sexta-feira, 27 de maio de 2011

Petralhas identificam Temer como promotor da onda contra Palocci e temem novos ataques

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

Petralhas reclamam, a boca pequena, que o vice-Presidente, Michel Temer, seria o principal interessado na trituração de Antônio Palocci Filho. A intenção é desestabilizar, política e emocionalmente, a Presidenta Dilma Rousseff – que ontem se viu obrigada a um ato público de marketagem para defender o indefensável Palocci. Petistas acham que Temer também estaria por trás do estouro do escândalo na Prefeitura de Campinas, que envolve diretamente a cúpula petista.

Macabramente, petistas comentam que o interesse de Temer é numa eventual recaída de saúde de Dilma – que se submeteu a um delicado tratamento de câncer linfático – bem sucedido, segundo os médicos dela – e na recente viagem à China contraiu uma pneumonia. Segundo a maldade petralha, Temer teria interesse em assumir a Presidência em caso de internação ou algo mais grave que possa acontecer com Dilma. Por isso, a desestabilização de Palocci e de outros membros da cúpula petista seria um vírus em favor de Temer – que teve uma briga com Palocci por causa do Código Florestal em cuja votação o governo saiu derrotado.

Por enquanto, quem morreu politicamente é Palocci. O ministro-chefe da Casa Civil virou alvo de investigação da Procuradoria da República no Distrito Federal. O MPF quer saber se os valores pagos pelos clientes da consultora Projeto são compatíveis com os serviços prestados pelo ministro e se Palocci fez uso do cargo de deputado federal, que ocupava à época, para se beneficiar.

O Foro Privilegiado de Palocci pode valer de nada neste caso. O procurador federal Paulo José Rocha tem 90 dias para concluir a investigação, prorrogáveis por igual período. Caso seja comprovada a improbidade administrativa, o caso vira uma ação cível que segue para a primeira instância da Justiça Federal no Distrito Federal. Como não se tratará de ação criminal, o STF fica de fora da confusão. A tendência é que o escândalo se transforme em um inquérito civil público, que tem um ano para ser concluído, com mais um ano de prorrogação.

O MPF já pediu à Receita Federal as declarações de imposto de renda da empresa desde a sua criação, em 2006. O procurador pediu à Projeto a cópia dos contratos e comprovante dos serviços prestados. Como o MPF tem poder de requisição, a empresa é obrigada a entregar os documentos exigidos. O prazo dado pelo procurador para que isso aconteça é de 15 dias. Mas pode ser prorrogado, a pedido da Projeto. O que deve acontecer, na longa e rápida agonia política de Palocci.

Vai ficando...


José Luiz Datena deve mesmo permanecer na Band – contrariando rumores de mercado que já o davam como contratado pela Record.

Caso o apresentador do Brasil Urgente permaneça na Band até 2018, terá aumento de salário (hoje já fatura quase R$ 1 milhão) e o pagamento dos processos movidos pela Record e Rede TV! por quebra de contratos anteriores.

Só esses problemas judiciais já somam R$ 15 milhões...

Mas Datena já perdeu, no Brasil Urgente, o Comandante Hamilton, que ruma com seu helicóptero para estrear, semana que vem, na Record.

CUDA UFF

A Universidade Federal Fluminense (UFF) acaba de se tornar o primeiro centro de referência em pesquisa e desenvolvimento da tecnologia CUDA* (Compute Unified Device Architecture) no Brasil e na América Latina.

A instituição foi reconhecida pela NVIDIA, criadora da arquitetura de computação paralela, como um CUDA Research Center.

Com isso, a UFF se junta a um seleto grupo de 20 instituições acadêmicas no mundo que já desenvolvem projetos científicos utilizando como base esta linguagem de programação.

Mais informações sobre como os programas de interface acadêmica da NVIDIA estão disponíveis em http://research.nvidia.com/.

Cinema no Alemão


Depois de levar sessões de filmes brasileiros para mais de 340 cidades do interior do País e proporcionar oficinas de cinema para aproximadamente 1400 jovens, o Cine Tela Brasil inicia em maio uma nova empreitada na popularização da cultura audiovisual.

Idealizado pelos cineastas Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi (realizadores dos filmes Bicho de Sete Cabeças, Chega de Saudade e As Melhores Coisas do Mundo), o Cine Tela Brasil apresenta o Projeto Educativo, criado para unir o conhecimento audiovisual a um método educacional focado tanto nos alunos, quanto nos professores.

O Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, é a primeira comunidade a receber o projeto, a partir de sábado.

Depois da passagem pelo Rio, o programa segue para São Paulo, onde passará por quatro diferentes cidades.

Guerra ao terror da pirataria

A Voltage Pictures, produtora do filme vencedor do Oscar de 2009 “Guerra ao Terror”, decidiu processar mais de 24 mil usuários por terem baixado a obra via BitTorrent.

É a maior ação do gênero, superando a movida pela US Copyright Group, em razão do download não autorizado do longa “Os Mercenários”.

A ação acontece no momento em que a diretora de Guerra ao Terror, Kathryn Bigelow, anuncia um filme sobre a caçada ao terrorista Osama bin Laden – que será distribuído pela Columbia Pictures.

Rendendo

Os ataques de 11 de setembro já inspiraram vários filmes de ficção e documentários.

Em 2002, a produção franco-britânica "11'9"01", de 2002, mostrou diferentes visões sobre o atentado, reunindo onze diretores de todo o mundo, entre eles Samira Makhmalbaf (Irã), Claude Lelouch (França), Youssef Chahine (Egito), Ken Loach (Reino Unido), Alejandro González Iñárritu (México), Amos Gitaï (Israel) e Sean Penn (Estados Unidos).

Michael Moore soltou em 2004 a bomba "Fahrenheit 9/11", investigando as consequências dos ataques nos EUA e as ligações entre as família Bush e Bin Laden.

Paul Greengrass dirigiu "United 93", de 2006, sobre os passageiros que conseguiram evitar que um dos aviões tomados por terroristas atingisse seu alvo.

No mesmo ano Oliver Stone focou nos ataques em Nova York, no filme "World Trade Center", com Nicolas Cage.

McChavez Feliz?

O chapolim Colorado da Venezuela, Hugo Chavez, inventou uma "caixa social pronta" que inclui biscoitos feitos à sua imagem e semelhança para competir com a "caixinha feliz" da rede McDonald’s.

Chavez também quer aprovar na Assembleia Nacional, em segunda votação, uma lei antimonopólio contra todas as franquias com mais de 15 lojas, que devem ser fechadas.

Chavez acusa o McDonald's na Venezuela de evasão fiscal e de agir ideologicamente contra seu governo...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Maio de 2011.

Nenhum comentário: