domingo, 19 de julho de 2015

Duro recado aos filhos da pauta


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

São tantas interrogações... Quando Dilma Rousseff vai ser derrubada ou vai pedir para sair? Quem vai se ferrar primeiro: a Presidenta, seu vice Michel Temer, Renan Calheiros ou Eduardo Cunha? Ou serão Antônio Palocci, José Dirceu e Luiz Inácio Lula da Silva que vão se danar antes? Se Dilma dançar, quem assume: Temer, Cunha, Renan ou Ricardo Lewaldowiski? Tamanho impasse institucional vai descambar em intervenção constitucional, ou tudo ficará como nunca antes no quartel do abrantes?

São muitas dúvidas... As respostas são imprecisas... Executivo, Legislativo e Judiciário, com o tal Poder Militar prestando uma atenção em tudo, nunca viveram uma fase de tanto conflito, conturbação e contestação na História do Brasil. Só não vê (quem prefere se fingir de idiota) que a crise brasileira é estrutural. As subcrises política, econômica, moral e outras mais são consequências dela. Enxergar tal problema é fundamental para achar a solução prática, objetiva, viável e urgente.

Só haverá resposta certa para tantos questionamentos, relevantes ou não, se for possível haver uma união nacional em torno das mudanças. Só uma Elite Moral, protagonizando o processo e arrastando a massa, terá sucesso na operação. O resto é enxugar gelo. De nada adianta eformar a zorra reinante, sem mexer na estrutura capimunista (cartéis, cartórios, corrupção e impostos), reinventando um sistema estatal para servir ao interesse público.

Também é inútil trocar os personagens que protagonizam a ópera bufa tupiniquim. Novamente, é preciso ficar claro que o problema é estrutural, e não individual. Uma constatação é inegável. O impasse estrutural que alimenta todas as nossas crises começa a gerar as pré-condições históricas necessárias às mudanças. O que muda o rumo da História é a vontade política combinada com a decisão firme de mudar.    

A guerra institucional em curso pode ser facilmente retratada por uma imagem metafórica. O PTitanic é um transatlântico em um mar de esgoto, no qual a proa trabalha destruir a popa, fingindo que ou naufrágio não acontecerá ou que haverá bóias e botes salva-vidas para quem parecer mais poderoso. A apodrecida cúpula dos poderes no Brasil só não verbaliza ou finge não acreditar que promove um processo de autofagia e autodestruição.

O resultado final é imprevisível. O longo período de governança do crime institucionalizado fragilizou a Nação. A soberania e a segurança nacional já foram violentadas. O Brasil caminha para uma guerra interna. A tendência é de secessão, no médio ou longo prazo. Este jogo desestruturante interessa aos controladores globalitários. Eles sempre souberam o que querem dos brasileiros. Nós, não!

As elites morais operam muito lentamente ou se acomodam no ceticismo. Demoram a se unir para pensar corretamente e promover soluções sábias, com base na verdade. Perdem tempo em futilidades, em intrigas inúteis ou na formulação de meras propostas reformistas. Só vão tentar agir realmente quando o ambiente político e econômico se tornar insuportavelmente agressivo e inseguro. O risco é que seja tarde demais para promover a revolução necessária e eficaz.

Os filhos da pauta nunca estiveram tão perdidos. A mídia alimenta a confusão com análises irreais e estúpidas. A maioria exige mudanças concretas, já! A minoria que tem a hegemonia dos podres poderes prefere ignorar o clamor da maior parte da sociedade. As elites morais, ainda desunidas, fragmentadas e sem clareza do que tem de ser feito imediatamente, ficam na expectativa, cuidando da própria vida ou sobrevida.

O mundo está mudando. O Brasil também, queiramos ou não. A opção existente é operar a mudança ou aceitar, passivamente, que o processo ocorra, desgovernadamente. Nas crises, o pessimismo e o desespero contaminam a maioria. Na verdade, a História demonstra que as mudanças efetivas só acontecem sob o patrocínio da eclosão violenta dos conflitos. Quem sobrevive à guerra pode conquistar a hegemonia, ou terminar refém de quem soube tirar proveito da vitória, capitalizando o que ficou ou foi destruído.

A História é cartesiana. Ou você faz a pauta, ou será pautado pelo desdobrar dos acontecimentos. No caos da crise e da guerra, o resultado é imprevisível. Vence quem comprova que pode mais, na prática do mundo real. Perde quem fica neutro, passivo ou refém do processo. A História não perdoa a omissão. Muito menos inconsequência e burrice.

A tal hora da onça beber água nunca esteve tão próxima, mesmo que o bicho finja que não está com sede. A ciência (inclusive a Política) demonstra que todo organismo que não toma água acaba esclerosando suas células, até o momento final da destruição (causador real da transformação). Dona onça terá de entrar no jogo - inclusive contra a própria vontade dela e dos tais filhos da pauta...   

Imagem pesada


Eis a questão: Dilma vai tomar no TCU ou vai tomar no Cunha?

Releia: Alvo do Leão da Receita e da Lava Jato, Cunha vira oposição, lança CPIs e acelera impedimento de Dilma


The Empire draws back

Sabe aquele Procurador da República que resolveu instaurar o Procedimento Investigatório Criminal (PIC) contra o Todo-Poderoso-Chefão do PT Luiz Inácio Lula da Silva?

Pois é: A Corregedoria Nacional do Ministério Público, em 3 de julho de 2015, baixou contra ele uma Portaria de número 62, publicada na página 59 da seção dois do Diário Oficial da União de 6 de julho de 2015, com assinatura de Alessandro Tramujas Assad:

"O CORREGEDOR NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, com fundamento no artigo 130-Aparágrafo 2º, inciso III, e parágrafo 3º, inciso I, da Constituição da República e nos artigos 18, inciso VI, 77, inciso IV, e parágrafo 2º e 89, parágrafo 2º, todos da Resolução nº 92, de 13 de março de 2013 (Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público) e com base na Reclamação Disciplinar nº CNMP 0.00.000.001022/2014-09,resolve:

1. Instaurar Processo Administrativo Disciplinar em face do Procurador da República no Distrito Federal, VALTAN TIMBÓ MARTINS MENDES FURTADO, em razão dos seguintes fatos: "No período compreendido entre 05 de maio de 2004 a julho de 2015, portanto, por mais 11 (onze) anos, o Procurador da República no Distrito Federal, VALTAN TIMBÓ MARTINS MENDES FURTADO, foi negligente no exercício das suas funções ministeriais, tendo em vista o atraso ao dar andamento em 245 (duzentos e quarenta e cinco) feitos que estavam sob a sua responsabilidade, conforme conclusão da Comissão de Inquérito Administrativo, composta por Membros do ministério Público Federal, e de acordo com a tabela em anexo."

2. Indicar, atendendo à exposição das circunstâncias dos fatos acima realizada, que o Procurador da República no Distrito Federal, VALTAN TIMBÓ MARTINS MENDES FURTADO, em virtude de prática, em tese, da falta funcional prevista no art. 241, inciso I, da Lei Complementar n. 75/93, punível com advertência, uma vez que foi negligente no exercício da função, tendo em vista o atraso ao dar andamento em 245 (duzentos e quarenta e cinco) feitos que estavam sob a sua responsabilidade".

Tudo em segredo...

Por falar no tal PIC aberto contra Lula em 8 de julho, o Instituto dele pediu, e o MPF resolveu acatar que as investigações por suspeita de prática de crime de tráfico de influência internacional corram em sigilo.

O Instituto Lula soltou os cachorros contra os investigadores do MPF, em nota oficial:

“Trata-se de um procedimento absolutamente irregular, intempestivo e injustificado, razão pela qual serão tomadas as medidas cabíveis para corrigir essa arbitrariedade no âmbito do próprio Ministério Público, sem prejuízo de outras providências juridicamente cabíveis”.

Jura que você disse isso, Collor?


Na montagem que viraliza nas redes sociais, a frase que o senador e ex-Presidente Fernando Collor de Mello teria dito, no melhor estilo de Marcelo Odebrecht, quando foi preso pela Operação Erga Omnes, da Lava Jato.

Destino do Pivete


O deputado federal e eterno professor de História Chico Alencar, do PSOL, compartilhou um texto em seu facebook que deve ter deixado o esquerdista Francisco Buarque de Holanda bastante pt da vida:

A legenda da foto estampada na edição de 29 de dezembro de 1961 do jornal Última Hora, de São Paulo, dizia: "A dupla de pivetes F. B. H. e O. J., os autores do furto do automóvel".

Foi a primeira vez que Chico Buarque apareceu na imprensa. Uma das diversões do que se chamava na época de juventude transviada era roubar carros para passear até que acabasse a gasolina.

Mas naquela noite a dupla cometeu um erro. Apossou-se de um carro que já havia roubado. O veículo, desligado, desceu silenciosamente uma das ladeiras do Pacaembu. Quando os pivetes deram a partida, nada de o motor funcionar. Sem saber que o dono havia retirado uma peça chamada cachimbo, sem a qual o motor não funciona, continuaram tentando. O barulho chamou a atenção dos policiais de uma viatura que passava por ali.

Os garotos foram algemados, colocados dentro do camburão, onde já começaram a apanhar, e levados a uma delegacia para que admitissem fazer parte de uma quadrilha de profissionais. Depois de mais algumas cacetadas, alguém se convenceu de que os meninos eram menores de idade. Passaram a noite no Juizado de Menores, e no dia seguinte coube à irmã Miúcha resgatar o mano delinquente. 

Pior que as agressões foi a pena complementar imposta pelo juiz: seis meses de absoluta reclusão noturna. Até que completasse 18 anos, Chico só poderia sair de casa durante o dia, para ir à escola.

O jornalista Humberto Werneck identificou uma curiosa coincidência de datas: "Seis anos mais tarde, também num 29 de dezembro, a imprensa haveria de abrir largos espaços para relatar a entrega do título de cidadão honorário paulistano ao pivete de 1961".

As fotos — de perfil e de frente — de seu fichamento na polícia inspiraram a criação da música e integraram o mosaico do álbum Paratodos (1993), cujo projeto da capa é do próprio Chico.

Indagação

Chico Alencar ainda fez um comentário, em Caixa Alta, aproveitando para arranjar mais uma justificativa contra a diminuição da maioridade penal para 16 anos de idade:

"IMAGINEM VOCÊS QUAL SERIA O DESTINO DE CHICO BUARQUE SE ELE TIVESSE SIDO PRESO EM UM PRESÍDIO COM ADULTOS, CUJOS CRIMES SERIAM MUITO PIORES QUE UM FURTO DE CARRO. Ouçam a música "A foto da capa", de F.B.H., enquanto buscam a resposta a esta especulação".


Surrealismo olímpico da Dilma


É preciso reproduzir post do site Canal 1, de 15 de julho, apenas para demonstrar o quanto surreal consegue ser o desgoverno Dilma Rousseff - em plena queda livre:

Carlos Américo Fontin é estagiário da secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto e informalmente comunicou aos repórteres do CANAL 1 que circulavam neste dia 15 de Julho no salão verde do Congresso sobre um comunicado que o Governo Federal apenas estuda em lançar a respeito dos atletas brasileiros ganhadores de medalha nos jogos do PAN- americanos que acontecem em Toronto no Canadá. O estagiário estava no Congresso sob ordens da Secretaria de Imprensa para transmitir informações a alguns deputados do PT(Partido dos Trabalhadores) e do PC do B (Partido Comunista do Brasil) quando encontrou com nossa equipe. Livremente a conversa era sobre mais do Ministro Edinho Silva apontado nos escândalos de corrupção da Operação Lava-Jato quando ele se reservava do assunto mas de maneira informal quis falar da questão dos atletas brasileiros no Canadá e disse simplesmente:
Carlos Américo: "O nosso secretário de Imprensa, senhor Olímpio Antônio, esteve em reunião com o alto escalão da secretaria... é que o pessoal teve uma pré-reunião com a própria presidente Dilma que, segundo eles, estava bastante aborrecida com o gesto de alguns atletas nossos no Pan terem saudado à bandeira batendo continência ao invés de ficarem em posição de sentido ou neutra... sei lá!!! Aos berros com dona Regina (Regina Silverio - Chefe de gabinete da secretaria) e com o ministro Edinho Silva, que saiu até antes... a presidente exigiu esclarecimentos do pessoal encarregado deles lá no Pan a respeito disso."
Canal 1: "Estávamos conversando sobre o Ministro Edinho, exclusivamente. Não iremos publicar sua posição... mas sobre esse informativo dos atletas do Pan... podemos publicar isso?"
Carlos Américo: "Por mim tudo bem... Já estou em final de estágio mesmo! Mas eu tive acesso à reunião e foi isso mesmo e até um pouco mais. É que a presidente tinha recebido uma asessoria do Rui Falcão... acho que é o chefe do partido dela...! Então... ficou entendido que fazer propaganda ou manifestar-se politicamente é proibido em eventos como o PAN."
Canal 1: "E seu trabalho aqui no Congresso, sendo apenas um estagiário é o quê?"
Carlos Américo: "Trazer documentos para alguns deputados da base aliada. Nada confidencial... mas é particular. Desconfio que é sobre a questão dos atletas... e creio que a questão incomodou muito. Não sei o teor escrito já que está lacardo. Mas sei o que é a pauta."
Canal 1: "Pode nos dizer?"
Carlos Américo: Por mim pode até publicar! Não é classificado mesmo! Mas é sobre isso que estava falando. A presidente Dilma está muito aborrecida com o gesto dos atletas e quer baixar uma norma que parece reforçar uma determinativa que já existe nos comitês olímpicos e de outros eventos esportivos que proíbe os atletas de se manifestar gestualmente com características políticas. Só que o buraco é mais embaixo! O que se citou na reunião é que eles querem estender isso principalmente para as Olimpíadas no ano que vem e desde já com o PAN... O que me deixou espantado foi o fato de Rui Falcão comentar e a presidente concordar ainda aos berros que o gesto dos atletas pode contribuir para os simpatizantes da tal intervenção militar constitucional e reforçar o caráter militar de sucesso na psicologia do brasileiro de hoje."
Canal 1: "Tem certeza disso? Ouviu realmente isso?"
Carlos Américo: "P... eu tava lá... já disse! Só não sei o que foi falado em vários telefonemas que a presidente fez! Mas conversou até com gente que está pegando no pé dela como o senhor Cunha e o doutor Renan... Sei que várias lideranças políticas até do PSDB conversaram com ela por telefone enquanto o pessoal estava ali em silêncio e mais alguem do STF que eu não soube quem poderia ser. Mas todos pareceram concordar... aliás... todos pareceram ter medo dessa tal intervenção militar constitucional e de como isso poderá ser usado na manifestação para o dia 16 de Agosto. O negócio foi isso quando ela se retirou e eu tive que sair e depois fui chamado pra vir pra cá... E já tenho que despachar... Tudo bem? Agora eu tenho que ir... Obrigado aí, viu?
A equipe do Canal 1 também agradece ao estagiário mas mesmo assim tentamos manter contato com a chefe de gabinete da Secretaria de Imprensa, senhora Regina Maria Silverio e também com o secretário-executivo da própria secretaria Roberto Barcony Messias para que os mesmos nos agendassem com ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e nos emitisem um comunicado acerca do assunto sendo que infelizmente nenhum contato nos foi retornado mas continuamos no aguardo.
Eden collorido


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Julho de 2015.

4 comentários:

Loumari disse...

Tudo isso é uma manobra muito inteligentemente orquestrado com o objectivo de criar polémica sobre o tema. Pelo visto, funciona a mil maravilhas. Serve ao povinho idiota um sujeito que suscite debate na altura da sua ignorância, e para o resto, deixa-lhes comer-se uns aos outros. Entretanto, deixam em paz os seus dirigentes livre espaço para fazerem o que bem eles sabem fazer. O navio está a afundar-se, e o povinho se lhes serve o circo. E os macacos acham que é sujeito de debate.

Todo mundo sabe que continência é um acto revolucionário, não Patriótico.

Acto Patriótico é sentido com os braços a longura do corpo.

Desde que existe competições desportivos internacionais, quantas nações republicanas e democráticas cujos atletas se manifestaram de forma revolucionário no símbolo de continência que é um acto de Maximos Leninimos?

Eles além de atletas, são Milícias. Vós sois que sois idiotas que não compreende nada das suas manobras astuciosamente orquestradas, e vocês todos caem como moscas que correm após a merda.

Anônimo disse...

The Empire draws back
Que tal Sr. Serrão, como bom jornalista investigador que é, descobrir a lista dos "...245 (duzentos e quarenta e cinco) feitos que estavam sob a sua responsabilidade" ?
Não todos mas o suficiente para saber de que lado está este corajoso Brasileiro.

O SOMBRA disse...

Caro Jornalista Serrão
Um Governo trapalhão

A BRIGA SENSACIONAL ENTRE OS TRÊS PODERES DA REPUBLICA NO BRASIL

ARQUITETARAM E EXECUTARAM O MONUMENTAL E FANTÁSTICO PLANO PARA GOVERNAR O BRASIL POR VÁRIOS ANOS

PENSARAM QUE CONSEGUIRIAM DOMINAR O TRÊS PODERES (EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO) COMO FORA PLANEJADO.

DISTRIBUÍRAM BENESSES DE TODOS OS TIPOS PARA OS MAIS POBRES E ESPALHARAM POR TODOS OS PAÍSES DO MUNDO, QUE ERRADICARAM A POBREZA. (PAÍS RICO É PAIS SEM POBREZA).

"CRIARAM" O PRÉ-SAL PARA SALVAR A PÁTRIA (PÁTRIA EDUCADORA).

DIVIDIRAM DURANTE 13 ANOS O BRASIL EM DUAS CLASSES SOCIAIS, OS RICOS E OS POBRES E ESPALHARAM COM AUXÍLIO DA MÍDIA AMESTRADA QUE AUMENTARAM CONSIDERAVELMENTE A CLASSE MÉDIA, COM AUXÍLIO DE BOLSAS DE TODOS OS TIPOS AOS DESAMPARADOS PELO PODER PÚBLICO.

DURANTE 13 ANOS ROUBARAM, DESVIARAM, LAVARAM, O DINHEIRO DOS IMPOSTOS DO POVO INOCENTE ÚTIL E CONSEGUIRAM QUASE LEVAR A FALÊNCIA A MAIOR EMPRESA ESTATAL BRASILEIRA A PETROBRAS (OPERAÇÃO LAVA-JATO), JUSTAMENTE AQUELA QUE IRIA SALVAR A PÁTRIA COM O PRÉ-SAL, TRANSFORMANDO-A EM PÁTRIA EDUCADORA.

ENRIQUECERAM A SI, (SR. LULA E FAMILIARES), O CAIXA DOS PARTIDOS PT E SEUS COLIGADOS, COMPRARAM DEPUTADOS E SENADORES COM MANDATOS NO CONGRESSO NACIONAL E AINDA OS SEUS COMPANHEIROS DO MENSALÃO.

PENSARAM QUE TUDO ESTAVA DOMINADO, PRICIPALMENTE O POVO INOCENTE ÚTIL, MAS ESQUECERAM DO IMPONDERÁVEL "A LEI DO RETORNO".

CONSEGUIRAM EM 6 MESES UNIR O POVO BRASILEIRO CONTRA O MONUMENTAL E FANTÁSTICO PLANO .

AGORA TÊM QUE SE HAVER COM A JUSTIÇA - E AGORA MANÉ!

18/07/2015

às 6:21

A capa “sensacionalista” de VEJA

Genial a capa de VEJA desta semana, imitando os tabloides sensacionalistas ingleses. Não li ainda as reportagens, mas o espírito do editorial, ali estampado, é bastante eloquente: “Sensacionalismo? Não! Sensacionalistas são os fatos!”.

Há a hora em que a estética tem de refletir, ainda que pelo caminho da saudável provocação, o espírito de um tempo e a ética, ou falta dela, dominante.


Capa de veja

Por Reinaldo Azevedo


Tags: imprensa, Petrolão

BRASIL ACIMA DE TUDO

Anônimo disse...

Socoooooorro! Não aguento mais tanta denuncia de corrupção,desvio de dinheiro publico e ainda vem esses defensores dos "menores abandonados"vítimas da sociedade(a culpa é dos pais deles)que deveriam responder na justiça como responsáveis por eles.
Tais defensores são exatamente aqueles que andam de carros blindados, seguranças etc. e ficam "tirando onda" com os eleitores.