terça-feira, 30 de abril de 2013

Reedição da Carta aberta de Ustra ao vereador Natalini


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Alberto Brilhante Ustra

O jornal Folha de S. Paulo, de 28/08/2012, publicou entre outras, as seguintes declarações,  feitas pelo senhor Gilberto Natalini, onde me acusa de tê-lo torturado:
“Ele me batia com uma vara de cipó de um metro e meio de comprimento. Tive que ficar equilibrado com os pés em cima de latas de leite em pó. Também sofri choques elétricos. Tudo pelas mãos dele”.

"Ele me bateu durante várias horas e me obrigou a declamar poesias nu e diante dos soldados para me humilhar".

Sr Gilberto Natalini, desminto, categoricamente, as suas declarações. Eu nunca o torturei, como não torturei ninguém.

Procurando o que consta a seu respeito no Google encontrei o seguinte:

“Gilberto Natalini - Médico, Vereador, 51 anos, vereador, nascido no ano de 1952 , em São Paulo, é formado em medicina e foi um dos presos políticos do regime militar. Ativista estudantil pela UNE e pela UEE, tentava articular a reintegração das escolas médicas, onde discutia o tema política. Acusado de participar de uma facção política que praticava guerrilha urbana, Natalini foi preso cerca de dezessete vezes durante os anos de repressão. Em uma delas passou quatro meses na carceragem do DOPS, em São Paulo. Atualmente, Natalini exerce a função de médico de forma solidária todos os sábados, por uma promessa feita em cárcere anos atrás, além de ser vereador do Partido Social Democrata Brasileiro (PSDB) pela cidade de São Paulo, em seu segundo mandato”.

Certamente, como é comum entre os que me acusam, o senhor já terá  "as testemunhas que o viram ser torturado por mim e que também se dirão torturadas", o que dará mais credibilidade ao que foi publicado no jornal.

Mas, para que as suas declarações, a respeito das suas prisões, tenham maior credibilidade responda, por favor, às seguintes perguntas:

1 - Em que período (dias, mês e ano) o senhor esteve preso no DOI/CODI/II Exército, em São Paulo, ocasião em que teria sido torturado por mim?

2 - Os presos pelo DOI, após interrogados, se considerados inocentes eram liberados pelo próprio DOI, se culpados, eram encaminhados ao DOPS/SP. O senhor foi liberado pelo DOI , caso positivo, em que data?  Ou foi encaminhado ao DOPS/SP,neste caso,  em que data?

3 - O senhor afirma que " foi preso cerca de dezessete vezes durante os anos de repressão. Em uma delas passou quatro meses na carceragem do DOPS, em São Paulo". Após passar tantos meses no DOPS/SP o senhor, certamente, foi indiciado em algum Inquérito Policial e encaminhado ao Presidio Tiradentes, com prisão preventiva decretada pala Justiça. Em que data isto aconteceu?

4- Em que Auditoria Militar o senhor foi julgado? Quando? Qual a sentença que recebeu?

5 - Os  presos pelo DOI foram indenizados pela Comissão de Anistia. O senhor, só pelo fato de ter passado quatro meses no DOPS, deve ter recebido uma excelente indenização desta Comissão. Quando o senhor  foi indenizado pela Comissão de Anistia?

6 - Senhor Gilberto Natalini, como o senhor , depois de tantos anos, guarda na memória detalhes de sua suposta tortura no DOI, tenho a certeza de que se lembrará, com muito mais clareza, das datas em que o senhor  "sofreu as agruras da ditadura" e que ficaram gravadas, para  sempre, na sua memória?

Até hoje, o Senhor Gilberto Natalini não teve a coragem e a hombridade de responder a tais perguntas publicamente.

Carlos Alberto Brilhante Ustra é Coronel Reformado do EB. Texto escrito em 02/09/2012.

8 comentários:

Anônimo disse...

Os miliantes baderneiros e fdp que queriam implantar o comunismo, agora choram como bebês mimados depois da anistia e ainda recebam polpudas indenizações para ficarem denegrindo os militares que na época foram os heróis que salvaram o Brasil do comunismo vagabundo que essa malta de bandidos queria implantar. Pena que o serviço não foi bem feito e todos os comuniscóides traidores da Pátria não foram fuzilados, porque se assim o fosse, hoje não estaríamos nessa situação de total fragilidade institucional e à beira da falência da democracia com os bandidos do foro de são paulo querendo comunizar toda a américa latina e central.
O Coronel Ustra foi Brilhante e se na época houvessem tantos outros iguais a ele, esses fdp não estariam nos governando, roubando, envergonhando e empobrecendo o Brasil, apenas enganando com propaganda enganosa desse lulalau e dilmonia sem moral,nem caráter. Tenho saudades da democracia militar em que vivi no tempo em que os militares estiveram no poder

Anônimo disse...

POIS É... OS MILITARES FORAM MUITO GENEROSOS COM ESTES PSICOPATAS. ASSALTAVAM, ROUBAVAM, PRATICAVAM ATENTADOS COM BOMBAS E AGORA, SE POUSAM DE VÍTIMAS FAZENDO A POPULAÇÃO PAGAR GORDAS INDENIZAÇÕES E PENSÕES PARA BANDIDOS. E AINDA QUEREM HUMILHAR OS MILITARES. NÃO SINTA PENA DE PSICOPATAS PORQUE PODERÁ SER A PRÓXIMA.

VERDE OLIVA, TE QUERO DE VOLTA!

Walmir Silva disse...

Já ouviu a frase: "MORTO NÃO FALA".
Pois é, se torturou e não matou, agora tem ouvir as lamentações.

Proponho a todos os brasileiros ordeiros a formação de um grupo fora da www para combater o comunismo que está se instalando em nosso Brasil e a formação da Comissão de Defesa dos Agentes Públicos que estão sendo acusados sem prova alguma do cometimento de crimes de tortura, assassinatos, violações de Direitos Humanos, etc., com pedido de indenização caso não tragam provas reais e concretas nos autos de denúncia ou sobre comentários em qualquer meio de comunicação.

Walmir Silva
ex militar da PMESP
Litoral Norte SP

Anônimo disse...

Walmir Silva

tem um porém, esta quadrilha é perigosa. como a internet não é confiável, a gente tem medo de se corresponder com o inimigo. com psicopatas não se brinca.

Anônimo disse...

precisamos dar um jeito de nos organizar porque já estamos em regime de escravidão. além de pagar os salários exorbitantes destes políticos, estes canalhas, sem nenhum escrúpulo, ainda usam o dinheiro do BNDES pra emprestar pra outros países. esses bandidos safados, não tem um mínimo de respeito pelo trabalhador. a saúde é uma porcaria, a educação forma mau caráteres e os bandidos têm mais segurança do que o povo ordeiro.
esse tal foro de são paulo, só tem dado prejuízo para o Brasil. é só escravizar o povo pra emprestar dinheiro pra estes países. cuba não é tão bom? por que precisa de dinheiro brasileiro? é muita falta de respeito destes bandidos com o povo brasileiro. temos que dar um basta nisto.

Joaquim Caldas disse...

Esses PeTistas de mentira,filhotes do comunismo perverso,orientados pala KGB,sob o manto cubano,estão depravando as famílias e humilhando a defesa da Pátria.FFAA acordem,não confiem no General Enzo Perri,não passa de um desertor,traidor,vendeu sua alma ao diabo.Fora!!!!!!! Militarismo Já!!!!!!!!!

MAZZAROLO ANGHINONI disse...

Senhor Coronel Ustra, é muito fácil resolver esse probleminha. O Vereador Natalini diz que sofreu tudo isso diante dos solfdados do quartel que o senhor comandava. Isso resolve-se convocando todos os soldados ddaquela época para serem testemunhas do caso. vamos ver até onde ele irá com essas mentiras. Concito-o a continuar lutando pela verdade e a solicitar que essas testemunhas sejam ouvidas. Que o senhor tenha um feriado feliz.
Adamir Nivaldo Anghinoni
Cap R1 Topógrafo

Anônimo disse...

Esse Natalini é um típico burguês gordo e seboso degenerado capitalista e bunda mole que nunca foi torturado!Um cagão frouxo, covarde e medroso burguês podre!