quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Pizzolato oferece mais dois computadores com informações explosivas, em troca de ficar na Itália


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Delação premiada em troca de informações comprometedoras contidas em mais dois computadores, com teor bem mais explosivo que os três HDs já apreendidos pela Justiça Italiana. Eis a moeda de troca oferecida pela defesa de Henrique Pizzolato para tentar convencer o governo da Itália a não extraditá-lo para o Brasil. A outra briga imediata do mensaleiro, hospedado na Penitenciária de Modena, é conseguir a prisão domiciliar. A petralhada finge o contrário, mas não quer o retorno de Pizzolato ao País.

O advogado Lorenzo Bergami pretende apresentar à Corte de Apelação de Bolonha novas provas de que o retorno de Pizzolato ao Brasil vai colocar em risco a vida de seu cliente. A prioridade máxima do Ministério da Justiça do Brasil é pedir aos italianos que a Polícia Federal também tenha acesso às informações contidas nos três computadores aprendidos no momento da prisão dele. O Departamento de Recuperação de Ativos do MJ pedirá que o material, junto com as informações de cartões de crédito de Pizzolato, seja enviado para a Superintendência da Polícia Federal em Santa Catarina – que investiga a fuga de Pizzolato.

Pizzolato é um dos principais arquivos vivos do Mensalão. Outro que segue o mesmo procedimento de “seguro de vida” é Marcos Valério Fernandes de Souza. O publicitário sempre deixou claro que, se algo acontecer com ele ou sua família, informações comprometedoras vão vazar. Valério ainda deu um sustinho na petralhada denunciando à Polícia Federal que o ex-Presidente Lula da Silva sabia de todo o esquema do Mensalão. Mas o inquérito que apura a revelação do operador do mensalão segue em segredinho...

O caso Pizzolato é ainda mais complicado. O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil sempre foi figura intimamente ligada à cúpula petista. Na Itália, ele está preso por falsificação do passaporte. Lá, a tese é que ele contou com a ajuda de gente poderosa, provavelmente na máquina governamental, para forjar documentos e fugir do Brasil – conforme já estaria planejado desde 2007.

Como a Justiça italiana deve demorar uns seis meses para decidir pelo retorno dele ao Brasil, Pizzolato pode voltar bem no inferno da campanha eleitoral. Este é o maior temor dos petistas, fora o que os italianos podem descobrir e revelar sobre os movimentos, no exterior, de um dos “gerentes” do esquema do Mensalão. Os italianos farão de tudo para dar o troco no governo petista, por causa da proteção ao ex-terrorista Cesare Battisti. Por isso, na Itália, é grande a aposta de que Pizzolato será extraditado – independentemente da vontade do governo brasileiro.

Alguns petistas avaliam que é melhor trazer Pizzolato para perto – onde seria mais fácil manter seus segredos bem guardados. Mas todos concordam que é inoportuna a chegada dele no meio da reeleição de Dilma Rousseff. Por isso, o movimento é para a extradição imediata. Ou, então, para que o processo só comece a andar a partir de 2015, de preferência bem depois da eleição.

Laços de Família

Pizzolato já causa confusão na sucessão presidencial.

O Ministério Público Federal sustenta a tese de que a gestão dele no marketing do BB causou danos de R$ 5,5 milhões ao erário, na operações com as agências de publicidade de Marcos Valério.

Acontece que um parecer dado em 2012 pela conselheira Ana Arraes, do Tribunal de Contas da União, que foi acompanhada pela maioria de ministros do TCU, isentou as agências de devolverem a grana ao BB.

Ana Arraes é mãe do presidenciável Eduardo Campos, do PSB, um ex-aliado petista que agora quer o lugar de Dilma Rousseff, no UFC presidencial de 2014.

Diploma infectado


Cada vez mais médicos encontram furos no tal diploma da USP que sustenta o curso de “Especialista em Infectologia” do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, agora pré-candidato do PT ao Governo do Estado de São Paulo:

1 – O diploma, datado de 2001, afirma que o ministro teria realizado a residência em três anos, de 01 de fevereiro de 1998 a 31 de janeiro de 2001. Ocorre que naquela época a especialização durava apenas dois anos, o que só veio a mudar em 2004.

2 – Em 1998 a residência em infectologia começava em janeiro e não em fevereiro. Isso também só mudou em 2004.

3 – O diploma apresentado é assinado pelos ATUAIS coordenadores da residência e não pelos coordenadores de 2001.

4 – O diploma jamais foi registrado na CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica), nem na AMB (Associação Médica Brasileira) e nem no CRM-PA (Conselho Regional de Medicina do Pará) onde Padilha está inscrito atualmente.

Cuidado com a perda de foco

Se o PT ficar muito preocupado com a eleição de Jair Bolsonaro para a Comissão de Direitos Humanos, corre o risco é de ficar sem as Comissões de Constituição e Justiça e Educação.

As duas são apontadas como prioridade pela liderança do partido, por dois motivos.

A primeira faz o meio campo legal entre o executivo e o legislativo, e a segunda cuida do setor que vai irrigar de verbas a campanha do PT, com grandes doações previstas de empresas educacionais, em função, sobretudo, do Pronatec e outras bolsas estudantis menos votadas...

Condutor eleitoral

Em maio, o ministro Dias Toffoli assume a Presidência do Tribunal Superior Eleitoral, no lugar de Marco Aurélio Mello.

Só para refrescar a memória, Dias Toffoli foi assessor jurídico da liderança do Partido dos Trabalhadores, entre 1995 e 2000 na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Toffoli foi advogado do PT nas campanhas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 1998, 2002 e 2006.

Problema Estelar

Frase cruel que circula na internet:

"A diferença entre o Brasil de hoje e o velho oeste americano é que lá quem usava estrela no peito era o mocinho ..."

Aliás, leitores do Alerta Total arrumaram um novo modo de xingamento contra a petralhada: "Vai pra Cuba que o pariu"...

Papo cabeleira


Convoquem a Princesa


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Fevereiro de 2014.

11 comentários:

Anônimo disse...

Não cabe processo por falsidade ideológica?

Anônimo disse...

CORRE PT!!!! TALVEZ DÊ TEMPO, PT!!!! Procure URGENTE a famiglia do ômi, pague os divogados e ofereça polpuda aposentadoria INFORMAL!!!!

Anônimo disse...

Meu estômago já não aguenta mais ver ou saber das sujeiras da petralhada. Deus tende piedade do pobre povo brasileiro e afasta estes demônios para sempre do poder e de preferência do Brasil. Se esta praga ficar aqui, vai ficar atormentando a vida de todo mundo. É conhecido de todos o passado destes integrantes do PT com envolvimento em assaltos, atos terroristas, sequestros nas décadas de 60 e 70. Esta praga só sabe jogar uns contra os outros.

Marcio disse...

Que o Lula está cada dia vendo o PT afundar é fato e que a recente medida de proteger jornalistas do governo, nem que seja até à Copa pode ajudar as manifestações serem mais tranquilas, por o caso ter repercutido negativamente contra o PT internacionalmente; imaginem um jornalista estrangeiro cobrindo as manifestações e ser atingido por black blocs, sabemos terem o apoio velado do governo...
A eleição de Dilma parece ter ido pro brejo, por isso o desespero e a volta do Pizzolato seria o contrario: dizem que querem, mas não querem, pois já o detestam por ter deixado ser pego!
"Vá pra Cuba que o pariu" é a mais nova no mercado!!

juscelino disse...

Serrão, bom dia.
o video é uma especialista falando da inconstitucionalidade de emprestismos em condiçoes meio que sombrias a paises esquerdalhas. caso ache interessante divulgar segue nesse pois não tem um post dentro do assunto:
https://www.youtube.com/watch?v=w4QMqUqKqk8#t=209

Anônimo disse...

mulla vai levar lanchinho pra ny?

Anônimo disse...

O PT é o esgoto do planeta.
Acorda Brasil.

Anônimo disse...

Sr Jorge Serrão!
Como diria aquele jornalista quase centenário: Que frase! "... em função, sobretudo, do Pronatec e outras bolsas estudantis menos votadas...".
Estudo em FACULDADE PARTICULAR, os professores "simpáticos a causa", gostam muito de lembrar isso aos estudantes, como se tivéssemos todos que agradecer a benção.
Sacou?

Anônimo disse...

Corroborando:
petralhas, vão pra cuba que os pariu...

Anônimo disse...

Apoio a volta dos CCC - Comando de Caça aos Comunistas. nbnnbnbn

Anônimo disse...

O boquirroto um vai ver Clinton? O Clinton que sempre recebeu o pais de quatro e mandava limpar os pes, destratou Fernando Henrique Cardoso, o filosofo. O que ele vai fazer la depois da boquirrota 2 cachaceira tomar satisfações dos Estados Unidos por espionagem na correspondência do planalto. Quem na amerdica do sul vai querer se comparar com a América do Norte? Eles são os primeiros em tudo que nos pensarmos e o Brasil e primeiro em que? Claro que os Estados Unidos tem que fiscalizar os petralhas porque sabe que o Brasil com a petralhada não e confiável. Mas querer tomar satisfações com Os Ministros da Segurança do Pais isto e uma piada.O Ministro da Defesa numero um Nelson Jobim ex-Ministro do Supremo e Ministro da Defesa pousava para as fotografias sempre de uniforme. Foi Ministro do Lulalau e mandou dinheiro para pagar a multa dos mensaleiros, portanto amigo fraterno dos calhordas destruidores de nosso futuro. E O Ministro da Defesa da Boquirrota 2, Celso Amorim gostaria de saber porque ele foi escolhido sendo que defesa um diplomata de carreira não deve entender nada. O Brasil mantem nos postos que interessam para soterrar CPIS, para enterrar dossies dos petralhas as pessoas que lhe convem para calar a boca das pessoas e permanecer no poder para sempre. Finalmente acredito que esse Pizzolato deixou o Brasil com a ajuda dos dois Ministros da Defesa o anterior do Ali Baba que não sabia e não viu e do Atual da Petralha 2. Quando o boquirroto for falar com o Clianto aposto que sera subserviente, covarde e sem vergonha como quando era informante do DOPS. O Partido dos trambiqueiros que não pense que tudo que e publicado nas redes do Brasil e repercutido la fora em todos os países. Todo mundo esta sabem o tipo de gente que os petralhas são. Copiaram ou precisam que se desenhe.