sábado, 8 de novembro de 2008

Europeus propõem mais regulação do sistema financeiro, dando mais poder e recursos para o FMI e o Banco Mundial

Edição de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O Globalitarismo aproveitou sua crise produzida artificialmente para ditar as normas do tão desejado governo mundial, nos moldes socialistas fabianos, com cara de capitalismo de Estado e muita regulação para inglês ver (mas ganhar dinheiro). Prova disto é que os líderes dos países da União Européia aprovaram ontem, em Bruxelas, um documento de quatro páginas em que propõem adotar medidas para mudar o sistema financeiro internacional dentro de cem dias, tão logo o novo presidente dos EUA tome posse.

As sugestões do documento serão defendidas pelo bloco na reunião de cúpula do G-20, no próximo dia 15, em Washington, quando será discutida a atual crise financeira global. Neste fim de semana, ministros de Economia e presidentes de bancos centrais das grandes economias desenvolvidas e emergentes debaterão, em São Paulo, alternativas para a crise financeira internacional, na reunião anual preparatória do G-20.

Pela proposta européia, o novo sistema financeiro mundial deve ser fundado "sobre o princípio da transparência das operações financeiras" e incluir "códigos de conduta" que evitem que as instituições se aventurem em riscos excessivos. O documento deixa claro: "Nenhuma instituição financeira, nenhum segmento de mercado, nenhuma jurisdição deve escapar de regulamentação e supervisão".

A tradução do economês é simples. A Oligarquia Financeira Transnacional pretende reforçar o modelo de um sistema financeiro global baseado em um poder regulador ainda maior para instituições multilaterais como o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial. Em português claro, os países (inclusive os emergentes) vão injetar mais recursos em tais instituições – controladas, de fato, pela cúpula de banqueiros que manda no mundo. Eles vão ditar o volume de crédito global, e quais serão os países “eleitos” para crescer.

A reunião agendada por George Bush para sábado da semana que vem terá pouco peso. A União Européia propõe que a aplicação das medidas necessárias para mudanças e a adoção de novas iniciativas sejam avaliadas em uma nova reunião internacional a ser realizada cem dias depois da cúpula de Washington. O encontro para valer acontecerá quando o governo dos Estados Unidos já estará sob o comando de Barack Obama (a partir de 20 de janeiro).

Participam do G-20 ministros da Economia e presidentes de bancos centrais de 19 países: os oito países do G-8 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão e Rússia) mais África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, China, Coréia do Sul, Índia, Indonésia, México e Turquia. A União Européia também integra o grupo, representada pela presidência rotativa do Conselho Europeu e pelo Banco Central Europeu. Juntos, os países membros representam cerca de 90% do produto nacional bruto mundial, 80% do comércio internacional e cerca de dois terços da população do planeta.

Confira abaixo as Rapidinhas Econômicas e as Rapidinhas Políticas

Aviso aos navegantes do Alerta Total: a partir da edição de hoje, de segunda a sábado, o blog terá duas rapidinhas. Uma tratará de Política e Assuntos estratégicos. A outra de Economia. Continuamos com uma manchete principal e, durante a semana, artigos de colaboradores. Todo domingo, os tradeicionais artigos para reflexão.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Novembro de 2008.

8 comentários:

thiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thiago disse...

INTERESSANTE ENTREVISTA COM O CHAIRMAN DO GOVERNO MUNDIAL.
http://www.youtube.com/watch?v=v4kZd4Roies

thiago disse...

INTERESSANTE INTREVISTA COM O CHAIRMAN DO GOVERNO MUNDIAL.
http://www.youtube.com/watch?v=v4kZd4Roies

thiago disse...

INTERESSANTE INTREVISTA COM O CHAIRMAN DO GOVERNO MUNDIAL.
http://www.youtube.com/watch?v=v4kZd4Roies

FENIX disse...

Caminhamos a passos largos em direção ao abismo tenebroso e sem fundo, sem que nenhuma instituição ponha freio ou desacelere a locomotiva Brasil.

Enquanto a corrupção corre solta, com uma prisão aqui e outra acolá; sabem-se lá quantos casos ainda não foram detectados pelas policias, autoridades invertem seu papel de estabelecer a ordem e se manifestam publicamente contra as leis vigentes, como se quisessem fazer a justiça com as próprias mãos, movidos pela falta de bom senso, característica do ódio ideológico. Determinados à vingança a qualquer custo, colocam lenha numa fogueira a muito extinta e que sabe-se lá a quem vai queimar no final da história.

Enquanto o país cambaleia mal administrado, discute-se o indiscutível e juristas assim como juízes decretam a falência das leis, de suas interpretações e principalmente da credibilidade do sistema de leis, dos juízes e de todo o sistema judiciário, imprescindível na sobrevivência da democracia, desde que justo, eficiente e eficaz. A falta de bom senso ganha corpo dia a dia. É a casa-da-mãe-joana, cada um dizendo o que quer e insistindo que prevaleça sua opinião, não interessando os meios para tal. É o caos anunciado.

De há muito já se sabia que os atuais governantes, totalmente despreparados para as funções que exercem, estabeleceram enorme desorganização nos poderes da republica, de tal forma não haver mais nenhuma credibilidade em nenhum deles.

Quando não estão disputando algo, os três poderes, formam quadrilha para aprovar algum beneficio mutuo, proteger algum figurão vinculado aos governantes, e por aí vai.

Cabe às Forças Armadas, única instituição ainda com alguma credibilidade, uma reflexão profunda, e uma verificação se realmente é a decisão acertada, nada fazer, não interferir, não intervir.

Sem ser pessimista, não se pode vislumbrar um bom futuro com o atual estado de coisas. Parte da sociedade brasileira, já está se organizando por conta própria, infelizmente sob a forma do crime, amplamente favorecida pela impunidade reinante. É uma questão de tempo a anarquia generalizada.

A omissão fará com que sejamos vítimas de nós mesmos.

"LIBERTAS QUAE SERA TAMEN"

Anônimo disse...

A proposta no fundo é a de um GOVERNO mundial. Depois ainda falam mal do Apocalipse, como se fosse a visão demente de um exilado próximo do momento de sua morte (São João na ilha de Patmos).

Zé Bigorna

Mário Fontes disse...

Não é mais tempo de sonhar! Temos de ter a consciência que os empresários, industriais e banqueiros de nossa nação, se aliaram aos nossos inimigos! Eles entendem ou entenderam até aqui, que como nós não somos bandidos, como foram e o são os terroristas da esquerda revolucionária, melhor se aliarem com estes para auferirem juntos, ganhos economicos e financeiros. Se esquecem que no passado recente foram por estes, sequestrados, mortos e vilependiados, pois hoje afinal são os detentores do poder e lhes proporcionam ganhos. É só no que pensam, ganhos!
Não nos é permitido sonhar! Entendemos que a partir do momento em que o presidente da República, enfatizou serem heróis os terroristas do passado recente, em cerimonia aos estudantes da UNE no Rio de janeiro, estaria-se observando o começo do fim desta gente que ousou tomar de assalto o país! No entanto, vemos artigos de patriotas enaltecendo a postura do General Enzo em razão do mesmo ter encampado a postura do ministro da defesa. Qual seja, de dizer que precisamos olhar para a frente, neste momento em que se questiona a lei da Anistia. Necessitamos de que o General Enzo, repita as palavras de um ministro oportunista, que jamais teve nossos sentimentos, para termos algum patriota enaltecendo tal posição. É tempo de pesadelos e não de sonhos!

Os que detem o poder economico em nossa nação, nos traem, entregam o país aos materialistas, sem alma, sem pátria ,sem ética, sem Deus por nos verem como homens de bem. E preferem se aliar aos demoniacos detentores do poder constituido em razão destes lhe proporcionatem ganhos no momento. Acham que seus filhos e netos já são uma geração que pensam diferente, e que nada irá mudar este estado de coisas. Se esquecem que a história se escreve, não em uma ou duas gerações, e que serão oportunamente julgados e condenados, a sofrerem como nenhum comunista jamais lhes impingiu tal forma de sofrer. Não se pode amealhar ganhos em detrimento da liberdade de um povo!!! Estamos a um passo da desgraça total. O cretino e imbecil ministro da justiça aí está de chicote na mão impingindo o revanche. Quem pode impedir que ele venha a te-lo?? Aonde estão os patriotas desta nação??? Aonde estão os homens que são chamados de heróis por esta nova geração de jovens oficiais? Aonde se escondem os que no passado defenderam com heroísmo o país desta verdadeira hoste do mal??

Não podemos sonhar! Temos de trabalhar por um Brasil livre, próspero . Uma nação digna daqueles que morreram por um país livre daqueles que hojem nos governam e desafiam. Que se decida logo esta questão da anistia, a ponto de podermos comemora a proclamação da República. Que venham a tona os verdadeiros patriotas, e Deus nos livre daqueles que falam, falam, se contentam em ter informações, em estar a par do que ocorre, mas que nada fazem de concreto para impedir a esta escória de continuar a frente dos destinos do BRASIL.

Viva Deodoro, viva o Brasil, e que vivam aqueles que não mais aguentarão, sem verdadeira e concreta reação a provocação deste "bosta" do ministro Tarso Genro!! Este provocador barato que DEVE PAGAR MUITO CARO PELO MAL QUE TEM INFLINGIDO A NAÇÃO. BASTA!!

Mário Fontes disse...

Não é mais tempo de sonhar! Temos de ter a consciência que os empresários, industriais e banqueiros de nossa nação, se aliaram aos nossos inimigos! Eles entendem ou entenderam até aqui, que como nós não somos bandidos, como foram e o são os terroristas da esquerda revolucionária, melhor se aliarem com estes para auferirem juntos, ganhos economicos e financeiros. Se esquecem que no passado recente foram por estes, sequestrados, mortos e vilependiados, pois hoje afinal são os detentores do poder e lhes proporcionam ganhos. É só no que pensam, ganhos!
Não nos é permitido sonhar! Entendemos que a partir do momento em que o presidente da República, enfatizou serem heróis os terroristas do passado recente, em cerimonia aos estudantes da UNE no Rio de janeiro, estaria-se observando o começo do fim desta gente que ousou tomar de assalto o país! No entanto, vemos artigos de patriotas enaltecendo a postura do General Enzo em razão do mesmo ter encampado a postura do ministro da defesa. Qual seja, de dizer que precisamos olhar para a frente, neste momento em que se questiona a lei da Anistia. Necessitamos de que o General Enzo, repita as palavras de um ministro oportunista, que jamais teve nossos sentimentos, para termos algum patriota enaltecendo tal posição. É tempo de pesadelos e não de sonhos!

Os que detem o poder economico em nossa nação, nos traem, entregam o país aos materialistas, sem alma, sem pátria ,sem ética, sem Deus por nos verem como homens de bem. E preferem se aliar aos demoniacos detentores do poder constituido em razão destes lhe proporcionatem ganhos no momento. Acham que seus filhos e netos já são uma geração que pensam diferente, e que nada irá mudar este estado de coisas. Se esquecem que a história se escreve, não em uma ou duas gerações, e que serão oportunamente julgados e condenados, a sofrerem como nenhum comunista jamais lhes impingiu tal forma de sofrer. Não se pode amealhar ganhos em detrimento da liberdade de um povo!!! Estamos a um passo da desgraça total. O cretino e imbecil ministro da justiça aí está de chicote na mão impingindo o revanche. Quem pode impedir que ele venha a te-lo?? Aonde estão os patriotas desta nação??? Aonde estão os homens que são chamados de heróis por esta nova geração de jovens oficiais? Aonde se escondem os que no passado defenderam com heroísmo o país desta verdadeira hoste do mal??

Não podemos sonhar! Temos de trabalhar por um Brasil livre, próspero . Uma nação digna daqueles que morreram por um país livre daqueles que hojem nos governam e desafiam. Que se decida logo esta questão da anistia, a ponto de podermos comemora a proclamação da República. Que venham a tona os verdadeiros patriotas, e Deus nos livre daqueles que falam, falam, se contentam em ter informações, em estar a par do que ocorre, mas que nada fazem de concreto para impedir a esta escória de continuar a frente dos destinos do BRASIL.

Viva Deodoro, viva o Brasil, e que vivam aqueles que não mais aguentarão, sem verdadeira e concreta reação a provocação deste "bosta" do ministro Tarso Genro!! Este provocador barato que DEVE PAGAR MUITO CARO PELO MAL QUE TEM INFLINGIDO A NAÇÃO. BASTA!!