terça-feira, 28 de dezembro de 2010

CD-ROM "Direito à memória e à verdade" para escolas abre primeira crise militar da Era Dilma

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/
Por Jorge Serrão

Os radicalóides petralhas vão arranjando um jeitinho de gerar uma crise militar logo no comecinho do governo da chefona-em-comando Dilma Rousseff. Em mais uma provocação contra as Legiões, a Secretaria Especial dos Direitos Humanos e pelo Ministério da Educação (MEC) decidiram enviar às escolas públicas de ensino médio do País o CD-ROM "Direito à memória e à verdade". É mais uma peça de propaganda na guerra psicológica contra as Forças Armadas que vai provocar reações iradas nas casernas.

O material “ideológico-educativo” contém 10.505 imagens, trechos de 380 filmes e documentários, além de 4.892 canções que marcaram o período de 1964 a 1985 - que os educadores do governo Lula-Dilma chamam de reação popular aos “porões da ditadura militar”. O documento foi encomendado pelo governo petista ao Projeto República, um centro de documentação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), coordenado pela historiadora petista Heloísa Starling. Outro responsável pela elaboração do CD-ROM é o historiador Augusto Carvalho Borges.

Uma das aulas - voltadas para fazer a cabeça de mais de 7 milhões de estudantes – pretende transformar em heróis e mártires as chamadas “vítimas da repressão”. O curso digital fornecerá uma lista e a biografia dos 384 desaparecidos políticos. O CD-ROM inclui parte do conteúdo do livro "Direito à memória e à verdade", lançado pela Secretaria de Direitos Humanos em 2007, e que abriu uma crise entre os comandantes militares, o ministro da Defesa Nelson Jobim, e os ministros Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) e Tarso Genro (então na Justiça e agora futuro governador do Rio Grande do Sul).

Na apresentação do CD-ROM, os ministros Fernando Haddad (Educação) e Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) deixam claras suas intenções: "Estamos, ambos ministros, convencidos de que somente dando visibilidade aos fatos ocorridos em nosso passado recente poderemos ajudar na construção da memória nacional e contribuir ativamente na construção de nosso futuro". Vannuchi e Haddad avaliam que o material é "mais um passo no reconhecimento, pelo Estado brasileiro, de sua responsabilidade nas graves violações aos direitos humanos ocorridas durante os anos do regime militar".

Leia, abaixo, artigo de Arlindo Montenegro: A Guerra do Fim do Mundo.

Ação Psicológica

Já sabendo que é vítima de uma guerra psicológica revanchista, o Exército Brasileiro promove ações psicológicas para valorização de sua imagem institucional.

Uma das melhores peças de propaganda do EB acaba de ser premiado no Festival Internacional de Filmes Militares ("Eserciti e Popoli"), em Bracciano, na Itália, como melhor documentário na categoria Missão de Paz.

Trata-se do filme que relata a experiência do Exército Brasileiro na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti.
Clique no link oficial e veja o belo filme Haiti - A experiência brasileira na Minustah:

http://www.facebook.com/video/video.php?v=156729077707046

Protesto necessário


Um pequeno grupo de estudantes secundaristas e da Universidade de Brasília (UnB) protestou ontem, em Brasília, contra o aumento salarial dos parlamentares aprovado por eles mesmos e que passa a valer a partir do próximo ano.

Tomaram porradinhas de cacetete e uma banhos de spray de pimenta da PM do Distrito Federal,

O grupinho prometeu realizar nova manifestação durante a posse de Dilma, no próximo sábado, e outra em 8 de janeiro.

Quasi braziliani

Até sexta-feira deve ocorrer uma definição sobre o caso Cesare Battisti.

Só falta resolver uma pequena pendência entre o Itamaraty e o governo italiano para que o governo proclame que o terrorista italiano vai ficar no Brasil.

Battisti tem tudo para passar o ano novo fora da Penitenciária da Papuda...

Desligando

A operação saideira de Lula já está a pleno vapor.

Ontem, foram desligados os telefones especiais do Presidente em seu apartamentão, em São Bernardo do Campo.

Os números reservados do Lula, apenas por coincidência, tinham o final 13 – numa demonstração de puxasaquismo da companhia Telefônica...

Difícil fazer o jogo

Ontem foi inferno tentar fazer apostas ou pagamentos em casas lotéricas.

O sistema da Caixa caiu o tempo todo, e, em Brasília, já tinha gente falando em sabotagem técnica.

Especialistas farão uma varredura hoje no sistema para ver o que atrapalha as loterias da Caixa na véspera da Mega Sena da Virada, que vai pagar o prêmio recorde de 180 milhões.

Gato Angorá em faniquitos

Por falar em loteria, o futuro ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos de Dilma, Wellington Moreira Franco, está PT da vida com a Veja e com a presidenta da Caixa, Maria Fernanda Coelho.

Tudo porque a revista revelou, na reportagem “Quase deu zebra”, que ele e o PMDB foi investigado por causa de uma denúncia de que os números sorteados na Mega Sena da Virada de 31 de dezembro do ano passado estariam “viciados”.

Moreira Franco era diretor de Loterias da Caixa naquela época...

Fato grave

O consultor da Caixa escalado para apurar a denúncia, Max Mauran Pantoja, revelou que as bolas daquele sorteio de R$ 144 milhões não foram conferidas previamente – como manda o procedimento padrão da Caixa.

O prêmio saiu para dois ganhadores, muito sortudos, mas Pantoja assegura que os números sorteados não foram os mesmos apresentados na denúncia contra o PMDB e Moreira.

Na próxima sexta-feira, 31, ocorre mais um sorteio da milionária loteria...

Vida que segue...


Ave atque Vale!


Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Dezembro de 2010.

3 comentários:

José disse...

Como è possível arranjar alguma desculpa para que lulla, liso, quando tomou posse no primeiro mandato até ao final do segundo, tendo deixado dívidas no mercadinho perto da sua casa e, com a parca renda de Presidente da Republica, consiga em oito anos, fazer uma mudança que ocupará 11 caminhões e contará com mão de obra especial e treinada para executar a tarefa.

Por exigência de lulla, a transportadora deverá providenciar um caminhão climatizado para levar a adega do presidente, com garrafas de vinho, uísque e outras bebidas.

O processo também exige embalagens especiais para transportar roupas e "miudezas em geral", além de quadros, tapetes, estátuas e "peças especiais em cristais".

Tapetes? Estatuas? Quadros? Cristais? Mas ele sempre teve cama, comida e roupa lavada durante o seu cargo!

E isso não falando no putativo Instituto com o nome e patrocinio econômico de lulla que irá substituir o Foro de São Paulo. De onde veio esse dinheiro? Ninguém investiga?

http://www.granero.com.br/noticias/granero-fara-a-mudanca-do-presidente-lula/

josé lopes disse...

Cara, como você é feio.

Parece um mordomo de filme de terror. Que cara larga!

lucia disse...

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/mudanca-de-lula-do-alvorada-ja-comecou-20101205.html