sexta-feira, 24 de julho de 2015

Brasil caminha para convulsão social


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Estrangeiros, sobretudo os controladores britânicos da economia globalitária, nunca fazem análises isentas e descompromissadas sobre o Brasil. Não foge a esta tendência a pancada analítica mais recente, dada pelo diário britânico Financial Times (que o grupo Pearson confirma estar vendendo, provavelmente para os japoneses do mundo digital). O grande interesse dos patrocinadores do jornal é aproveitar a crise estrutural tupiniquim para adquirir o controle de nossas principais empresas - inclusive usando chineses como "laranjas".

O virulento texto do FT, tão festejado pela pretensa "oposição" e por alguns analistas midiáticos sem noção da realidade, peca por elementar burrice analítica. No editorial “Recessão e corrupção: a podridão crescente no Brasil”, o editorialista comete estupidez ou erro de paradigma analítico ao afirmar que "as instituições democráticas no Brasil têm força". Só quem está muito de fora (e por fora) do problema estrutural brasileiro consegue defender esta "tese" ingênua e incorreta.

Na verdade nua e crua, o impasse institucional brasileiro, combinado com a crise econômica, a insegurança do Direito, a corrupção sistêmica, a impunidade e a violência urbana sem controle, empurram o Brasil para um estágio de pré-convulsão social. O Brasil parece cada vez mais com aquela velha República de Weimar que antecedeu à escalada nacional socialista de Adolf Hitler na Alemanha. Recessão, estagflação, radicalismo ideológico e fraqueza das instituições costumam levar qualquer lugar ao caos - que demandará "força autoritária" como pretensa solução...

O risco de uma convulsão, com ruptura institucional, é um cenário cada vez mais próximo e possível - mesmo no Brasil em que se cultua o falso mito de uma passividade e pacifismo de um povo. O maior risco que o processo de convulsão social pode gerar interessa demais aos controladores globalitários: a divisão do Brasil, não em uma república federativa (coisa que, de verdade, nunca conseguimos implantar desde o golpe de Estado que derrubou o Império em 15 de novembro de 1889), mas sim na criação de estados fragmentados.

Todos os desgovernos a partir da chamada Nova República (1985) vêm colaborando para gerar as pré-condições históricas para que o separatismo artificial seja incluído na agenda. O Brasil precisa de um federalismo de verdade, igual ao modelo norte-americano, onde o governo da União mantém a unidade nacional, a partir do estrito respeito constitucional à soberania dos estados membros. O problema nosso é que o Brasil não passou por uma revolução, igual a dos EUA, que implantou um federalismo equilibrado. Nosso modelo resultou de uma ação interventora do Poder Federal - que causa, originariamente, todas as nossas falhas estruturais da Nação.

  
O Brasil precisa ser reinventado se quiser continuar sendo o País que parece ser. Por isso, é chover no molhado e perder tempo dar importância à análise do FT sobre a “incompetência, arrogância e corrupção quebraram a magia” do país ou à frase que tanto chocou a cúpula de nossa politicagem governamental: ”O Brasil hoje tem sido comparado a um filme de terror sem fim”Os britânicos só acertam, enxergando o óbvio ululante, que “pode ser que tempos mais difíceis estejam adiante do Brasil”. 

Nosso problema central não é se Dilma vai cair por impeachment ou pedir para sair (inventando alguma doença). Se a saída dela acontecer, o que a pressão político-popular torce que acontece o mais breve possível, fica a maior das dúvidas: como será o dia seguinte. O famoso "day-after" não está totalmente desenhado. Soluções para o aprimoramento institucional existem. No entanto, não são consensuais entre o que se pode chamar de "Elite Moral". A massa, sempre pragmática, sempre torce pela fórmula mágica promovida por algum "salvador da pátria".

Golpe? As instituições já estão golpeadas pela governança do crime institucionalizado, sem previsão de punição, a não ser com o rigor seletivo contra os inimigos de ocasião (no caso atual, os empresários corruptos). Alguns políticos, parceiros deles, podem entrar também pelo cano. No entanto, a realidade de sacanagem e roubalheira não vai mudar radicalmente, porque o sistema continuará o mesmo. As punições, se realmente ocorrerem, vão atingir algumas moscas varejeiras. O modelo continuará intocável - a não ser que a crise gere alguma "revolução".

Nas condições atuais, se depender da cúpula dos militares, não haverá apoio imediato a nenhuma espécie de "intervenção constitucional". O famoso e sempre temido "golpe militar", então, nem se fala. Trata-se de um fenômeno fora de cogitação - a não ser que as legiões sejam tiradas da "zona de conforto" (aliás, nada confortável). O fato concreto é que as condições de hoje tendem a degenerar em convulsão política e social. Aí sim, querendo ou não, as Forças Armadas podem ser forçadas a entrar em campo. Ocorre que é consenso entre analistas na caserna que, se isto acontecer, será uma "intervenção pontual".

Por enquanto, Bruzundanga está naquele ritmo de (nem) pagar para ver. Banqueiros já começam a se preocupar, seriamente, com a inadimplência e o calote - que saem do controle. Os juros altos, as taxas absurdas e o fornecimento de crédito de forma irresponsável, mais para o consumismo que para a produção, criaram um monstro que se volta contra os criadores rentistas - que comemoram recordes de lucros, enquanto a ignorante sociedade brasileira paga a conta do modelo equivocado e da estrutura ineficiente, gastadora e falida - moral e economicamente. O medinho da banqueiragem é o componente novo no cenário de caos que tende a se aprofundar no Brasil.

A confusão - ou convulsão - que vem adiante não consegue ser prevista pelos estrangeiros. Enquanto isto, continuamos assistindo às ilusões de poder da Rainha Dilma e de seu vice Michel Temer, agora rompido com a cúpula da Maçonaria Inglesa que o fez chegar ao grau de Mestre Maçom. O teatro da politicagem se torna cada vez mais patético. Os três poderem pagam tradicomédia. Na hora do pega-pra-capar, a grande dúvida é quem conseguirá se salvar. Miami vai ficar pequena para tanto autoexilado...

Giro complicado


Pegou muito mal o adiamento da entrevista que Dilma Rousseff daria à bela Mariana Godoy, na Rede TV!: tudo indica que foi o temor de mais um megapanelaço nunca antes visto e ouvido na história mal contada do Brasil...

Empurrando a extradição


Preferência Nacional

A Petrobras já está saindo da Argentina...

Diga não à corrupção


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Julho de 2015.

13 comentários:

Luiz Oliveira disse...

Esta eu nãos sabia: Temer rompeu com a "cúpula da Maçonaria Inglesa que o fez chegar ao grau de Mestre Maçom". Serrão, seria muito pedir para vocês detalhar um pouco esse fato? Isso deve explicar muita coisa que está acontecendo.

Luiz Oliveira disse...

Esta eu nãos sabia: Temer rompeu com a "cúpula da Maçonaria Inglesa que o fez chegar ao grau de Mestre Maçom". Serrão, seria muito pedir para vocês detalhar um pouco esse fato? Isso deve explicar muita coisa que está acontecendo.

Anônimo disse...

O Nestor Cerveró nunca viu nada de corrupção na Petrobras e como o MP está pedindo sua condenação? Só aparece inocente neste "Brazí".
É por isso que declaro:Je suis Nestor Cerveró.

Anônimo disse...

L U L A Q U E R E N D O "C O N V E R S A R" C O M A O P O S I Ç Ã O...!
CONVERSAR = PEDIR PENICO!
FHC!
POR ACASO SO SR É O VOVÔ DO PT?
TODA VEZ QUE ESTÃO BORRANDO, O SR VAI LÁ E LIMPA A MERDA DELE OU É A BABÁ OFICIAL DO PT?
Veja que não caia noutra daquela, FHC desapontando os que ainda acreditam um pouco em seu partido, bem afundado por causa de certas ajudas para ao PT continuar fraudando o povo brasileiro!
Seu PSDB tem muita culpa disso de ser carrinho de rodas do PT, ajudando a sangrar os cofres públicos e prejudicar seriamente o Brasil, sim, com ajuda do PSDB; lembre o que fazia o PT quando o PSDB estava no poder!!
Receber Lula, seria uma falta de vergonha sem tamanho de seu partido e inadequado para sua idade!
A não ser que esteja caduco, seja IGUAL OU PIOR QUE LULA!
Na verdade, os comunistas não conversam com ninguém, mas sabem pedir arrego na hora que estão em baixa, mas é bom saber: se der colher de chá para eles é o mesmo que CRIAR COBRAS VENENOSAS PARA DEPOIS TE PICAREM!
O PT está provando do próprio veneno que inoculou na sociedade; mentiras duram um certo tempo mas depois, aparecem!
Dessa vez acabou, a casa caiu, PT, desgraça de partido; NAZISMO, COMUNISMO E FASCISMO SÃO IRMÃOS GÊMEOS!
Até os papas sabem disso só até Bento XVI; como combatiam os comunistas, caso J Paulo II!
Em ida a Erfurt, ex Alemanha Oriental, Bento XVI disse:
Comunismo, Nazismo e Fascismo = Chuvas ácidas.
Nazismo e Fascismo = Pestes Negras.
Comunismo = Peste vermelha.
Noutra oportunidade, servindo direito pro PT:
"Um governo sem princípios ético-morais não passa de uma quadrilha de malfeitores".
Améééééémmmm!

Anônimo disse...

Primeiro ministro Temer? Nem que a vaca tussa! Para começar tem que tirar a Dilma, pois a canetada é sempre dela. Enquanto ela estiver poder de assinar projetos bom para PT e RUIM para o país, o primeiro ministro não apita nada.

Anônimo disse...

Serrão, as suas análises são boas mas você está precisando de um upgrade. As coisas mudaram, pois se não mudassem jamais poderiam continuar as mesmas. O caso e que os globalitários britânicos têm mais inteligência do que parece, e o que de fato acontece é que mesmo eles observaram, no inicio do milênio, que o modelo capitalista clássico estava indo para a exaustão – por isso, apostaram alto na “terceira via” representada na época pelo Tony Blair. O resultado foi um desastre. Não funcionou. Mas socialistas, sejam de qual tendencia forem, sofrem de uma doença terrível, que é cegueira crônica e seletiva. Mesmo com o desastre nas fuças deles eles se agarram na sua ideologia satânico-doentia , e insistiram por mais 5 anos nas baboseiras, e aí tivemos uma expansão ridícula de politicamente correto e seus “ismos, anti-ismos” e “fobias”: anti-islamismo, islamismo, homofobia, islamofobia, etc. Além da pedofilia, remoção do poder da família, etc. Sabe o que aconteceu? Piorou! Tudo piorou MUITO! Porque socialista onde põe a pata emporcalha tudo. Até instituições científicas sérias caíram nessa (lembra do “aquecimento global?”)
Se você crê que as instituições britânicas é que governam o mundo – e você pode estar certo – veja o resultado das eleições deste ano. Vitória dos conservadores, sem que eles sequer tivessem feito uma campanha que prestasse. E por que isso? Porque um povo que já passou por poucas e boas comecou a ver que se deixassem as tranqueiras “terceira-via-socialista” (nas Américas representadas por Lula e Obama ) continuar, o que estava acontecendo é que radicais perigosos de direita começaram a ganhar espaço. E, se vem o de direita, a seguir vem o de esquerda. E todo mundo tá de saco cheio disso. O caso é que os conservadores pegaram a casa arrasada da era Blair e deram um jeito que ainda não está totalmente arrumado. E não destruíram o sistema de bem-estar social, mas estão endurecendo as regras e acabando com muita putaria. O povo viu isso, e aprovou. Meio contrariado, mas aprovou. A realidade tem esse efeito: você pode não gostar do cara, mas se ele fez coisas certas, então...

Anônimo disse...

Quanto ao Brasil, eles foram até bonzinhos até agora. Só que chegou no limite – o maior prejudicado pela baixaria da Petrobrás foi o fundo de pensão dos professores universitários britânicos.
Acredite, ninguém no mundo quer quebrar o Brasil. Essa fase de colônia de exploração já acabou, o que o mundo precisa hoje é de um MODELO novo que leve em consideração a sustentabilidade e impeça novas quebras como as dos bancos que foram causadas pela ganância de banqueiros imbecis. Quem pensa e analisa (os famosos think-tanks) sabe disso. E viu que é necessário um novo modelo. A quebra do Brasil só é a confirmação que o modelo socialista não tem mais jeito, nem vermelho-sangue, nem cor-de-rosa, nem nada. É uma FARSA. E as eleições no Reino Unido provaram isso – o partido trabalhista naufragou de tal forma que dificilmente se recuperará.
Recuperar culturas tao autoritárias como a Russia e a China ou mesmo a ĺndia, é um trabalho tenebroso, incerto e provavelmente fadado ao fracasso. Mas o Brasil tem jeito, e a sua própria juventude e falta de embasamento cultural é que o favorece. É matéria a ser plasmada ainda.
Veja a coisa por este ângulo, acredite se quiser: O capital não confia de jeito nenhum na Rússia e na China – eles já provaram que nao podem ser confiáveis. Confia mais ou menos na ĺndia e nada no Brasil ENQUANTO A CAMBADA ESTIVER Aĺ. Mas sem a cambada, a história muda. A Copa do Mundo teve um efeito colateral inesperado: quem veio viu um povo incrivelmente bom, que pode melhorar muito se se livrar das suas ervas daninhas. E nisso, meu caro, vale a pena investir, porque o investimento não é tão alto assim. Aí vai ficar bom pro capital fluir pra cá.
O “capitalista sanguinário que come o sangue da América Latina” não mora mais nuzestadusuniduz ou na City de Londres – mora em Brasília, Buenos Aires e Caracas, e consegue ser muito pior que Jabba-the-Hut ou mesmo que os Rotschilds.
Se voce reparou bem, até agora a Elite Global estava quietinha e deixando o Brasil escolher o que queria. Agora, deu no saco. O Brasil será intimado a virar gente grande, quer queira, quer não. E já começou.
Demorou milhares de anos, mas as elites estao começando a se mancar que o mundo é uma coisa só, e se tiver um câncer no sul, o norte vai pagar.
Existe um embrião de uma Nova Ordem Mundial, sim, e que NÃO É aquela dos teoristas da conspiração. A lógica por trás deste embrião é simples: sobrevivência. Num mundo integrado, “eu não vivo se você não viver.” E se deixarem um tarado totalitário ter voz, aí ninguém mais vive. Veja diante dos seus olhos a obra do PT. Quebrou uma nação inteira. Simples assim.
Mas...não foi o iCloud da Apple que ferrou o Marcelinho Odebrecht? Pois é....
Creio que finalmente o espírito do Barão de Mauá pode triunfar. E vamos ter que correr, pois desde a falência forçada do Barão de Mauá pelas oligarquias “sarneyanas” da época, o mundo já passou por 3 grandes era – a pós-industrial, a contemporânea e agora estamos saindo da Era de Informação e reentrando na Era da Razão No-Nonsense. E isto nem tem mais a ver com capitalistas sanguinários. TEM que ser assim senão o planeta inteiro entra em colapso.
Pense nisso.
Quanto ao Temer....saiu da maçonaria inglesa, é? Sei, sei....

Loumari disse...

Anônimo de 11:10 AM,

Faz-nos o prazer de desenhar o perfil dos presidentes da direita como Nicolas Sarkozy que deixou a França praticamente de joelho com um déficits de 60% de seu PIB, e um déficits de mais de 200% na área das exportações? Sem inumerar o record das deslocalizações de empresas de França para o estrangeiro durante o seu mandato?

Por que você não desenha o perfil de George Bush pai, e do George W. Bush?

Com as suas mentiras. Olha que o EI(estado islâmico) é bebé dos Bush's pai e filho. Boko Haram, é bebé de Nicolas Sarkozy e de David Cameron.

David Cameron foi até a baptizar a plateia financeira The City, como plateia financeira islâmica. David Cameron lambe os QU's dos príncipes Emirates, igual que Nicolas Sarkozy.

Agora, você quer bem detalhar-nos os percursos dos presidentes Norte Americanos George Bush pai e seu filho George W. Bush???

Se queremos um mundo justo, devemos ter balaças certas e justas.

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Sempre tem alguém que vê o óbvio e coloca-o à luz; ver o óbvio e expô-lo é um bocado difícil, por cegueira cultural ou se pensar que todos também estão vendo; o sr. Jorge Serrão, certamente merece louvor por lançar luz no texto do FTimes que erra grosseiramente quando afirma que..."as instituições democráticas no Brasil têm força", mas se afirmasse que..." os políticos brasileiros são fortes, contando com Poder inquestionável, talvez inexaurível, e assombroso poder econômico obtido por meio de corrupção, roubos e fraudes contra o Erário Público...", o Financial Times teria acertado em cheio. Louvo também o editor do texto, por perceber que a única via saudável para o nosso Brasil, é a implantação do Federalismo em toda sua plenitude e força, esta advinda de um governante sóbrio, déspota esclarecido, que tenha e conte com apoio total das FFAA para um saneamento do panorama social da Nação, em TODOS os campos.

Anônimo disse...

A propósito do “convescote” Lulla/FHC :

Carta aberta a Fernando Henrique Cardoso.
-Rodrigo Constantino

Aqui: http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/democracia/carta-aberta-a-fernando-henrique-cardoso/

JOSÉ AIGUPTOS disse...

Complementando comentário anterior (ainda sob escrutínio do administrador) é minha firme crença de que já vivemos convulsão social, haja vista movimentos tipo MST, ações de criminosos com o que deparamos dia a dia, alterações no equilíbrio social.

Da mesma forma que a Nação é constituída de indivíduos, a soma deles, como se um corpo só, um organismo, as ações resultantes desse organismo, sugiro podem ser observadas por ótica psiquiátrica; penso que é bom lembrar o que é convulsão:..."Convulsão é um sinal de que o cérebro não está bem...Convulsões são contrações musculares involuntárias de parte ou de todo o corpo, decorrentes do funcionamento anormal do cérebro...A crise convulsiva é generalizada quando há movimentos de braços e pernas, desvio dos olhos e...associada à perda da consciência. É também chamada de "Grande Mal".
É denominada focal simples, quando... acontecem em um membro do corpo (braço ou perna) e não fazem com que a pessoa perca a consciência.
As crises podem se apresentar ainda como uma "moleza" generalizada no corpo da pessoa; estas são as crises atônicas.
A crise de ausência se caracteriza pela perda da consciência, em geral sem quedas e sem atividade motora. A pessoa fica com o “olhar perdido” por alguns momentos."

Compare-se a simples descrição acima de 'convulsão' que acontece em um organismo humano, com as situações que presenciamos na sociedade brasileira, essa é a minha sugestão, pois a sociedade brasileira não é o reflexo de cada um dos indivíduos?

renata ruzzi disse...

#OcupaBrasil dia 14 de agosto na Av Paulista!

Anônimo disse...

Acho que só o editor tem dúvidas sobre o "day after". No dia seguinte à queda da Dilma e do PT, a bolsa sobe, as ações da Petrobrás disparam, fluxo de dólares retornam para o mercado aproveitando os altos juros, a confiança do consumidor sobe e volta para o mercado de consumo...