quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O Caminho, a Merdade e a Dilma


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Uma perguntinha que Dilma Rousseff, o demissionário Guido Mantega, Maria das Graças Foster e seu poderoso diretor financeiro e de relações com o mercado, Almir Guilherme Barbassa, poderiam responder: Como foi a complicada negociação com credores, que poderiam exigir R$ 7 bilhões por atraso na divulgação do balanço auditado da Petrobras, agora previsto para acontecer apenas em janeiro, conforme a estatal de economia mista comunicou ontem à noite? A resposta detalhada, certamente, é impublicável.

A Petrobras demonstrou fragilidade ao anunciar a antecipação de recebíveis, a redução do ritmo dos investimentos em projetos, a revisão de estratégias de preços de produtos e a redução de custos operacionais para 2015. Enquanto promete implantar uma série de ações voltadas para a preservação do caixa, de forma a viabilizar seus investimentos sem a necessidade de efetuar novas captações, tomando por premissas taxa de câmbio do dólar em R$ 2,60 e preço médio do barril de petróleo brent em 2015 de US$ 70,00, a Petrobras volta a ser saco de pancada do jornal britânico Financial Times, controlado pelo grupo Pearson, em colisão direta com o governo brasileiro que prejudica seus lucrativos negócios na área de educação.

O desespero da direção da Petrobras é gritante. Para evitar o vencimento antecipado de dívida por seus credores, a Petrobras foi forçada a fazer tal manobra de comunicação ao mercado. Novamente, a empresa não especifica uma data para divulgar as tão esperadas as demonstrações contábeis referentes ao terceiro trimestre de 2014. O pior é que os números certamente não virão com o aguardado relatório de revisão da auditoria externa, a PricewaterhouseCoopers - que fica mal na fita por não ter "percebido" os efeitos criminosos do Petrolão sobre as finanças da companhia.

O jornal porta-voz dos investidores britânicos, estrategicamente de olho na chance concreta que têm de tomar o controle da Petrobras quando ela estiver na bacia das almas, pegou pesado contra a empresa: "A Petrobras, que em 2007 era o orgulho do Brasil após anunciar as maiores descobertas de petróleo offshore do mundo em décadas, hoje corre o risco de se tornar um pária entre os investidores e uma vergonha nacional para os brasileiros".

O FT calculadamente chamou a atenção para o grande risco previsto para 2015: "Se a Petrobras não for capaz de divulgar os resultados financeiros auditados até 30 de abril, a empresa, que é uma dos maiores tomadores de empréstimos corporativos do Brasil com dívida estimada pela agência Moody's em US$ 170 bilhões, poderia desencadear um default técnico".

A previsão sombria não deve se concretizar. O malabarismo contábil, no final das contas, sempre prevalece. O que ficou mais concreto que o cimento superfaturado pelo cartel de empreiteiras é a destruição da imagem da empresa. A proeza deve ser debitada na conta de Luiz Inácio Lula da Silva e de sua sucessora Dilma Rousseff, junto com toda a diretoria executiva e conselheiros da Petrobras. Com as ações judiciais movidas nos Estados Unidos, daqui a alguns anos, todos terão de pagar pelo mal que fizeram à empresa e ao Brasil.

Quem não acertar antes o balanço com o juízo final, certamente acabará acertando com a justiça dos homens do Tio Sam. O caminho é sem volta. A merda já está feita. Pior para Dilma. A Presidenta finge que começa, no ano novo, seu mandato com prazo de validade vencido. Dilma já era, sem nunca ter sido. Igualzinha à Viúva Porcina da peça do imortal Dias Gomes que virou novela (Roque Santeiro). 

Sinhozinho Malta que se cuide... Logo o buraco infernal do Petrolão já chega aí em cima, na zona do triplex...

História de um Escândalo


Marta Serrat entrevista Sergio Luiz Zorovich, diretor presidente do Grupo Zorovich, que denuncia e acusa dirigentes da Petrobras de serem os responsaveis pela quebra de suas empresas por acordos e contratos não cumpridos.

Zorovich fala até sobre a criação uma Associação dos Lesados pela Petrobras ao longo de décadas que poderá penhorar os ativos da Petrobras na Bacia de Campos para pagar as perdas...

Justadilma


Cara da Moto

O Globo lembrou ontem que o futuro ministro da Previdência, Carlos Gabas, tornou-se conhecido em Brasília justamente pela proximidade com a presidente desde o início do primeiro mandato, em 2011.

O maior símbolo da intimidade dos dois veio à tona no ano passado, quando foi revelado que Dilma passeou pela capital federal, num domingo, na carona de uma Harley-Davidson pilotada pelo auxiliar.

O próprio ministro da Previdência, Garibaldi Alves, brincava com o fato de seu secretário-executivo ser muitas vezes chamado diretamente por Dilma para tratar dos temas de sua área.

Pode piorar...


Calma, que 2014 já está acabando... E a esperança é que 2015 comece a acabar, definitivamente, com o governo do crime organizado no Brasil...

Reforço nas Doações ao Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.
                           
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Dezembro de 2014.

3 comentários:

Loumari disse...

A Espontaneidade

O homem produz tudo o que sai da sua natureza. Concorre com a sua actividade; fornece a força bruta que produz o resultado. Mas a direcção dessa força não lhe pertence. Dá a matéria: a forma, porém, vem doutra parte. O verdadeiro autor das obras espontâneas é a natureza humana, ou, se se quiser, a causa superior da natureza. Neste ponto torna-se indiferente atribuir a causalidade a Deus ou ao Homem. O Espontâneo é à uma humano e divino. Está nisto a conciliação de opiniões, antes incompletas do que contraditórias, que, segundo dizem respeito a uma ou outra face do fenómeno, têm igualmente uma parte de verdade.

"Ernest Renan, in 'Origine du Langage'
França 1823 // 1892
Escritor


Não devemos ter medo de inventar seja o que for. Tudo o que existe em nós existe também na natureza, pois fazemos parte dela.
(Pablo Picasso)


A inovação é o que distingue um líder de um seguidor.
(Steve Jobs)

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Sr. Jornalista Jorge Serrão, hoje ao ir no Supermercado deparei com a notícia: "TABELA DO IR DEVERÁ SER CORRIGIDA EM 4,5% em 2015. Fui fazer a conta para ver quanto tenho que pagar de IR por mês. Fiquei assustada. Por que o assalariado ou quem recebe pensão estão sendo impiedosamente massacrados com políticas equivocadas? Essas medidas só servem para as pessoas meditarem o quanto é penoso trabalhar em nosso país. Trabalhei de segunda a domingo sem descanso para criar meus três filhos com dignidade, não foi tarefa fácil.
Sou artesã, estava pensando em retomar minha atividade de pinturas em telas e esculturas, área de trabalho cujo mercado é muito competitivo, os custos de trabalho são caríssimos e, no final, o artesão fica com quantia ínfima do resultado do seu trabalho. Assim cheguei à conclusão que vou trabalhar só para pagar impostos para quem não quer nem ouvir falar em trabalho.
Não compreendo por que os que estão trabalhando como se fossem burros de carga têm que carregar "MILHÕES DE BOLSAS ISSO, BOLSAS AQUILO, ENFIM BOLSAS TUDO". Em um país, em que milhões não querem trabalhar, não existe pobres, com certeza devem ser príncipes, porque milionários trabalham muito.
Que Deus ilumine a todos.

Anônimo disse...

2015 Vem ai

Serrão, Serrão Serrão vc é um Irmão
è o cara da proa e diz remem remem terra a vista, não tem nada, mas temos que continuar remando.
Um dia diz Lularapio será preso, no outro já fizeram o arranjo em alguma Loja, pra deixar ele de fora.
Serrão Serrão serrão vc é um irmão, traga pra nós uma noticia maravilhosa pra 2015, pois a nossa esperança em 2014 se encerra esta noite.
Serrão, Serrão, Serrão vc é nosso irmão.
Deus é o Senhor em hebraico lógico.