domingo, 12 de julho de 2015

É hora de chutar o balde: agora ou nunca!


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Já que sobrevivemos no Brasil da impunidade ampla, geral e irrestrita, sob governança do crime institucionalizado, vamos nos permitir alguns segundos de delinquência intelectual no melhor estilo Hobin Hood. Roubemos o raciocínio inteligente de um leitor, claro, devolvendo aos pobres carentes de polêmicas pertinentes. E, para alegrar o craque $talinácio, apelemos para a metáfora futebolística.

O leitor Luiz Fernando marcou um golaço de placa em comentário a este Alerta Total: "O que se pode esperar de um país em que o povo idolatra o futebol enquanto os políticos estão fazendo negociatas e roubando a nação? Onde se compra o voto com a bolsa esmola? Onde o analfabeto tem direito a votar igual a uma pessoa esclarecida politicamente? Onde o governo nomeia os juízes que irão julgá-los? Onde os rentistas é que mandam, tantos os de dentro quanto os de fora? Onde a corrupção está enraizada nas três esferas do poder? Nada, absolutamente nada".

Luiz Fernando foi além na goleada do argumento: "Protestar nas redes sociais, ridicularizar os detentores do poder, ficar de mau humor, não adianta. O governo desarmou a população para que ela não tivesse uma forma de reagir e não o podendo, lamenta-se da inflação, diz que político não presta e na próxima eleição faz tudo errado novamente. Depois vão torcer por um time de futebol qualquer que é o único direito que tem. Pão e circo para todos vocês, analfabetos políticos".

O Luiz Fernando marcou 7 - e não tomou 1. O cidadão-eleitor-contribuinte no Brasil mais parece um fanático torcedor de futebol. A situação é tão grave que nem aquela derrota para Alemanha, que fez aniversário de um aninho outro dia, conseguiu servir de lição. Continuamos não entendendo nada, mas reclamando de tudo, principalmente do governo, ou do nosso time de futebol toda vez que perde.

Por isso, é hora de chutar o balde! Cultural e civilizatoriamente, estamos abaixo de qualquer volume morto. Devemos aproveitar nossas inúmeras qualidades e exorcizar nossos gigantescos defeitos. Precisamos renascer como brasileiros. E temos de nos reinventar como Nação Soberana. Se não for assim, melhor assumir que somos uma vagabunda colônia de exploração e escolher a qual metrópole-cafetã queremos servir. Como está não dá mais! Temos de romper com o Brasil Capimunista.

O princípio de ação estratégica é bem simples e fácil. Só o exemplo correto educa. Assim, devemos nos espelhar em conceitos objetivamente corretos. Só soluções concretas resolvem. Uma boa tática é não reinventar a roda. Devemos aproveitar o que o resto do mundo tem de bom, combinando com o que conseguimos, por milagre, ter de melhor por aqui. Eis o caminho para mudar nossa estrutura. Nossa crise (permanente) é mais estrutural que política, econômica ou moral.

O Brasil precisa ser refundado como República Federativa de verdade, transparente, que valorize o poder local, a partir dos bairros, distritos, cidades, estados e regiões, até chegar à União (que deve operar pela lógica do poder descentralizado, e não a ditadura formal que temos desde 1889). Temos de instituir um poder central controlável pelos cidadãos-eleitores-contribuintes. Fiscalização, com pressão democrática legítima, é a base de gestão de qualquer coisa, de um condomínio ao governo.

Não tem outro caminho prático. O atalho para a mudança é outorgar uma Constituição enxuta, autoaplicável, sem necessidade de milhares de emendas regulatórias. Junto com ela, é urgente instaurar um novo sistema Judiciário, que valorize arbitragens, e julgue questões que a lei não consiga pacificar e que puna, com rigor claro e objetivo, previsto em códigos simplificados, qualquer um que cometer o crime de descumprir a lei.

Outro ponto chave é simplificar a cobrança de tributos, através de uma espécie de imposto justo. Isto também reduziria, de imediato, a corrupção gerada pela estrutura voraz de arrecadação da máquina estatal. A sonegação se tornaria inviável e desnecessária. Receitas e despesas, com suas respectivas previsões e autorizações de gastos ou investimentos, têm de ser expostos publicamente.

Com a evolução da informática, é moleza fazer isso. Basta vontade política. Não tem mais sentido o cartorialismo burocrático que encarece produtos e serviços. Muito menos o empreguismo estatal. O servidor público tem de ser bem remunerado nas funções que forem eleitas como essenciais. O resto é terceirizável. E tudo pago conforme um orçamento público cuja execução financeira tem funcionar on line, em rede social.

Este modelo transparente de gestão da coisa pública tem consequências imediatas. Vai obrigar uma repactuação da dívida pública. Provocará, naturalmente, uma queda de juros. Uma nação soberana, onde o cidadão tem de estudar, trabalhar e empreender, não pode ficar refém do rentismo. O sistema confiável e transparente, socialmente fiscalizável, das cooperativas de crédito deverá substituir os tradicionais bancos - que hoje vivem da usura, da cobrança abusiva de taxas e do cafetizante processo de rolagem da dívida impagável de governos sem qualquer responsabilidade - fiscal, inclusive.

O leitor mais cético ou incrédulo já deve estar perguntando e torcendo para o texto acabar logo... Como, na prática, podemos promover tais mudanças básicas no Brasil? A resposta é: os cidadãos, unidos, precisam exercer seu Poder Instituinte. Este é o poder real que cria todas as coisas públicas. O resto é ilusão de poder - que só sacaneia e explora o povo. Para isso, cada indivíduo deve assumir a postura de Elite Moral - que consegue pensar mais no bem comum que egoisticamente em si próprio.

Novamente, temos de retornar ao grande impasse tupiniquim. Historicamente, não fomos criados para agir assim, de forma verdadeiramente republicana. Temos o defeito originário, que temos de superar. Somos uma nação que foi inventada por um Estado autoritário (e não um povo que institui uma nação soberana e democrática, com segurança do Direito).

A grande novidade do Brasil interligado em rede social é que as pessoas comuns começam a perceber a necessidade de nos tornarmos uma nação de verdade, com um sistema estatal que respeite e beneficie o cidadão-eleitor-contribuinte. A partir de tal entendimento básico, onde cada um que tem direito também precisa cumprir seu dever, são criadas as pré-condições históricas para as transformações (nem tão simples, porém muito objetivas que este pequeno texto conseguiu resumir).

Por isso, voltando ao provocativo raciocínio do leitor Luiz Fernando, vamos parar de perder tempo com briga de torcida - que é uma discussão ideológica inútil que leva a lugar algum. Vamos parar apenas de "torcer pelo Brasil" e vamos jogar o jogo necessário para mudá-lo. Não temos mais alternativa. É vencer ou vencer!

O lance inicial é simplório. Basta chutar o balde! E correr para limpar a sujeira. Depois da faxina, exerça pressão legítima para não deixar ninguém sujar. Mas, se o sujismundo insistir na delinquência, vamos exigir que seja punido com o rigor da lei. Democracia é Segurança do Direito. Exerça o seu e as coisas começam a mudar para melhor na sua vida.

Como diria meu amado professor Joel Santana: Let´s Kick de bald! And go to gol!

Significado do crucifixo dado por Evo Morales ao Papa Francisco


Católicos já arrumaram uma excelente explicação simbólica para o Cristo colocado em foice e martelo pelos ideólogos bolivarianos do Foro de São Paulo...

Aliás, se a Dilma gostou do presentinho dado ao papa, antes de pedir um igual para ela, deve dar uma lida no longo artigão, abaixo, do kamarada Carlos I.S. Azambuja: Terrorismo Nunca Mais: Para Dilma ler, de novo, na cama...


Batman x Superman (novo trailer)


O filme "Dawn of Justice" (título que bem lembra a realidade brasileira), com a guerra entre os dois super-heróis, tem estreia prevista em 25 de março de 2016, nos cinemas dos EUA.

Refazendo as contas


Troca-troca?


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Julho de 2015.

11 comentários:

Luiz Oliveira disse...

Bom texto. Só não concordo quando você escreve "O Brasil precisa ser refundado como República Federativa de verdade". Nossas raízes são monárquicas e não republicanas. O Brasil de verdade começou a morrer quando se tentou extrair essas raízes com o golpe republicano de 1889 e a subsequente instalação de uma ditadura. Mas as reminiscências do passado monárquico perduram no inconsciente coletivo brasileiro. Tanto é que o povo insiste em eleger seus reis e rainhas simbólicos. No passado havia o rei e a rainha da voz no rádio. Depois ganhamos o rei do futebol, o rei da jovem guarda, etc. Os golpistas republicanos fizeram um mal terrível a este país. Se julgaram muito sábios e produziram uma tragédia. De cara, mataram milhares de sertanejos pobres, liderados por Antônio Conselheiro, apenas porque queriam a volta de D. Pedro II. Essa republiqueta não tem como dar certo. O Exército brasileiro, como instituição, deveria pedir perdão à família imperial por ter dado o golpe em 1889 e reconduzir novamente o país à monarquia constitucional. É o único regime, já provado e testado aqui, que realmente funciona. O resto é conversa mole e conversa para boi dormir.

Anônimo disse...

"PATRIA GRANDE" = UM FUTURO SÓ BLOCO DE EX NAÇÕES INDEPENDENTES, AGORA COMUNISTAS; BREVE se não reagirem - ESTARÃO SOB A TUTELA DE CUBA!
O Foro de São Paulo-FSP é uma instituição de ideologia marxista criada por Lula e Fidel Castro em 1990 para compensar a derrota da Russia com a caída do Muro de Berlim e a orfandade de Cuba, planejando reunir as esquerdas latino-americanas, quadrilhas de narco-guerrilheiros, revolucionarios e todo tipo de anarquistas que fossem anticapitalistas para transformarem as A Latina e Central na vermelha “PATRIA GRANDE” no modelo do castro-comunismo, antigo e fracassado modelo de governo soviético.
A prova está que depois de mais de 50 anos a miserável Cuba ainda está na era medieval, assim como estavam todos os países satélites da fracassada Russia; até hoje,nenhum país progrediu sob o comunismo e a China no mercado é 100% ultra capitalista; comunismo, só de Estado para manter os cidadãos amordaçados e escravos do governo!
Um das suas facções comunistas disfarçadas nas A Latina e Central é a Teologia da Libertação-TL que finge ser católica mas é marxista, assim como certas seitas protestantes que apoiam comunistas, IURD.
O papa Francisco estaria sendo usado pelos comunistas sem notar no projeto da "PATRIA GRANDE"; será que não percebeu, estaria pressionado internamente ou então a favor do socialismo?
E, para dissipar qualquer nuvem de incerteza, basta ler “A estrela na janela”: ensaios sobre o PT escrito por Valter Pomar; aliás, o termo “comunismo” é recusado ou deixado de lado por amplos setores da esquerda, mesmo alguns que são comunistas por causa do terror que evoca esse nome pelo genocídio de mais de 160 000 000 de pessoas só n´séc. XX, mas propagam serem “democráticos”, como o PT, e usam outros termos como “transição, objetivo final” etc., para disfarçarem as metas que é o comunismo total da “PATRIA GRANDE”, ou seja, todos esses países sob o governo de Cuba, a “Nova Russia” das Américas Latina e Central.
E no Brasil, o PT é o avalista de Cuba na direção da escravagista “PATRIA GRANDE” ou seja, como a Venezuela, Brasil etc., colônias de Cuba!
Quem vota ou apoia no PT ou seus aliados quer ser como os médicos(?) cubanos aqui: escravo, mercadoria do PT-Cuba!

Anônimo disse...

Contradizendo o que disse, Dilma tem muitas obras (iniciadas e inacabadas) pelo Brasil afora para mostrar, estão algumas delas adiantadas(mas impedidas por defeitos na construção e/ou superfaturamentos) e outras cujas placas indicam quando começarão. (mas só na propaganda do PT)!
Em breve estarão entregues ao povo! (dia de São Nunca, à tarde)

Veronica Ruzzi disse...

PERFEITO O TEXTO DO 1 ARTIGO. A muito mas muito tempo de fato tenho dito para todos que conheço, que este Pais precisa começar tudo outra vez do zero a partir dos bons exemplos de progresso que infelizmente foi negado ao unico brasileiro que sonhava e trabalhava para uma nação moderna e próspera D.PEDRO II.

Anônimo disse...

Essa história da "Pátria Grande" esses comunistas do Brasil estão sendo inocentes ou burros! Somos o único país da América Latina que não falamos espanhol!O que eles acham que vai acontecer?

Sandra disse...

Recomendo ouvir Antonio Garcia-Trevijano, especialmente sua última "charla" no Ateneo de Madrid em 02 de julho. Ele é o espanhol que liderou a oposição a Franco pela república na transição. E falhou.
Falhou porque, entre as conclusões dos fatos vividos por ele nessa época, aponta que a vaidade pessoal de líderes de partidos - comunista, socialista, etc - estava acima da união contra ditadura. Ao ponto do comunista Santiago Carrilho unir-se a Franco para executarem uma transição sem nada mudar no país.

Flavio disse...

Meu grande temor!

Comento seu artigo que me foi enviado por um de seus fãs ardorosos.

Até tu, Edbrútus?

Adotou o confortável "colocação" (que serve para qualquer coisa quando há preguiça em usar nosso variado Léxico, com verbetes específicos) em lugar de comentário, ideia, opinião, digressão, posição, sugestão, conclusão, crônica, texto,... Entrou para uma grande congregação onde cresce irrefreavelmente este uso; onde o Hori é contumaz participante, e na qual até o Carlinhos já pôs os pés uma ou duas vezes.

Quanto ao texto, que o Serrão nem sabe que colocou, mas, sim, agora está colocado na Internet, como quase sempre exprime verdades incontestes, faz observações lúcidas; mas não será a "Elite Esclarecida" que vai mudar as coisas pela Internet, na qual talvez 99 % das pessoas que a usem nem olhem o que Serrões, Edisons, Flavios, comentaristas e jornalistas sérios, publiquem em mídias digitais.

Espero que muitos juízes estejam se transformando em Moros (estes, sim, escutam "A Voz da Internet") e que Dilma e Temer sejam saídos, juntos, levando o Sapo Barbudo na enxurrada. É necessário.

Haverá novas eleições... e daí? Serra, Chuchu, Aécio? Caramba!

O que devemos temer é que um líder da Rocinha, de Paraisópolis, e de quaisquer outras resolvam descer, subir ou se espalhar, pelas as cidades. Nem imagino o que possa acontecer, mesmo com intervenção das Forças Armadas.

Para acabar com os defeitos estruturais de nosso sistema de governo só rasgando a "Constituinte Cidadã" e começando tudo de novo. Talvez esta hipótese macabra dos favelados representando o Terceiro Estado, rebelados e derrubando todas nossas Bastilhas, seja um caminho para outro período de exceção durante o qual possa ser elaborada uma Carta levando-nos para o parlamentarismo e para uma república federativa de fato.

Abração,

Flavio.


Em 11 de julho de 2015 15:46, escreveu:​,
Lúcidas colocações sobre o que é o Brasil, e sobre a democracia de fachada que vivemos, embora com a costumeira paixão do Serrão.
Como vivemos num tempo em que a paixão e a indignação dos justos é condenada, temos todos que ser abobados e insípidos como manda o politicamente correto.
Aqueles que ainda insistem em dizer as coisas como elas são, em usar os adjetivos adequados aos fatos e pessoas, são desqualificados pela mídia hipócrita....

Anônimo disse...

E vai aqui mais pimenta ferra prega!!!!





http://occalertabrasil.blogspot.com.br/2014/08/o-pacto-de-princeton-o-pacto-socialista.html

Anônimo disse...

O super homen é comunista, ou batman é capitalista.

Anônimo disse...

HOJE PERDI O TEZÃO NÃO QUERO NEM DEBATER . ACABARAM DE ASSUMIR AS SABOTAGENS E DEDURAREM OS PREFEITOS PILANTRAS QUE SUMIRAM COM O DINHEIRO SEM CONCLUIR OU NEM COMEÇAR COM AS OBRAS... ONDE FOI PARAR ESTE DINHEIRO??? NÃO ESQUENTA NÃO O ANO QUE VEM ELE APARECE AFINAL TEM ELEIÇÃO.... NA SUA CIDADE O DINHEIRO NÃO SUMIU,OU FINGIU QUE NÃO VIU???

Cristiano Arruda disse...

Então destaque o meu comentário:

REMENDAR AS PAREDES DO INFERNO PARA CONTINUAR SENDO INFERNO NÃO O FAZ SER O CÉU.

OUTRO:

NADA QUE UMA BALA NÃO RESOLVA.

Cristiano Arruda
leitor do Alerta Total desde a época da internet via fumaça.
Campo Grande, MS.