terça-feira, 30 de junho de 2015

Temer já conta com aval de Levy e dos banqueiros para assumir o lugar de Dilma - o que interessa a Lula


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O maçom inglês Michel Temer conspira, abertamente, para substituir Dilma Rousseff. Vazou no mercado financeiro que o vice-Presidente já fez uma consulta informal ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, pedindo que sondasse o humor dos banqueiros sobre tal "possibilidade". Temer já revela a amigos e aliados muito próximos que recebeu "sinal verde" da banca para assumir o Palácio do Planalto e contornar a crise política e econômica de magnitude imprevisível. Se Lula anda brincando de ser "Presidentro", Temer não está para brincadeira...

Articulador político do governo, por imprudente delegação dada pela própria Dilma, Temer não apenas aposta que o desgaste da Presidenta é irreversível. Ele já sabe que seu desejo de assumir a titularidade da Presidência conta com o aval indiscreto de ninguém menos que Luiz Inácio Lula da Silva. O Presidentro, que só pensa em 2018, também avalia que não dá mais para salvar Dilma. Por isso, trata de salvar a própria pele, mandando a militância de sua seita política promover o tal "enfrentamento político da Operação Lava Jato", enquanto torce por uma queda de Dilma, para voltar a fazer o que mais sabe: oposição.

Dilma já tem um motivo concreto para ser totalmente fritada pelo PT - que nunca acolheu, completamente, a brizolista histórica. A Presidenta cometeu o pecado mortal de mexer no bolso da petelândia. Os militantes que se abrigam em ONGs começaram ontem a trucidá-la nas redes sociais, a partir da informação de um corte no financiamento a 22 mil projetos tocados por organizações sociais. Como Dilma vai abalar os ganhos da turma do Terceiro Setor, ela se transforma em "inimiga mortal". Os afetados já articulam novas e criativas fórmulas de sustentação na entressafra da mesada oficial. Apesar disto, Dilma entra na lista negra.

A previsão é que nova versão do "Fora, Dilma" ganhe impulso pela conspiração de Temer, Lula e dos ongueiros da petelândia a partir do mês de agosto. Enquanto isso, quem conspira contra Dilma tem uma outra missão bem arriscada, mas que pode contar com a providencial ajuda da Procuradoria Geral da República e da Força Tarefa da Operação Lava Jato. Além de Dilma, o principal alvo a ser detonado é Eduardo Cunha. O presidente da Câmara dos Deputados é visto como o principal inimigo petista e também como o principal obstáculo não-declarado para Temer assumir a Presidência da República.

Os aliados-conspiradores pretendem fomentar o fogo da pretensa oposição tucana contra Dilma. Mesmo a contragosto, os tucanos engoliriam Temer no Palácio do Planalto. Afinal, poderiam manter a fachada oposicionista para a ainda distante briga de 2018 - que será marcada por uma luta interna no PSDB entre Geraldo Alckmin e Aécio Neves. Por isso, a prioridade a ser fomentada é o "Fora, Dilma". O movimento agendado nas redes sociais para o dia 16 de agosto receberá apoio e financiamento para colocar milhares (ou milhões) nas ruas pedindo a saída da Presidenta - que estará ainda mais desgastada pela insatisfação social com a crise econômica.

O cenário que os conspiradores políticos imaginam para a queda de Dilma tem duas possibilidades que convergem. A primeira seria um pedido formal de impeachment, em função de uma condenação pelo Tribunal de Contas da União, por causa da famosa pedalada fiscal. A segunda (um pouco mais complicada juridicamente) seria uma tentativa de impugnação da eleição de Dilma, em função do financiamento da campanha de 2014 com recursos ilegais obtidos pelo esquema de corrupção na Petrobras, conforme a delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa.

A segunda hipótese, apesar de mais complicada que uma condenação por crime de responsabilidade pela pedalada, apavora tanto Dilma que a Presidenta passou recibo ontem, em Nova York. Foi primária a reação dela ao negar as acusações de repasses irregulares durante a sua campanha de reeleição: "Não aceito e jamais aceitarei que insinuem sobre mim ou a minha campanha qualquer irregularidade. Primeiro porque não houve. Segundo porque, se insinuam, alguns têm interesses políticos. Tem uma coisa que me acompanhou ao longo da vida. Em Minas, na escola, quando você aprende sobre a Inconfidência Mineira, tem um personagem que a gente não gosta porque as professoras nos ensinam a não gostar dele. Ele se chama Joaquim Silvério dos Reis, o delator. Eu não respeito delator".

Seria bom respeitar, Dilma... Até porque o empresário Ricardo Pessoa delatou que boa parte dos recursos, mesmo os declarados, repassados a políticos foi compensada por desvios de contratos com a Petrobras. Mesmo havendo registro das doações no TSE, isto seria considerado ilegal. Além disso, se a denúncia se comprovar, haveria corrupção, pelo fato de o empresário ser obrigado a doar para obter contratos. Outro crime seria o de lavagem de dinheiro, porque recursos da estatal poderiam ter sido drenados para doações de políticos do governo.

Dilma passou outro recibo de que o assunto a afeta demais, ao citar nominalmente o tucano Aécio Neves. Foi patético o argumento de que, se ela recebeu R$ 7,5 milhões da UTC no segundo turno da campanha presidencial de 2014, o candidato do PSDB também foi agraciado “com uma diferença muito pequena de valores”. Psicologicamente, a perdida Dilma tentou justificar um erro ou ilegalidade com a mesma moeda.

Pior ainda foi Dilma recorrer novamente à memória da tal ditadura militar, sempre que tem problemas políticos: "Tentaram me transformar numa delatora. A ditadura fazia isso com as pessoas presas. Eu garanto para vocês que eu resisti bravamente, até em alguns momentos fui mal interpretada, quando eu disse que em tortura a gente tem que resistir, porque senão você entrega seus presos. Então não respeito nenhuma fala. Agora, acho, para ser bem precisa, que a Justiça tem que pegar tudo o que ele disse e investigar, tudo, sem exceção. A Justiça, o Ministério Público, a Polícia Federal".      

O Alerta Total repete até cansar por 13 x 13: A hora da decisão nunca esteve tão próxima. Dilma é carta quase fora do baralho. O impasse institucional se agrava como nunca antes na história deste País. Os três poderes, altamente desgastados, batem cabeça. A maioria da sociedade, alarmada com a violência e afetada pela crise (que combina carestia, inflação e desemprego), aumenta a tensão e dá sinais de que pode perder a paciência a qualquer momento. A tendência é de conflito. A barbárie e o caos estão apenas começando. O desfecho no day after é imprevisível.

Encontrão com Murdoch


Dilma Rousseff fez ontem um beija-mão, não programado na agenda oficial da visita aos EUA, para encontrar o magnata anglo-australiano das comunicações Rupert Murdoch.

Dilma foi à sede do “Wall Street Journal” para encontrar o dono da News Corporation e da Fox - que é um inimigo declarado da Família Marinho, do Grupo Globo.  

Será que o encontro foi uma mera retribuição ao fato de o governo brasileiro ter publicado, segunda-feira, um anúncio de quatro páginas no “The Wall Street Journal” para divulgar o programa de concessões em infraestrutura?

Intitulada “Oportunidades de investimento na infraestrutura brasileira”, a propaganda traz textos, números e infográficos sobre estradas, ferrovias, portos e aeroportos do país.

Retrocesso Histórico



Vendedora

No hotel St. Regis, Dilma se encontrou com 12 investidores do setor financeiro americano.

Participaram do encontro representantes de grandes fundos e bancos, como Larry Fink, da Blackrock, a maior gestora de recursos financeiros do mundo; o ex-secretário do Tesouro dos EUA Tim Geithner, atualmente presidente da empresa de private equity Warburg Pincus; e Bill Rhodes, consultor sênior do Citigroup.
Depois, Dilma conversou com um grupo de CEOs de gigantes como General Motors (GM), General Electric (GE), Walmart e até do Ultimate Fighting Championship (UFC).

Em seguida, Dilma recebe o ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger e parte para o hotel New York Palace, onde encerra seminário de apresentação do plano de concessões em infra-estrutura do governo. De lá, segue para Washington.

Malvadeza virtual baiana

Circula entre e-mails de empresários baianos a seguinte mensagem:

"Após a prisão de Marcelo Odebrecht na Lava Jato, a imagem da empreiteira na internet mudou radicalmente: busca por Odebrecht no Google EUA mostra “destroy email” como um dos principais resultados".

Pronto para delação


Listinha do Pessoa

Os nomes de 18 políticos supostamente citados pelo dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, como beneficiados com dinheiro da corrupção foram revelados pela revista Veja neste fim de semana:

– Campanha de Dilma Rousseff em 2014: R$ 7,5 milhões.
– Campanha de Luiz Inácio Lula da Silva em 2006: R$ 2,5 milhões.
– Ministro Edinho Silva (PT), ex-tesoureiro da campanha de Dilma: valor não informado.
– Ministro Aloizio Mercadante (PT): R$ 250 mil.
– Senador Fernando Collor (PTB-AL): R$ 20 milhões.
– Senador Edison Lobão (PMDB-MA): R$ 1 milhão.
– Senador Gim Argello (PTB-DF): R$ 5 milhões.
– Senador Ciro Nogueira (PP-PI): R$ 2 milhões.
– Senador Aloysio Nunes (PSDB-SP): R$ 200 mil.
– Senador Benedito de Lira (PP-AL): R$ 400 mil.
– Deputado José de Fillipi (PT-SP): R$ 750 mil.
– Deputado Arthur Lira (PP-AL): R$ 1 milhão.
– Deputado Júlio Delgado (PSB-PE): R$ 150 mil.
– Deputado Eduardo da Fonte (PP-PE): R$ 300 mil.
– Prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT-SP): R$ 2,6 milhões.
– Ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto: R$ 15 milhões.
– Ex-ministro José Dirceu: R$ 3,2 milhões.
– Ex-presidente da Transpetro Sergio Machado: R$ 1 milhão.

Caso Perdido


Medinho de Lula


Fora, Lula

Texto do presidente do Clube Militar, General Gilberto Pimentel, se tornou viral nas redes sociais.


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Junho de 2015.

11 comentários:

Anônimo disse...

O nababinho do Caribe: filho de Fidel Castro é flagrado em hotel de luxo e segurança agride jornalista.
Nunca um só episódio representou tão bem o que é a esquerda...
Mais aqui: http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/
E aqui: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2015/06/30/filho-cacula-de-fidel-e-flagrado-em-resort-de-luxo-e-guarda-costas-agride-reporter-onde-estavam-os-lulinhas/

Anônimo disse...

A dilma respeita terrorista que jogam carro bomba e matam um Soldado de 19 anos de forma covarde.

Maldita, não o inferno que essa desgraçada


Chico Luz

Anônimo disse...

O BOM É QUE DILMA SAIA!
DEIXE O LULA PARA 2018 QUE VERÁ O TAMANHO DA FERRADA QUE LEVARÁ!
Dilma saindo, bom começo, de cara a petralhada já irá se afstando pois Temer cuidará do PMDB subir e se vingaria do PT de tentar engoli-lo e a tentativa de Lula reagir como oposição será um fracasso, pois seu partideco nesses anos, com ajuda do cagão PSDB só andou pra trás!
Mas de rapinagem e incompetência, disso o PT tem de sobra!
PT com a saída de Dilma já era!

Anônimo disse...

Acho que trocar Dilma por Temer é trocar seis por meia-dúzia - não muda nada - ainda mais mantendo o atual quadro político.

Anônimo disse...

DE NADA ADIANTA FICAREM QUEIMANDO O FILME UM DO OUTRO,O MUNDO ESTÁ ENFRENTANDO UMA ENORME CRISE, E O BRASIL COM TODAS AS SABOTAGENS ESTÁ POR CIMA DA CARNE SECA. SEJA O QUE FOR QUE DILMA FECHAR COM O OBHAMA AS COISAS PARA O LADO DELES VAI SE APAZIGUAR,QUEM SABE SE COM A ORDEM DO PODEROSO CHEFÃO A MAFIA DARÁ SOSSEGO E DEIXA O BRASIL EM PAZ... LADRÃO É LADRÃO E NÃO INTERESA O PARTIDO ESTÃO ESPALHADO PELO O BRASIL INTEIRO ENTÃO CORRAM QUE A PF VEM AI...

Veronica Ruzzi disse...

Os idiotas dos brasileiros ainda não se deram conta que pagam cada vez mais impostos, para ter com resultado a roubalheira sem fim, e assistindo a briga que estes politicos ladrões e marginais fazem todo o santo dia quem vai comer quem para continuar no poder para distribuir o dinheiro do povo entre eles, e o povo que va a merda e continuem a pagar porque é para isso que servem.

Anônimo disse...

Prezado Serrão.
Sobre o "Medinho de Lula", acho que está na hora de você mudar a foto-montagem, tirando o larápio do "troninho" e colocando-o, na mesma função, mas agachado em uma latrina turca, o tal "buraco no chão" que ele vai enfrentar quando for recolhido à PF do Paraná.
Isso sim vai dar um MEDÃO DANADO no boca-de-latrina!!!!
Talvez até ele pare de atentar contra o Dr. Sergio Moro e contra os Procuradores Federaisw da operação Lava-Jato.
Vá lá! Aceita minha sugestão!

Anônimo disse...

Ao meu xará (Anônimo das 12:33PM).
Trocar a dilma pelo temer será, na verdade, trocar seis por seis e meio, o que já é um avanço naquela pocilga do planalto, principalmente se ele defenestrar a petralhada da administração pública.
Depois, em 2018, a gente coloca um presidente honesto e idôneo para ajeitar a casa e desfazer as gagadas que a quadrilha fez em 13 anos de desgoverno.

Renato Bulhoes disse...

Onde lê-se Temer e aval dos bancos, pode-se ler nas entrelinhas ainda Banco Rothschield e também Merryl Lynch provavelmente, e se essa visão puder ir mais fundo: quererão pulverizar a Petrobrás para ser privatizada de forma vil como a Vale do Rio Doce.

Anônimo disse...

Tem uma guarnição federal do Exercito próxima a minha casa, e NUNCA tinha ouvido treinamento de TIRO durante o DOMINGO!!!
O dia todo!!!
Moro aqui há 38 anos essa é a primeira vez que escuto os TIROS em um dia de DOMINGO!
O que isso significa Hein???
hoje treça feira dia 30 desde DOMINGO o TREINAMENTO NÃO PARA. OS TIROS SEGUEM!!!
ACHO QUE A "PROCISSÃO" ESTA PRA SAIR...

P.S A MÃE DE UM MILITAR QUE MORA NAS VIZINHANÇAS DISSE QUE O QUARTEL ESTA EM SEVERA PRONTIDÃO.

Anônimo disse...

a situação do nosso Brasil é gravíssima com a atual safra de políticos corruptos que infestam o parlamento, sem falar nos comunistas e nos incompetentes de plantão, mas dos males, pelo menos o menor por enquanto, concordo que não dá mais para aturar o PT!