sábado, 17 de julho de 2010

O Foro de São Paulo ataca

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

A liberdade é diferente de libertinagem e proibição da prática de princípios e valores hereditários. Se a morte física é punida com a prisão, as pregações contra a liberdade, que significam o assassinato do espírito, deveriam ser punidas igual. As democracias são construídas sobre valores hereditários e a crença em Deus é um desses valores, que os comunistas e coletivistas de diversos matizes trabalham por substituir.

Desejam substituir pela libertinagem, cafagestagem, pedofilia e absoluta inversão de todos os comportamentos que dignificam o homem em pleno exercício das liberdades responsáveis e atento para os limites dos direitos naturais do indivíduo, inscritos nas leis milenares e invocadas até há pouco nas nossas leis e da maioria dos países do mundo, alinhadas ao direito romano, cujo berço foi o direito canônico.

Mas para os "democratas" que governam os países da América em revolução, sangrenta na Colômbia, sangrenta nas ruas da Venezuela, sangrenta nas ruas das cidades brasileiras dominadas pelas drogas fornecidas pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colombia e pelos laboratórios cocaleiros da Bolívia, as leis vigentes nada valem, nada significam, sejam eleitorais, penais, trabalhistas... Valem sim, as leis internacionais e as diretrizes do Foro de São Paulo.

A guerrilha moderna avança em seu lado político e esconde seu lado violento e sangrento. Os destinos das nações americanas estão atados, amarrados, envolvidos em políticas econômicas globais e interesses espúrios que implicam mudanças comportamentais e obrigação de conviver com práticas insolentes. Imposição de concepções que violentam a consciência, que emporcalham valores morais e implicam até no modo dos pais educarem os filhos. Palmada é crime. Beliscão, pode.

Na progressista vizinha Argentina, o Senado aprovou o que a Presidenta avançada e amiguinha do Chávez, do Lula e dos comunistas: é legal o matrimônio de homem com homem e mulher com mulher. Pra que, heim? Tradicionalmente, um casal pressupõe o desejo de constituir uma família e o matrimônio assegura diante da lei e do grupo religioso o compromisso que a parelha assume, para multiplicar a espécie e garantir a hereditariedade.

Desde que a galinha tinha dentes, sabe-se da existência de homens e mulheres que preferem contatos sexuais sem compromisso. E se quisessem garantir hereditariedade entre si, seria bastante ir a um cartório e firmar um testamento. O filho e o marido da rainha da Inglaterra, devem achar ótimo estes relacionamentos para reduzir a natalidade e a população da terra.

O real é que estes casamentos, aborto, restrições às práticas religiosas, proibição da exibição de signos cristãos, proibição de palmadas e outras imposições descabeladas, fazem parte de um desesperado ataque das forças do Foro de São Paulo para manter o Chavez no poder, para manter Cuba sob o domínio dos Castro, para eleger dona Dilma, para garantir que continuemos colonizados e submissos aos banqueiros que mandam no mundo.

Chávez está desesperado com a pressão interena dos venezuelanos contrários à cubanização comunista! Os irmãos Castro estão desesperados com a pressão internacional pela libertação de presos políticos e para que Cuba adote um governo aberto ao mercado que dizem "democrático". Os liberados e enviados à Espanha, consideram-se "expatriados" e reclamam o apôio da Europa aos que lutam pelo fim do regime comunista.

Na Venezuela, Cuba montou uma farsa para distrair a atenção sobre a Ilha e ajudar a Chávez, com a prisão de Alejandro Peña Esclusa (vídeo resumo):

http://www.youtube.com/FuerzaSolidariaAC?utm_source=Fuerza+Solidaria&utm_campaign=7165ce9cf3-FS_En_Colombia_se_juega_el_continente_20100503&utm_medium=email

Foro de São Paulo em ação com manobras políticas, guerrilhas e tráfico de drogas, associa-se ao PCC, CV, Farc e mexicanos que conjuntamente atuam na Bolívia, segundo informações das autoridades "bolivarianas" daquele país, escoando a cocaína alí produzida.

As atividades políticas, a insegurança das economias premidas pelos banqueiros, as fraudes eleitorais comprovadas na Venezuela, a presença de Cuba, o desprezo às Leis, pelos governantes, sem punição no continente, a presença do chileno Insulza, membro do Foro de São Paulo, na OEA e outros tantos sinais, mostram que a fogueira está armada sob a panela das Américas.

Mostram que o mundo carece de líderes sábios e mudança de curso. Mostra que a humanidade está sofrendo novo ataque do virus que destroi a mente e o espírito: o comunismo! que as mais de 300 organizações internacionais do Foro de São Paulo, fundado pelo Lula do PT e Fidel Castro, querem restabelecer.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

11 comentários:

Anônimo disse...

Como apicultor, Arlindo Montenegro não tem obrigação de saber que cafajestagem e cafajeste são com J e não com G, apesar de dever saber.

Como "articulista", ele tinha obrigação de saber, ou então ficasse cuidando de suas abelhinhas.

Alerta Total de Jorge Serrão disse...

Implacável corretor anônimo. Podia ser mais pior se o nosso apicultor fosse um analfabeto político. Por sorte dos nossos leitores, ele não é. Já pensou. Tudo seria mais errado ainda... aí sim seria uma cafagestagem editorial...

Montenegro disse...

Espero que este erro contra o idioma tão bem cuidado por toda a imprensa e acadêmicos brasileiros, não seja passível de prisão ou fuzilamento no caso do Brasil ser declarado socialista de direito, que de fato, já.
Queira o "anônimo" perdoar este velho de dedos tronchos, revelando seus próprios traços de analfabetismo funcional.
E antecipadamente, peço desculpas por erros que certamente cometerei no futuro. Agradeço as correções e a aprendizagem continuada no contato virtual com os leitores. Fica um pedido, comentem e corrijam as falhas de grafia, mas lembrem de comentar também o conteúdo. É o único pagamento que recebo por este trabalho.

Esperança disse...

O "caro" anônimo não comentará sobre a cafajestagem do cafajeste HUGO CHAVEZ?

Será que ao menos agora sabe o que é e qual o intuito da fundação do FORO DE SÃO PAULO?

Se um analfabeto pode ser presidente da república, por que um apicultor não pode ser articulista?

Arlindo vc é ótimo articulista. Seus textos são de fácil entendimento. Qualquer analfabeto político tem condições assimilar o conteúdo. Uma pena que vc não possa adoçar seus artigos com o mel que vc colhe, pois a situação política da América Latina é amarga e negra.
Eu sempre recomendo seus artigos.

Imbecis como esse anônimo me irritam e me enojam pq não sabem como é desgastante fazer um trabalho voluntário em prol de todos para depois "ler" um comentário sem conteúdo como este.

Anônimo disse...

Deve ser um Petralha que ficou "mordido"...ou talvez ferroado por uma abelha....KKKKKKKKK


Vamos em frente ....homens como MONTENEGRO, azem falta...

Rodrigo D Pianesser disse...

Dura realidade Sr. Montenegro, dura realidade...
A resistência não vem de cima, mas de baixo. Carecemos de líderes porque carecemos de cidadãos prontos para serem liderados numa luta contra-revolucionária.

O que faria um apicultor sem abêlhas?, por exemplo.

CORRETOR ANÔNIMO:
de cafajestagem...
Não. Não vou fazer essa piada. É boba demais.

BRAGA disse...

Caro Montenegro.
Fico pasmo com o "detalhismo" do anônimo das 2:18 PM.
Deve ser algum "iluminado" como seus gurus petralhas, "fidels" e "chavezcos". Pobre país o "Brazil" que um dia foi a nossa Pátria. Hoje não passa de um valhacouto de ladrões, sindicatos do crime e "justiçamentos" explícitos além dos "vapozeiros" que alimentam tal estado de coisas.

Anônimo disse...

01-AMAZÔNIA: NOVA CAMPANHA PARA INTERNACIONALIZAÇÃO
Por Carlos Chagas
Aproveitam-se os eternos abutres do Hemisfério Norte para voltar à velha cantilena de constituir-se a Amazônia em patrimônio da Humanidade, devendo ser administrada por um poder internacional, sobreposto aos governos dos países amazônicos. Editorial do New York Times acaba de funcionar como toque de corneta capaz de arregimentar as variadas tropas de assalto.
Vinte anos atrás incrementou-se a blitz institucionalizada por governos dos países ricos, de Al Gore, nos Estados Unidos, para quem o Brasil não detinha a soberania da floresta, a François Mitterand, da França, Felipe Gonzales, da Espanha, Mikail Gorbachev, da então União Soviética, Margareth Tatcher e John Major, da Inglaterra, entre outros. Quando de sua primeira campanha, George W. Bush chegou a sugerir que os países com grandes dívidas externas viessem a saldá-las com florestas, coisa equivalente a perdoar os países do Norte da África e do Oriente Médio, que só tem desertos.
Naqueles idos a campanha beirava os limites entre o ridículo e o hilariante, porque para fazer a cabeça da infância e da juventude, preparando-as para integrar as forças invasoras, até o Batman, o Super-Homem, a Mulher Maravilha e outros cretinos fantasiados levavam suas aventuras à Amazônia, onde se tornavam defensores de índios vermelhos e de cientistas lourinhos, combatendo fazendeiros e policiais brasileiras desenhados como se fossem bandidos mexicanos, de vastos bigodes e barrigas avantajadas.
Depois, nos anos noventa, a estratégia mudou. Deixou-se de falar, ainda que não de preparar, corpos de exército americanos especializados em guerra na selva. Preferiram mandar batalhões precursores formados por montes de ONGS com cientistas, religiosos e universitários empenhados em transformar tribus indígenas brasileiras em nações independentes, iniciativa que vem de vento em popa até hoje e que logo redundará num reconhecimento fajuto de reservas indígenas como países “libertados”.

Ronald disse...

Bom dia Jorge, bom dia Sr. Montenegro.
Ocorre que vocês acabaram dando 15 minutinhos de fama para o nosso gênio da raça...

Sr. Montenegro, seus posts são uma verdadeira aula de "como a banda toca", coisa que muita gente PENSA saber, mas que na verdade não possuem a mais ínfima idéia.

Provavelmente o nosso Pasquale é um daqueles que apoiam esta torpe associação comunista fundada pelo cubano assassino canalha e seus dois molequinhos de recados, o carregador de isopor analfabeto e o macaco venezuelano.
Sds

léo guedes disse...

Prezado Sr.Montenegro.
"Portae inferi non preavalebunt adversus eam". As forças inferiores, infernais não vencerão as do Bem".A liberdade humana está na Verdade e esta não tem como ser derrotada pela mentira. Não importa o tempo que será necessário para que ocorra a evolução do homem em busca de sua humanização. O importante é cada um caminhar em busca permanente do Bem, ainda que sejam muitos os obstáculos, mas não esqueça de que o Reino de Deus não é o reino daqui. Vivemos numa situação invertida onde nos deixamos perverter pela ilusão. Não há, pois, como esmorecer diante de recuos provisórios.

Anônimo disse...

E então, já descobriram o que há por trás da paranóia homossexual? Não, então eu vou contar.

É muito simples. Os cabeças iluminadas internacionais estão promovendo a redução populacional. Virou uma obsessão; Criaram (ou inventaram) a AIDS cuja suposta prevenção é o uso de um ANTI-CONCEPCIONAL, mas não foi suficiente. Então agora promovem o homossexualismo, pois HOMOSSEXUAIS NÃO SE REPRODUZEM.