sexta-feira, 30 de novembro de 2012

PF investiga ligação entre Rose e Flores, para saber se amiga de Lula mexia com negócios da Previ

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Exclusivo - O Rosegate pode ter ramificações em grandes negócios no mercado de capitais. A Polícia Federal investiga relações da quadrilha apanhada pela Operação Porto Seguro com negócios incomuns feitos por fundos de pensão. O principal caso sob análise resulta de queixas feitas por investidores sobre uma eventual influência da quadrilha em decisões estratégicas sobre aplicações feitas pelo poderoso Previ (Fundo de Previdência dos empregados do Banco do Brasil) – um dos aplicadores líderes de nosso sistema capimunista tuiniquim.

Agentes da PF trabalham com a hipótese de que a influência da ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, ia muito além das Agências Reguladoras. O principal alvo das investigações é descobrir se existe um elo de negócios entre a influente “Doutora Rosemary” e um outro grande amigo pessoal dela, Ricardo Flores, ex-presidente da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) e desde 3 de setembro deste ano presidente da Brasilprev - que é uma das maiores empresas de previdência complementar no Brasil, com 1,4 milhão de clientes.

Uma das evidências de que parte a PF é que o ex-marido de Rose, José Cláudio de Noronha, tem um cargo de suplente no Conselho de Administração da Brasilprev ou da Aliança (BB Seguros). O fato pegou tão mal que o Banco do Brasil (acionista da empresa) deve pedir a substituição do marido de Rosemary. O conselho da empresa se reúne na semana que vem para sacramentar a degola do conselheiro Noronha – que também tem um cargo de assessor especial da Infraero, em São Paulo.

O Rosegate pode provocar estragos na cúpula do Banco do Brasil. Com Rose em desgraça, um outro suposto amigo dela já teme problemas. O presidente do BB, Aldemir Bendine, foi quem ajudou a escolher onde funcionaria o escritório paulista da Presidência, em um andar da sede do BB. Bendine atendeu aos pedidos do ex-presidente Lula e de sua amiga Rosemary. Foi por influência e amizade também que Rose emplacou o ex-marido como suplente de conselheiro na Brasilprev ou seguradora Aliança.

Virou “fato público relevante” que Rosemary tentou influenciar em indicações e cargos da cúpula do Banco do Brasil, aproveitando-se da amizade com Bendine. Rose toureava as pressões petistas por posições estratégicas no BB junto com o ex-vice-presidente da área de governo do banco, Ricardo Oliveira. O problema é que, no começo do ano, estourou uma mega-briga entre a petralhada, que acabou gerando a queda de Oliveira.

Dilma Rousseff só não detonou Rose para não criar problemas com Lula. A deflagação da Operação Porto Seguro só facilitou a vida de Presidenta... Ainda mais se conseguir emplacar a tese de que realmente nada sabia sobre os esquemas de Rose... O presidente do BB, Aldemir Bendine, também pode se salvar porque há muito estaria rompido com Rose. Mas se comprovarem que ele continua “amigo”, a casa pode cair...

O caso específico de possíveis ligações entre Rose, os irmãos Vieira e os negócios da Previ ainda é uma especulação sigilosa dentro da PF. Nada sobre isto consta das 600 páginas do inquérito da Operação Porto Seguro. A cada instante surgem informes – alguns improcedentes – sobre o Rosegate. E a operação abafa (ou limpeza) – para esconder novas revelações – também ocorre a pleno vapor.



Negar é preciso...

Na quinta-feira, durante o evento de lançamento do calendário da Pirelli, no Rio de Janeiro, Lulz tentou fugir do assunto Rosemary.

Ao ser perguntado pela reportagem do jornal O Globo sobre qual era sua relação com Rosemary, apenas esbravejou:

“Não, não, não!"

Velho Caquético?

É, eu já falei pra ele. Ele tem que parar de se expor em público enquanto a perna dele não ficar boa... Ele levou um tombo domingo passado dentro de casa... Ele tá parecendo um velho caquético".

Tais palavras foram ditas pela exonerada chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, ao amigo Paulo Vieira - ex-diretor da ANA (Agência Nacional de Águas), durante conversa captada, em maio, pela Polícia Federal.

Chamar o ex-presidente de “velho caquético” é mais um indício da intimidade que Rose tinha com Lula.

O chefe dela

Lula não era mais presidente da República em maio deste ano.

No entanto, na conversa interceptada pela PF, quando Vieira pergunta para Rose sobre a ida de Beto Vasconcelos, assessor de Dilma Rousseff, para a Advocacia Geral da União, a amiga de Lula responde:

"Mas hoje eu vou, provavelmente, eu vou encontrar com meu chefe e vou perguntar pra ele".

Os diálogos que comprovam a ligação forte entre Rose e Lula foram publicados pela Folha de S. Paulo desta sexta-feira.

Rose pedia, Lula atendia

O Jornal Nacional, da Rede Globo, ontem à noite, revelou e-mails obtidos pela Polícia Federal que confirmam que Rose tratou com Lula das nomeações dos irmãos Paulo Vieira e Rubens Vieira para as diretorias da Agência Nacional de águas (ANA) e Agência Nacional de Avião Civil (Anac).

Em resposta a uma mensagem de Rubens Vieira, em 20 de janeiro de 2009, Rose avisou que iria “tentar falar com o PR” e ainda traçou uma tática de aproximação de seu “afilhado” com Lula, em evento que aconteceria proximamente:

Pelo menos você cumprimenta só para ele lembrar de você. Aí, eu ataco”.

JD

No e-mail de 6 de abril de 2009, Paulo Vieira manda e-mail a Rose pedindo o cargo na diretoria da ANA.

Uma semana depois, por e-mail, Rose escreve a Paulo que: “já está agendando a conversa com JD. A agenda com o deputado Vaccarezza vai ficar para o dia 24, te aviso a hora”.

A procuradora Suzana Fairbanks Oliveira Schnitzlein, responsável pela investigação da Operação Porto Seguro no Ministério Público Federal, traduz a sigla:

JD é a forma como Rose se referia em suas conversas a José Dirceu.

Mas a fanática petralhada vai defender, nas redes sociais, que JD significa "Jesus Divino"...

Demorou, mas compensou...

Pedida em janeiro de 2009, a nomeação de Rubens para a Anac, para um salariozinho de R$ 23.757,36, saiu apenas em julho de 2010.

Paulo levou um ano e um mês para ser indicado ao cargo que pagava a merreca de R$ 23.890,85.

Demorou, mas, com certeza, o salário e o poderio do cargo para outros negócios escusos compensaram a longa espera...

Emprego para a filha

Nomeações resolvidas, em 8 de novembro de 2010, quando Rose acompanhava Lula em viagem a Maputo, em Moçambique, ela enviou um e-mail a Paulo Vieira pedindo emprego para a filha Mirelle Nóvoa de Noronha, na Anac:

Bom dia, Paulo, a Mirelle já enviou os documentos? Peço a gentileza de só nomeá-la depois que eu confirmar com o PR. Estou em Maputo, embarco para Seul (Coreia do Sul) na quarta-feira com ele. Aí, após conversar, te aviso”.

No dia 1º de dezembro de 2010, o Diário Oficial publicou a nomeação da filha de Rosemary como assessora técnica da Diretoria de Infraestrutura Aeroportuária da Anac, com salário de R$ 8.625,61.

Diploma falso?

O Globo revela que a Polícia Federal investiga se o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Paulo Vieira, ajudou Rose, a obter um diploma de administrador de empresa para o ex-marido, José Claudio de Noronha, sem que ele tivesse cursado faculdade.

O diploma de araque seria usado para o ex-marido conseguir uma vaga de suplente no conselho de administração da Aliança do Brasil Seguros, seguradora do Banco do Brasil.

Vieira respondeu: “Desculpe só responder agora. É que fiquei muito gripado e o pessoal do MEC tá (sic) dando muito trabalho. Quanto ao JCN, não se preocupe. Essa questão está resolvida”.

Falha grave do MEC

Apesar de interferir pesadamente na gestão das faculdades e universidades, o Ministério da Educação Capimunista deu ontem uma desculpa esfarrapada para tentar justificar a provável fraude.

O MEC alegou que os diplomas emitidos por faculdades são reconhecidos por universidades e os registros não são fiscalizados.

A PF revelou que o documento para JCN teria sido obtido na Faculdade de Dracena, da Rede Gonzaga de Ensino Superior.

A mesma facilidade foi oferecida a Cyonil da Cunha Borges de Faria Junior, que denunciou o esquema de venda de pareceres de órgãos públicos.

Fez tudo certo...

Por meio de seu defensor Luiz José Bueno de Aguiar – que é advogado do PT e atua em casos para José Dirceu (JD) – Rosemary reclamou ontem de ter a vida “devassada” e negou ter cometido irregularidades no exercício do cargo para favorecer seus ex-chefes: o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:

Enquanto trabalhei para o PT ou para a Presidência da República, nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido o ex-ministro José Dirceu ou o ex-presidente Lula em função do cargo que desempenhavam. Nunca soube também de qualquer relação pessoal ou profissional deles com os irmãos Paulo e Rubens Vieira”.

Rose secretariou o PT por 12 anos e, de fevereiro de 2003 até sábado passado, trabalhou na Presidência da República.



Amizade abalada

Rose negou que tenha praticado tráfico de influência:

“Há mais de dez anos, tenho com o senhor Paulo Vieira uma forte relação de amizade, hoje abalada por detalhes da operação da Polícia Federal. Mesmo perplexa com o caso, tenho absoluta certeza de minha inocência. Não cometi tráfico de influência nem qualquer ato de corrupção, como em breve ficará provado”.

“Do dia para a noite, tive minha vida devassada e apontada como pivô de um esquema criminoso que atrai a atenção de toda a mídia. Sou, portanto, a pessoa mais interessada em provar que não tive qualquer participação em supostas fraudes em pareces técnicos ou corrupção de servidores públicos para favorecimento a empresas privadas”.

Ligação com Toffoli?

O jovem e poderoso ministro José Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, pode ter sérios problemas com suas amizades.

O Globo denuncia que um dos personagens do escândalo da máfia dos pareceres, o procurador da Fazenda Nacional no Amapá, Evandro da Costa Gama é considerado “cria” do ministro Dias Toffolli.

Evandro Costa Gama foi filiado ao PT até a eleição passada.

Velha parceria

Os dois se conheceram em 2003, em São Paulo, quando Toffoli o levou para a Casa Civil e trabalharam juntos até 2005, sob o comando de José Dirceu.

Em 2007, já como advogado-geral da União, Toffoli buscou novamente Evandro no Amapá e retomaram a parceria até 2009.

Agora, certamente, Toffoli dirá que nada sabia sobre o que Evandro fazia...

Pedido urgente

A PF descobriu um e-mail “urgente” de Gama para Paulo Vieira, ex-diretor da ANA, enviado em 26 de agosto de 2011.

À época, já fora da cúpula da AGU, Evandro Gama pediu ajuda ao suposto líder da quadrilha para conquistar um cargo público federal no estado ou em Brasília.

Evandro virou procurador da Fazenda Nacional no Amapá.

Operação Overbox

O Estadão revela que Rose também aparece envolvida em outra operação de nome esquisito da Polícia Federal.

A Operação Overbox, de 2004, tentava desarticular um grupo que facilitava a entrada de produtos contrabandeados no aeroporto de Guarulhos (SP).

Em 5 de outubro de 2004, foi interceptada uma ligação dela para o delegado Wagner Castilho, um dos responsáveis pela segurança do aeroporto, para resolver o o trâmite de um porte de arma para o então segurança de José Genoino, que à época ainda presidia o PT.

Caso nada médico

No dia 4 de setembro, a Operação Overbox registra uma bronca entre Rose e Castilho:

"Castilho liga para Rose e ela fala que está brava com Castilho, pois precisou de sua ajuda hoje pela manhã. Fala que a mãe do Dr. Calil (sic), médico do presidente, estava voltando de Paris com a filha e amigos e comprou umas roupas. Aí a Receita Federal pegou, abriu as malas, e tiveram que pagar quase R$ 4 mil. Castilho diz que poderia ter ligado; Rose fala que ligou".

O médico Roberto Kalil, que cuida de Lula e Dilma, garantiu ao Estadão que nunca fez tal pedido a Rose para interceder em tal problema.

Operação abafa

A petralhada anda espalhando e comemorando a notícia veiculada quarta-feira, dia 28, em que a procuradora federal Suzana Fairbanks negou a existência, no inquérito, de áudios ou e-mails entre Rose e Lula:

Conversa dela com o Lula não existe. Nem conversa, nem áudio e nem e-mail. Se tivesse, nós já não estaríamos mais com a investigação aqui. Eu não sei de onde saiu isso, porque nunca tive acesso a isso. Vocês podem virar de ponta cabeça o inquérito, em toda a investigação".

A perguntinha fundamental é: absolutamente tudo que é investigado pela PF é passado para a procuradora e entra no relatório final da Operação?

Tudo pode sumir

As supostas 122 conversas telefônicas entre Rose e Lula podem, muito bem, ter desaparecido nos caminhos da burocracia...

Como a própria procuradora admitiu que nunca teve acesso a elas, é como se tais gravações nem tivessem existido...

Logo, para alívio de Lula e Rose, tudo permanecerá no maior segredo possível...


Felipão na mira

O novo técnico da Seleção, Luiz Felipe Scolari, provocou a ira da turma do Banco do Brasil ao ser empossado ontem na CBF:

“Quem joga futebol tem pressão, e os jogadores têm que saber isso. Tem que trabalhar nesse aspecto. Se não quer pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, senta no escritório e não faz nada, aí não tem pressão nenhuma”.

Vai ver o Felipão – que já pediu desculpar ao pessoal do BB - quis falar alguma coisa sobre a atuação do marido da Rose na seguradora do BB e não foi bem interpretado...

Resposta corporativa

O BB enviou a seguinte nota à imprensa:

"O Banco do Brasil, junto com todo o povo brasileiro, deseja boa sorte ao técnico Luiz Felipe Scolari em seu novo desafio à frente da seleção, e torce para que as grandes conquistas do vôlei brasileiro, patrocinado pelo BB há mais de 20 anos, inspirem o trabalho da Seleção.

Entrentanto, o Banco do Brasil lamenta o comentário infeliz do técnico Luiz Felipe Scolari e afirma que se orgulha por contar com 116 mil funcionários que todos os dias vestem a camisa do Banco, com as cores do Brasil, e trabalham com dedicação e compromisso para atender com excelência às necessidades de nossos clientes e do nosso País.

Para a família BB, planejamento, respeito e organização são os segredos para uma estratégia de sucesso que transforma a pressão do dia-a-dia em motivação para as conquistas e para o apoio ao desenvolvimento do Brasil."



Cartão Vermelho

O Rosegate já tem uma bomba programada para estourar, a não ser que a operação limpeza da petralhada consiga evitar que o caso venha à tona no mar de esgoto.

Quando Rose gastava, mensalmente, no cartão de crédito corporativo que ela usava na chefia de gabinete da Presidência da República, em São Paulo?

Será que a dita oposição ao desgoverno petralha terá coragem de investigar as despesas da Rose?

Defesa da Família

A ex-primeira dama Marisa Letícia concederá uma entrevista a um grande jornal paulista – que deve ser publicada nos próximos dias.

Na conversa com uma jornalista amiga, Marisa vai reclamar do mal estar dela, do Luiz Inácio e de toda a família deles com as insinuações da perversa mídia sobre alguma relação extraconjugal do marido com Rosemary Noronha.

Marisa pregará que Lula é um homem de família, e que nunca houve qualquer relação dele com Rosemary.

Fim de amizade

Sérgio Cabral Filho e Fernando Cavendish estão rompidos.

Entre amigos, o ex-presidente da construtora Delta culpa o governador do Rio de Janeiro por tudo de mal que lhe acontece, principalmente a perda do contrato na obra do Maracanã.

Os bons tempos de farras em Paris agora farão parte do passado histórico para – de preferência para ambos – jamais ser lembrado...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Novembro de 2012.

5 comentários:

Anônimo disse...

Jorge

Esse assunto de TODA a mídia querer branquear lula e dilma mete asco!

Então, a rose disse que "velho caquético" e canceroso da porra é mais um indício da intimidade que a concubina dos três, tinha com lula? Ele já tem um morto entre as pernas e não a satisfaz? Ou a língua também encomendou a alma ao Criador? Conversa de prostituta, atua nesse nível!

A segurança do Brasil entregue a essa vagabunda sem que o serviço secreto impusesse sua força? Nos EUA, em questão de segurança, eles mandam no presidente, seja ele queniano ou genuinamente texano! Aqui? Eles são merda! Valem ZERO! Todos eles se defecam, perante um bastardo pé descalço mais corrupto em 500 anos de nossa humilde História que decide quem viaja clandestinamente no Aero Lula ou não a fim de efetuar negócios ilícitos para esse bastardo traidor!

Pode? Nesta porra do PT e PC do B, pode sim!

Somos uma Nação? Não, não somos mais! Somos uma chácara do PT e do PC do B do lula e dilma! Nós, gente de bem, brasileiros de alma e coração, somos as prostitutas dos políticos corruptos quer sejam do PC do PB, do PT, do PMDB e do PSDB. As outras legendas políticas minorias que se prostituem como "base aliada" fazem parte do PT.

Marketing político!

Ainda ontem a grossa e mal encarada dilma disse referente à Operação Porto Seguro: "Querem saber? Liguei aquele botãozinho do phoda-se!” Mas phoda-se o quê e quem? A justiça brasileira? A PF? Os brasileiros? O Brasil? Essa grossa ia se encontrar com lula e agora finge ser uma virgem na política depois de conviver com ele diariamente durante 6 anos na Casa Civil? Phoda-se quem, mal encarada e sem nenhuma legitimidade de governar esta grande Nação?

Primeiro essa louca terrorista afirmou que a "Dr. rose" seria demitida. Afinal foi exonerada a pedido, o que significa que vai poder ocupar outro cargo publico! Brasil merece isto? Alguma Nação merece isso? E o passaporte diplomático da rose? Já qualquer merda pode ter um? Qualquer corrupto? Qualquer quenga? Entregou o passaporte diplomático?

Anônimo disse...

Caro Jorge,

O trabalho de "blindagem" do Cabralzinho foi muito bem feito.

Os caras curtiram em Paris, passearam de helicóptero (aquele que caiu com a namorada do Cabral).

Agora estão brigados... sei...



Anônimo disse...

MADAME PIDONA’, de Miguezim de Princesa: a Marquesa de Santos de Dom Pedro III já virou personagem de cordel

Em 20 de outubro de 2009, a coluna publicou o cordel “Um PAC com a Dilma”, de Miguezim de Princesa. Passados três anos, nosso poeta popular continua em ótima forma: divididos em dez estrofes, os versos de “Madame Pidona” traçam o perfil e resumem o estilo de Rosemary Noronha, a Marquesa de Santos de Dom Pedro III.

O Brasil Maravilha que Lula inventou tornou-se uma capitania saqueada por quadrilhas federais protegidas por governantes de quinta categoria, que se mantêm no poder graças ao apoio de incontáveis vigaristas e da imensidão de cretinos fundamentais prontos para retribuir com o voto a esmola que garante a vida não-vivida. Os idiotas precisam de educação. A bandidagem precisa de cadeia.

O julgamento do mensalão mostrou que as coisas estão mudando. Enquanto a merecida punição não vem, meliantes apadrinhados por Lula e protegidos por Dilma Rousseff devem ser castigados com o sarcasmo, o deboche, o desprezo e a repulsa dos brasileiros decentes. Os versos do cordelista paraibano, por exemplo, doem mais que uma noite na cela. (AN)

MADAME PIDONA

(Miguezim de Princeza)

I
Que madame mais pidona:
Pedia sapato e bebida,
Brinco, anel e trancilim,
Colírio e furosemida,
Pedia até cirurgia
Pra enfeitar a “perseguida”.

II
No dia que ia almoçar
No rodízio de espeto,
Comia picanha, javali,
Coelho, sushi e galeto,
Depois indicava o besta
Para pagar o boleto.

III
Chefiando o gabinete
Da ilustre presidente,
Madame não se cansava
De tanto pedir presente
E, quando via um pacote,
Ela arreganhava os dentes.

IV
No Air Force Fifty One,
Pra cima e pra baixo andava,
Curruchiando com os homens
A quem demais agradava,
Enchia a bolsa de tudo
E ninguém a revistava.

V
O segredo de agradar
Tanto senhor afamado
É que ela todo ano
Reunia o apurado
Para cuidar de um lugar
Por demais apreciado.

VI
Depois de tudo cuidado,
Botava pra derreter,
Fazia o maior salseiro
Na hora do vamos-ver,
Inda pedia ao freguês
Para dar o parecer.

VII
Tinha parecer de cem,
De trezentos e de 1 milhão.
Quando ela estava inspirada,
Deitava touro no chão
E elogiava o besta:
“Cabra do parecerzão!”

VIII
De tanto queimar em brasa,
Formaram uma comissão
Para diminuir um pouco
Toda aquela comichão:
Chamaram um homem das águas,
Outro da aviação.

IX
Para completar o time
Do ar, da água e do chão
E o parecer completo
Render uma boa comissão,
Chamaram um advogado
Que já tinha parte com o cão.

X
Madame era tão pidona
Que chegou a encomendar
A Miguezim de Princesa
Um verso a lhe elogiar,
Mas o poeta, cabreiro,
Respondeu-lhe bem ligeiro:
“Deus me livre de ir lá!”

Anônimo disse...

A "madame" rose! A quenga do "rei"?

"Circula na internet informe de que na viagem que Lula fez a Portugal, Rose declarou que havia 25 milhões de euros na mala diplomática e requisitou um carro forte para transporte. A contratação dos serviços de transporte exige seguro de valores, com identificação de beneficiários, em caso de sinistro. Segundo o informe, essa documentação está na Aduana do Aeroporto Internacional “Francisco de Sá Carneiro, cidade do Porto, Portugal."

"Acompanhante de Lula em pelo menos trinta viagens oficiais ao exterior, Rosemary era recebida pelas autoridades estrangeiras como integrante da comitiva oficial e tratada como diplomata por causa do "super passaporte", que no Brasil foi banalizado ao extremo na era petista."

"Não se trata de levantar falso testemunho contra quem quer que esteja envolvido no escândalo que eclodiu com a Operação Porto Seguro, mas Rosemary de Noronha não tinha tantos motivos para acompanhar Lula em suas viagens, exceto os que muitos já suspeitam.

Se houve nessas viagens o uso da tal “mala diplomática” e transgressões foram cometidas, há como rastrear e descobrir. Basta querer! Pode ser esse o grande temor de Lula diante de uma CPI da Rosemary."

http://www.brasilacimadetudo.com/2012/11/pf-precisa-descobrir-se-rosemary-fez-uso-da-mala-diplomatica-talvez-o-medo-maior-de-lula/

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Cacilda, quando mentira, quantas negações, quantos sumiços de dcomumentos. E ainda confiam na Policia Federal? Lembram do caso do gaúcho da bengala(Yves Hublet)? Que ao descer em aeroporto de Brasilia foi preso pela POLÍCIA FEDERAL, trancafiado nas masmorras da POLICIA FEDERAL, morreu lá dentro, de C A N C E R......?????