quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Petrobrás é denunciada ao Ministério Público por prejudicar e enganar consumidor sobre o uso do Gás

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Exclusivo – O “golpe” do incentivo ao uso do gás natural veicular pode render uma ação na Justiça contra a Petrobrás. Tudo só depende da Procuradoria Geral da República. A Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Ela Wiecko Volmer de Cartilho, recebeu ontem uma notícia-crime em que a Petrobrás é denunciada por “ter, levianamente, estimulado o uso do gás natural (produto cuja disponibilidade sabia ser precária) e, em conseqüência, ter provocado incomensuráveis prejuízos aos consumidores e ter colocado em risco a credibilidade da utilização de tal alternativa energética”.

A denúncia foi do professor de matemática João Batista Pereira Vinhosa, do município de Itaperuna, no Noroeste do Estado do Rio de Janeiro. Na ação ao MPF, Vinhosa pede “urgentes providências no sentido de evitar maiores prejuízos aos consumidores de gás natural, que foram induzidos, por meio de propaganda enganosa, a utilizar referido energético”. O ministro das Minas e Energia, Nelson Hubner, e o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, desaconselharam ontem novas adaptações para o gás veicular.

Para piorar a situação dos consumidores, o preço do gás natural deve subir de 15% a 25% acima da inflação nos próximos meses. Pelo menos foi esta a previsão da diretora de Gás e Energia da Petrobras, Graça Foster. A afilhada de Dilma Rousseff na Petrobrás aponta um aumento dos custos para exploração de petróleo e gás no mundo. Já o poderoso Lula preferiu qualificar ontem a crise de abastecimento da semana passada de "probleminha". Mas até Lula admitiu que a Petrobras não pode pensar só no lucro e tem de resolver o problema.

O governo federal também deveria ser responsabilizado por propaganda enganosa em função no forte apelo feito, anos atrás, para o uso do GNV nos carros. Foram dados descontos no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotivos (IPVA) de 75% no Rio, 60% no Paraná e 25% em São Paulo. Os incentivos e o GNV mais barato que o álcool e a gasolina fizeram o consumo aumentar, em média, 14% ao ano, bem acima da expansão da economia. Agora, depois de incentivar os motoristas e convencer cerca de 1 milhão e 500 mil proprietários de veículos a converterem seus automóveis para o gás natural veicular (GNV), apostando num combustível mais barato, eficiente e limpo, o desgoverno Lula volta atrás e adota posição radicalmente contrária.

Outro agravante contra a Petrobras é que a empresa não está cumprindo as metas fixadas para a produção doméstica de gás natural. O volume oferecido ao mercado este ano, de janeiro a setembro, atingiu 26,6 milhões de metros cúbicos por dia, 22% abaixo dos 34,1 milhões previstos para 2007 no plano estratégico da estatal para 2007/11. Esse volume também é inferior aos 27,5 milhões de metros cúbicos disponibilizados no mesmo período do ano passado. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O descumprimento da meta é explicado pelo aquecimento da indústria de petróleo e gás natural. Com o petróleo em alta, aproximando-se dos US$ 100 por barril, as empresas aceleram o desenvolvimento de novos campos de produção. O resultado é a dificuldade de contratar serviços e equipamentos para novos projetos, que ficam mais caros. Entre os analistas, considera-se ainda que a preocupação com a auto-suficiência na produção de petróleo deixou o aumento da produção de gás em segundo plano.

Na notícia-crime ao MPF, o professor João Batista Vinhosa denuncia que o mais perfeito exemplo do temerário estímulo ao uso do gás natural é a constituição da empresa GEMINI – sociedade da Petrobrás com a White Martins para produção, distribuição e comercialização de Gás Natural Liquefeito (GNL) nas regiões não servidas por gasoduto nos Estados de São Paulo, Paraná e Goiás. Na petição, o professor Vinhosa explica que o GNL é o próprio gás natural que, resfriado a baixíssima temperatura, passa ao estado líquido, podendo, assim, ser transportado em carretas para locais não atendidos por gasoduto.

Leia a íntegra da denúncia do professor Vinhosa ao Ministério Público Federal: A Ação Contra a Petrobrás

Encontro radical e quase secreto

O Chefão Lula teve ontem um encontro quase secreto com seus aliados radicais do MST e da Via Campesina.

Quem denunciou foi a Folha de São Paulo de hoje.

"Do governo, participaram os ministros Luiz Dulci (Secretaria Geral), Guilherme Cassel (Desenvolvimento Agrário) e Dilma Rousseff (Casa Civil) e o presidente do Incra, Rolf Hackbart. Do MST, oito dirigentes nacionais, entre eles João Pedro Stedile, Jaime Amorim e Marina dos Santos”.

Lula pressionado

O MST cobrava uma conversa com Lula desde o ano passado -a última havia sido em maio de 2005, após uma marcha entre Goiânia e Brasília.

Em maio, um encontro às escondidas, nos mesmos moldes do ocorrido ontem, havia sido agendado para a residência da ministra Dilma.

Mas foi adiado em cima da hora por conta da crise da Operação Navalha.

Ocultação de reunião

Ontem, o Planalto tentou esconder a reunião com o MST e Via Campesina.

O encontro não constava da agenda oficial de Lula e só foi confirmado quando estava em andamento.

Questionado, o ministro Guilherme Cassel desconversou: "Essas reuniões são muito informais mesmo. São reuniões de conversas, reuniões longas".

Leia o artigo de Márcio Accioly: Uma explosão programada

Quem manda em quem?

Ontem, no Palácio do Planalto, Lula advertiu que o governo não manda na Petrobras.

"Mas ela é subordinada ao seu acionista majoritário, que é o governo. E, portanto, ela tem que pensar no Brasil".

Assim Lula tentou justificar determinações do governo para investimento na indústria nacional, citando como exemplo a construção de navios em estaleiros brasileiros e plataformas petrolíferas no País.

Acredite quem quiser

O poderoso Lula da Silva voltou a pregar ontem que "é preciso acreditar que o Brasil não vai ter crise energética. As indústrias vão poder crescer".

Foi em solenidade no Palácio do Planalto, na abertura do 5º Encontro Nacional do Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo:

"Esse País tem energia garantida até 2012. No mês que vem tem leilão (das usinas do Rio) do Madeira. Em janeiro ou fevereiro do ano que vem haverá outro leilão. Nós vamos descobrir o gás que precisamos descobrir ou vamos comprar o gás que precisamos comprar. É preciso acreditar nisso. Somente acreditando vamos ver as coisas acontecerem".

Perdas Internacionais

As remessas de lucros e dividendos das transnacionais triplicaram desde o início do governo Lula.

Passaram de US$ 6 bilhões (em 2002) para US$ 19,6 bilhões no período de 12 meses encerrados em setembro.

A análise dos dados mostra que as remessas não crescem apenas porque os estrangeiros investiram mais.

Mas também porque a moeda brasileira “se valorizou” e os lucros aumentaram no período.

Farra do Dólar baixo

A apreciação da taxa de câmbio incentivou as empresas de capital internacional a remeter volumes crescentes de lucros e dividendos ao exterior.

O real forte valorizou os ativos dos estrangeiros no Brasil, aumentando os lucros das filiais e abrindo espaço para enviar mais resultados às matrizes.

As remessas da indústria automobilística para suas matrizes quadruplicaram nos últimos dois anos, para US$ 2 bilhões e 91 milhões de dólares nos 12 meses encerrados em setembro.

O setor passou os bancos na liderança dos que mais enviam renda ao exterior.

Os palpiteiros

Lula advertiu que não há espaço no País para descrença.

"Tem muita gente dando palpite no gerenciamento do governo e nós não damos palpite nos negócios dos outros. Posso assegurar que o governo vai muito bem, o Brasil vai muito bem e está bem gerenciado. É preciso acreditar na indústria nacional. Este país tem solidez".

No sempre brilhante raciocínio de Lula, o Brasil pode crescer tanto pelo desempenho do mercado interno quando do mercado externo.

Lula comentou que, se fossem em outros momentos do País, a crise no setor imobiliário dos Estados Unidos certamente teria levado todos ministros a viajarem ao exterior para pedir mais dinheiro ao FMI - Fundo Monetário Internacional.

Encontro com o índio

Lula tem um encontro marcado com o presidente boliviano Evo Morales no dia 12 de dezembro.

Na primeira visita de Lula desde que Morales tomou posse, há 21 meses, eles vão tratar do abastecimento de gás ao Brasil.

Mas no sábado os dois presidentes vão se encontrar em Santiago, no Chile.

A conversa será uma prévia do encontro de dezembro.

Golpe do Chapolim Colorado

O índio Evo Moralles deu uma de Quico e caiu no golpe do Chávez.

Apesar de manter a retórica da soberania boliviana, Evo Morales sabe que terá de ceder nas negociações com o Brasil.

A PDVSA, estatal venezuelana, não foi a substituta da Petrobrás nos investimentos na Bolívia.

A estatal brasileira chegou a responder por 25% do PIB boliviano, investindo US$ 1,5 bilhão em pouco mais de uma década.

“Necesitamos plata”

Foi o comentário irônico, ontem, do boliviano Evo Moralles.

O índio espera que, como resultado das negociações entre Bolívia e Brasil, a Petrobras deva investir, junto com sócios, US$ 40 milhões no campo de gás de San Antonio, o maior do país.

A produção do campo deve aumentar de 12 milhões para 18 milhões de m³ por dia.

Suspenso desde 2006, quando as reservas bolivianas foram nacionalizadas, o projeto é tido por técnicos brasileiros como a melhor solução para ampliar o fornecimento de gás a curto prazo.

Privatização estatal

As estatais brasileiras arremataram a maior parte dos lotes de novas linhas de transmissão de energia elétrica leiloados ontem na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro.

Dos sete trechos de linhas licitados, cinco ficaram nas mãos de estatais, que entraram na disputa sozinhas ou em consórcio.

As concessões destinam-se à construção, operação e manutenção de 1.941 quilômetros de nove linhas e quatro subestações.

País dos desqualificados

Falta trabalhador qualificado para uma de cada quatro vagas com carteira assinada abertas pela indústria em 2007.

Ao todo, não há mão-de-obra qualificada para 123 mil vagas abertas neste ano.

O déficit de profissionais com qualificação e experiência é maior em áreas como as indústrias petroquímica e extrativista mineral.

É o que constata uma pesquisa realizada pelo Ipea, órgão ligado ao Planejamento.

Quase perdendo

Existe um sério risco de o projeto de prorrogação da CPMF nem ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

Lá o placar está empatado: 11 votos para o governo e 11 contrários.

Se chegar ao plenário, serão necessários 49 votos, mas todos os partidos governistas somam 53.

Três governistas já se declararam contrários e a oposição garante que tem outros seis guardados para surpreender o Palácio do Planalto.

Batalha difícil

A batalha da CPMF no Senado começa segunda-feira, quando será lido o relatório de Kátia Abreu (DEM-TO) sobre a emenda que prorroga o imposto até 2011, na Constituição e Justiça.

Ontem, o PMDB fechou questão a favor do tributo, desde que haja redução da alíquota de 0,38% para 0,36%, já em 2008, mesma reivindicação do PDT.

O presidente do Senado, Tião Viana (PT-AC), acredita que os governadores serão importantes para obter votos favoráveis do PSDB.

Conto da CPMF

Em encontro com o governador Aécio Neves, em Minas Gerais, o chefão Lula garantiu que a idéia é aumentar o repasse de dinheiro da União a estados e municípios.

Com essa promessa vazia, Lula espera ter o voto de senadores tucanos para prorrogar a cobrança do tributo até 2011.

Resta saber quem vai acreditar na conversa do Boi do DOPS

Esculacho policial

Foi um escárnio e um completo desrespeito com a cidadania, a lei e a ordem a comemoração, com fogos de artifício, dos 43 Policiais Militares de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, acusados de envolvimento com tráfico que foram soltos pela Justiça na noite da terça-feira.

O governador Sérgio Cabral Filho condenou a postura dos policiais:

Achei um comportamento péssimo, lesivo. Prova ali que eles não podem ser policiais”.

Tudo normal

O comandante-geral da PM, coronel Ubiratan Ângelo, considerou a comemoração normal:

Eles estavam presos e foram soltos. Estar livre é um direito do ser humano. Não vejo mal algum nisso”.

Já Cabral espera que eles submetidos a uma sindicância interna da Polícia, e acabem exonerados.

Ao todo, foram 73 PMs detidos, em setembro, na primeira etapa da operação “Duas Caras” e 30 ainda permanecem presos.

Polícia para quem precisa

Os 43 policiais acusados de envolvimento com o tráfico de drogas foram soltos devido a uma falha na denúncia feita pelo Ministério Público Estadual.

Os PMs, que são lotados no 15º BPM (Duque de Caxias), foram denunciados pelo MP por associação para o tráfico, corrupção e concussão, quando um funcionário público se aproveita do cargo para praticar extorsão.

O problema é que, na denúncia, os promotores não conseguiram descrever exatamente qual a participação de cada um dos 43 policiais - que, por isso, acabaram beneficiados com a liberdade concedida na tarde da terça-feira pelo juiz Paulo Cesar Vieira de Carvalho Filho, do 1º Juizado Especial Criminal de Caxias.

Secretário reclama

O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, se eximiu da responsabilidade pela soltura dos PMs:

"A medida judicial está fora da nossa seara. Não há que se comentá-la e sim cumprí-la. É difícil sentenciar esses policiais, mas confio nas investigações que foram feitas e no trabalho da polícia".

O secretário condenou as comemorações dos PMs ao deixarem o Batalhão Especial Prisional (Bep), em Benfica:

"Não é de bom alvitre agir daquela maneira. A saída deles do presídio não quer dizer absolutamente que estejam absolvidos. Acho prematuro esse tipo de comemoração".

Golpe do Sargento

A polícia desarticulou uma quadrilha que aplicava golpes contra devedores de cheques sem fundo, em Itaguaí, na Baixada Fluminense.

O chefe do bando seria o sargento do Exército Alessandro da Costa Fontes.

As vítimas eram, principalmente, pessoas de classe mais baixa que emitiram cheques sem fundo para lojas da região.

A quadrilha forjava uma cobrança da Delegacia de Defraudações e ameaçava prender quem não quitasse a dívida.

Golpe do leite

O Ministério da Justiça abriu procedimento administrativo para investigar seis empresas que fabricavam leite com valor nutricional diferente do informado no rótulo.

Uma operação conjunta entre a pasta e o Ministério da Agricultura feita em maio - antes da descoberta da adulteração do leite em Minas Gerai s- encontrou essa irregularidade em oito amostras de leite em pó e longa vida de 57 analisadas: Parmalat, Andrinse, Marajoara (duas amostras), Cilpe, Lebon, Alimba (que também pertence à Parmalat) e Total.

A análise do Lanagro (Laboratório Nacional Agropecuário) foi concluída neste mês.

As amostras apresentavam níveis de gordura, carboidratos e proteínas com diferença maior do que 20% em relação ao informado na embalagem.

Animais em circo

Em Curitiba, o uso de animais em circos está oficialmente proibido desde segunda-feira, quando o prefeito Beto Richa (PSDB) sancionou um projeto de lei semelhante aprovado pela Câmara Municipal.

Curitiba é uma das 50 cidades brasileiras que já proibiu animais em circos.

A Assembléia Legislativa do Paraná pode estender a proibição a outras 398 cidades do Paraná.

Soltando os bichos

O ator Marcos Frota, criador da Universidade Livre do Circo (Unicirco) avisa que não aceita ser porta-voz da campanha contra animais nos circos.

Frota reclama que recebe telefonemas diários de prefeitos e entidades de defesa dos animais que o associam, equivocadamente, à campanha contra os bichos nos ambientes circenses:

Não posso ser contra os animais nos circos. Eles fazem parte da tradição. Mas muitos circos hoje em dia deixam de ter animais por causa das dificuldades em manter os bichos que precisam ser muito bem tratados para se apresentarem, felizes, nos espetáculos. Eu não sou o porta-voz da campanha contra os animais nos circos. To fora desta”.

Foi o que garantiu o ator, em primeira mão, ontem à noite, em São Paulo, no evento “Circomunicando”, organizado por alunos do terceiro período de Comunicação Empresarial do campus de Marte da Uniban.

Políticos e repórteres, lavem a boca

Marcos Frota aproveitou sua palestra sobre o marketing do circo para mandar um recado aos políticos e jornalista da Ilha da Fantasia do nosso Planalto Central:

Lavem a boca quando foram falar do circo. Tenham respeito e não comparem o circo, que é um espaço nobre, com o Congresso Nacional. Não chamem também os políticos de palhaço. Nem usem o nariz de palhaço em manifestações públicas contra os políticos. Isso é um desrespeito contra o circo e a figura do palhaço, que só fazem o bem e vivem para fazer a felicidade das pessoas”.

Para Marcos Frota, palhaço é palhaço e político é político.

O desabafo de Frota recebeu o aplaudo dos estudantes e da presidente da Academia Brasileira de Circo, Marlene Querubim, dona do Circo Spacial, que participava da mesa de debates

Censura na Câmara

A exposição "Heróis", que levou um poster da transexual Rogéria seminua ao Salão Negro da Câmara dos Deputados, foi cancelada, abruptamente, na noite de ontem.

Foi censurada a imagem de Rogéria trajando camisa social, gravata, meias esportivas e tênis, com o órgão sexual escondido entre as pernas e os pêlos pubianos à mostra.

A diretora de Relações Públicas da Casa, Sílvia Mergulhão, ficou irada com a foto alegando que crianças transitam no local e seria inadequada a exibição da fotografia.

A exposição inaugurada ontem tem fotos de personalidades como Betinho, Fernando Collor, Fernanda Montenegro, Darcy Ribeiro, Lula fumando charuto, Cauby Peixoto, Drauzio Varela e outros.

Terroristas do Chávez

Nove estudantes ficaram feridos ontem, ao serem atacados por um grupo de homens armados não identificados, no campus da Universidade Central da Venezuela, em Caracas.

Os estudantes voltavam de uma manifestação contra o projeto de reforma constitucional proposto pelo presidente Hugo Chávez.

Os agressores, supostamente integrantes de grupos chavistas, entraram no campus usando máscaras e tomaram a escola de serviço social.

Houve confrontos e foram disparados alguns tiros – deixando dois estudantes baleados.

Não é Jesus!

Adaptação livre de uma piada desrespeitosa usando, indevidamente, o santo nome do Nosso Mestre e Senhor Jesus Cristo, que circula pelo mundo profano da Internet:

O presidente discursava para dezenas de milhares de pessoas no Anhangabaú, em SP, quando de repente aparece um sujeito, baixando lentamente do céu, que afirma ser Jesus.

Quando chega ao lado do presidente, lhe diz algo ao ouvido.

Então, o presidente dirige-se à multidão: - Atenção companheiros! O companheiro Jesus Cristo aqui quer dizer umas palavras para vocês!

O tal Jesus pega o microfone e pergunta:

- Povo brasileiro, não é verdade que este homem que tem barba como eu, lhes deu o pão do conhecimento da mesma forma que eu fiz?

O povo responde:

- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!

- Não é verdade que, assim como eu multipliquei os pães e peixes para dar de comer a todos, este homem inventou o fome zero para que todos pudessem se alimentar?

- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiim! - respondeu o povão.

- Não é verdade que assegurou tratamento médico e remédios para os pobres,assim como eu curei os enfermos?

O povo grita:

- Siiiiiiiiiiiiiiiiim!

- Não é verdade que ele foi traído por companheiros de partido, assim como eu fui traído por Judas?

E o povão gritou ainda mais forte:

- Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!

- E o que vocês estão esperando para crucificar esse desgraçado ?

Certamente, o cara que baixou do céu não era Jesus.

Ou será que ele não sabe que, se dessem a chance, em vez de parar na cruz, o camarada daqui seria enviado é para a vitória em um terceiro mandato?

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Serrão! Olha o factóide da Petro aí....

Nunca se ganhou tanto dinheiro nesse país, mas só eles ganham....

Na véspera da divulgação do balanço? E com essa crise do gás?

Toma factóide!

Dilma disse que vamos competir com Venezuela e Nigéria na exportação!

Hehehe o Brasil está boiando em Petróleo.......

Anônimo disse...

Serrão!

Socorroooo! Petróleo a 250km da costa e eles não sabem como vão trazer para a terra.

Pensaram em fazer termoeletrica flutuante e mandar eletricidade por cabo....

10 km de profundidade por aí.....

Caraca!

Anônimo disse...

J. Serrão,

Peço licença para postar aqui uma frase que encontrei por acaso, e penso que deveria ter algum valor para "aquele" que a escreveu!!!

"Se eu fosse artista plástico, o meu Jesus não teria rosto algum, a tela ficaria vazia, mas cheia de Espírito. Entretanto, o seu semblante seria de abissal alegria. Mas, no final das contas, acredito que a criação de um novo rosto para o Filho de Deus seja algo desnecessário.

"Acho muito mais importante nos preocuparmos em sedimentarmos os princípios para uma sociedade cristocêntrica, embora não tenha nada contra este tipo de culto a personalidade, mas considero sentir, e até ver a realidade crística em si mesmo, muito mais relevante que buscar uma rosto que é a soma de todos os semblantes da Terra."