças Armadas” e a sua nova missão como “milícia municipal”.

8) Criação de “feriado nacional” para lembrar o dia da fundação do FORO DE SÃO PAULO.


Tudo isso é fruto da “inépcia bovina” ou do “lixo humano” que habita essas terras selvagens.

Confira a falta de “sangue na veia” :

Todos os “arroubos de grandeza” morrem na praia ...

E isso infelizmente é a constatação estarrecedora !!!

Os “bodes” que mostraram um arroubo de patriotismo há pouco tempo atrás já “botaram suas barbas de molho”
Foi puro fogo de palha e pelo resultado, desunião e ato nacimorto.

Já em se tratando de um assunto em que “ninguém vai se incomodar” .....
...... verificamos que os “bodes do asfalto” formam um grupo unido e exibiram suas possantes motocicletas na cidade de Curitiba (hoje 15/novembro/2007) .

Vieram “bodes” de vários estados.
Nesse caso muita “união” e eficiência.

Já a classe dos militares patriotas, está dando até pena, pois encontram-se “algemados na sua própria “all”gema (genérico de quatro estrelas).

E por ai vai ... tudo para o ralo ... literalmente para o ralo ...

Um quarto da população sustenta os três quartos de “usuários do sistema”, e estes infelizes permanecem obedientes dentro da sua bovina escravidão ... (mas êles prestam uma aaatenção !!!...)

Portanto, caro amigo jornalista, acho que a “ordem” emanada pela “nossa ministra pré candidata a presidencia da república” foi a única coisa sensata que ouvi nos últimos tempos:

RELAXA E GOZA !!!


NOTA:

Hoje é dia 15 de novembro de 2007.

Alguém sabe por que é feriado ?

É favor informar ao “povão”....

... porque tive a “curiosidade mórbida” de perguntar e todos foram unânimes....

.... ninguém sabia de nada ....

Atenciosamente.

Manoel Vigas

JOSÉ disse...

Brilhante o seu comentário, “anônimo”(Manoel Vigas).
Complemento as suas colocações repetindo pela “enésima” vez: o nosso povo está preocupado com o TER, esquecendo o SER, que é a nossa parte substantiva, vital.
Estamos indo para o beleléu!
A minha geração, plena de valores éticos e morais, mas não tantos, se “encolheu” e acolheu desvios de conduta de modo um tanto “natural”.
Ficou um vazio que deixou desnorteados nossos filhos e, talvez netos.
Uma lástima!
Poderia repassar seu comentário?
Braga

JOSÉ disse...

Brilhante o seu comentário, “anônimo”(Manoel Vigas).
Complemento as suas colocações repetindo pela “enésima” vez: o nosso povo está preocupado com o TER, esquecendo o SER, que é a nossa parte substantiva, vital.
Estamos indo para o beleléu!
A minha geração, plena de valores éticos e morais, mas não tantos, se “encolheu” e acolheu desvios de conduta de modo um tanto “natural”.
Ficou um vazio que deixou desnorteados nossos filhos e, talvez netos.
Uma lástima!
Poderia repassar seu comentário?
Braga

bastilha disse...

Sangue bom e novinho em folha na blogosfera


http://www.coturnonoturno.blogspot.com/



Joguem as pantufas fora

Não dá pra defender a nossa frágil democracia usando pantufas e pijama de bolinhas.

Por isso, passei tinta na cara, vesti uniforme camuflado e coturno pesado, colocando o Coronel na guerra de informação e contra-informação que é a blogosfera.

Durante muito tempo, o Coronel foi comentarista de um blog só, lá no Ricardo Noblat, além, é claro, de comparecer no Blog da Nariz Gelado.

Saindo do Noblat como comentarista (continuo como leitor, especialmente da área de comentários), fui frequentar blogues de esquerda, ligados ao governo e levei um susto: o Coronel foi recebido com todas as "honras" pela petralha, que conhecia a biografia completa deste comentarista que vos escreve.

Fiquei "me achando" e resolvi tentar um blog.

Coturno Noturno começa hoje, no dia da Proclamação da República, mas homenageando a monarquia, na figura do Rei Juan Carlos de Espanha, que lavou a nossa alma mandando Hugo Chavez calar a boca.

Para os amigos que vão passar por aqui, de vez em quando, lembro Coríntios 16:13: Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente, sede fortes.

Nossa frágil democracia nunca correu tanto perigo: tirem as pantufas e usem coturnos.

Anônimo disse...

C.P.M.F.

Caras de Pau, é Muita Falcatrua

Mario disse...

Observe o seguinte:

Se você é HOMEM (macho), BRANCO 100%, com idade entre 18 e 65 anos e classe A ou B, você "tá fu....".

A razão é simples: os tais que tanto falam em "igualdade social" criaram (ou estão criando) leis que "protegem" negros (mesmo que não-puro-sangues), mulheres, menores de 18, maiores de 65, pobres, viados e lésbicas. Notem que TODAS essas leis são INCONSTITUCIONAIS pois ferem o princípio pétreo da isonomia.

Agora, observem um fato gravíssimo!!! Criaram classes absolutamente privilegiadas: negra (mesmo que não-puro-sangue), lésbica, pobre, abaixo de 18 ou acima de 65 anos. Se a tal lei "anti-homofóbica" for aprovada, a mulher nestas condições (nem é preciso ser sapatão, condição que não precisa ser provada) adquire superpoderes para enfiar qualquer um na cadeia apenas porque olharam "meio-torto" (ou nem isso) para ela ou por algumas piadinha ou brincadeira.

Mario disse...

Quanto ao Renan Canalheiros, sua situação não é tão ruim. Pode ser absolvido com votos até dos tucanos, que querem aprovar a CPMF.

Mario disse...

Luiz Dulci, o que aparece ao lado do vagabundo cachaceiro na foto do Foro de São Paulo é o trotskista que doutrina o anarfa. Ao lado de Genro, Zé Dirceu (camarada Daniel) e Dilma (camarada Estela) é quem monta a cabeça do troglodita.

Mario disse...

Offtopic, mas, nem tanto, até porque é um assunto ligado diretamente ao que você, Serrão, conhece muito: o apoio da oligarquia internacional à China.

http://www.ninecommentaries.com/

O livro pode ser comprado por apenas $10. Pessoalmente, só vi os vídeos e li os comentários complementares.

Há, também, um blog de um brasileiro que mora, temporariamente, nos EEUU. Esteve na China e tem contato permanente com os autores do livro, que são dissidentes do Partido Comunista Chines.

http://blog.gonsales.tv/

Atenção! Visitem o blog acima somente se estiverem com o estômago vazio. Há muitas fotos de torturados e mutilados para "doação" de órgãos.


O que impressiona é a absoluta e total falta de escrúpulos (e o desprezo pela vida dos outros) dos "donos" do dinheiro do mundo ao investir nos assassinos e escravizadores chineses.

Na semana passada esteve por aqui um canalha da Comissão dos Direitos Humanos, da ONU, para relatar os "crimes" da polícia no combate ao narco-tráfico. É o caso de se perguntar: Por que o dito-cujo não denuncia os crimes de seus amigos chineses?

Anônimo disse...

Saudações.

No comentário José disse....
(assinado Braga), foi perguntado:

Poderia repassar seu comentário?

RESPOSTA:

Pode sim.

Aproveito para acrescentar que lamento as palavras duras.
Gostaria de nesse momento estar elogiando uma determinada "escola de mistério" que tem em sua história uma participação nos movimentos de emancipação dos povos em todos os continentes.

No Brasil... Independência e Proclamação da República.

Espero poder fazê-lo em breve.

Atenciosamente.
Manoel Vigas