segunda-feira, 22 de junho de 2015

Marcelo Odebrecht terá coragem e sensatez de acabar com a Nova República fazendo delação premiada?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Antes de ser preso, sexta-feira passada, Marcelo Bahia Odebrecht teria feito uma ligação e mandado um recado geral: "É pra resolver essa lambança ou não haverá República na segunda-feira"... Por isso, persiste a pergunta: Será que o mundo acaba a partir de logo mais, por causa da Erga Omnes da Lava Jato? Marcelo ou seu pai Emílio (que teria dito o mesmo que o filho) terão coragem e sensatez de cumprir a ameaça emocionalmente feita, ou tudo não passará de mais uma bravata que desaparece após o desespero inicial?

Quem conhece de perto os herdeiros de Norberto Odebrecht sabem que o pai e o filho não estão de brincadeira e são capazes de tudo para salvar seu império - o quinto maior grupo brasileiro - que é um parceiro de negócios das maiores estatais de economia mista, dos governos federal, estaduais e municipais e de países estrangeiros (sobretudo na África). Por isso, não será surpresa se Marcelo Odebrecht partir para ofensiva, em sua estratégia de defesa, aderindo a uma surpreendente colaboração premiada que, com certeza, arrasaria com a tal "Nova República".

A advogada Dora Cavalcanti entrará com pedido de habeas corpus para soltar Marcelo. Se não for bem sucedida, ainda mais porque a prisão preventiva está bem fundamentada pelo juiz Sérgio Moro nas "delações premiadas" feitas por empreiteiros e por Paulo Roberto Costa, a tendência é que a família Odebrecht parta para um acordo judicial. Este é o maior temor de Luiz Inácio Lula da Silva - apontado como grande beneficiário dos favores da empreiteira. A tese de Odebrecht poderia ser bem simples: a empresa foi forçada pelo modelo estatal brasileiro a operar no sistema de corrupção. O Capimunismo tupiniquim explica a sacanagem melhor que Freud...

Se a Odebrecht tentar se defender da maneira convencional, tentando negar tudo e apostando no seu imenso poder de influência política (inclusive nas altas esferas do judiciário), o risco de um fracasso é quase certo. Agir na defensiva coloca em risco a saúde do conglomerado, que opera com elevadíssima alavancagem, principalmente em títulos de dívida com estrangeiros. Se a empresa resolver colaborar, poderá fazer como a também baiana OAS - que sexta-feira apresentou seu plano de recuperação judicial no Tribunal de Justiça de São Paulo.
O bicho começa a pegar forte a partir da tarde desta segunda. O juiz Sérgio Moro deve começar a ser ouvidos alguns dos 12 presos na 14ª fase da Operação Lava-Jato. Primeiro, serão tomados os depoimentos de quatro pessoas que tiveram decretada prisão temporária, como o executivo da Odebrecht Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, os executivo da Andrade Gutierrez Antonio Pedro Campelo de Souza e Flávio Lúcio Magalhães, além de Christina Maria da Silva Jorge, da Hayley do Brasil. Até 3 de julho, Moro deve ouvir todos. A expectativa é pelo depoimento de Marcelo Odebrecht.

Antes disso, ainda hoje de manhã, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e o doleiro Alberto Youssef devem participar de uma acareação na sede da Polícia Federal em Curitiba. O objetivo é contrapor fatos conflitantes apresentados nos depoimentos prestados pelas duas peças-chave da Operação Lava-Jato, como o pagamento de dinheiros a políticos.

Os principais pontos a serem esclarecidos pela dupla Costa/Youssef se referem: 1) a um suposto pedido de R$ 2 milhões feito pelo ex-ministro Antônio Palocci para financiar a primeira campanha presidencial de Dilma Rousseff, em 2010; 2) a uma suposta doação, também de R$ 2 milhões, para a campanha da ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, que envolve o também ex-ministro Edson Lobão (PMDB-MA).

Releia o artigo de domingo: Confissão ou Testamento do Lula


Conto do Vigário


Morte do Boato

A coisa anda tão horrível para o impopular desgoverno Dilma que, desde sábado, uma piada lançada sábado nas redes sociais, ontem se transformou em um boato mórbido.

Não passou da mais pura mentira o "informe" de que Dilma teria tentado se suicidar, tomando overdose de tranquilizantes, no Palácio da Alvorada.

De todo modo, se fosse notícia verídica, já seria falta no nascedouro, porque Dilma está mais que viva, mas a Presidenta já morreu logo que assumiu o segundo mandato, e tem zero chance de ressuscitar...

Volume Morto da Politicagem


Por falar em morte, o Grupo Globo quer arrasar com a PTlândia, antes que os petralhas e a concorrência estrangeira acabem com ele...

Caidona


Time bom


Equipe do juiz Sérgio Moro - que apavora os corruptos sistêmicos no Brasil da impunidade ampla, geral e irrestrita - faz sucesso nas redes sociais.

Tem cabimento?


Manifestação à vista


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Junho de 2015.

12 comentários:

Cristiano Arruda disse...

Bom dia Jorge Serrão e a Todos!

Aquele na foto com a equipe do juiz Sérgio Moro é o Onyx Lorenzoni?

Anônimo disse...

Pq o depoimento do Marcelo não é o primeiro, pra mim vai pintar um Harbeas Corpus pra esses canalhas que envergonham os cidadãos de bem e o Juiz Moro vai ficar vendo Navios, è preciso tirar o PT do poder, pois estão lá, podem manipular tudo, até botar um laranja para assumir as pedaladas fiscais.
Essa não tem moral, estamos lidando com bandidos.
Acorda pq a manisfestação não está marcada pra Julho/15, agosto é tempo demais.

Acorda povo trouxa

CHICO Trevas

Anônimo disse...

Cuidado,Luiz Inácio Lula da Silva,Lulalá, abra o "ZOLHO".Je suis juiz Sérgio Moro, pra botar todos os corruptos na CADEIA, sem distinção de quem quer que seja.Pau nelles.Pelo menos passarão vergonha, ainda que sejam soltos.

Anônimo disse...

A propósito da matéria publicada em "O Globo"
A confissão de Lulla e a nossa torcida.
A confissão de Lulla perante os religiosos tornada pública pelo jornal “O Globo” e motivo de artigos em outros jornais revela os males que os quase 13 (treze) anos de administração petista trouxeram para a nação brasileira e para o Brasil.
Ele diz que está no volume morto, mas ficou longe de trazer à tona as decisões e atitudes tomadas com desacerto, em especial, pelo seu governo de 2002 a 2010 e, sobretudo olvidou a enorme corrupção que iniciou naquele período, chegando ao ponto do ministro da casa civil ser condenado e preso no caso do mensalão.
A dilapidação do patrimônio da Petrobrás iniciou no governo Lulla, a toda evidência partindo dele a ordem de repassar percentuais de contratos para seus apoiadores: o Partido dos Trabalhadores, Partido Popular e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro.
Ainda foi o governo Lulla que mandou dinheiro do suor brasileiro para construir obras em país da África governado por ditador bolivariano. Alguns anos depois o governo Dillma perdoou a dívida.
Por sua vez, a Dillma também cometeu grandes equívocos descapitalizando nosso país para fazer obras em Cuba, Venezuela, Argentina, Bolívia. Ela tem dificuldade para ouvir conselhos, mentiu descaradamente nas eleições de 2014, retirou direitos dos trabalhadores sem a vaca tossir, só dá notícias ruins.
Ora, a torcida do Brasil é para que os deputados federais, senadores, presidentes e vices, ministros, outros políticos e empreiteiros, etc. que se apropriaram do dinheiro público, devolvam imediatamente, a fim de viabilizar a melhora do emprego, do salário, sejam restituídos os direitos dos trabalhadores e das pensionistas e pescadores individuais, retornem os valores retirados da saúde.
Tudo o que aconteceu e mais o que foi resumido acima trouxeram o ódio à sociedade brasileira, por isso, vocês nos obrigam a pecar, e milhões de brasileiros torcem pela morte natural dos dois algozes do povo do Brasil. Leve-os Senhor até 2017. Amém.
Não obstante esse pedido, nada impede que continuemos na luta pelo “impeachment” de Dillma, e pela investigação isenta, mas firme e decidida do Lulla e de seu governo (mensalão, Petrolão, Lava Jato, etc) e, em relação à ascensão meteórica de seu filho.
Antonio Augusto.

Anônimo disse...

Muito boa! A desonestidade do UOL ao dizer que “o meio jurídico está contra Sérgio Moro” - ESCRITO POR LUCIANO AYAN
Aqui: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/outros/15903-2015-06-20-21-45-22.html
Uma das principais táticas da esquerda é agrupar os membros de sua turminha, que pertençam a uma profissão, lançar uma sucessão de comunicações de repúdio (ou mesmo uma moção) e dizer que “a classe profissional (x) é contra (y)”. Isto é, um grupo limitado de pessoas se disfarça de representantes de “toda a classe”, mesmo que jamais tenham sido eleitos para tal.
Uma matéria do UOL, intitulada desonestamente “Operação Lava Jato é severamente criticada no meio jurídico”, serve para comprovar a execução do truque. Vamos aos juristas? Quer conhecer o “meio jurídico”? Para o UOL, ele se limita a quatro indivíduos, que são:
• Alexandre Lopes, advogado de Renato Duque (que está preso)
• Nelio Machado, advogado do lobista Fernando Soares (está preso)
• Arnaldo Malheiros, ex-defensor de mensaleiros
• Gilson Dipp, ex-ministro do STF e que atuou como consultor de parecer para um réu
Como diria o Joel Santana: “tu tá de brincation uíti mí, UOL?”. Enfim, mais uma fraude desmascarada. Isto deveria se tornar praticamente um esporte. Fiquem de olho. Sempre que lerem uma notícia vinda da mídia chapa branca dizendo que “há clamor de classe profissional (x) contra (y)”, investigue sempre o passado dos “especialistas” chamados para a encenação.

Loumari disse...


Undoubtedly, Brazil is becoming like a kind of Zimbabwe number two. Brazil as nation is taking over. Brazilian this is your end as nation. May God bless you!

Anônimo disse...

Ivan Valente do PSOL (linha auxiliar do PT) está junto com o Sérgio Moro!?

Me engana que eu gosto.

Loumari disse...

O individuo no anônimo de 1:53 PM

Diz que: A dilapidação do património da Petrobras iniciou no governo Lula.

FALSO senhor. A dilapidação da Petrobras foi iniciado em 1990. E o Lula não era presidente de Brasil.

Culpar o PT, o Lula de oficio porque isto lhes convém, não vai resolver os problemas cujas bases foram fundadas e instaladas há mais de 30 anos antes do governo do PT.
O PT só teve a chance de tomar o poder num terreno já lavrado pelos outros que lhes precederam.
Tudo já estava no estado de deterioração quando o PT tomou o poder.
DEIXEM DE DAR VOLTA AO PROBLEMA, E DE CONTINUO APONTANDO DE DEDO UM CULPADO IDEAL Lula, PORQUE SEGUNDO A VOSSA CONSCIÊNCIA HÁ QUE HAVER ALGUÉM PARA LEVAR O CHAPÉU, E POR QUE NÃO SER GUILHOTINADO! MAS, O ÚNICO QUE LOGRAIS É CONDENAR-VOS PARA MAIS FUNDO AINDA DOS ABISMOS.

E o que é de vosso juiz Moro, este já está como alguém que está a marchar sobre ovos. Um pequeno tropeço lhe vai custar toda a carreira.

Anônimo disse...

cambada de golpistas safados, se Dilma sair nos paramos o pais

Anônimo disse...

Nova República é uma coisa que nunca existiu no Brasil, pois antes dela não houve nem uma Velha. A República foi apenas proclamada, mas não implantada. Continuamos a ser o mesmo país monárquico, autoritário e atrasado do século XIX, essencialmente com a mesma divisão entre escravos, plebe e nobreza - que só mudaram de nome para trabalhadores, classe média e políticos. Os últimos, aboletados na estrutura do estado, continuam gozando de privilégios e total imunidade perante a lei. Já os primeiros, mantidos na ignorância por um ensino público falido e aparelhado, continuam pagando a conta da farra. Para complicar, hoje temos um estamento sindical de extrema esquerda estabelecido no poder, estatizante, aparelhando todo estado brasileiro.

Sérgio S. França Carvalho disse...

Pode chiar, chorar, babar etc. A hora chegou. O PT esqueceu suas origens. Enganou o povo. Dane-se.

Anônimo disse...

O FALSARIO LULA ANTECIPANDO AS CONFISSÕES DE SEU SANGUESSUGA PARTIDO!
Tempos atrás, em resposta a uma jornalista que dissera que o PT era uma merda, Lula respondeu: O PT É UMA MERDA, MAS É MEU PARTIDO!
Recentemente confirmou o que estamos careca de saber: "Dilma e eu estamos no volume morto; o PT está abaixo do volume morto"!
Agora, mostra os intestinos apodrecidos do seu vampiro PT, ele mesmo ao dizer que os petistas são prá lá de incompetentes e mercenários; não têm planos de governo, apenas de poder: "A gente só pensa em cargo, em emprego e ganhar eleição e ninguém hoje trabalha mais de graça".
O anarquista PT é o fruto que já nasceu podre, não tem conserto; o mal dele é existir sob a obsoleta e diabólica ideologia marxista, da bandeira vermelha do martelo e foice, a peste vermelha que ainda infesta o século XXI!