quarta-feira, 21 de julho de 2010

CET – Companhia de Engarrafamento de Trânsito?


Denúncia pública no Alerta Total – www.alertatotal.net

Será que a sigla CET – da Companhia de Engenharia de Tráfego da Prefeitura de São Paulo – não significa mesmo “Companhia de Engarrafamento de Trânsito”? A pergunta se justifica pelo comportamento mal educado do “marronzinho” condutor da viatura 440 (código CT 9222-8).

Ele estacionou em cima da faixa de pedestres, quase no meio da rua, obstruindo o trânsito, para fazer o “trabalho dele”. Multar quem parou indevidamente perto de uma feira na esquina da Avenida Pavão com Jauaperi, em Moema, Zona Sul de São Paulo. O flagrante foi às 10h 10min desta quarta-feira, dia 21 de julho de 2010. O mais grave é que os passivos motoristas de São Paulo e a apática mídia amestrada local nada criticam a CET.

O leitor indgnado que nos mandou a foto só faz uma indagação: “Quem vai multar o profissional da CET pela infração cometida”? Assim funciona a “indústria das multas”, que serve para aumentar a arrecadação estatal, e também cumpre o papel de alimentar conflitos sociais desnecessários, para que o cidadão perca o tempo em se defender do Estado despótico, enquanto o mesmo Estado faz o que quer com o cidadão.
Confira o artigo de Wilmar Marçal no site Fique Alertawww.fiquealerta.net: A punição sem educação no trânsito

6 comentários:

Paulistanóide disse...

Como isentar o CET e sua opção pela Velocidade ao invés da busca da Fluidez nas ruas de São Paulo, como fator contribuinte para muitos dos acidentes que aquí ocorrem? Locais como Av. Paulista,Indianópolis, entorno do Ibirapuera com limite de velocidade de 70KM!. 60Km na Brig. Luis Antônio, entre outras; placas de 70 km em frente a pontos de ônibus e próximas a escolas, e por aí vai. Além de fator contribuinte para vários acidentes, essas velocidades em locais impróprios e a falta de fiscalização, servem de estímulo à alta velocidade, sempre que houver oportunidade.

Esperança disse...

Esse pessoal em vez de orientar o trânsito, fica nas esquinas com o talonário na mão, multando um atrás do outro.
Depois querem dizer que não há indústria da multa em São Paulo, do mesmo jeito que Taxab inventou essa inspeção veicular e agora não quer devolver o dinheiro da taxa. Quem quiser a devolução que entre na justiça. O judiciário deveria fazer algo contra ess imbecil que irá atolar ainda mais o já moroso judiciário.

Anônimo disse...

A. INSPENÇAO DEVERIA SER FEITA NOS BOLSO DOS POLITICOS QUE APROVARÃO ESTA LEI.

AFCET-SP disse...

Só tenho a dizer sobre isto o seguinte, local de feira, local de bagunça, várias irregularidades, se a CET aparece é porque a indústria da multas está agindo, se não aparece, a CET não faz nada, todos precisam ler o CTB isto é uma viatura, não carrinho de pipoca, está caracterizada e em serviço.
Sugiro verem este vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=ANORE9WSg_A

André Frederico disse...

O Jornalista que critica a aççao do agente da CET é no mínimo ignorante para não dizer "burro" se tivesse o mínimo de instrução ou boa iniciativa teria lido no Código de Transito Brasileiro que viaturas de policia, ambulancia, bomeiros e trânsito tem livre parada e estacinamento desde que em exercicio da função. Vale ainda salientar que a viatura esta lá para fiscalizar veiculos estacinados irregularmente, se tais irregularidades não estivessem sendo cometidas ele poderia estar dando apoio a outras ocorrencias como acidentes, atropelamentos etc... se existe industria de multas é porque tem muita matéria prima...

André Frederico disse...

O Jornalista que critica a aççao do agente da CET é no mínimo ignorante para não dizer "burro" se tivesse o mínimo de instrução ou boa iniciativa teria lido no Código de Transito Brasileiro que viaturas de policia, ambulancia, bomeiros e trânsito tem livre parada e estacinamento desde que em exercicio da função. Vale ainda salientar que a viatura esta lá para fiscalizar veiculos estacinados irregularmente, se tais irregularidades não estivessem sendo cometidas ele poderia estar dando apoio a outras ocorrencias como acidentes, atropelamentos etc... se existe industria de multas é porque tem muita matéria prima...