quinta-feira, 16 de maio de 2013

Vamos falar e difundir a Verdade


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sergio Tasso Vásquez de Aquino

A ordem vigente, as instituições, nossa forma de vida e a frágil democracia formal no Brasil estão sob grave ameaça de destruição por um processo totalizante que teve início em 1990, agravou-se em progressão aritmética de 1994 a 2002 e em progressão geométrica de 2002 a 2010, para assumir velocidade e força ainda maiores nos  últimos anos. Estamos caminhando celeremente para nos transformarmos numa república ”socialista popular”, cujo grande modelo é Cuba dos “hermanos” Castro, objeto da reverente adoração dos atuais donos do poder em nossa Terra, sendo utilizados os recursos e facilidades da própria democracia para solapá-la.

O Partido dos Trabalhadores-PT é um partido revolucionário marxista-leninista-maoista-castrista-trotkysta-anarquista-gramscista, de acordo com as diversas linhas e “movimentos” de que é constituído, todos visando à complementação do “trabalho” iniciado em 1935, continuado com quase sucesso em 1963 e nunca abandonado ou arrefecido, de sufocar a liberdade e de assumir o mando ditatorial absoluto sobre nós.

E sabendo perfeitamente que, uma vez caído o gigante Brasil, o domínio de toda a América do Sul estará garantido, sendo mera questão de tempo, segundo o acordado no “Foro de São Paulo”, que visa à institucionalização da União das Repúblicas Socialistas da América Latina, que hoje já conta com Venezuela, Bolívia, Equador, Nicarágua,  e Cuba, estando Argentina quase lá e Brasil a caminho...

O curioso é que, com evidente molho à brasileira, nossa trágica revolução segue um caminho e tem personagens assemelhados aos da Revolução Soviética: o ataque sem quartel às Forças Armadas, visando a apequená-las, enfraquecê-las, desmoralizá-las, indispô-las com a opinião pública, pela clara percepção, com fundada razão, baseada em nosso glorioso passado, de que têm sido as guardiãs intimoratas da soberania, da independência, da honra, do patrimônio e das instituições nacionais.

Carregados de toques macunaímicos, embora, vislumbramos a existência e a ação concatenada ou sucessiva, todas deletérias, dos menchevistas, do Kerensky, dos candidatos a Lênin, Suslov, Stalin brasileiros... no determinado afã  de destruir tudo o de bom que nossa Nação logrou construir nos planos físico, moral, espiritual ao longo dos séculos, para mais facilmente dobrá-la, a fim de impor a diabólica e cruel nova ordem. 

Os revolucionários do PT, da mesma forma que aqueles de outras siglas da extrema esquerda, embora de militância guerrilheira e terrorista  na luta armada por eles iniciada, jamais declaram ou admitem que agiam, de armas na mão e perpetrando assaltos, expropriações, sequestros, assassinatos seletivos e coletivos, atentados a bomba, “justiçamentos de companheiros desviados’’ para implantação do comunismo no Brasil, mas sim se apresentam como idealistas puros e inocentes, defensores e batalhadores pela democracia, num revisionismo histórico mentiroso de livre curso na mídia, nos livros didáticos e na cátedra, que faz a cabeça da juventude estudantil, em todos os níveis, e do povo em geral, para que se influencie e aceite e aplauda a revolução diuturna e silenciosa, à maneira preconizada por Gramsci.

O ex-Presidente Lula, em seu período de governo, utilizando-se do populismo, da demagogia, da mentira como arma política, perdulariamente dos recursos do Estado realizou trabalho magistral para o avanço do extremismo esquerdista no Brasil, tudo coroando com o atropelo sistemático às posturas da legislação eleitoral, para facilitar e garantir a vitória de sua candidata escolhida a dedo na disputa presidencial, para dar continuidade tranquila à sua “obra”. Ele próprio definiu-se como “metamorfose ambulante”, para a qual todos os meios são válidos para atingir os propósitos colimados. Ou, como ensina sua ideologia orientadora, “os fins justificam os meios”.

O aparelhamento petista do Estado, com mais de 20.000 seguidores colocados em posições-chave de todos os setores e níveis hierárquicos, contribuiu decisivamente para a realização de  diversos propósitos revolucionários: o enriquecimento do partido, via contribuições compulsórias dos aquinhoados com rendosos empregos públicos, o aumento vertiginoso dos recursos de toda a ordem disponíveis para fomentar e fortalecer a revolução, a perda da eficiência/eficiência do Estado e do serviço público em geral, contribuindo para a desmoralização de ambos e para a descrença e o abaixamento da auto-estima e do moral do povo, requisitos também essenciais para fazê-lo aceitar e até clamar pelo advento dos tempos messiânicos anunciados pelos porta-vozes da nova ordem...

Existe corrupção no Brasil, envolvendo em perversa promiscuidade agentes públicos e interesses privados, sempre em prejuízo do Erário e da busca da realização do Bem Comum, desde o tempo das Capitanias Hereditárias. Em todo o período anterior aos atualmente vividos, porém, dava–se em níveis e aspectos digamos artesanais, tipo corporações de ofício, juntando como “famiglias ”mafiosas regionalizadas os “coronéis”, sacripantas que detinham o poder político de decidir e comandar a máquina do Estado, seus familiares, apadrinhados, lacaios, associados, enfim, os  clãs criminosos, debochados e pervertidos que se espalhavam como sanguessugas e ervas daninhas por todas as partes do nosso imenso território, entravando o progresso, ferindo a paz social e atrasando a afirmação da democracia.

A chegada do PT ao governo trouxe o advento da corrupção em doses gigantescas, em termos digamos industriais, para o cerne do Estado, das atividades políticas, econômicas, psicossociais...  Justamente ele, que,  na oposição se declarava campeão da ética e da moral públicas, o grande censor de tudo e de todos, com quadros constituídos apenas de vestais impolutas e incorruptíveis... E a maioria dos brasileiros acreditou na lenda! 

Ë preciso reenfatizar que a corrupção,  para o PT , é magistral arma política, usada para desmoralizar a democracia e preparar o terreno para a aplicação sem resistência, antes sob entusiasmado aplauso popular, da ditadura vermelha entre nós. Aí se inserem todos os movimentos de compra de parlamentares e de partidos para a base aliada, que faz os Parlamentos municipais, estaduais e federais malquistos pelo povo, que chega a considerá-los valhacoutos de malfeitores, que só pensam e atuam em benefício de si mesmos e de seus umbigos, pouco se lixando para a representação que recebem da Nação. Quando esta chega a acreditar que o Parlamento é desnecessário, por pervertido e inútil, e que todo político é um bandido, o fim da democracia está próximo!

Outros mitos propagandísticos que precisam ser exorcizados são os da pretensa excelência administrativa da Presidente Dilma Rousseff, sobejamente desmentida pelos fatos correntes, e do seu compromisso com a reafirmação da moralidade pública. Em verdade, a “faxina” que teria realizado no início do governo, defenestrando ministros e auxiliares corruptos herdados do período anterior, foi por pressão da mídia e popular, estando já hoje a maioria deles de volta ao ninho governamental, para fortalecer alianças necessárias ao processo de reeleição, em curso a todo o vapor e por todos os meios, também.

O alinhamento ideológico da Presidente inarredável é com seu modelo e guia, o ex-Presidente Lula, com o PT e em coerência com seu próprio passado. Com seu jeito pessoal de ser, deu um incremento notável à pretendida e programada guinada à esquerda do País, realizada cada vez mais de forma explícita, sem rodeios ou tergiversações.

Aí se inserem, por exemplo  as marchas retumbantes e aceleradas da “Comissão da Verdade”, cuja finalidade real é anular, unilateralmente, a legislação da Anistia Ampla, Geral e Irrestrita, para somente indigitar e penalizar os agentes do Estado que, na Guerra Interna de 1960/1970, cumprindo ordens das autoridades constituídas e atendendo ao anseio manifestado publicamente pela Nação, defenderam a democracia e  combateram o comunismo, e a pretendida importação de 6.000 médicos cubanos, para atuar no interior do País, onde, eventualmente, poderiam transformar-se em agentes insufladores, fomentadores e catalisadores da revolução, como ocorreu com outros cubanos, no Chile da época de Allende.

Quanto à mídia, em grande parte  também dominada por simpatizantes ou seguidores fanáticos do credo vermelho, compraz-se em somente divulgar fatos negativos, com ênfase especial quanto à ampla, escandalosa e cansativa cobertura de crimes e atos criminosos em ocorrência por todo o território nacional e de fatos e ações imorais, pornográficas, aberrantes e pervertidos.

É realidade que não se observa, em tal absurda intensidade, em qualquer país do mundo, pelo menos aqueles muitos das Américas e da Europa que tenho visitado. Das duas, uma: ou nosso tecido social está, realmente, inexorável e doentiamente comprometido, pela ação diuturna, natural, continuada da prática gramscista entre nós, ou a mídia, principalmente a televisiva, escolhe só o que de ruim se passa para noticiar, em evidente e eficaz auxílio à revolução em andamento.

TODOS OS ESTEIOS DA SOCIEDADE, FAMÍLIA, ESCOLA, SAÚDE, VALORES, TRADIÇÕES, PATRIOTISMO, SOLIDARIEDADE, CARIDADE CRISTÃ TÊM ESTADO SOB DURO E BEM SUCEDIDO ATAQUE.

A desesperança, a descrença e a indiferença se espraiam pela sociedade. Até mesmo as grandes instituições, responsáveis pela defesa e  a propagação do Bem e da Virtude e pela segurança e a garantia da Pátria, como a Igreja e as Forças Armadas, parece estarem paralisadas diante do mal crescente.

O povo apático e as lideranças e elites  sociais inertes,  por conformismo, conivência, covardia ou adesão voluntária aos arautos dos novos tempos e abjuração dos valores em que acreditaram e juraram defender no passado, serão, também, vítimas, prioritárias e essenciais, do negro futuro para o qual estão contribuindo.

Desde sempre cumprindo meu dever de cristão e militar, que jamais se omitiu em defesa da Fé e da Pátria, aqui estou, para, uma vez mais, qual os profetas das minhas crenças mais profundas, erguer minha voz, para tentar despertar meus concidadãos. Antes de que seja tarde demais!

Acordem, difundam a mensagem de resistência e esperança e cerrem fileiras com os bons!

Sergio Tasso Vásquez de Aquino, Vice Almirante Reformado, é membro da Academia Brasileira de Defesa e do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil.

8 comentários:

CALMON disse...

Para quem realmente quer saber o que está acontecendo, e o que irá acontecer, em futuro próximo, com o nosso país, basta ler com atenção este excelente artigo, de uma clareza ímpar, onde o culto V.-Alm. Reformado, Sergio Tasso Vásquez de Aquino, faz uma análise lúcida, equilibrada e perfeita da atual conjuntura política nacional.

CALMON disse...

Para quem realmente quer saber o que está acontecendo, e o que irá acontecer, em futuro próximo, com o nosso país, basta ler com atenção este excelente artigo, de uma clareza ímpar, onde o culto V.-Alm. Reformado, Sergio Tasso Vásquez de Aquino, faz uma análise lúcida, equilibrada e perfeita da atual conjuntura política nacional.

Politica sem Medo disse...

Muito boa reflexao feita pelo Vice Almirante Sergio Tasso Vasques de Aquino. Coerente, claro e inteligente. Bo seria se todos os brasileiros lessem e procurassem pensar e repensar seus conceitos sobre o que o principal partido de esquerda vermelha fez nesses ultimos anos e quando falo de esquerda incluo tambem FHC que em muito colaborou para a ascensao do metalurgico devasso.

Anônimo disse...

povo brasileiro, lutemos contra esses bandidos canalhas entregadores da pátria. o que esses bandidos safados querem é explorá-los. uniremos contra estes bandidos vermelhos. repudiemos todas as atitudes deles.

Anônimo disse...

Uma pena que a Hierarquia das Forças Armadas não se veja capaz de organizar uma competente rebelião e consertar este país.

Num primeiro momento, rebelando-se contra a dependência que deve guardar de um dos Poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário) para fazer uma nova e mais aprimorada Revolução de 64!

Pois, afinal, todos esses poderes acumulam tantos absurdos que perderam legitimidade para liberar as Forças Armadas para um novo arranjo institucional.

Executivo e Legislativo, praticamente em todos os níveis (do Municipal ao Federal absoluto) não têm a mínima respeitabilidade para representar o que, de fato, interessa ao povo deste país!

E o Judiciário, que poderia promover reparos nos outros dois poderes, não o faz, torna-se cúmplice sob variados ângulos!

E não é justo, para o país, que as Forças Armadas fiquem à espera do "povo nas ruas", "caras pintadas nacionalistas" arrastando o povaréu!

É preciso que as principais lideranças do sistema militar se harmonize e estabeleça o foco: consertar o Brasil!

E pode fazê-lo, sem excessos e arbitrariedade, pode sim! Especialmente se utilizar os modernos canais de comunicação para inserir consciência ao único e legítimo foco e razão do poder: o povo! Esse povo que não sabe agir DIRETAMENTE, que precisa de ordem e método no qual confie!

Que as FA, portanto, se façam merecedoras e dignas da confiança do povo brasileiro!

Que ela venha para o terreno das comunicações de massa e abra debates com esse povo! Traga informações, questione e se deixe questionar! Convença e ganhe sua confiança!

E conserte este país!

Anônimo disse...

Uma pena que a Hierarquia das Forças Armadas não se veja capaz de organizar uma competente rebelião e consertar este país.

Num primeiro momento, rebelando-se contra a dependência que deve guardar de um dos Poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário) para fazer uma nova e mais aprimorada Revolução de 64!

Pois, afinal, todos esses poderes acumulam tantos absurdos que perderam legitimidade para liberar as Forças Armadas para um novo arranjo institucional.

Executivo e Legislativo, praticamente em todos os níveis (do Municipal ao Federal absoluto) não têm a mínima respeitabilidade para representar o que, de fato, interessa ao povo deste país!

E o Judiciário, que poderia promover reparos nos outros dois poderes, não o faz, torna-se cúmplice sob variados ângulos!

E não é justo, para o país, que as Forças Armadas fiquem à espera do "povo nas ruas", "caras pintadas nacionalistas" arrastando o povaréu!

É preciso que as principais lideranças do sistema militar se harmonize e estabeleça o foco: consertar o Brasil!

E pode fazê-lo, sem excessos e arbitrariedade, pode sim! Especialmente se utilizar os modernos canais de comunicação para inserir consciência ao único e legítimo foco e razão do poder: o povo! Esse povo que não sabe agir DIRETAMENTE, que precisa de ordem e método no qual confie!

Que as FA, portanto, se faça confiar pelo povo brasileiro!

Venha para o terreno das comunicações de massa e abra debates com esse povo! Ganhe sua confiança!

E conserte este país!

Anônimo disse...

O PRONUNCIAMENTO DO VICE-ALMIRANTE É A PERFEITA DESCRIÇÃO DO ACONTECIDO NA REVOLUÇÃO RUSSA (19170 EM NOME DA DEMOCRACIA QUE DEPOIS DE TER DERRUBADO CERTOS PODERES, ENTRE ELES A DIVISÃO DO PRÓPRIO EXÉRCITO TORNARAM-SE SUPER PODEROSOS COM A DERROTA DA BURGUESIA EM NOME DOS OPERÁRIOS, SOLDADOS, PEQUENOS AGRICULTORES E DEPOIS IMPUSERAM A FORÇA O REGIME COMUNISTA COMANDO POR LENIN.
PARA ESCLARECIMENTOS LEIAM OS QUE QUISEREM O LIVRO DE JOHN REED (JORNALISTA AMERICANO) QUE VIVEU NO LOCAL A REVOLUÇÃO RUSSA QUE CULMINOU NA TOMADA DE OUTROS PAÍSES FORMANDO A UNIÃO SOVIÉTICA. O LIVRO "10 DIAS QUE ABALARAM O MUNDO".
PARABÉNS PELA CORAGEM NA DIVULGAÇÃO DE TAL PRONUNCIAMENTO AO VICE ALMIRANTE SERGIO TASSO VÁSQUEZ DE AQUINO.

Anônimo disse...

O PRONUNCIAMENTO DO VICE-ALMIRANTE É A PERFEITA DESCRIÇÃO DO ACONTECIDO NA REVOLUÇÃO RUSSA (19170 EM NOME DA DEMOCRACIA QUE DEPOIS DE TER DERRUBADO CERTOS PODERES, ENTRE ELES A DIVISÃO DO PRÓPRIO EXÉRCITO TORNARAM-SE SUPER PODEROSOS COM A DERROTA DA BURGUESIA EM NOME DOS OPERÁRIOS, SOLDADOS, PEQUENOS AGRICULTORES E DEPOIS IMPUSERAM A FORÇA O REGIME COMUNISTA COMANDO POR LENIN.
PARA ESCLARECIMENTOS LEIAM OS QUE QUISEREM O LIVRO DE JOHN REED (JORNALISTA AMERICANO) QUE VIVEU NO LOCAL A REVOLUÇÃO RUSSA QUE CULMINOU NA TOMADA DE OUTROS PAÍSES FORMANDO A UNIÃO SOVIÉTICA. O LIVRO "10 DIAS QUE ABALARAM O MUNDO".
PARABÉNS PELA CORAGEM NA DIVULGAÇÃO DE TAL PRONUNCIAMENTO AO VICE ALMIRANTE SERGIO TASSO VÁSQUEZ DE AQUINO.