sábado, 25 de maio de 2013

A tortura aos cidadãos brasileiros

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Chagas

Complementando o que escrevi sobre a CNV, após ter presenciado seu primeiro relato, devo dizer-lhes que, para os "comissários da comissão", quaisquer atos de prisão, detenção, suspeição, interrogatório ou tomada de depoimento por Agentes do Estado, à época dos Governos Militares, são considerados como tortura, se não física, pelo menos psicológica, pelo medo ou pela intimidação. Daí o elevado número de pessoas consideradas "torturadas", ou seja, bem de acordo com a "recomendação" do Sr Mário Lago, todos foram torturados!

Seguindo o mesmo raciocínio, todos os cidadãos brasileiros (200 milhões) estão sendo torturados pela insegurança pública, na medida em que todos têm medo de sair à rua e ser vítimas da bandidagem que domina os centros urbanos, tendo como agravante a "recomendação" para não reagir e a dificuldade para comprar e portar armas de autodefesa!

Há fortes razões para se suspeitar de conivência entre a bandidagem e os agentes do estado petista, portanto, a CNV deveria estender suas pesquisas até nossos dias, o que, com certeza, faria ver aos "comissários" que, no tempo da "ditadura", só quem vivia com medo eram os bandidos, acossados pela Polícia, e os terroristas que se escondiam da repressão a seus atos de insânia.

Paulo Chagas é General de Divisão na Reserva.

5 comentários:

Anônimo disse...

Será necessário mostrar aos comunistas o que é tortura? Muitas vezes, a tortura psicológica é pior do que a física.
Eis uma das práticas que considero como tortura muito comum no meio deles: LINCHAMENTO MORAL. vide o caso dos MILITARES, PICHAÇÕES DOS MUROS DE SUAS CASAS, CUSPARADA NO ROSTO DESTES VELHOS SOLDADOS; O QUE FIZERAM COM A YONI DE CUBA E COM O PASTOR MARCO FELICIANO. OUTRA PRÁTICA COMUM É O FATO DE FAZER COISAS ERRADAS E JOGAR A CULPA NOS OUTROS. MACULAR O NOME E FAMA DAS PESSOAS QUE SÃO CONTRÁRIAS À SUA MÁ ÍNDOLE (PRÁTICAS DE ATOS ILEGAIS). ELES SIM SÃO DITADORES. A VONTADE DELES TEM QUE PREVALECER MESMO SE CONTRÁRIA À LEI. OBSERVEM O MENSALÃO. NÃO QUEREM RESPONDER PELOS SEUS ATOS CRIMINOSOS.

Jayme Guedes disse...

Vivi sob o governo militar e confesso que a transferência do poder aos civis só me trouxe o direito de escolher o ladrão que irá me roubar.

Anônimo disse...

Tânia SP
Realmente, hj eu tenho medo de sair às ruas, na época dos militares me sentia protegida, quem tinha medo eram os bandidos, infelizmente hj se tornou o contrário, graças a este banditismo q impera no palácio do planalto (c/ p minúsculo mesmo) até às ruas, precisa é dar um fim neste partido de bandidos q está acabando c/ o Brasil.

Anônimo disse...

Tânia SP
Realmente, hj eu tenho medo de sair às ruas, na época dos militares me sentia protegida, quem tinha medo eram os bandidos, infelizmente hj se tornou o contrário, graças a este banditismo q impera no palácio do planalto (c/ p minúsculo mesmo) até às ruas, precisa é dar um fim neste partido de bandidos q está acabando c/ o Brasil.

Anônimo disse...

Eu também tenho medo, atualmente, de sair as ruas. Depois das 19 horas me tranco em casa e não saio mais. Nem aceito convites para atividades sociais depois das 19 horas. Só ando de táxi de motoristas conhecidos. Na época dos militares os bandidos respeitavam a policia. Morriam de medo. Eu fazia faculdade, à noite, em uma das zonas mais má afamada de São Paulo (Rua Major Sertório - Santa Casa) e sempre me senti segura e nunca tive problema.Bem diferente dos tempos atuais.