domingo, 16 de outubro de 2011

O Fim da Segurança Nacional

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

A petralhada aplica seu mais violento golpe na Segurança Nacional do Brasil. A safadeza imediata consiste em enfraquecer, de vez, com a Escola Superior de Guerra. Nesta linha de neutralização da Doutrina de Segurança Nacional, Presidenta Dilma Dynamite deu ordens expressas ao seu Ministro da Defesa, Celso Amorim, para acelerar a criação, em Brasília, do Instituto Pandiá Calógeras.

O plano é criar uma nova entidade com uma permanente doutrina civil sobre a questão da defesa nacional. Tudo, claro, no enfoque que interessa aos petralhas a serviço da Nova Ordem Mundial – que combate qualquer noção de soberania nacional dos países, sobretudo do Brasil. Com a criação do IPC, esvazia-se a ESG, sem precisar desmontá-la ou transferir sua sede para Brasília – como era o plano de destruição anterior.

A tática petralha é simplória. A ESG funcionaria como uma simples escola superior. Permaneceria em sua sede, na Praia Vermelha, no Rio de Janeiro. Ficaria restrita a ministrar cursos de aperfeiçoamento para militares. E só para eles! Discussões com o chamado “mundo civil” serão intermediadas pelo novo IPC. O próximo golpe petralha é uma “faxina” na doutrina da ESG para descaracterizá-la, adequando-a aos “novos tempos” (leia-se, Nova Ordem Mundial, ou New World Order, como preferem os entreguistas mais pernósticos).

As Associações dos Diplomados na Escola Superior de Guerra que se cuidem! Braços defensores e propagadores da Doutrina de Segurança Nacional na sociedade brasileira, reunindo vivências civis e militares, as ADESGs são o próximo alvo das petralhagens. A intenção imediata é enfraquecer, no âmbito governamental, qualquer discussão sobre o chamado “Livro Branco de Defesa Nacional”. Aliás, a obra alinhada com o pensamento da ESG será tema central, esta semana, da XI Convenção Nacional da ADESG. O evento acontece nos dias 19, 20 e 21, no Salão de Convenções do Clube de Aeronáutica.

Só infantes seguidores do Manual do Escoteiro Mirim não percebem a sacanagem! É pura conversa fiada a historinha de homenagear Pandiá Calógeras - primeiro civil a exercer o cargo de ministro da Guerra na história republicana brasileira, no governo de Epitácio Pessoa, entre 1919 a 1922. O IPC será o substituto da ESG na relação com os cidadãos não-militares. Na verdade, será o picadeiro para os anti-militares aprofundarem sua guerra às instituições fardadas.

O negócio da petralhada é sempre alimentar a falsa dicotomia “Militar versus Civil” para enfraquecer a Expressão Militar do Poder Nacional. IPC, Comissão da Verdade e a retórica anti-Ditadura Militar têm um único objetivo: desmoralizar os militares que são os guardiões da soberania nacional que a Nova Ordem Mundial, abertamente, pretende destruir. Os milicos são os patinhos feios da nossa História. São candidatos a tomar mais flechada que São Sebastião. E PT saudações!

A aceleração na criação do Instituto Pandiá Calógeras ganhou até uma motivação miodiótica (perdão, midiática). A revista Carta Capital desta semana dedica uma reportagem de cinco páginas (28 a 32) para fazer uma grave “denúncia contra os militares”. A matéria “Nós, os inimigos” denuncia a existência do sigiloso documento de 162 páginas denominado “Manual de Campanha – Contra-Inteligência”. A obra do Exército já estaria sendo combatida pelo ministro Celso Amorim, que já cobrou uma resposta oficial dos comandantes da Marinha e da FAB. Amorim quer saber se existe algo semelhante sendo aplicado entre seus oficiais e praças.

A definição que a reportagem da Carta Capital dá ao livro o transforma em uma séria ameaça ao Universo. “Trata-se de um conjunto de normas e orientações técnicas que reúne, em um só universo, todas as paranóias de segurança herdadas da Guerra Fria e mantidas intocadas, décadas depois da queda do Muro de Berlim, do fim da ditadura e nove anos após a chegada do temido PT ao poder”. Visto assim, o livro parece uma receita malvada para militares comerem criancinhas.

A tal denúncia do livro pode ser um pretexto para a queda antecipada do Comandante do Exército. O General Enzo Martins Peri, “prestigiado, reservadamente, pela chefona-em-comando Dynamite”, deveria deixar o posto apenas em fevereiro ou março, na reforma ministerial. Mas, agora, pode servir de bode expiatório junto com outro oficial de quatro estrelas, o chefe de Estado-Maior do EB, General Darke Nunes de Figueiredo, a quem se atribui a responsabilidade pela divulgação do “Manual de Campanha – Contra-Inteligência”.

Sobrevivemos a um momento ridículo da vida nacional. Delinqüentes políticos usurpam o poder estatal. Violentam e corrompem as instituições nacionais permanentes. Agem, claramente, em causa própria, locupletando-se. Mas, no oculto submundo, trabalham obedecendo aos ditames de seus controladores maiores, aqui de dentro ou de fora do País. A Oligarquia Financeira Transnacional escala seus agentes conscientes (marionetes ideológicos) para atacar a soberania nacional brasileira. Por enquanto, eles vencem a batalha, por goleada!

A regra é clara! Um Estado descontrolado - e não controlável socialmente - é facilmente governado pelas organizações criminosas. As quadrilhas influenciam as expressões do poder político, econômico, jurídico, cultural e psicossocial. Nem o poder militar fica imune. A corrupção, institucional e institucionalizada, é uma conseqüência da ação do crime – e não uma causa em si mesma, conforme o sistema dominante a faz parecer. Estamos sofrendo a ação deletéria do crime cada vez mais organizado.

Quem pode nos salvar? Nós mesmos. Precisamos apenas aplicar algumas receitas previstas nos velhos manuais da Escola Superior de Guerra. Segurança Nacional é o sentimento na Nação da conquista e da manutenção dos seus objetivos fundamentais, proporcionadas pela aplicação do seu Poder Nacional. A Segurança Nacional tem um fim (finalidade) para os brasileiros: superar o Governo do Crime Organizado que parece nos dominar.

Para neutralizar e superar o crime, devemos aplicar os objetivos nacionais permanentes (que a turma da ESG, sem perceber a manobra da Nova Ordem Mundial, aceitou que passassem a ser chamados apenas de “objetivos fundamentais”): Democracia, Paz Social, Integração Nacional, Integridade do Patrimônio Nacional, Progresso e Soberania.

A Soberania Brasileira é o alvo. A petralhada mira nos militares para acertar nela. Por isso, estamos, há muito em crise. E, para reflexão profunda, vale estudar a definição da ESG para esta palavrinha: “Crise é um estado de tensão, provocado por fatores internos e/ou externos, sob o qual um choque de interesses, se não administrado adequadamente, corre o risco de sofrer um agravamento, até a situação de enfrentamento entre as partes envolvidas”.

Para entender melhor nossa Crise, releia o artigo aqui publicado em 11 de agosto: Chega de Governo do Crime no Brasil


http://www.alertatotal.net/2011/08/chega-de-governo-do-crime-no-brasil.html

PS – Assistam, nesta segunda-feira, dia 17, às 22 horas, ao programa Roda Viva, na Rede Brasil. O entrevistado é José Anselmo dos Santos, o “Cabo” Anselmo. O famoso personagem da Mal Contada História do Brasil pedirá a Dilma sua Carteira de Identidade, Anistia e Aposentadoria. Anselmo tem bagagem teórica para meter o pau na tal Nova Ordem Mundial, o que pode tornar o programa eletrizante, já que o tema é tabu em nossa mídia. Participarei do programa, apresentado por Mario Sérgio Conti, na bancada dos “perguntadores”.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão 2006-2011. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Outubro de 2011. A transcrição ou copia deste texto é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

9 comentários:

Guilherme Sakuma disse...

Belo blog. Conteúdo de qualidade.

Itaipuaçu disse...

Com todo respeito à ESG. Depois da palestra de um certo ex-presidente recentemente, se tivesse um diploma de lá rasgaria-o em frente à sede da mesma

Anônimo disse...

Vivemos uma ditadura civil imposta pelos derrotados em 1964.

Para quando uma Democracia militar?

Quando houver campos de extreminio como Hitler criou? Então que venha uma produtiva guerra civil!

Extreminio por extreminio, cada um que tome sua iniciativa!

Anônimo disse...

O ministro dos Esportes, nomeado para o governo da terrorista pelo político mais corrupto em 500 anos de nossa Historia, depois de ter roubado R$ 4 bilhões dos jogos do PAN e se recusando entregar as contas ao TCU, voltou a roubar mal tomou posse neste desgoverno!

Claro que è comunista do PCdoB, mas podia ser de qualquer outra legenda política.

Será que mais um ministro nomeado pelo porralouca irá ser demitido pela terrorista? Não creio nem acredito! Ela já deu um basta na sua limpesa!

Corruptos unidos jamais serão vencidos, ou, corruptos de todo o mundo, uni-vos!

Anônimo disse...

Segurança Nacional isso já acabo a muito tempo no Brasil as pessoas tão vendo isso agora mais já tem tempo pois não a militares de verdade aqui é tudo concurseiros $$$ e generais mais politicos que generais de verdade e hoje endia so está sendo aprovado generais os menos vibrates menos militar possivel é apenas um uniforme de general vazio não a um homen um militar de verdade nele aquenas um uniforme vazio que anda é isso que tem no Brasil hoje militares só pelo uniforme isso tem muito na parte dos oficiais nas forças armadas oficiais mais parecido com um trabalhador de empresa pois ele está la pela estabilidade financeira é melhor que paga uma facudade 4 anos e depois rala pra ter emprego já na força ele paga pra vc estuda e já sai com serviço certo e estável mais não sai formado em merda nem uma e sai um militar isso ele pensão que são "militares de merda" de 30 uns 5 serve pra coisa talves mais um pouco até 10 mais é dificil.

Anônimo disse...

Jorge

Um aviso aos nossos militares e o que lhes espera com a Comissão da Verdade Soviética, onde apenas alguns (Comissarios Vermelhos ou Comissarios Bolivarianos) serão mais iguais que os restantes militares.

Uma noticia que o governo da terrorista ocultou! O Brasil extraditou no dia 14 deste mês, ás 21h00 pelo aeroporto do Galeão, num voo direto Rio-Buenos Aires, o ex militar argentino Norberto Raúl Tozzo, de 66 anos, com a condição imposta pela justiça brasileira que esse ex militar não tenha prisão perpetua, mas sim uma pena não superior a 30 anos!

Ora, com 66 anos, qualquer pena até 30 anos è prisão perpetua!

No entanto, o FDP do Batisti, acusado de liquidar 4 civis, recebe asilo brasileiro, RG brasileiro que no entanto è negado ao cidadão brasileiro Cabo Anselmo!

Vivemos ou não numa ditadura civil corrupta e soviética? Prefiro a Democracia Militar!

http://www.noticias24.com/actualidad/noticia/333151/brasil-extradita-a-ex-militar-argentino-acusado-de-masacre-en-la-dictadura/

Anônimo disse...

PF! PF! PF! PUTARIA FRANCISCANA! ME DESCULPE SÃO FRANCISCO! MAS É O QUE VIROU O MEU PAÍS! ESSA PUTARIA FRANCISCANA! MINHA VONTADE É FUZILAR TODO CORRUPTO, TODO VENDILHÃO DA PÁTRIA! BOTAR ORDEM NESSA BALBÚRDIA! QUE SAUDADE DA DITADURA!

José de Araújo Madeiro disse...

Serrão,

Concordamos com você e, por isto, estamos procurando fazer a nossa parte, no possível e dentro das nossas possibilidades.

Mas não está facil e as FFAA do Brasil não devem baixar a cabeça. Soluções irão aparecendo, talvez a conta-gotas, mas surgirão.O soldado brasileiro não deve ser, jamais, covarde, como um herdeiro do seu patrono, do Duque de Caxias.

No entanto e com certeza, o Lula está destruindo o Brasil, sua economia, suas tradições e suas perspectivas de desenvolvimento, que nos capacitarão para nossa inserção dentre às nações civilizadas do planeta.

O modelo do Lula não tem saída, mas vai pertubar por longo tempo, enqunto não houver uma reação efetiva e consistente do povo.

Um povo sem escola, não consegue entender o que se trata realmente de cidadania e serve de massa de manobra, para homens sem escrúpulos do tipo do Lula.

Lula quer apenas o poder, com gerenciamento do Estado por um partido único, o PT, como na China e com a economia estadizada, repetimos. Para ter apoio internacional está alinhando-se aquele país e modelo, procurando desetabilizar o Estados Unidos.Aí a conversa muda de tom: Desestabilizar os Estados Unidos!

Todavia, os Estados Unidos são muito fortes. Que possuem empresários nacionalistas, o maior PIB do mundo e as melhores universidades; as 12 melhores universidades do mundo estão nos Estados Unidos. E tem uma democracia estável, uma democracia estável!

O Obama está preocupado com a re-eleição e não será fácil para ele, mesmo assumindo compromissos com o povo americano. Os amercianos não são os brasileiros!

Quanta pretenções dos chineses aliados aos PTralhas do Brasil!

Não sou economista, mas, provavelmente, a economia estatizada dos chineses, incluindo as pretensões dos PTralhas e demais ditaduras do mundo, não conseguirão derrotar o Estados Unidos.

É questão de tempo!

Sabemos, porém, que nós brasileiros devemos entender que o Governo deve respeitar à liberdade individual e ser socialmente justo para enfrentar à Especulação Financeira Transnacional, para poder investir no povo, em políticas sociais de longo prazo, tais como escola, saúde, segurança e infraestrutura.

Lula está inserido no mundo da especulação financeira, não esqueçamos dos Illuminatis e praticando uma política meramente assistencialista, simplesmente para manutenção do Status Quo e do Poder para si.

Certamente fadada ao fracasso.

Os chineses querem nos submeter e nos tomar às nossas commodities a preço vís, de acordo com o Lula, Dilma e seus PTralhas.

Por isto devemos reagir ao Projeto e às Propostas do PT. Devemos trabalhar pela escolaridade do povo brasileiro como meta prioritarríssima.

O futuro dirá e esperamos que estejamos certo. Porém, prepara coração!

Abçs, Madeiro.

tatiana dutra e mello disse...

Online: http://cmais.com.br/aovivo