domingo, 1 de maio de 2011

Manifesto ao STF

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por José Cândido de Castro

Ao Excelentíssimo Senhor Joaquim Barbosa, Relator do Processo do Mensalão do PT, e Demais Ministros do Supremo Tribunal Federal.

A sociedade brasileira está sendo bombardeada pela noticia de que está em andamento no Brasil a titulo do que ocorre em Cuba, na Venezuela, no Equador, na Bolívia e alhures um processo de solapamento das instituições do Estado Democrático com o objetivo da implantação do poder EXECUTIVO como poder único e totalitário. Aqui entre nós, as baterias se voltam contra os poderes Legislativo e Judiciário cuja desmoralização é fundamental para que se alcance o objetivo final na mira do EXECUTIVO, ou seja, a prática da impunidade como proteção para os piores crimes que se cometem. A PRESCRIÇÃO do processo do mensalão do PT que vem sendo anunciado pela imprensa como repúdio e espanto da sociedade, representaria a pá de cal sobre o Judiciário em regime de UTI decretado por decisões do tipo da Ficha Limpa adotada pelo Supremo frontalmente e com absoluto desprezo da vontade popular.

Será possível, Senhor Ministro que fatalmente por suas mãos o Brasil vai ser atirado nas garras da ditadura? Digo isto, Senhor Ministro porque sua presença no Supremo sempre foi por mim, que estou com 91 anos de experiência de vida, tida e considerada como sinal de que aquela raça que construiu o Brasil com seu suor, com seu sangue, com seu sofrimento, com a privação de sua liberdade, estava reassumindo, numa instituição da importância do Supremo, sua posição de defensor da liberdade, da justiça e da honra, daquela honra que José de Alencar, dizia ter medo de perder e que José do Patrocínio nos legou como uma das mais destacadas figuras da campanha abolicionista do Brasil. Não negue, Senhor Ministro, sua raça de defensor da liberdade, da honra e do eterno Brasil livre que seus antecessores nos legaram.

É agora, Senhor Ministro, desengavete o MENSALÃO e entregue-o aos seus colegas afim de que o julguem, façam justiça e salvem o Supremo Tribunal da desonra e da vergonha de se perfilar com o crime.

Respeitosamente, de um admirador desta raça que tem erguido em seu coração um monumento de gratidão e de preito patriótico.

José Cândido de Castro encabeça a assinatura do manifesto em nome do Movimento Brasil Dignidade.

Um comentário:

Anônimo disse...

Serrão;

O nosso STF também precisa ser "cutucado" por muito mais, digamos, coisas das quais, direta ou indiretamente os seus membros, ou ex-membros, também associados a ocupantes ou ex-ocupantes de ministérios do governo têm atuação decisiva. Uma destas "coisas", inexplicáveis, é a matéria, abaixo, que deixa uma pergunta no ar:

POR ONDE ANDA ROGER ABDELMASSIH?


Foge o médico que "traçava" as pacientes anestesiadas...
Lembra do médico Roger Abdelmassih, um dos mais conhecidos especialistas em fertilização do Brasil. Aquele mesmo que "traçava" a maioria das pacientes enquanto anestesiadas. Pois é….
Inocência do ministro
Graças a Gilmar Mendes e Márcio Thomaz Bastos, foge do país médico condenado a 278 anos por violentar 37 mulheres.

Blog do Mello

O médico Roger Abdelmassih, de 67 anos, já está no Líbano, segundo a Folha. E por lá deve ficar porque tem origem libanesa e o Brasil não tem tratado de extradição com o Líbano. E isso poderia ter sido evitado, caso o ministro Gilmar Mendes não concedesse o habeas corpus que o tirou da cadeia. O médico estava preso, aguardando recurso de sua defesa diante da sentença que o condenou a 278 anos de cadeia por violentar 37 mulheres (suas pacientes, o que agrava os crimes) entre 1995 e 2008. E aguardava preso porque a Polícia Federal informou que ele tentava renovar seu passaporte.

A juíza Kenarik Boujikian Felippe determinou que ele fosse preso para evitar sua fuga do país.
Seu advogado recorreu. Disse que Roger Abdelmassih não pretendia fugir do país, só estaria renovando o passaporte…

Sem ao menos perguntar ao advogado por que um homem de 67 anos condenado a 278 anos de cadeia renovaria o passaporte (seria um novo Matusalém?), Gilmar Mendes mandou soltar o passarinho, que agora vai passear sua impunidade no exterior, até que a morte o separe da boa vida.
Por essas e outras, crimes contra as mulheres acontecem diariamente no país. Há o caso notório do jornalista Pimenta Neves, que matou fria e covardemente sua ex-namorada, a jornalista Sandra Gomide, e passeia sua impunidade, após ter destruído as vidas de Sandra e de sua família.

O que dirá Gilmar Mendes, o Simão Bacamarte do Judiciário, sobre seu habeas corpus que possibilitou a fuga do criminoso?

Parabéns ao escritório de advocacia Marcio Thomas Bastos, que pediu o habeas corpus, que vive na sombra do cargo que ocupou no governo.

Fonte: http://fiorisemcensura.com.br/

********************

Serrão, este seu amigo amazônida lhe envia um fraterno abraço, porém, antes também deixa outra "pergunta no ar": Será que a famosa "Lei Maria da Penha" só vale para aqueles que não podem pagar advogados influentes, que tenham amigos poderosos???

Roberto Santiago