sábado, 21 de fevereiro de 2015

Vamos passear na Floresta enquanto dona Onça não vem?


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Verificando que a porcada está bem gorda, dona Onça se prepara pro banquete.

Mas antes, na sangria de recursos, põe um torniquete como os ursos.

Na moita marítima o grão molusco, se esconde a não mais poder.

Na tábua algorítmica de  cálculo, sabe que pode se fo...

Diz pros “cumpanheiros” “Só nos resta na floresta procurar abrigo”.

Se finge de verme tão minúsculo, querendo safar-se do perigo.

Debalde estuda de opções o leque, pois vive o tempo todo de pileque.

Como sempre, muito pragmático, disfarça-se de angolar galinha.

Imita o malandro agulha, que toma mas não perde a linha.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Loumari disse...

Vive o Dia de Hoje!

Não penses para amanhã. Não lembres o que foi de ontem. A memória teve o seu tempo quando foi tempo de alguma coisa durar. Mas tudo hoje é tão efémero. Mesmo o que se pensa para amanhã é para já ter sido, que é o que desejamos que seja logo que for. É o tempo de Deus que não tem futuro nem passado. Foi o que dele nós escolhemos no sonho do nosso absoluto. Não penses para amanhã na urgência de seres agora. Mesmo logo à tarde é muito tarde. Tudo o que és em ti para seres, vê se o és neste instante. Porque antes e depois tudo é morte e insensatez. Não esperes, sê agora. Lê os jornais. O futuro é o embrulho que fizeres com eles ou o papel urgente da retrete quando não houver outro.

"Vergílio Ferreira, in "Escrever"


Não há outro inferno para o homem além da estupidez ou da maldade dos seus semelhantes.
(Doantien Sade)


Os homens são criadores do seu próprio inferno.
(Pensamento hassídico)
"Texto Judaicos"

Loumari disse...

O tempo das verdades plurais acabou. Vivemos no tempo da mentira universal. Nunca se mentiu tanto. Vivemos na mentira, todos os dias.
(José Saramango)