terça-feira, 9 de outubro de 2012

TAPAR O SOL

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ferreira Gullar

Gostaria de deixar claro que não tenho nada de pessoal contra o ex-presidente Lula, nem nenhum compromisso partidário, eleitoral ou ideológico com ninguém. Digo isso porque, nesta coluna, tenho emitido, com alguma frequência, opiniões críticas sobre a atuação do referido político, o que poderia levar o leitor àquela suposição.

Não resta dúvida de que tenho sérias restrições ao seu comportamento e especificamente a certas declarações que emite, sem qualquer compromisso com a verdade dos fatos. E, se o faço, é porque o tenho como um líder político importante, capaz de influir no destino do país. Noutras palavras, o que ele diz e faz, pela influência de que desfruta, importa a todos nós.

E a propósito disso é que me surpreende a facilidade com que faz afirmações que só atendem a sua conveniência, mas sem qualquer compromisso com a verdade. É certo que o faz sabendo que não enganará as pessoas bem informadas, mas sim aquelas que creem cegamente no que ele diga, seja o que for.

Exemplo disso foi a entrevista que deu a um repórter do “New York Times”, quando voltou a afirmar que o mensalão é apenas uma invenção de seus adversários políticos. E vejam bem, ele fez tal afirmação quando o Supremo Tribunal Federal já julgava os acusados nesse processo e já havia condenado vários deles. Afirmar o que afirmou em tais circunstâncias mostra o seu total descompromisso com a verdade e total desrespeito com as instituições do Estado brasileiro.

Pode alguém admitir que a mais alta corte de Justiça do país aceitaria, como procedentes, acusações que fossem meras invenções de políticos e jornalistas irresponsáveis?

E mais: os ministros do STF passaram sete anos analisando os autos desse processo, tempo mais que suficiente para avaliá-lo. Afirmar, como faz Lula, que tudo aquilo é mera invenção equivale a dizer, implicitamente, que os ministros do STF são coniventes com uma grande farsa.

Mas o descompromisso de Lula com os fatos parece não ter limites. Para levar o entrevistador do “NYT” a crer na sua versão, disse que não precisava comprar votos, pois, ao assumir a Presidência, contava com a maioria dos deputados federais.

Não contava. Os verdadeiros dados são os seguintes: o PT elegera 91 deputados; o PSB, 24,; o PL, 26, o PC do B, 12, num total de 153 deputados. Mesmo com os eleitos por partidos menores, cuja adesão negociava, não alcançava a metade mais um dos membros da Câmara Federal.

Cabe observar que ele não disse ao jornalista norte-americano que não comprou os deputados porque seria indigno fazê-lo. Disse que não os comprou porque tinha maioria, ou seja, não necessitava comprá-los. Pode-se deduzir, então, que, como na verdade necessitava, os comprou. Não há que se surpreender, Lula é isso mesmo. Sempre o foi, desde sua militância no sindicato. Para ele, não há valores: vale o que o levar ao poder ou o mantiver nele.

Sucede que, apesar do que diga, ninguém mais duvida de que houve o mensalão. Pior ainda, corre por aí que o Marcos Valério está disposto a pôr a boca no mundo e contar que o verdadeiro chefe da patranha era o Lula mesmo, como, aliás, sempre esteve evidente. E já o procurador-geral da República declarou que, se os dados se confirmarem, o processará. É nessas horas que o Lula falastrão se cala e desaparece. Às vezes, chama Dilma para defendê-lo.

Desta vez, chamou o Rui Falcão, presidente do PT, para articular o apoio dos líderes da base política do governo. Disso resultou um documento desastroso, que chega ao ponto de acusar o Supremo de perpetrar um golpe de Estado contra a democracia, equivalente aos golpes que derrubaram Vargas e João Goulart. Pode? Vargas e Goulart, como se sabe, foram depostos pela extrema direita com o apoio de militares golpistas.

O julgamento do STF realiza-se às claras, à vista de milhões de telespectadores. Não é uma conspiração. Ele desempenha as funções que a Constituição lhe atribui. E que golpe é esse contra um político que não está no poder?

O tal manifesto só causou constrangimento. O governador Eduardo Campos, de Pernambuco, deu a entender que foi forçado a assiná-lo, após rejeitar três versões dele. Enfim, mais um vexame. Só que Lula, nessas horas, não aparece. Manda alguém fazer por ele, seja um manifesto, seja um mensalão.

Ferreira Gullar é Escritor. Originalmente publicado no jornal Folha de S. Paulo.

3 comentários:

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

Caro amigo serrão.
veja abaixo o que eu falo sobre tapar o sol.


Processo nº 470- Mensalão - 4a. Parte

 

A MENTIRA

 
OS MINISTROS DO EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA CITADOS NO PROCESSO ACIMA FORAM OS QUE ORDENARAM TODOS OS PROCEDIMENTOS CORRUPTOS DO MENSALÃO DE DENTRO DO PALÁCIO DO PLANALTO SEM NENHUM CONHECIMENTO DO PRESIDENTE. PRINCIPALMENTE O MINISTRO CHEFE DA CASA CIVIL DO EX-PRESIDENTE.



A VERDADE

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA É O MANDATÁRIO SUPREMO DA NAÇÃO, SEUS MINISTROS SÃO PARCEIROS DE PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) COM ANOS DE CONVIVÊNCIA PARTIDARIA, ESCOLHIDOS POR ELE, MILITANTES FIEIS AO CHEFE, CUMPRIDORES DE ORDENS EM TODOS OS EVENTOS GREVISTAS E DE OPOSIÇÃO AOS GOVERNOS ANTERIORES. COM ACESSO DIRETO AO SEU GABINETE, DIÀRIAMENTE E A QUALQUER MOMENTO QUE FOSSE NECESSÁRIO.

O POVO BRASILEIRO QUER SABER A VERDADE E O MUNDO TAMBÉM.

O EX- PRESIDENTE DA REPÚBLICA FOI O IDEALIZADOR DO MENSALÃO.
ELE SABIA E DEIXOU POR CONTA DOS SEUS MINISTRO O PROSEGUIMENTO DA CORRUPÇÃO. ATÉ CONSEGUIR O SEU OBJETIVO PRINCIPAL, QUE ERA O PAGAMENTO DAS DÍVIDAS DE CAMPANHA ASSUMIDAS PELO SEU PARTIDO.( 1a. PARTE).



A COMPRA DE DEPUTADOS NA CAMARA FEDERAL, PARA APROVAREM OS PROJETOS DO GOVERNO, DENUNCIADA PELO DEPUTADO FEDERAL ROBERTO JEFFERSON, FOI A 2a. PARTE


O EX- PRESIDENTE DA REPÚBLICA E SEU PARTIDO ( PT). A PARTIR DO SURGIMENTO DO PROCESSO, SÔBRE OS CORREIOS, CUJO RÉU FOI O DEPUTADO FEDERAL ROBERTO JEFFERSON E QUE DEU ORIGEM A DENÚNCIA DO MENSALÃO. PERCEBENDO A GRAVIDADE DAS DENÚNCIAS, OPTARAM POR SACRIFICAR ALGUNS ALIADOS, PRINCIPALMENTE OS MAIS CHEGADOS, O MINISTRO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA, QUE SE COLOCOU A DISPOSIÇÃO, PARA ASSUMIR TODA A RESPONSABILIDADE NO PROCESSO Nº 470, APESAR DE NÃO TER SIDO O MENTOR DO MENSALÃO, COMO SEMPRE SE POSICIONOU NOS SEUS DEPOIMENTOS, APENSOS AO PROCESSO.


FOI EXONERADO IMEDIATAMENTE, JUNTAMENTE COM OS OUTROS MINISTROS CITADOS.


A EXONERAÇÃO IMEDIATA DOS MINISTROS ENVOLVIDOS NO PROCESSO, COMO SENDO OS ÚNICOS RESPONSÁVEIS PELO MENSALÃO, SALVOU O EX-PRESIDENTE E O PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) , DENTRO E FORA DO PAIS.


DURANTE SETE ANOS O EX-PRESIDENTE E SEU PARTIDO, CONSEGUIURAM EMPURRAR COM A BARRIGA ESTE PROCESSO.

SÓMENTE APÓS A SAÍDA DO GOVERNO DO EX-PRESIDENTE LULA, É QUE HOUVE A DENÚNCIA DO PROCURADOR GERAL E O ACATAMENTO DESTE PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

NESTES 7 (ANOS), O EX-PRESIDENTE, NOMEOU SEIS MINISTROS DE SUA TOTAL CONFIANÇA, NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, VEJAM:

 
ANALISANDO A COMPOSIÇÃO DOS MINISTROS DO SUPREMO, VERIFICAMOS QUE FORAM INDICADOS PARA COMPOR O SUPREMO, DESDE 1989, OS SEGUINTES MINISTROS:

-EM 1989 - CELSO DE MELLO - INDICADO PELO EX-PRESIDENTE JOSE SARNEY;

- EM 1990 - MARCO AURÉLIO MELLO - INDICADO PELO EX-PRESIDENTE FERNANDO ~COLLOR DE MELLO;

- EM 2002 - GILMAR MENDES - INDICADIDO PELO EX-PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO;

- EM 2003 - AIRES BRITTO;

- " - JOAQUIM BARBOSA;

- " - CESAR PELUSO;

- EM 2006 - RICARDO LEWANDOWSKI;

- EM " - CARMEN LUCIA;

- EM 2009 - DIAS TOFFOLI - TODOS INDICADOS PELO EX-PRESIDENTE LUIZ INACIO LULA DA SILVA;
- EM 2011 - ROSA WEBER; E

- EM " - LUIZ FUX - PELA ATUAL PRESIDENTE DO BRASIL DILMA ROUSSEFF.

SÃO 6 MINISTROS INDICADOS PELO EX E 2 PELA ATUAL PRESIDENTE DA REPUBLICA DO PT

CONTINUA;

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CONTINUAÇÃO;

TUDO FOI DEVIDAMENTE PLANEJADO E EXECUTADO, SÓ NÃO ESPERAVAM QUE CABERIA AO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA A RELATORIA DO PROCESSO DO MENSALÃO, QUE COM CORAGEM E HONRA, CONDENOU TODOS OS RÉUS ENVOLVIDOS.

O MINISTRO RELATOR FOI ESCOLHIDO DE ACORDO NORMAS ADMINISTRATIVAS QUE REGEM O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

O EX-PRESIDENTE E O PT, AO TOMAREM CONHECIMENTO DO PROCEDIMENTO, DO MINISTRO RELATOR QUANTO A ACUSAÇÃO E A CULPABILIDADE DOS RÉUS, TENTARAM DAR A VOLTA POR CIMA, CONSEGUINDO NOMEAR PARA REVISOR O SEU MAIOR ALIADO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, O MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI. QUE ESTÁ CORRESPONDENDO PLENAMENTE A EXPECTATIVA DO PT E DO EX- PRESIDENTE, TENTADO DE TODAS AS FORMAS DENEGRIR A IMAGEM DO RELATOR , CONTESTANDO A DENÚNCIA, AS ACUSAÇÕES E AS CONDENAÇÕES, FEITAS PELO RELATOR.

PROCESSO Nº 470 É A MAIOR FARSA JÁ OCORRIDA EM UM PAIS EM SUA MAIS ALTA CORTE DE JUSTIÇA, (O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL).
A BRIGA DE PODER ENTRE ALGUNS MINISTROS, PRINCIPALMENTE O REVISOR, CONTRA O MINISTRO RELATOR É NOTÓRIA, POIS DEMONSTRA A MAIOR PROVA DE DESCRIMINAÇÃO DE UM MINISTRO CONTRA O OUTRO, DENTRO DAQUELA CORTE, TENTANDO DE TODAS AS FORMAS, DENEGRIR A IMAGEM DO MINISTRO RELATOR JOAQUIM BARBOSA JUNTO A OPINIÃO PÚBLICA E AOS DEMAIS MINISTROS.



DIGO FARSA PORQUE O ÚNICO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO N°470 MENSALÃO, FOI O EX-PRESIDENTE, O QUAL, FOI SUBSTITUIDO PELO SEU MELHOR AMIGO E LEAL COMPANHEIRO, O MINISTRO DA CASA CIVIL DE SEU GOVERNO, QUE CONSTA COMO CHEFE DA QUADRILHA DO MENSALÃO.

COMO O MINISTRO REVISOR NÃO ESTA CONSEGUINDO O APOIO DOS DEMAIS MINISTROS, VAI TENTAR COM A SUA DEFESA ENFÁTICA DOS RÉUS, PROTELAR COM O SEU DISCURSO ENVOLVENTE, SEMPRE DISCORDANDO DO RELATOR, O PROCESSO, NO MÍNIMO ATÉ O TÉRMINO DO 1º TURNO DAS ELEIÇÕES MINICIPAIS.



ISTO É UMA ORDEM.



OS MINISTROS JOSE DIRCEU, ANTONIO PALLOCI, O PT E OUTROS CITADOS NO PROCESSO, (QUE SE COLOCARAM A DISPOSIÇÃO DO CHEFE), ESTAVAM TRANQUILOS, POIS SABIAM QUE ELE CONSEGUIRIA ARQUIVAR O PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO OU NO MÍNIMO ABSOLVÊ-LOS NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, PORQUE A MAIORIA DOS MINISTRO FOI SUA INDICAÇÃO.

POR ENQUANTO SÓ UM MINISTRO CONSEGUIU A ABSOLVIÇÃO.


MAS O TIRO ESTÁ SAINDO PELA CULATRA E NÃO SEI COMO ESTE SERÁ RECEBIDO POR AQUELES QUE NADA TIVERAM COM O MENSALÃO, E FORAM CONDENADOS E COLOCADOS COMO OS RESPONSÁVEIS DIRETOS PARA SALVAR A CABEÇA DOS IRRESPONSÁVEIS E A PÁTRIA BRASILEIRA.


SÓ O FUTURO DIRÁ E QUE DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS BRASILEIROS.

A PREOCUPAÇÃO MAIOR DO EX-PRESIDENTE É COMO EXPLICAR AOS SEUS AMIGOS E CORRELIGIONÁRIOS, COMO EM 8 ANOS, NÃO CONSEGUIU ABAFAR O MENSALÃO.


SÓ HA UMA SAÍDA PARA O EX-PRESIDENTE. É SE DECLARAR CULPADO E ÚNICO RESPONSÁVEL PELO MENSALÃO.

AGINDO DESSA FORMA TALVEZ POSSA ENPACOTAR O MENSALÃO DE UMA VEZ POR TODAS E QUEM SABE SALVAR TAMBÉM O SEU PARTIDO.

ESTÁ CHEGANDO A HORA EM QUE ALGUÉM TEM QUE IR PARA O SACRIFICIO.

VEJA COMO E PORQUE O MENSALÃO ESTÁ AFETANDO MAIS A SAÚDE DO EX-PRESIDENTE.

Jurema Cappelletti disse...

No seu papel de jornalista, que sempre nos passa novas informações, é correto não ter nenhuma simpatia ou antipatia política. Mas não é o meu caso. Quanto mais livros ou artigos sobre o megalômeno ex-presidente leio, mais o abomino, mais tenho horror à sua disfarçada arrogância, ao seu ódio por quem nasceu numa situação melhor que a dele, por pessoas mais instruídas. Nada mais revoltante do que saber como ele humilha, sempre que tem alguém em volta, os seus subordinados.

L.I. é um ser mesquinho, isento de ideologias ou respeito por outras pessoas. Para ele, mais do que qualquer cargo, o que importa é apenas sua vaidade doentia.

E tudo isso escondido embaixo da capa de grande pai do povo, que não o vê como o abiltre que ele é.