domingo, 14 de agosto de 2011

Em nome do Pai...

A culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser”.

Tentar é o primeiro passo rumo ao fracasso”.

Muito bem, Cérebro: você não gosta de mim e eu não gosto de você. Mas vamos logo acabar com isso e eu vou poder voltar a matá-lo com cerveja”.

(Frases de Homer Simpson, um pai muito bem radiografado aqui em cima)

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

Feliz Dia dos Pais! Para quem merece. Não é o caso do gaúcho Genoir Bortolosso, de 47 anos. O pai confessou ter contratado, por módicos R$ 500 reais, um vagabundo para assassinar a própria filha, de 18 anos de idade. O pai resolveu exterminar Ketlin Bortolosso, uma jovem estudante de Educação Física, para se vingar da mãe dela e se livrar do pagamento da pensão alimentícia à jovem. O crime aconteceu em Gaurama, no Rio Grande do Sul. Não foi em Springfield, onde mora o paradigma do anti-pai, Mister Homer Simpson.

O pai assassino daqui do Brasil agiu de forma fria e calculista. Foi até a casa da filha e convenceu-a que iria ensiná-la a dirigir. No próprio carro, levou a filha ao local onde o criminoso contratado estava pronto para acabar com ela. O pai apenas simulou um problema mecânico no veículo. Quando Ketlin saiu para ver o que havia acontecido, foi alvejada na cabeça. Seis tiros fatais. O pai e o bandido fugiram, mas acabaram presos, após denúncia anônima. Agora, a Polícia investiga a hipótese de o pai ter mandado matar a filha porque também seria beneficiado com um golpe em um seguro de vida feito para ela, mas tendo ele como beneficiário.

Parece roteiro de filme do tipo “Terror sem limites”. Mas não é ficção. Trata-se da violência gratuita. Mais um triste episódio, entre milhares, de uma humanidade em profunda crise de valores, em todas as partes do Planeta Terra. Família, aquela famosa célula-mãe da sociedade, torna-se um conceito sem sentido. Principalmente, para os imbecis coletivos formados pelo sistema de midiotização coletiva que corrompe os valores essenciais do ser humano (sujeito triplamente movido pela ação, emoção e razão).

Por isso, vale a pena aproveitar o tradicional “Dia dos Pais” para uma profunda reflexão. Qualquer filho da mãe sabe que a data faz parte do esquema de marketing que nos envereda, cada vez mais, para o consumo, na maioria dos casos, pela via da compulsão. Mas o lado comercial e a marketagem nem são o ponto principal sobre o qual temos de refletir de forma analítica e crítica. Na verdade, são mera conseqüência do esquema de Engenharia Social que esculhamba corpos, corações e mentes neste (i)mundo cada vez mais globalitário.

A todo momento, consciente ou inconscientemente, somos bombardeados pelo processo político-ideológico de construção psicossocial de regras padronizadas de conduta humana. A tradição é reinventada. Novas formas de comportamento são impostas. Os ideólogos tentam regular nossa linguagem e nosso modo de agir, de duas formas. Ou através da adoção prática de termos e expressões politicamente corretos. Ou pela exposição da anti-estética, pelo medo ou terror. Assim, a Comunicação - o instrumento básico de construção do Poder Real – é usada para deformar mentes, construir, destruir e reconstruir conceitos que interessam ao sistema dominante.

A Engenharia Social usa a Comunicação, suas mídias e seus profissionais (agentes conscientes e inconscientes) para difundirem ideologias, “valores” e conceitos subjetivos, imprecisos ou sem base na verdade concreta e objetiva. Tudo para moldar a sociedade dentro do pensamento globalitário da Nova Ordem Mundial – sob comando da Oligarquia Financeira Transnacional. Assim são formados (e deformados) os midiotas!

Os Simpsons” - onde papai Homer trabalha como astro principal – é um desenho animado que retrata perfeitamente o processo de midiotização globalitária. Por isso, hoje é dia de lembrar do Homer. A Fox, às 14 horas, exibirá até um “Especial de Dia dos Pais” com o anti-herói. Vamos assistir não apenas para celebrar o humor politicamente incorreto. Mas para avaliar o quanto de “Simpsons” estamos praticando no dia-a-dia.

Para ajudar na reflexão, vamos pensar primeiro no Verdadeiro Pai (aquele que é o Grande Criador de Tudo e de Todos). Depois, vamos estudar e, sempre que possível, seguir os excelentes exemplos e ensinamentos dado pelo mais ilustre filho Dele: Jesus Cristo. Com a ajuda deles, vamos restabelecer nossos essenciais valores familiares, neutralizando os maléficos efeitos da Engenharia Social.

A partir daí, é vida que segue... Com amor, fé e esperança, as coisas só tendem a melhorar.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão 2006-2011. Edição do Blog Alerta Total de 14 de Agosto de 2011. A transcrição ou copia deste texto é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

2 comentários:

José de Araújo Madeiro disse...

Jorge Serrão,

Eu estou com problemas no meu computador.

O meu provedor é da NET, que foi instalado recentemente.

Mas não estou conseguindo trabalhar meu blog.

Paguei a um técnico para verificar qual problema e ele ficou pior.

Como temos muitos adversários, deve ser algum tipo de censura que nos submetem.

Mas devemos trabalhar a imprensa contra o Congresso Nacional e contra a Gerentona Dilma, para que eles não destruam o Brasil, tornando-o numa República do Crime, com total descrédito internacional.

Att. Madeiro

Anônimo disse...

A ditadura instalou-se no Brasil pela mão da terrorista e começa entre o elevador e seu gabinete. Isso só deveria acontecer onde existe déficit de democracia, como acontece por estas bandas, lá em Brasília, onde a terrorista foi eleita através de urnas eletrônicas 100% manipuláveis e por "Lei" sem qualquer possibilidade de recontagem dos votos! Democracia brasileira! Ministros enucos! Covardia imensurável!

A noticia vem no Blog de Claudio Humberto.

"Liturgia: Dilma exige assessores perfilados

A presidenta Dilma se habituou rapidamente aos encantos do poder. No exercício do cargo, ela introduziu novidades, nos salamaleques e liturgias, como a exigência para que todos os "ministros da casa" e assessores mais próximos estejam perfilados no apertado corredor do elevador privativo, quando ela chega para trabalhar no Palácio do Planalto. A ausência pode render ao faltoso uma bronca inesquecível."

"Olheiro

No Planalto, um funcionário avisa quando a presidenta se aproxima, para que ministros e assessores se coloquem na porta do elevador."

"Correria

Ministros como a da Casa Civil abandonam qualquer conversa quando a “chefa” chega ao Planalto, e correm para se perfilar junto ao elevador."